novembro 25, 2010

................................. Ingénuas Palavras


quando as rochas se sujeitam
video
és o meu reflexo,
mas não perguntes
qual o momento
de toda a verdade,
nunca te direi
por o não saber,
na tua veracidade
as miragens do olhar
são como poemas loucos,
se chamas antes ao tarde
e ao cedo o depois,
como te posso mudar ?
escuta-me, realidade,
responde que eu não sei,
se encontro á chegada
o ponto da minha partida,
que caminhos eu trilhei ?
poema-fotos-video;poetaeusou

62 comentários:

OutrosEncantos disse...

... será que importam os caminhos que trilhaste?!
... quem sabe se onde chegaste não seja o ponto de partida para uma nova estrada?!...
Amei tudo aqui:
- os reflexos
- as imagens
- os verdes e as águas
- Clayderman e a sua canção de amor

... e o teu poema maravilhoso.

Beijo, Poeta.

Mariazita disse...

Amigo meu
O post de hoj é particularmente bonito.
As fotos, apesar de não obedecerem à temática «mar» são lindíssimas.
O vídeo, com o marulhar das ondas, dá para matar saudades do mar que não vejo há mais de um mês.
O poema...é bom como sempre.
Os caminhos trilhados são passado.
O recomeço é sempre bom.

Beijinhos

segredo disse...

A realidade foge nos ou fugimos nós à realidade?

Beijinho de lua*.*

mundo azul disse...

_________________________________


...caminhos que se sucedem, que mudam de direção, mas buscam sempre a felicidade...


Lindas fotos, lindo poema!!!


Beijos de luz e o meu carinho...

_____________________________

mulher lua disse...

Poeta Nazareno

Que tal juntares-te a nós e vires almoçar no dia 4 de Dezembro a Aveiro?

Somos um grupo que se conheceu na net, nos blogues do leitor do JN e que anualmente se junta para uma almoçarada que é muito engraçada.

Este ano é a nossa amiga Rafaela que organiza, por isso é em Aveiro, onde vive.

Que teve a ideia de te convidar e até se ofereceu para te ir buscar à Nazaré foi o Mata ou Durindana.

É tudo malta fixe, anda daí. Também vai o célebre Figas... ah ah ah

O Mata vem de Algueirão-Mem Martins, em Sintra, e passava por aí.

Que tal?

Veijios

Lídia Borges disse...

A circularidade é condição que a própria Natureza respeita no ritmo das estações no renascer que vem com cada primavera.


Límpidas imagens!

Um beijo

Agulheta disse...

Querido amigo.
Que importa os trilhos que cada um talha,quando as palavras são tão belas...adorei como sempre as tuas letras amigo poeta.
beijinho

Filó disse...

Linda música de Inverno...que aquece os nossos corações.
Lindas fotos...magníficas.
Com muitos e lindos poemas, o seu olhar e sentir traçaram uma longa e bonita caminhada, por estas estradas virtuais.
Poeta, a nossa amizade é um caminho para trilhar, seja qual for a estrada ...

Beijinho amigo

TITA disse...

Poeta,estas ingénuas palavras são de facto o reflexo de alguém prenhe de amor.Adorei de forma especial este poema e imagens.Diz-me realidade...é de sonho.uM ABRAÇO.

Nas Asas da Poesia disse...

Aqui eu vivo tão vivamente
Neste jardim de praia e mar,
Beleza que se me prende o olhar
E minh`alma tanto amor sente!

Loucopoeta

Beijos & Flores! M@ria

São disse...

As fotos estão magníficas...o poema, bom, o poema é teu e está tudo dito!

Um abraço, Poeta.

Vivian disse...

...não dá para julgar
teus poemas,
então...ah então
deixo beijos muitos!

rouxinol de Bernardim disse...

Excelente, quer o texto quer as fotos sempre em linha com a qualidade deste blog...

poetaeusou . . . disse...

*
OutrosEncantos
,
as harmonias,
que nas tuas palavras soam
ecoam
em belos encantos
mantos
espargindo sinfonias
,
brisas serenas,
ficam
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mariazita
,
minha amiga,
,
se num único dia
não contemplasse o mar,
o que sofreria
com a nostalgia
prenhe num olhar
de melancolia !
,
Brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
segredo
,
como hei-de responder ?
que é melhor sonhar, do que
encarar a verdade, talvez . . .
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mundo azul
,
e as tuas palavras, mudam-me
o trilho dos meus pensamentos !
,
um mar de amizade fica,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mulher lua
,
Oh, minha amiga
grato fiquei com o convite,
acontece que o dia
4 de Dezembro é uma data,
de convívio familiar !
,
haverá sempre uma próxima
vez, e talvez aconteça aqui na
Nazaré, com mariscada e
caldeirada, antes da realização
das Profecias de Nostradamus !
srsrsr,
,
que seja um dia em “cheio”
sem crise, para simplificar !
,
conchinhas para todos,
ficam,
,
*

lita duarte disse...

Poeta,
lindas imagens... quanta luz!

