dezembro 17, 2007

»»»»»»»»» violinos de espuma «««««««««


sinto nos meus cabelos,
o afago do vento
espalhando a maresia
dos teus olhos,
cai em mim
a espuma do meu sonho,
que assenta
nas vagas dos teus seios,
erectas rochas
em convulsas marés
poema e fotos: poetaeusou

54 comentários:

multiolhares disse...

Assim é o amor
Assim é a paixão
Si libada nos acordes do mar

beijos nossos
luna

gaivota disse...

gosto especialmente da primeira fotgrafia, e da segunda, também, por sentimento diferente...
o poema, pronto, que dizer?
tá tão lindo...
maresias espumadas na borraçadas ondas para ti, amigo!

Isabel-F. disse...

sabe sempre bem ler-te ...


e ...


apreciar as tuas fotos maravilha ...


beijos e uma boa semana

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá amigo Poeta, lindas as fotos, bem acompanhadas pelo poema.
Beijinhos,
Fernandinha

Paula Raposo disse...

Ena!!! Só sensualidade...muito bem. Gosto assim. Beijos.

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
,
paixão silibada,
do mar, é assim,
acordes de amim,
onda apaixonada,
,
beijos daqui
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
borraceiras caídas,
nas maresias espumadas,
ondas fotografadas,
nas belezas amigas,
,
pedrinhas coloridas, para ti
*

poetaeusou . . . disse...

*
Isabel-F.
,
sabe bem, a tua visita,
,
esverdeadas algas, deixo-te
*

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDA & POEMAS
,
as minhas gaivotas,
ficaram ruídas de inveja,
quando pisas-te este areal,
e
cantaram em unissono,
,
e ela veio até á praia,
molhou até a saia,
com perturbação,
lá lá lá
,
jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
*
sensualiza-te, paulinha,
,
jinos "murais"
*

Maria Luar disse...

Assombro do mar
em vagas despertado
nas manhãs luminosas
recordações remansosas
de sonho sonhado

abraço

Menina do Rio disse...

Amigos.com

Fala-se muito em virtual ultimamente
Mas o que é essa tal virtualidade
Será que é o não ver pessoalmente
Não será o virtual, realidade?

Há ternura, encanto e alegria
Nos versos que nos chegam pelo ecrã
Tantos alegram meus dias
Enchem de luz minhas manhãs

Uns acalentam minha alma
Dizendo: não fique triste
São palavras que me acalmam
Quando meus dias são tristes

Amigos.com são tão reais
Eu os sinto, como a vida a pulsar
São flôres, companheiros leais
que enfeitam esse meu caminhar

Ps: Tudo de bom que vc me fizer, faz minha vida ficar mais bela
Pra ti, um carinho sincero e meus votos de BOAS FESTAS!

Beijo na alma

poetaeusou . . . disse...

*
maria luar
,
assombrado ondular,
recordações despertadas,
de vagas sonhadas,
manhãs de remanso,
de luminoso descanso,
em embalado mar,
*
xi
*

Brancamar disse...

Que bela espuma de amor neste poema e nestes mares...amor e mar andam interligados para mim.Pois não foi do mar que veio toda a vida?
Estes teus versos sentem-se intensamente e em silêncio, olhando estes mares que aqui nos deixas.
Obrigada.
Bom Natal
Um abraço

Sol da meia noite disse...

São tantos os sentires que se inventam... que se sonham...

Lindo!
Beijinho

Chinha disse...

Uma paixão envolta em marés.

Lindo

beijo

poetaeusou . . . disse...

*
menina do rio
*
é virtuaaaal.
e virtuaaaal
diz-me, Bill Gateeees.
quando é reaaal.
vem, Bloguista.
não digas não.
travestiza-te
de amigão
na nossa estrada.
bem compassada.
brother Bill Gates.
muito obrigada.
é a Net, é a Net.
que preenche o nosso ócio.
mas tem cuidado
com a Net.
que causa tanto divórcio.
tu Bloguista.
tem consciência.
cuidado, com a concorrência.
stop, pára um instante.
se andas aérea e dás abébias
a separação é fulminante.
é mar é sol.
amarelo.
belo, virtual.
é mar é sol.
amarelo.
belo é natural
eih, ó Bloguista.
amiga, não digas não.
toplessa.
deixa ver teu coração.
na nossa estrada
há juizinho
com prazer vamos viver...
é virtual.
é foliagem.
é brincadeira.
não há paragem.
é virtual.
é virtual.
diz – me Bill Gates.
quando é real…
,
in-poetaeusou
*
jinos de ternura e carinho
*

poetaeusou . . . disse...

*
Brancamar
*
para ti
,

És a rainha das praias
Amante do pescador
Amor não escondas amor
No amor das sete saias
Vistosas no dar a dar
Elas são ninho de amor
Mas se a dor vier do mar
Ao fará que vem traidor
,
in - amigos
,
xi
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
sinto-te mar,
renovando os meus olhos,
eliminando os escolhos
agruras da vida,
sonhada sentida,
em rasgado olhar
,
deixo-te um lindo por-do-sol
*


São tantos os sentires que se inventam... que se sonham...

Lindo!
Beijinho

Gi disse...

isto hoje não espelha amor

espelha paixão

na espuma dos dias


Beijinhos (fotos como sempre magníficas)

Pitanga disse...

