fevereiro 26, 2007

»»» de quando em vez «««

»»»» tens sede de quê ? ««««
»»»» eu tenho sede de mim !!! ««««
»»»» e tu ? qual a tua sede ??? ««««


34 comentários:

Maria disse...

A minha sede é sede de justiça, sede de sermos solidários, sede de sermos contra a hipocrisia, sede de sermos transparentes...
... tenho outras sedes, que não vêm aqui ao caso!

Inté

poetaeusou disse...

só tu, maria
sedentes de justiça...
sedentes de conforto...
vitimas dos hipócritas...
vitimas dos negros gabinetes...
inté, amiga

Paula Raposo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
poetaeusou disse...

Paula.
estamos todos.
sedentes de paz.
beijo e mais,
um que não me deste,
e outro...

Trequita disse...

Quem vai com muita sede ao pote...
pode partir os dentes :)
Passei por aqui e gostei talvez volte se me deixarem :)

poetaeusou disse...

trequita.
antes os dentes,
que o meu cantarito...
ihihihihihihi
esta casa é tua.
sem portas.
e muitas janelas...
b)

Isabel-F. disse...

.... olha eu neste momento tenho sede de dormir ....

bj de bom dia

poetaeusou disse...

Bons sonhos, ISABEL.
sonha com,
Art & Design...
bj)

Maria P. disse...

Sede do Outono da minha vida - tempo de calma e serenidade.

Beijo.

poetaeusou disse...

maria.p
perdoa a quem,
te incalma e te inserena...
»»» "eu" - neste tempo-vida «««
um passado/futuro,
beijo de outono.
Um futuro/primaveril beijo...
henry

wind disse...

Sede do que já fui.
beijos

poetaeusou disse...

wind
as brisas refrescam, mas :
sede do passado, num radioso
presente ?
diz-me, quem são esses crápulas?
bj)

Sininho disse...

No Inverno, é sempre a mesma sede:
De voltar a receber o calor do Verão, de passear pela beirinha do mar, sempre naquela faixa mais escura, molhada pelas ondas, de sentir a areia dura estalar debaixo dos pés. E de entrar no mar, devagarinho, nadar, devagarinho, e vir deitar-me ao sol, até evaporar a última gota salgada.

Abraço

blugaridades disse...

Um abraço grande pela ideia , muito simpática, de deixares um poema da Maria Mamede no meu blog.
Não tens que me agradecer nada poeta. Eu é que tenho de agradecer a tua , sempre cordial, visita.

pitanga disse...

Eu? Tenho sede de liberdade.
"Coisa que gosto é poder partir
sem ter planos
Melhor ainda é poder voltar
quando quero" (Milton Nascimento)

abraços num dia de primavera anunciada

poetaeusou disse...

sininho.
recordaste-me, na envolvida prosa, Augusto Abelaira, nos Insubmissos.
eu continuo:
e eu feito gaivota pairando.
apreciando os teus gestos, o como
as ondinhas te sorriam, a oirada areia te recebia feita cama, a iodoada brisa, te tocava docemente.
Eu gaivota pililipipava, imitando Mafalda Veiga.
Em Nazaré, deixa-me embalar o Mar.
deixa-me embalar o mar, lálá lálá.
abraço

poetaeusou disse...

pela tua visita. Blugaridades.
À Pátria onde fores ter, levas bandeira
De amor repartido, de maneira
Que esse amor em ti é passaporte
E terás, vermelhos, à chegada
Os cravos da vitória mais sonhada
A liberdade plena, além da morte!…
Maria Mamede
b)

poetaeusou disse...

PITANGA, para TI e para o TEU TUDO.
»»»»»»»»
Quero falar de uma coisa
Advinha onde ela anda
Deve estar dentro do peito
Ou caminha pelo ar
Pode estar aqui do lado
Bem mais perto que pensamos
A folha da juventude
É o nome certo desse amor
Já podaram seus momentos
Desviaram seu destino
Seu sorriso de menino
Quantas vezes se escondeu
Mas renovasse a esperança
Nova aurora, cada dia
E há que se cuidar do broto
Pra que a vida nos dê
Flor e fruto
Coração de estudante
Há que se cuidar da vida
Há que se cuidar do mundo
Tomar conta da amizade
Alegria e muito sonho
Espalhados no caminho
Verdes, planta e sentimento
Folhas, coração,
Juventude e fé.«««««««««««««««««
Coração de Estudante.
Milton Nascimento«««««««««
Liberdade de enviar um bj)

PoesiaMGD disse...

Eu tenho sede de Amor com A maiúsculo, antídoto para todas as injustiças e desigualdades no mundo,para o ódio que grassa no Planeta!

poetaeusou disse...

Já somos dois, poesiamgd.
Vamos semea-lo por todo,
o planeta.
b)

Sílvia disse...

Eu tenho sede de conhecer mais, de me aventurar mais, de me dar mais...

De SER mais, mais e mais... ;)

Beijocas

missixty disse...

Sede de ser ontem, o que sou hoje! Sede de tempo que passou e não volta!
beijos

poetaeusou disse...

Força Silvia.
O EU e o SER, conjugação máxima.
Braga huummmmm !!!
Cheira a Maria da Fonte.
bj)

poetaeusou disse...

Missixty
ontem, hoje, tempo que não volta ?
vamos lá ver ...
é pensamento normal de uma teenager, 17/18 anos ?.
francamente miss.
bjs)

rosa dourada disse...

Eu tenho sede de Paz e serenidade!
Bjs.

poetaeusou disse...

rosa dourada.
Paz um anseio mundial.
Serenidade, temos que lutar,
intimamente, protege-la com
perseverança e firmeza.
bj)

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Humm.. sede de amor....
Apenas e só!

Com amor tudo o resto aparece como que por magia...

1 beijo =^.^= tarina

Luna disse...

Eu, meu poeta, tenho sede de ter uma varinha magica, para poder acabar com o sofrimento das crianças, com os olhos tristes dos velhos, com as doenças que dizimam seres em sofrimento
jinhos

david santos disse...

Olá!
Sede do fim das desigualdades e das boas relações entre os povos.
Parabéns

poetaeusou disse...

Ai a minha menina, TARINA
Com o amor, tudo acontece.
twenty and four years.
O Amor e uma Cabana.
twenty and four years.
O Amor e a vara mágica.
twenty and four years
efeito do que lê aos joaninhas.
twenty and four years.
e o ratinho riti ritititi rititi.
twenty and four years
bj)

poetaeusou disse...

PIRAMIDAL LUNA.
Hoje estou pragmátido...
Alvitro sede das novas tecnologias.
ajudem os cientistas ,humanistas,.
no amenizar das doenças em todas,.
as faixas etárias.
Mas, vamos sonhar em conjunto com a magia.
Mas não chega... e nós sabemos ...
LUNA desculpa, mas estou apanhado,.
por um post que vai seguir-se.
jinhos

poetaeusou disse...

David, amigo.
Vai ser dificil. Só quando aceitarmos, os vários,
pensares e formas de estar.
Politicas, étnicas, cor da pele.
Não esquecer que o branco é cor.
E ...religião, todas, crenças.
Os vários deuses, que é um só ...
abraço

maal disse...

A minha sede é de paz e lealdade e nada disso presentemente consigo encontrar!

poetaeusou disse...

maal
Á muito dificil, maal.
Experiências vividas
b)