junho 10, 2013

NAS NOITES E MADRUGADAS !

e que tu queres ignorar
nada me impede
de vestir-me de ocaso
e de libertar
as palavras amarradas,
tenho a dimensão
do desejo de ser tudo
rejeitando o limiar
das ambições retraídas,
sou a acendalha
da lareira que tu és
crepúsculo que me atrai
e que tu queres ignorar,
o que me faz um mar de insónias
sofrimentos intemporais
nas noites  e  madrugadas !
palavras e fotos:poetaeusou

24 comentários:

Filó disse...

Ocasos de palavras quentes, que se misturam com a luz do crepúsculo,incendiando as noites e madrugadas com o fogo dos sentimentos...
Poeta Lindas fotos...

Beijinho

Maria Rodrigues disse...

Simplesmente belissimo!
É dificil manter acesa a nossa Luz, quando quem amamos está ausente de nós.
Beijinhos
Maria

helia disse...


"Sou a acendalha
Da lareiira que tu és ..."

Lindo Poema e lindas Fotos !

elvira carvalho disse...

Belíssimo poema amigo.
Um abraço e resto de bom feriado

Marina Fligueira disse...

Deliciosa Poesía! Es un placer leerte.
Felicidades. Un beso y se feliz.

Lilazdavioleta disse...

" ser a acendalha ",
Um desejo de muitos .


Um beijo , Poeta .

GarçaReal disse...


Um poema dorido,deixando sobressaír
a dor que a alma sente, e a lembrança que não se apaga, pois a chama mantém-se acesa.

Simplesmente belo

As fotos maravilhosas como sempre

Pilipando

Bjgrande do Lago com muita amizade

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
as tuas silabas,
têm a pigmentação do ocaso,
palavras que avermelham,
os etéreos sentimentos !
,
um mar de luz,
deixo-te,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria Rodrigues,
,
Maria,
tens toda a razão,
porém, te digo,
como é bom sofrer por amor !
,
Amoráveis maresias,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
helia
,
como te compreendo,
a lareira, é o colo, o
aconchego, virtual ou natural !
,
vagas de estima,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
elvira carvalho,
,
grato fico,
com a tua visita,
obrigado,
,
marés de Luz,
fica,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Marina Fligueira
,
Deliciosas,
são as tuas palavras,
obrigado,
,
Um Mar de Poesia,
deixo-te,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilazdavioleta,
,
"Acendalhar"
a paz,
a estima,
a amizade,
o respeito,
o carinho,
logo os afectos,
deveria ter a primazia
de nós todos, humanidade !
,
um mar de estima,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
quem ama, tudo aceita,
a indiferença, o desdém,
a altivez, o menosprezo,
o amor, mesmo o virtual,
nunca se sente atingido .
,
lareiras intemporais,
abrangendo o RealLago,
aqui deixo,
*

Lilá(s) disse...

Mais um belíssimo poema amigo. A verdade é que: poetatués!
Bjs

Gisa disse...

Gosto das tuas palavras.
Aconchego-me e fico.
Um bj

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
amiga
,
sou um poetaeusou ...
com (reticencias)
insolvências
ou
falências
de um País,
que me enganou
nos últimos 20 anos,
não culpo ninguém,
deixo, porém,
o meu amém,
a quem vier por bem,
o que duvido . . .
porque bateste na tua MÃE,
Afonso Henriques ???
,
um mar de Paz
deixo-te,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gisa
há quanto tempo,
,
o aconchego,
dá o sossego,
de acalmar a desconfiança,
e partir para a esperança,
que nos espera,
ali, na esquina da quimera . . .
,
um mar de fantasia,
deixo-te,
*

Lídia Borges disse...


Encontros e desencontros, matéria de que se faz a vida, o amor e o desamor.

Um beijo

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá amigo! Passando para te cumprimentar e apreciar mais uma das tuas belas criações.

Abraços,

Furtado.

poetaeusou . . . disse...

*
Lídia Borges
,
Concordo, amiga
,
encontros, desencontradas,
em,
desencontrados, encontros !
,
um mar de luz,
fica,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Rosemildo Sales Furtado
,
Furtado
anotei a tua visita,
e gratificado me senti
com as tuas palavras !
,
aquele abraço,
fica,
*

Magia da Inês disse...

¸.•°✿✿⊱彡

Esplendido!!!

º°♪ Bom fim de semana!
Beijinhos .♫º
Brasil ✿⊱彡

poetaeusou . . . disse...

*
Magia da Inês
,
Esplêndido,
bonita palavra
que quer dizer,
brilhante,
cintilante,
luzente,
esplendoroso,
palavras mágicas
de uma Inês com Magia !
,
estimas mágicas,
deixo,
*