março 18, 2007

erótico morango lânguida uva


epilepsia do amor
toma minha querida
a sensual uva, o erótico morango
amor, batonisa de morango os lascivos lábios
e em devassa trinca um voluptuosamente
nos esguios dedos segura uvas libidinosas
eu travesso fito e sorvo languidamente
em inconstante perturbação de sentimentos
onde vivia a simpatia afectividade e empatia
só há volúpia desejo em possuir e apetite carnal
sem afagos carícias afectos e os cândidos beijos
na fome animalesca de um porco prazer
de desregrados deleites e lascivas alucinações
de libidos quereres e devastadoras delicias
de fragrâncias néctareanas e imaculados fluidos
vamos nos desejar ? meu vendaval de amor
queres as eróticas uvas os afrodisíacos morangos
toma, que visão, os teus lábios feitos morango
os profanos dedos afagando tacteantes as uvas
polansky vem urgentemente eternizar esta visão
meu vendaval queres ficar só, fantasia meu amor
sublime imagem, olhos semicerrados mente livre
porque tremes? porque espasmas? porque gemes?
matisse rembrandt dali, divisem a epilepsia do amor
poemado/fotos: poetseusou

31 comentários:

mariamar disse...

poetaeu fora:

O fogo que na branda cera ardia,
Vendo o rosto gentil que eu na alma vejo,
Se acendeu de outro fogo do desejo,
Por alcançar a luz que vence o dia.

Como de dous ardores se incendia,
Da grande impaciência fez despejo,
E, remetendo com furor sobejo,
Vos foi beijar na parte onde se via.

Ditosa aquela flama, que se atreve
A apagar seus ardores e tormentos
Na vista de que o mundo tremer deve!

Namoram-se, Senhora, os Elementos
De vós, e queima o fogo aquela neve
Que queima corações e pensamentos.


Com cheirinho a morango e lânguidas uvas
Bj

poetaeusou disse...

/
MARIAMAR
/
Enquanto quis Fortuna que tivesse
Esperança de algum contentamento,
O gosto de um suave pensamento
Me fez que seus versos escrevesse.

Porém, temendo Amor que aviso desse
Minha escritura a algum juízo isento,
Escureceu-me o engenho co tormento,
Para que seus enganos não dissesse.

Ó vós que Amor obriga a ser sujeitos
A diversas vontades! Quando lerdes
Num breve livro casos tão diversos,

Verdades puras são, e não defeitos...
E sabei que, segundo o amor tiverdes,
Tereis o entendimento de meus versos!
/
in)camões
/
uvasmorangueias mil)
/

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Morangos só se for com chantilly... muito chantilly!!!

Humm.. ou uma trade de morangos..
Mesmo a calhar.. é que já falei nela hoje!

1 beijo morangado =^.^= tarina

Maria disse...

Impossível comentar, hoje.
Nem sei porquê...

Inté amanhã

Sininho disse...

Entre morangos, uvas e Camões, eu limito-me a passar, pé ante pé, sem fazer barulho e a desaparecer rapidamente, para não correr o risco de me chamuscar, tal a temperatura a que isto chegou...

Abrçs

poetaeusou disse...

*
linda tarina
/
nada de especial
tu sabes
anda o polen no ar
sem malicia
são só palavras
e
palavras leva-as o vento.
.
quem for mais rapido
a confeccionar os morangos
envia um pouco, por mail.
.
nazarenas, estrelinhas do mar
para ti
*

poetaeusou disse...

*
maria, amiga da perdranera
/
achas pesado ?
dias não são dias.
como dizia a mari de ferrel
/
maria
são apenas palavras
parole, parole, parole ...
/
maria
olha aquelas inchentosas
que põem nuses, karede.
/inté
*

poetaeusou disse...

*****
SININHO
é apenas um respeitador jogo de
palavras de camões vede a resposta.
++++++++++++++++++++++++++++++++++
de tanta desilusão recebida.
as uvas e morangos, alimentos.
engrandecem o meu ego e sentimentos.
para retorquir á minha musa desconhecida.
*

Luna disse...

bem... o menino anda muito erotico, primavera, mar, sol, enfim ,faz fogo atear,
beijokas

poetaeusou disse...

***
Anilada LUNA
*
e quem é a Musa ? quem é ?
*
pensa... 1, 2, 3,
acertas-te, surpresa ? ...
*
jokas para a tua perspicácia ...
***

Ana Ramon disse...

