março 17, 2007

»» o sol, as nuvens, e tu ««




a razão desse sorriso, amor ?
que tortura olhar aqueles
suculentos lábios sorve-los
suga-los, o meu anseio
hei-de cantá-los em mim, amor
estou a observar o sol
o Ícaro seria louco ?
não sonhador, simplesmente
ambicionar o inatingível
feito eu, lunaticamente, em ti,
tolinho que mais devo provar
sou tua amor, dispõe, de mim
sussurrando, ciciando, silibando
que endeusada voz celestial
despertai liras, harpas, cítaras
coroai anjos, arcanjos e serafins
edith piaf, on ,je ne regrette rien
mathieu, callas e a traviata
amália, não vais ao mar no meu batel
queres o sol amor ? toma vez.
aquele ponto negro, é a inveja, de ti
não temos por – do - sol, amor
o sol é encoberto pelas nuvens
a terra na sua orbita afasta-se do sol
e galileu sofreu muito, por o dizer
da cultura grega só se revive homens
platão, euricles, homero, até o zorba
teus penetrantes olhos violavam-me
impregnados de desejo, lânguidos
quereres translúcidos travestidos em mim
olha as nuvens amor, dominaram o sol
o que eu aspiro um dia fazer-te
um dia ? o que te faz esperar, tolinho ?
e cingiu-me com suavidade, docemente
emanava aromas de violeta e tomilho
mais fortes do que a maresia iodonada
e o seu corpo ondolava, feito mar
a sua pele em brasas ferventantes
tacteadas pelos meus dedos qual polvo
e os sussurrantes gemidos entoados
misturavam-se com o pilipipar das gaivotas
e espasmá-mos em abusos consentidos
agradecidos os nossos olhos fitados
enchendo o infinito de sorrisos
sorviam a nudez dos corpos amados
poemado e foto: poetaeusou

42 comentários:

=^.^= Tarina =^.^= disse...

O sol, as nuvens e tu...

Humm... será preciso mais?!

Acho que mão.. se só com isso conseguiste transmitir tanto.. Meu Deus...

Venham Calas, Amálias, Edites.... hummm... gosto dos teus poemas!!!

LOLOLOL

1 beijoca grande da tarina =^.^= tarina

poetaeusou disse...

***
tarina
/
eureka
por teres gostado ...
hihihihih
/
podes ficar com o, e tu.
olvidei a mónica
afinal havia outro ...
/
beijinho solarengo.
***

Maria disse...

"....teus penetrantes olhos violavam-me impregnados de desejo, lânguidos quereres translúcidos travestidos em mim"....

Gosto da imagem...

Tu, poeta, de certeza que já foste ao céu... digo eu...

Um Inté com quase quase neve...

(p.s. manda tirar as antenas de televisão, corta isso tudo, estraga as fotografias. á gente da praia cum má goste....)

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Dsta vez escreveste com tantos códigos que não entendi nada...

Se calhar estou a ficar como o meu pc...

Preciso ser formatada... é que estou a bloquear!!!

LOLOL

1 beijoca =^.^= tarina

marimar disse...

poetaeufora e diria como Camões:


Transforma-se o amador na cousa amada,
Por virtude do muito imaginar;
Não tenho logo mais que desejar,
Pois em mim tenho a parte desejada.

Se nela está minha alma transformada,
Que mais deseja o corpo de alcançar?
Em si somente pode descansar,
Pois consigo tal alma está ligada.

Mas esta linda e pura semideia,
Que, como o acidente em seu sujeito,
Assim co'a alma minha se conforma,

Está no pensamento como ideia;
[E] o vivo e puro amor de que sou feito,
Como matéria simples busca a forma.


Luís de Camões

paixão, amor ardente...

Beijo o sol

poetaeusou disse...

*
Maria minha amiga
/
nunca maquilhe
as minhas fotos
são naturais
como os meus naturais
sentimentos
/
amiga
espero que me tragas
uma Tulipa Negra
desse alaranjado país.
/
inté
*

poetaeusou disse...

*
tarina
*
ai
esse disco rigido neuroneal
*
temos o sol, as nuvens
e o tu, para quem o aprisionar.
*
xi)
*

Teresa Durães disse...

um amor tão carnal não se desfaz no momento do consumo? ou sou só uma filosófica da treta? não sei.

boa noite

poetaeusou disse...

***
marimar
\
busco o amor
*
Busque Amor novas artes, novo engenho
para matar-me, e novas esquivanças;
que não pode tirar-me as esperanças,
que mal me tirará o que não tenho.
Olhai de que esperanças me mantenho
Vede que perigosas seguranças!
Que não temo contrastes, nem mudanças,
andando em bravo mar, perdido o lenho.
Mas, conquanto não pode haver desgosto
onde esperança falta, lá me esconde
Amor um mal que mata e não se vê.
Que dias há que na alma me tem posto
um não sei quê, que nasce não sei onde,
vem não sei como e dói não sei porquê.
\
in)Camões
\
um caféinado beijo
***

poetaeusou disse...

***
teresa
/
a vertente carnal
é o nutrimento do amor ...
/
digo eu e o julio machado vaz
/
perdão em contrariar.
/
bons voos por aí.
/abç.
***

Isto e meu...Silvia disse...

Um texto lindo...

As fotos não ficam atras:)

Beijos:)

bom dia isabel disse...

