março 01, 2007

»»»» a lua, no meu beiral, hoje ««««

a lua penetrou na minha janela

sonhos lunares

ressurgi
a lua abeirou-me
em centelhas prateadas
janela dos sonhos penetrando
o meu rosto foi bordado
lavores de afectos e carícias
olhos incumbidos de desejos
lábios húmidos de prazer
afagos tacteantes em espera
afastando a nuvem da solidão
sussurros embriagadores
testemunhados pelas ondas
e gaivotas despertas ao luar
diz-me a terna lua ao ouvido
Henrique vê o prateado mar
repara a imagem a reflectir
como é belo um poeta a sorrir

poemado e foto: poetaeusou

35 comentários:

Maria disse...

henrique, poeta,

Este poema tocou-me mesmo. Estás a escrever cada vez melhor, na minha modesta opinião...
Quanta sensibilidade... vive esse amor, migo!
Vive-o, liberta-te!

Hoje é um xôxo, à moda da praia, do sítio, da pederneira

Maria P. disse...

Lindo este (teu)sentir.
Sussurros a norte, a sul ou outra janela...

Um beijo.

Secreta disse...

Poema e foto muito bonitos. Parabéns.

poetaeusou disse...

maria
são os teus sentimentos, amizade e,
ternura, que te fazem assim teclar.
O amor, maria, vem sempre ao nosso,
encontro.
Uns detectam-no, outros, como eu,
por desencontro ou incapacidade de
enxergar os sinais, sofrem com os,
será pra mim ?, talvez ? sim? não?.
Um grande amor nasce da angustia...
Inté, amiga.

poetaeusou disse...

maria.p
janela/
aberta/
sussurrando/
sons/
mareantes/
numero ? não/
é a onda/
a certeira/
em dueto/
jino/

Isabel-F. disse...

"....
repara a imagem a reflectir
como é belo um poeta a sorrir
..."

Adorei. simplesmente belo.
e bela a tua foto.

olha quanndo gostar duma foto tua posso faná-la e usá-la ??? dás-me autorização?

bj

poetaeusou disse...

secreta
bonitos ?
talvez, diferente...
obrigado
abçs.

poetaeusou disse...

isabel-f
ISA
faná-la ? sempre, honra minha !!!
quão tempo não escrevo tal palavra.
18,30 h, a lua estava linda, bela, prateada, que mensagem me enviou.
no momento de instantar, rosou,
um rosado dos deuses ? dos ultimos
raios de sol, refletidos ???.
enternecido pelo teu comentário ...
jino)

Sininho disse...

Dir-se-ia que a Lua reflete e amplifica os nossos sentimentos, não é, Poeta?.
Quando andamos angustiados, ela aperta-nos um nó na garganta.
Se a nossa alma está leve, sentimo-la sorrir e abrimos-lhe o coração para que a Esperança volte lá, a enroscar-se.
Ficando encoberta... deixa-nos uma sensação de orfandade...
Abraço

poetaeusou disse...

sininho
só as vontades Lunares, permitem,
o "sentir" de tais sentimemtos.
até o inverso...
o nó na garganta de,
angustiante felicidade.
se a deusa lua o quiser. óbvio.
braço

pitanga disse...

Mas como pode? A lua? Esteve na minha varanda ontem à noite!!!

abraços lunares

poetaeusou disse...

Pitanga
Lua repartida, não !!!
É minha, só minha ...
afluxinhos lunares.

david santos disse...

Olá!
O nosso interior também fala. Só dele pode sair sensibilidade, amor e liberdade. É, ainda que dominado por outros órgãos, quem nos conduz. Parabéns.

Ah, eu não me esqueci do meu prémio. Não quero saber de como tenhas interpretado o que eu disse. Quero o meu prémio, mais nada!... O meu Mail consta no meu profile! Não sou nenhum clandestino! Quero o meu prémio!

PoesiaMGD disse...

A lua espreitando num beiral... que bonito! E quantos segredos ela nos conta ou nos faz contar... Henrique?
Um abraço

poetaeusou disse...

David
E quem nos conduz ???
O livro espero resposta, da Voz do Povo, assim sendo, segue amanha.
abç)

poetaeusou disse...

poesiamgd.
Segredos ? não.
Lindas historinhas sensibilizantes,
pedagógicas. Queres saber ?.
Envia o teu endereço de mail. Para o meu, é livre.
abraço.

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Henrique vê o prateado mar
repara a imagem a reflectir
co"mo é belo um poeta a sorrir"

Muito bonito este final..
è bom saber que sorris!!!

Um beijo =^.^= tarina

Sílvia disse...

Tudo está bem qundo acaba bem ;)

Fico feliz por ti.

Beijinhos

poetaeusou disse...

TERINA

virtual tarina, virtual...
os amanheceres,
são mais angustiantes.
bj)

poetaeusou disse...

silvia
fogo de artificio, silvia
não há-de ser nada...
bj?

wind disse...

Um poema já de alguma esperança:)
beijos

poetaeusou disse...

Wind
Estou á Janela.
Não me visita hoje.
Céu nubloso.
Perdeu-se ? ...
****
bj)

acordomar disse...

A lua espreitou-te de madrugada
Pela fresta da tua janela
trazia-te a cor prateada do mar
e o segredo de ser bela ...

Beijoca* * *

Filipe disse...

Um bonito poema. Desculpe a ousadia de me intrometer. Gostei de o ler. Obrigado.

Teresa Durães disse...

desapareceste lua?
não te vi por momentos
pensei-me só
talvez antes não te olhasse
ou terias ido?
às vezes apenas só
outras vezes distraído?
pesa a solidão
esqueci-me dos momentos
em que acerco a janela
escondida ou não
estás a velar por ela
(mas nem sempre te sinto)

falha o ser humano
de tão humano que é
necessita de alento
fica-se no intento

poetaeusou disse...

A Cor do Mar
A Lua e o seu luar.
entrando pela friesta, bela.
deixou um segredo na janela.
Falando na A Cor do Mar.
beijo)

poetaeusou disse...

Filipe
Grato pela visita.
apareça sempre
cbç)

poetaeusou disse...

TERESA
Confio na lua
hoje nublada
olhou-me
embora só
sou multidão
ditraido, por vezes )
é da solidão
e a janela
florida
penso nela
está ausentada
porque escondida
e nublada
seu ambiente
ela humana
falha o meu intento ?
não. ela me ama
e dá-me alento.
**
abç)
**

Isabel-F. disse...

já volto ...

para ver o Post de hoje...

bj

poetaeusou disse...

isabel.f Vou hoje iniciar uma nova rubrica.
tentar fixar hora certa diária,16h.
Dá-me, opinião. se possivel ...
xi.

Isabel-F. disse...

hora certa para colocar Posts???

acho que não ...
não transformes algo que dá prazer numa obrigação...

bj

poetaeusou disse...

conselho sábio.
ji)

Uma vida... disse...

Gostei de toda a imagem do teu poema assim como a lua da tua foto. 'Afagos tacteantes à espera...' cheio de doçura este verso. Beijos.

Luna disse...

Eu sabia que a lua jamais te ia abandonar, não fosse ele a musa dos poetas
jinhos

poetaeusou disse...

Luna
Foi a lua que cumpriu, ou ...
grato pelo teu pedido, luna ...
jinos