Ai que sentar frente a esse mar a ouvir este violino deve ser o máximo! Até onde chega a imaginação?

poetaeusou . . . disse...

*
gi
,
Paixão, paixão
não vais fugir de mim
Serás paixão até ao fim,
,
in- Heróis do Mar
,
jinos pré-nocturnos
*

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
*
violino aos ventos,
lamentos,
de horizontes afastados,
amados,
sentindo o mar,
imaginar . . .
amar . . .
,
algas iodosadas, deixo-te,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Chinha
,
se o mar fosse um jardim,
não o pisava os meus pés,
enviava-lhe com as marés,
poemas e beijos de mim,
*
vagas de beijos

rosa dourada/ondina azul disse...

Belas fotos para tão sentidos versos :)))



Beijinho,

Pitanga disse...

O Poeta, maior conhecedor de mar, é esperado no Pitanga.

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,
ai esses olhos,
ai esse comentário,
,
jino
*

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
,
é para já,
vou vazar,
*
xi
*

Era uma vez um Girassol disse...

Querido poeta, continuas a escrever apaixonadamente...
Consegues manter a energia desse amor na palavra escrita sem nunca cansar!
Fonte inesgotável, diria!
Beijinho da flor

Rosa Maria disse...

Poeta

Não sei se são violinos de espuma mas que me dão uma música suave, ai isso dão!

Bejos

Rosa Maria disse...

Voltei para deixar o "i" nos BEIJOS
:):):)

poetaeusou . . . disse...

*
era uma vez um girassol
,
eu pseudo-poeta, sou apenas,
uma correia de transmissão, das belezas que se deparam,
aos meus olhos, a cada momento,
,
um xi, flor-mor,
*

marias disse...

Lindas as fotos, como sempre!...e o poema a condizer: amor-paixão que inflamam o ser1

....e é na espuma do teu grito
que me embalo e incendeio!...


Beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
Rosa Maria
*
recordei,
um violino no telhado,
conheces o filme ?
,
conchinhas
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa maria
,
fica já em castelhano
,
como vão fazer,
o acordo ortográfico,
começamos já,
hehehehehe
,
jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
marias
*
De tão longe veio o mar
Embalando uma sereia
Dizendo sempre a cantar
Pacto terno nessa areia
Saltando da proa a ré
Crianças ouvem cantar
Encanto que vem do mar
É vira, é Nazaré,
,
o meu preferido,
*
vagas de jinos
*

Alice Matos disse...

Olhares de maresia em nós...

Se passares pelo meu canto, colhe a flor que lá deixei e guarda-a onde melhor te aprouver...

Um beijo...

MEU DOCE AMOR disse...

...e assim nasce uma tempestade de beijos que te abraçará...

Beijos meus e prontos!

poetaeusou . . . disse...

*
alice matos
,
é uma ordem, alice,
,
conchinhas coloridas
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
e eu envio,
vendaval de jinos, pronteeees
*

MEU DOCE AMOR disse...

Cá estou eu de braços abertos no meio da tempestade...

Naty disse...

Ola passei e gostei voltarei.
desejo-lhe que tenha umas festas felizes cheias de paz e amor
bjs naty

A COR DO MAR disse...

Poeta
passei...
muito á pressa, mas passei
pronto!
...e amanha temos chuvinha a abencoar o Natal

Beijoca*

Maria disse...

Muito intimista o poema, mas gostei, claro....
Das fotos, digo o costume, repetindo-me.

Inté

Helena disse...

Lindas as fotos juntando lhe as palavras
adoro esse vento no meu cabelo sintindo esse cheirinho de maresia.

Um beijo

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
desditoso sou,
eu feito thor,
na procura da minha,
alleria, deusa das tempestadas,
sem vislumbrar, uns estendidos
braços, erguidos á minha espera...
,
jinos de vendavais aquietados,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Naty
,
grato pela tua visita
,
festas felizes, Naty ?
olhando á nossa volta ?
,
douradas conchinhas te deixo,
um natal conforme os teus desejos,
e antecipo um 2008, com muita
esperança e saude, fisica e mental,
com muita esperança e esperança e ainda mais esperança,
*

poetaeusou . . . disse...

*
a cor do mar
*
a chuva continua
mais forte aindaaaaaa,
,
jokas
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria
,
existe intimidade na poesia ?
,
eu pseudo-poeta ...
,
inté
*

poetaeusou . . . disse...

*
Helena
,
nas asas do vento,
este mar te envio,
,
algas verde esmeralda,
te mando
*

paula barros disse...

As fotos cada vez mais belas. Fico parada olhando, entro nelas, viajo.

As palavras tem poderes semelhantes.

Adoro, adoro tudo

poetaeusou . . . disse...

*
paula barros
,
esses teus
tolerantes olhos, paula,
,
olho o mar,
e, o;
pseudo-poeta,
pseudo-fotador,
pseudo-eu, já não sei,
,
imerge de tanta beleza,
,
grato
*

Um Momento disse...

Sinto a melodia que paira no ar
Na brisa da espumante paixão
Onde o Mar deseja só e apenas...
Amar

Beijo a sorrir
(*)

poetaeusou . . . disse...

*
um momento
,
amar
o mar
em brisas de desejos
beijos
a flutuar
no ar
,
jinos, naifs
*