março 15, 2007

»»»»»»»»»» meu farol ««««««««««

meu farol
rumando em continuada procura
paciência
nas trevas da infinita obscuridade
escuridão
conhecer-te minha musa cibernauta
esperança
e chamar-te minha guia meu farol
amizade
farol, clarão dourado, resplandecente
luz
como os teus cabelos loiros ventonados
sol
contemplar as cavas ondas dos teus seios
liberdade
e a transparência dos teus olhos sedutores
pureza
o vai e vem das marés feitas teu corpo
harmonia
na mútua procura de um só perfil
união
flutuando no plagiar da barca achada
felicidade
na visão afagoseante das tuas curvas
brandura
e encalhar – mos na Prainha do recanto
bondade
junto ás rochas figurantes de sereias
encanto
e no harmónio areal feito solar corpóreo
respeito
és o meu Farol, ciciarei aos teus ouvidos
pré - amor
poemado/foto: poetaeusou

28 comentários:

Maria disse...

Tenho já saudades desse farol... e do sítio... e da praia...
Essa paixão está, está, está... quase, quase, quase...
... só falta um bocadinho assim...

Oh poeta, onde vais buscar tu essa inspiração?

Gostei. Muito.

Inté

poetaeusou disse...

Maria, minha amiga
*
numa musa desconhecida
*
virtual
*
pré-real ?
*
em que um escriba
*
poemador
*
conhecedor
de tanta dor
*
sofre afinal
*
inté

Maria P. disse...

Também sinto saudade desse farol como a Maria, no verão volto lá.
Lindas palavras.

Bjo.

dacasadamathilde disse...

Mais um poema que pode integrar uma bela antologia poética. Nazareno? Pescador? De ninfas? Das cálidas águas do Tejo?
Este teu farol é lindíssimo. Ela será a tua luz. A noite ficará menos negra, quiçá ainda mais poética. Não deixas que ela se vá.
Beijinhos

Teresa Durães disse...

um poema bastante bonito!!!

(não ando inspirada para escrever um comentário de jeito)

boa tarde

poetaeusou disse...

*
Maria.p
*
no estio
*
ouvirás um pililipar.
eu feito gaivota espero-te
*
bjo
*

poetaeusou disse...

Teresa
sabes que sinto a tua dor.
há uma teoria nacional para ocaso.
Informa-te.

força
/

poetaeusou disse...

*
casadamathilde
*
tagus presente
*
e a luz das poemadas noites
*
ela ficando
*
rendida
ás palavras
matizadas
conjugadas
*
beijinhos iodorisados
*

Sininho disse...

Às vezes, fico a pensar...
Este homem-sereia (isso existe?)
com o seu canto melodioso,
vai atraír as incautas
musas cibernautas
para as profundezas do mar...
para, a seguir...
as devorar...

rsrsrs...

Abrçs

poetaeusou disse...

*****
sininho
*
só de uma capitõa gancho.
*
eu sei que é o virus socrateseano,
bem visivel no teu blog.
a essencia da sedução ...
*
Gosto de cantar, canto bem ...
sereio encantador, não.
porque sou sér(e)io !!!
hihihihihihi
algas feitas jinos, nazarenos.
*

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Que bonito...

Gosto dessa forma de achares uma palavra para suster toda a frase anterior...
Bem conseguido como sempre...
(E eu que não sou entendida na matéria LOLOL)

É sempre um prazer ler-te!

1 beijo com a brisa que se sente do farol...
Espero um dia conhecer esse farol..
Nunca ai estive!

=^.^= tarina

poetaeusou disse...

Carina
suster, sim.
para quem não é especialista ...
o excesso de modéstia, é ...
quando vieres á Nazaré, avisa,
quero ser teu cicerone ...
um por-de-sol, lindo para ti,
igual ao que retratei á pouco,
generoso, magnânimo, irreal.
beijo brisiante,

bom dia isabel disse...

Um poema muito bonito. Li, reli e fiquei sem palavras. Gosto de poesia. Desta. Feita com amor. Por amor. Para um amor. Cibernauta? Pré-real?Inspira-te? Aqui também se fazem amigos.De verdade.
Beijinhos

Luna disse...

Lindo...lindo...essa tua musa só pode ser um anjo, como a vida seria doce se cada um de nos tivesse só um pouquinho do que falas do teu poema
beijinhos

elsa nyny disse...

olá!!!

FAROL???
Tá lindo!!!
Eu também tenho um poema que é o farol!! Que giro!
:)

poetaeusou disse...

***
bom dia isabel
*
a mulher, simplesmente.
*
a mulher é musa
*
a mulher é tudo
*
o não mulher é nada
*

*
beijo
*

poetaeusou disse...

/
Luna
/
talvez a tua princesa\
/
quem sabe\
/
jinos
/

poetaeusou disse...

*
elsa nyny
*
grato
*
vou cuscar
Castelo Branco
*
marés nazarenas
*

wind disse...

"Diálogos" cruzados, um sensual, o outro de ternura:)
Bonito o farol;)
beijos

DairHilail disse...

lindo...o farol....já estive aí várias vezes...adoro esse sítio...adoro todo o mar...o mar faz parte de mim...
Fica bem...

mariamar disse...

Um farol, um forte, uma musa prisioneira. É o faroleiro que a mantém cativa?
O mar fonte de tudo, inspira poetas?
Beijos

poetaeusou disse...

Wind
Sensual ternura
ternura sensual
bonitos diálogos
cruzando o Farol

b)

poetaeusou disse...

dairhilail
adoro que adores
até,

poetaeusou disse...

/
mariamar
*
sou cativo
da cativa
como tu
desconhecida !?!?!?
mas, minha musa
inspirativa
*
até
/

poetaeusou disse...

o

poetaeusou disse...

.

Sílvia disse...

Nazaré

Ainda hoje dormi na praia
Na acalmia da maré
E a lua inundou-se os olhos
E o mar despido afundou-me a fé
E hoje de que serve a jura
Se ele à praia não voltar
Esperei na noite mais escura
Até ver na água o azul clarear
Ai Nazaré
Deixa-me embalar o mar
Deixa-me embalar o mar
E o sal no brilho dos olhos
Sabe a tristeza sem fim
Que hoje o mar abraça e leva
O que Deus quis e arrancou de mim
Ai Nazaré
Deixa-me embalar o mar
Deixa-me embalar o mar
Ainda hoje acordei na praia
Nada ao longe se avistou
Só mais uma noite escura
Sob o azul e sob a lua
Esconde o que o mar me roubou
Ai Nazaré
Deixa-me embalar o mar
Deixa-me embalar o mar
Ai Nazaré
Deixa-me embalar o mar
Deixa-me embalar o mar

Mafalda Veiga

***

poetaeusou disse...

SILVIA
a distancia é um fogo
onde vou chegar
num abraço fechado
para te levar
por campos abertos
por onde puder
levar-te por dentro
para não te perder
nem com mil tormentas
que arrasem o mundo
em qualquer lado
onde quer que eu vá
levo no corpo o desejo
de te abraçar
em toda a parte
onde quer que o sonho me leve
hei-de lembrar-me de ti
por outros caminhos
hei-de vaguear
num abraço fechado
para te levar
e há uma canção
que um dia aprendi
eu hei-de cantá-la
a pensar em ti
em qualquer lado
onde quer que eu vá
levo no corpo o desejo
de te abraçar
em toda a parte
onde quer que o sonho me leve
hei-de lembrar-me de ti
in) mafalda veiga
EM TODA A PARTE
bj)