março 14, 2007

»»»»»»» sem ti, amor «««««««





SEM,TI

é olhar o mar
no mês de Agosto
areal feito multidão
eu o epicentro
sentir a imensa solidão
porque tu não estás, amor
é navegar
no mar sem rumo
sem farol a orientar
onde eu a pouco e pouco
me consumo
sem horizontes, só mar
porque tu não estás, amor


é vogar
ao sabor das tormentas
duvidas
dos caprichos da procela
ciúmes
das violentas tempestades
desencontros
da incerteza dos ventos
insegurança
dos cruzamentos das ondas
tentações
dos irados vendavais
desconfiança
porque tu não estás, amor
sem ti, amor
é viver sem ter nascido
é morrer sem ter vivido
é olhar-te sem te ver
sem ti amor
é não ter o que se tem.
Ver tanta gente
E nunca ver ninguém
Sem ti, amor
É ter na vida tudo
Mas, não ter nada
In) poetaeusou

37 comentários:

Isabel-F. disse...

"....
Sem ti, amor
É ter na vida tudo
Mas, não ter nada
"

um verdadeiro hino ao teu amor.
parabéns
o poema é belissimo

bj

poetaeusou disse...

*
isabel.f
*
amor virtual, isa.
imaterial.
platónico.
sonhador
*
grato
*
um, de amizade
*

dacasadamathilde disse...

Um hino ao amor. Poema fabuloso, poeta! Tu amas a vida, amas o mar, amas o sol, amas a mulher...amas...amas...
Gostei muito. Um dos poemas mais bonitos que li ultimamente.
Beijinhos

wind disse...

Belo poema do sentir a ausênia.
beijos

poetaeusou disse...

dacasadamathilde
*
S.
que cessem os,
homeros
virgílios
camões
cesários
nerudas
ary
hermingwais
amados
verissimos
*
Fui glorificado
pela S.
um, com sabor a amizade)
/

poetaeusou disse...

/
wind
*
a presente
ausencia
dos virtuais
sonhos
*
bj)
/

Maria P. disse...

Por vezes Ele (amor) está e não sabemos olhar.

Bjo*

poetaeusou disse...

***
maria.p
/
sublime sacrifício
de quem desiste,
para não lesar quem ama ...
sublime sacrifício
daquele que não ousa
antever para lá da janela da; ...
/
bjo
***

Sininho disse...

Poeta:
Tem muito mais magia e sedução
tudo aquilo que não está,
logo ali...
ao alcance da nossa mão.

Verdade?
Abrç.

PS: A menina da foto é lindíssima.

Maria disse...

Sem ti, amor
é ter tudo, e não ter nada...

Como eu te compreendo.
Tanto, tanto, que vou roubar-te este poema para o ler sempre que me apetecer...

Hoje deixo-te um beijo.
Porque me tocaste. Muito...

poetaeusou disse...

/
sininho
/
o fruto proibido,
é o mais apetecido.
/
sim, não, talvez, !?!?!?
/abç.
/

poetaeusou disse...

*
naria
*
D. Fuas, não foi tentado.
pelo Demo é mentira.
foi tentado pelos teus olhos.
quando dançavas o vira.
*
inté
*

bom dia isabel disse...

Uma moçoila deslumbrante! Uns olhos que te deixaram assim apaixonado. Deus meu, poeta! Este poema enquadra-se dentro do lirismo mais bonito que já pude apreciar.Tu estás....apaixonado!
Beijinhos

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Bem.. que menina sortuda... ;)
Essa.. que entra em teu poema...

É o amor no mais alto grito!

1 beijo =^.^= tarina

poetaeusou disse...

*
bom dia isabel
*
uns olhos lindos, de verdade.
e uma história de vida, como os seus olhos.
uma amiga de muitos anos de um
humanismo impar.
O poema não é para ela.
Ela dá-me o maior sentimento que a
mulher pode dar a um homem, a amizade.
beijo
*

Luna disse...

Sem o nosso amor a vida é tudo isso , uma vida cheia de tudo e vazia de nada
jinhos

poetaeusou disse...

*
tarina
lá estás tuuuuuuuuuuuu ...
nunca tenho destinatárias ...
é um pouco, como as musiquinhas,
que cantas ás Joaninhas,
assim:
lá vai uma.
lá vão duas.
tres pombinhas
a voar
na nazaré
uma não é minha
a outra tambem não é
o poema é
para quem o agarrar.
*
marésinhas para ti.
+

poetaeusou disse...