Ícaro deslumbrou-se com a bela imagem do Sol e, sentindo-se atraído,tomou a sua direção esquecendo-se das orientações de seu pai, Dédalo.Talvez inebriado pela sensação de liberdade, caiu no mar Egeu e, diz a lenda,terá dado origem a todas aquelas ilhas paradisíacas.
Estás apaixonado, poeta ? Não deixes que o sol queime esse amor que parece deslumbrar-te tanto e parte com ela para uma dessas formosas ilhas gregas. Se não quiseres, fica no mar nazareno e vive a fogosa paixão que emerge desse teu coração.Ela canta e encanta, certamente.
Beijinhos

Entre linhas... disse...

Sol,nuvens,mãe natureza que se confundem numa metamorfose de sentimentos,no culminar de uma paixão.

Bom fim de semana

Beijinhos Zita

poetaeusou disse...

***
bom dia isabel
/
tudo virtual, isabel, virtual.
sugestões requintadas, as tuas.
/
e numa dessas ilhas,
o Porto do Pireu.
/
xi)
***

rosa dourada disse...

Que paixão arrebatante, deve ser das nuvens.
Um domingo cheio de sol.
Bjs.

poetaeusou disse...

***
entre linhas
/
zita
/
metamorfoseando
*
natureza mãe
sol
nuvens
confundindo
e
culminando
em paixão dos sentimentos.
/
jinos nazarenos
***

poetaeusou disse...

*
dourada rosa
/
pergunto á nuvem que passa
a que horas eu tomo a bica
a nuvem só me replica
isso é pergunta que se faça.
lá lá lá lá lá
/
jino
*

poetaeusou disse...

*
isto e meu silvia.
/
grato pela visita
/
o visual do teu blog
e
se permites
o da tua foto
/
bj)
*

wind disse...

Maravilhoso poema!:))))
beijos

poetaeusou disse...

Maravilhosa, wind, maravilhosa.
Esquece o stress, faz o que eu digo.
Poema a flor torna o mundo florido.
Violeta, tulipa, lirio ou uma rosa.
lá lá lá lá.
beijos)

Isto e meu...Silvia disse...

poeta,

Claro que permito:D

Obrigado pelo elogio, se é que foi um... Na foto, sou eu e o meu blog, ta como eu sempre quis tê-lo:P

Voltarei, ja tas linkado;)

Beijos.

elsa nyny disse...

Olá!

Passei e adorei!
parabéns!
:)

poetaeusou disse...

*
Isto e meu...Silvia
*
O Blog é altamente.
*
até
*

Luna disse...

Passei para te ler e deixar um beijinho, e as nuvens nos fazem dar mais valor aos momentos de sol
xau

Por uma lagrima disse...

Obrigada... foste o melhor que me aconteceu nos últimos tempos. Até já ri com o teu humor...
Quanto ao que acabo de ler...
DIVINO
Onde estavas (tão escondidinho) que nunca te vi?
Voltarei sempre
Beijinho

non disse...

Hoje voltei a visitar alguns amigos. Tu entre os poucos até pela constância da presença.
Só tive boas experiências de leitura e aqui não foi excepção, pelo contrário.
Parabens pelo poema. Muito bom
Bj e bom domingo. :)

poetaeusou disse...

elsa nyny
ola
grato pela visita
trata bem a tarina
até.

PHYLOS disse...

BGem construido, ritmico, lirico. Gostei.

poetaeusou disse...

visita de bancária, que pressa.
aceito o beijo
outro
******

poetaeusou disse...

***
por uma lágrima
*
serás
sempre
bem vinda
*
jino)

poetaeusou disse...

NON
Mady
andava inquietado.
agora estou solto.
voltou a H. e Sil.Mang.
um grande.
h)

poetaeusou disse...

phylos
generosidade a tua.
até?

Maria P. disse...

São as nuvens que nos embalam, o Sol que nos aquece e tu encantas com o que escreves.

Um beijinho e bom Domingo*

poetaeusou disse...

*
quem me encanta
encanto meu ?
o canto feito eu
ou o encanto de quem canta ?
*
bom domingo
com um beijo.
h,
*

Sininho disse...

Estive fora dois dias e agora deparo-me com este lindo contra-luz, mas... com um DISCO VOADOR?
As tuas musas terrenas não vão gostar da concorrência, de uma ETzinha... Ai não vão, não.

Abrçs

Teresa Durães disse...

sou mais Albert Camus. Mais existencialista. O único ponto e discórdia que tenho com o existencialismo é crer na família e na existência de uma ordem.

O carnal é efémero, pouco me diz. conheço mais extâse com outros sentidos

bom domingo

poetaeusou disse...

*
SININHO
/
tens o dedinho
do
ETzinha
/
abç)
*

poetaeusou disse...

*
TERESA
/
este é o meu extase
/
Que confusão, que confusão! É preciso colocar ordem na minha cabeça. Desde que cortaram minha língua, uma outra língua, sei lá, funciona sem parar no meu crânio, alguma coisa fala, ou alguém, que de repetente se cala para recomeçar tudo outra vez, ah ouço coisas demais que no entanto não digo, que confusão, e, se abro a boca, é como um ruído de pedrinhas remexidas. Ordem, uma ordem, diz a língua, e fala de outra coisa ao mesmo tempo, sim sempre desejei a ordem.
in) AlbertCamus
/
b)
*

Teresa Durães disse...

deseja mas não acredita que haja

bom dia

poetaeusou disse...

***
existe
*
mas não terrena ...
*
não é agostinho silva '.
*
xi)
***

Sílvia disse...

Adorei... :) pa variar :P

poetaeusou disse...

***
silvia
/
para variar
/
agradeço
/
bj)
***