fevereiro 17, 2012

Menina dos olhos de água !

minha amiga, Gaivota/São, para ti !
força, muita força, São/Gaivota !
*****
para alguem, junto ao mar !
*****
fui à beira de ti
entardecer
junto ao mar,
lavar-me
na tortura da saudade,
sonhando
nas iludidas perfeições.
fui à beira de ti
entardecer
nos teus abraços,
aturdido
nas buscas que denunciam,
o telhado
das entranhas do meu cais,
fui à beira de ti
entardecer nos teus olhos,
sulcar sem rumo
os teus lábios,
sorver
o palato das desventuras,
exorcizar
os agoiros e as angustias,
rugidos
de sinfonias sem compasso !
palavras e fotos: poetaeusou

18 comentários:

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá amigo! Passando para te cumprimentar e apreciar mais uma das tuas belas criações. Lindo poema e imagens.

Abraços e muita paz pra ti.

Furtado.

Fa menor disse...

Olha que bonita dedicatória! :)

A Gaivota fica feliz.


Bjos

Filó disse...

Um entardecer onde os sentires se misturam....o Amor e a Amizade!
Poeta bonito poema e bonita musica...
As Gaivotas são lindas, numa bonita homenagem à tua Amiga Gaivota.

Um Beijinho, Poeta

Solange disse...

lindo demais meu querido amigo..
tens um jeito especial de escrever, que me encanta muito..

bjs.Sol

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

És de verdade,um poeta!E que poeta!

Vou voltar, já estou aí, poeta...

Um abraço,
da Lúcia

Ana Martins disse...

Caramba, poeta, que inspiração é essa, que nos obriga a ler, reler e voltar a ler e, ainda por cima, desejar que o poema não acabe!

Beijinho,
Ana Martins

:.tossan® disse...

Encontro com ela também, mas não sei fazer a poesia certa. Você faz por mim. Abraço amigo

gaivota disse...

fiquei emocionada meu AMIGO, irmão do coração... que lindas as minhas meninas... que linda a nha/nossa praia! semrpeeeeeeee
voltarei a estes espaços, mas sabes bem que ultimamente a "barra está pesada" e a vontade também não é muita... há muita coderlhice e por vezes... mas sou SUPERIOR a isso tudo, NÓs SABEMOS!!!
gosto de ti, porra! tá dito
bem-hajas, meu Zé
mil pilipares para ti

poetaeusou . . . disse...

*
Gaivota,
Minha Amiga e minha Irmã,
das estradas da sensibilidade !
eu sei que tens a força
necessária para enfrentares mais esta "onda de mar" .
Uma boa recuperação para o teu
querido e meu amigo Orlando, fica.
e vamos Glosar um pouco,
eis:
Gentinha de outras Terras,
venham á Nazaré Ver,
com os Fatos é só Guerras,
da Troyka ? ninguém quer Saber !!
hehehehe,
,
um Carnaval de Pipilipares, deixo.
*

LUZ disse...

Olá amigo,

À beira do amor, tudo conseguimos.
Nascemos, crescemos e morremos, com a mesma vontade de dar, de amar.

Grata pelo seu comentário.

Luz, na sua vida.

elvira carvalho disse...

Que lindo gesto de amizade para com a nossa amiga comum.
Um abraço e bom Domingo

São disse...

A minha querida irmã de coração merece esta tua sentida homenagem, meu bom amigo!

Um abraço enorme e apertado para ti e para ela.

helia disse...

O Amor tudo consegue !
Lindo Poema !

Sonhadora disse...

Poeta

Uma linda dedicatória em tons de amizade.

Um beijo
Sonhadora

vieira calado disse...

Meu caro, como está?

Hoje venho simplesmente desejar-lhe um óptimo carnaval!

Um forte abraço

Maria disse...

Meu amigo poeta que linda homenagem. Poema e imagens maravilhosos como sempre.
Boa semana
Beijinhos
Maria

Eduardo Aleixo disse...

Nunca vos tendo visto, mas acompanhado,à minha maneira, nos meus caminhos do silêncio,conheço-vos. Gosto de vocès. Do autor do blog. E da São, um pouco mais perto por mais perto, embora longe a ter acompanhado. Agora...ao ler o que li, fiquei triste. São, o que se passa? Vou tentar saber.
A vida...
Um abraço apertado.
Também gosto das gaivotas.

Baila sem peso disse...

que lindo poema de amizade!
que linda forma de amar de verdade
com as pontas de uma cumplicidade
nas marés da vida
que forram lindas a tua cidade
numa sinfonia em que Gaivotas falam
e soam a maresia, para tua felicidade!!!

Lindo! Espero que com a Gaivota/São
tudo esteja com paz no coração!

Beijitos bailantes