abril 26, 2013

ouve - me, apenas !

(a)(o)caso meu ?
nuvem (ao)(a) lado
transporto-me
no ocaso perdido
em oprimidos voos
guardados na memória,
transporto-me
na amarga doçura
em partilhar contigo
as lágrimas que retenho,
transporto-me
nas asas das nuvens
inventando soprares
nesses lábios sedentes
de convulsões ritmadas
sentires e fotos:poetaeusou

20 comentários:

Filó disse...

Ocasos, entre Céu, nuvens e Mar...
Transportam-se quereres e sentires,ora amargos, ora doces,
so sabor do ritmo da vida !
Poeta as fotos falam por si....
São para contemplar...não necessitam palavras....

Beijinho

rouxinol de Bernardim disse...

Simples, emotivo, estética e sensibilidade irmanadas num abraço onde a cultura é o pano de fundo... Parabéns.

helia disse...

Lindas Fotos . Lindo Poema !

:.tossan© disse...

Gostei muito do sopro no poente. As fotos ficaram supimpas! abraço e conchinhas.

São disse...

As fotos estão uma maeavilha, só não gostei da angústia do poema...

Abraço bem grande, Amigo.

Lilazdavioleta disse...

" Transporto - me " , mesmo que haja uma certa tristeza , é bom esse desejo.

As fotos são óptimas .

Um beijo , Poeta , e um bom feriado,
Maria

Magia da Inês disse...

¸.•°✿✿⊱彡
Imagens maravilhosasssssssssss!!!
Adoro sua poesia também.

Ótimo mês de maio!
Beijinhos.
Brasil.°✿⊱彡
¸.•°✿✿⊱彡

Maria Emilia Moreira disse...

Fotos e poemas...rara beleza! Angustia,escuridão...e muita sensibilidade estética.
Abraços.
M. Emília

© Piedade Araújo Sol disse...

a liberdade em nós e no Poeta.

as fotos muito belas também.

um beijo

:)

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
um ocaso
é um beijo da Natureza !
,
um bji,
fica,
*

poetaeusou . . . disse...

* Rouxinol
,
são esotéricas,
as tuas palavras !
,
um Mar etéreo, unindo
a Nazaré a Vila do Conde
,
fica,
*

poetaeusou . . . disse...

*
hélia,
,
gostei,
muito obrigado,
,
estimas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
tossan
,
o Poente,
é o espelho do €Euro e do Real,
quanto mais nos aproximamos dele,
mais longe fica !
,
srsrsrsr,
,
um oceano de conchinhas,
dou,
*

poetaeusou . . . disse...

*
SÃO
,
Angustia para o Jantar
de Luís Sttau Monteiro !
,
srsrsrsr,
,
Estimas des(angustiadas)
ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilazdavioleta
,
Companheira destas estradas,
a Vida é sofrimento,
e a Felicidade,
é apenas um hiato da Tristeza !
,
um pililipar de uma Gaivota,
deixo - te !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Magia da Inês
,
grato fico,
minha amiga,
,
ai o Brasil, ao fim
de quinhentos anos, continua
a ser uma virgem por explorar,
digo eu, com loucura de poeta,
,
srsrsrsr,
,
loucas conchinhas envio,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria Emília Moreira
,
minha amiga destas lides, os
poemas emanados pelos poetas, eu,
poetaeusou ...com reticencias...
alimentam-e com a angustia, com a
tormenta,com o suplicio ou tortura,
seguem um rumo sem rumo,jogando
letras, alterando silabas,
excomugando palavras . . . !
,
que vivem os poetas,
eis os meus quereres !
*


poetaeusou . . . disse...

*
© Piedade Araújo Sol
,
que vivem os poetas,
sem eira nem beira !!!,
,
um mar de liberdade
nas intimas sebentas,
ficam, emanadas pela arca
das sete cores !
,
um bji,
dou-te,
*

Luis disse...

Caro Amigo,
As fotos como sempre são maravilhosas e reflectem as suas palavras.
É muito agradável visitá-lo e quando o faço saio daqui mais satisfeito com a vida!
Pena o meu tempo ser curto e não me permitir vir visitá-lo mais vezes.
Um forte e amigo abraço.

poetaeusou . . . disse...

*
Luís,
querido amigo,
Luís XIII ?
Luís XIV ?
Luís Sol ?
sim, certamente,
luzindo harmonia,
alumiando vida,
fulgindo respeito,
num mar flamejando,
a experiência da vida !
,
um respeitável abraço,
deixo,
*