LUNA
*
É óbvio, Luna.
*
é urgente semear o amor ...
existem "campos".
carentes e sequiosos de:
*
jinhos
*

acordomar disse...

Oi Poeta , 5 * este poema. Parabens ;)
E a foto com uma carinha tao linda:)
Mto bom
Beijocas muchacho compañero ...

Era uma vez um Girassol disse...

...sem ti, amor...

talvez um grito de saudade, um lamento, uma evocação.
Belo!
Beijinho

poetaeusou disse...

A COR DO MAR
*
Lin(d)a
uma amiga de infância.
na altura carenciada economicamente
vê a cena, 15 anos, fui a um.
casamento, á saida vi aqueles.
olhos deslumbrantes, ela sorria.
dirigi-me a ela, ignorou-me.
Dália o que se passa ? desculpa,
henrique, tu sabes que nao sou,
invejosa, consegues imaginar-me,
vestida com aquelas roupas ?
e apontava as acompanhantes do
evento. Está no "States", com o
pensamento neste mar.
Não tenho saudades, dela.
Tecklamos todos os dias.
Falamos quando necessário.
"Amizamos" sempre e sempre.
********
Lin(d)a
adiós, guapa...
adiós

dulce disse...

O terrível efeito da ausência!
Beijos

poetaeusou disse...

grande flor
o grito é de :
Um grito de anseio
Um grito de desejo
Um grito de querer
Um grito de aspirar
Um grito de pretender
Um grito de paixão
Um grito de amor
bj)

poetaeusou disse...

/
Doce Dulce.
/
e o sol invadiu,
o meu cantinho.
/
a ausencia da presença
está para o alem do aquem de mim.
/
na divinal pose.
do que os meus olhos veem.
/
beijos
/

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Eu agarrei o teu poema...
Como podes ver...

lololol

Mas quer queiras, quer não.... há sempre uma contemplada!!

LOLOLOL

beijinhos p ti! =^.^= tarina

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Esqueci de referir que a foto está um espanto.. e que cara bem linda.. vou-te dizer!!!!

1 beijinho =^.^= tarina

poetaeusou disse...

*
tarina,
*
e a contemplada é ...
tan tan tantan...
§ky3kx#yxz*+k£
*
jino
*

poetaeusou disse...

/
tarina
/
e a beleza
dos seus sentimentos
/
e o humanismo que irradia
/
olha. a amizade é o stop.
de variados sentimentos...
/
acredita
/
bué de sonhos
/
vou vazar
/
jino
/

Anónimo disse...

Poeta!!!!!!!!!!!!!!!!!
Acorda!
A musa quem é?
Tan...tan...tan...

jinhos

Ana Ramon disse...

Olá amigo! Sem dúvida que fizeste um lindíssimo poema mas vou ter que te dizer que a magnífica foto que publicaste brilhou para mim de tal maneira que acabou por ofuscar as bonitas palavras. Parabéns

poetaeusou disse...

***
miss anónima ?????
*
§ky3kx#yxz*+k£
*
pdb««««inverte«««««««««
*

poetaeusou disse...

/
Ana ramon
/
um rosto sereno
/
na procura
da paixão dos sentidos
um olhar enxameado de entrega
/
tambem tinha a fobia das abelhas.
ontem falei no teu blog
dificuldade no portugues
3o anos de américa !
/
uma amizade digna de Emile Zola
/
A minha amiga Dália
jurei nunca colher uma Dália.
para não a ferir.
aliás as flores não se colhem.
regam-se, todos os dias .
/
conchinhas
/

Teresa Durães disse...

gostei do poema
(apesar de pensar que não é amor mas paixão)

Teresa Durães disse...

da fotografia gostei muito

poetaeusou disse...

**
Teresa
*
talvez só poesia ...
*
xi
**

Sílvia disse...

Bem...tu andas a esmerar-te... sinto-o tão sentido e para mim basta ;)

Bj

poetaeusou disse...

... são pecados meus...
são estrelas reluzentes.
brilhantes, cadentes,
caídas doa céus.
teus olhos castanhas.
são mundos
são sonhos
são a minha cruz
teus olhos castanhos
de encantos tamanhos
sao rioas de luz .............
b?