Gosto de morangos e uvas fresquinhos em qualquer situação. Mas prefiro-as depois (ou antes) do amor. Cada um com os seus gostos :))))))

Kalinka disse...

Morangos...só com chantilly.
Uvas, como-as pretas ou brancas
No Rossio ou em Picadilly
Corro e tropeço nas tamancas.

eheheheheh...(estou a fazer-te concorrência, nas rimas)

Apeteceu-me «Olhar, sentir, captar»
No regresso, vim por Aljezur, parei nas Azenhas do Mar, passei em Vila Nova de Milfontes, depois Ilha do Pessegueiro e, já o sol ameaçava se esconder, cheguei a Porto Covo, onde assisti ao maravilhoso espectáculo do pôr-do-sol.
Aqui, fiquei presa ao chão, estarrecida com tamanha beleza do horizonte, da força do mar e, captei com a minha objectiva as mais fabulosas fotos de toda a viagem.
Andei por aí, meti o nariz… como faço, como gosto, como quis!!!...

Bom domingo.
Beijos e abraços.

Maria P. disse...

Sem dúvida prefiro os morangos, sem açúcar, sem chantilly - naturalmente frescos.

Beijinho*

poetaeusou disse...

***
ANA
*
com tanta Paixão dos Sentidos
*
prefiro a Chanfana ...
*
com o vin de Poiares !!!
*
xi)
***

poetaeusou disse...

***
KALINKA
*
omitindo as tamancas
*
continuo com a minha campanha
*
KALINKA
á Secretaria de Estado do Turismo.
Jááááááááááááá !!!!!!!!!! » 3 «
*
bj)
*

poetaeusou disse...

*****
maria.p
*
e
na
Casa
de
Maio
de
preferência
*
será ?
*
beijo, amigo
h,
*****

wind disse...

Poema muito carnal:)
beijos

Isto e meu...Silvia disse...

Eu dava uma trinca no morango e....

Eu dava uma trinca na uva e.....

Agora imagina o resto;)

Beijos e amei a salada de fruta:)

poetaeusou disse...

***
wind
*
apenas jogo de palavras
*
embora a maré faça o marinheiro.
hehehehehe
sou muito pimba, não sou ?
*
beijo
***

poetaeusou disse...

***
isto e meu...silvia
*
vai com mais calma
*
trinca, trinca, mas...
*
abç
de amizade
***

Isto e meu...Silvia disse...

Estava aqui a pensar no que me disseste sobre o meu blog, e estou admirada porque eu estava mesmo a pensar em acabar com ele.

Mas???????????

Beijos:)

A pois é, ando perdida por estas bandas...

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Bem.. vim fazer-te "inveja" (ui palavra feia.. como a detesto!)

Tive a comer tarte de morangos com natas e gelatina...

Deliciosa!

Desculpa.. mas tive medo de avariar de novo o computador ao mandar-te por email... e depois... morreram os vírus mas podia aparecer outra coisa qualquer...

LOLOL

1 beijo =^.^= tarina

poetaeusou disse...

***
isto e meu...silvia
.
óh minha diva.
não quero influenciar.
.
com todo aquele assédio.
eu cobrava taxa moderadora.
não sou menos que qualquer ministro.
.
encontra o teu farol, linda.
.
até
***

poetaeusou disse...

***
tarina
*
a gelatina está a mais.
*
quem teve inveja e ciumado fui eu.
das pegadas que paralelavam as tuas.
ao longo da praia, sou um desinfeliz.
*
chorossssssssss....
*
bj)
***

Maria disse...

Poeta, José

Para ti, pela tua sensibilidade, pelo que escreves, por seres Pai, deixo-te um beijo, Hoje.

poetaeusou disse...

Maria
que extaseante beijo
que sabor Tulipano.
inté

=^.^= Tarina =^.^= disse...

O dia hoje é do pai.. mas foi com a boa companhia da minha mãe que percorri aquela praia que parecia virgem... nem pegadinhas de gaivotas existiam...

Foi espectacular!

1 beijo grande =^.^= tarina

poetaeusou disse...

***
tarina
/
Pai
o farol
///
amigo
avisador
do perigo
e censor
do verbo
da atitude
preparando
o nosso futuro
///
b)
///

Sílvia disse...

Ora bem...que dizer...todos os dias são uma surpresa neste blog :)

Eu cá gosto do "Livro com cheiro a morango" da Alice Vieira =)

poetaeusou disse...

***
silvia
*
linda
*
alice vieira
a
sensibilidade
de
uma
criança
*
jino
***

Anónimo disse...

bom comeco