Belos versos.

Beijos.

poetaeusou . . . disse...

*
Lídia Borges
,
concordo,
vamos cantar o Inverno
estação contemplativa,
que prepara a Primavera !
,
Primaveris conchinhas,
ficam
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Agulheta
,
minha amiga,
não importa, não,
tudo tem sentido
quando escrito
com sentimento !
,
brisas serenas,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó,
,
querida amiga,
,
Lindas as tuas palavras,
Lindos os teus sentimentos,
Linda a tua amizade,
Lindo o teu coração,
,
serenas maresias,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
TITA
,
Amiga
,
como senti as tuas palavras,
têm o odor da bondade,
obrigado !
,
um mar de estima,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Nas Asas da Poesia
,
M@ria
,
a praia e o mar
na realidade
têm o amor no olhar
da eternidade !
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
eh pááá,
ponto final, pronteeees,
,
serenas maresias,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Vivian
,
bjis., muitos,
pedagógica sentença,
srsrsr,
,
marés de benquerenças,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rouxinol de Bernardim,
,
grato com a visita, fico,
,
saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
lita duarte
,
ficam,
os meus agradecimentos,
,
conchinhas,
,
*

Fa menor disse...

Onde termina a realidade e começa a ilusão?
Um reflexo de algo surge-nos sempre voltado ao contrário.

Bjos

Anna disse...

Olhar para o caminho trilhado, faz com que muitas vezes não percebamos a beleza do caminho que está à nossa frente, querido poeta.
Belissimo teu poema, hoje fugindo do habitual, sabemos que és bom em tudo que fazes...rs
As imagens, a poesia, o gemido do mar, a música, consonância total.
Como deixas sempre conchinhas na página dos amigos, fragmentos de minh'alma aqui deixo.
Beijos na alma, com desejos de um final de semana de frio gostoso e alma aquecida!

Daniel Costa disse...

Poeta

Exacto, as rochas sujeitam-se, à fúria do mar, como nós nos temos de sujeitar a muitas outras fúrias, que a vida nos impõe.

Reportando-me a outro lado, Peniche tem muito a ver com a Nazaré e vice-versa. Calcula, que fui a uma sardinhada na tua vila e o anfitrião, tinha sido colega de um primo, assim como conhecia outros familiares.
Abraço

RETIRO do ÉDEN disse...

Ingenuamente se vão dizendo...as palavras poéticas e os reflexos do nosso interior.
O Parque está uma beleza...e o lago, parece-me estar limpo!
Abraço
Mer

Jacarée disse...

Poeta!

Só me resta dizer
fotos e poema geniais.
Abraço

maria teresa disse...

Eu não sei qual é o momento de toda a verdade! Alguém saberá? Cada um vê a sua verdade...
Cada um trilha o seu próprio caminho, alguns chegam ao ponto de partida, outros não! Serão importantes esses caminhos? Tanto para pensar, tanto para meditar...
Abracinho meu

poetaeusou . . . disse...

*
Fa menor
,
É
a verdade,
sobrepõe-se á fantasia !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Anna
,
amiga,
não mereço os teus elogios,
escrevo o que sinto e o que
sussurram as minhas fotos !
,
conchinhas,
fragmentadas mas belas !
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
Amigo,
setenta e cinco por cento,
da população de Peniche, são
Nazarenos e ou descendentes,
alguns deles meus familiares
muito chegados !
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
Mer,
vês que sabes, quantas das
vezes a ingenuidade é
sinónimo de inteligência !
,
brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Jacarée
,
e dito por ti . . .
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria teresa
,
olha,
concordo, vamos trilhar,
evitando os escolhos
sem para trás olhar,
porque sabemos, que há
caminhos não andados
que esperam por alguém !
,
trilhadas conchinhas,
ficam,
,
*

SAM disse...

Querido poeta,

"escuta-me, realidade,
responde que eu não sei,
se encontro á chegada
o ponto da minha partida,
que caminhos eu trilhei ?"

O título do poema, as fotos e os versos na interrogativa, o que segue. Adorei poeta.

* Gostei do diálogo entre Rubens e Robert Creeley.


Beijos com carinho e excelente fim de semana.

Pelos caminhos da vida. disse...

Últimamente os caminhos que tenho trilhado estão sendo de espinhos mas tenho fé que na frente irei encontrar um belo jardim florido.

Obrigado pela sua companhia.

Fim de semana de luz poeta.

beijooo.

Lilá(s) disse...

Que bem me soube ouvir o marulhar das ondas acompanhando a leitura do poema...belissímo!
Bjs

R.G. disse...

Ingénuas palavras??
Não. Acho que é ingénuo o caminho que cada um de nós trilha...

beijo perdido

Maria disse...

Amigo sempre a superar-se! Fotografias lindas, um video que nos leva até juntinho do mar, e como eu gosto de ouvir o som das ondas a bater na areia, e um poema encantador.
Bom fim-de-semana
Beijinhos
Maria

poetaeusou . . . disse...

*
SAM
,
Amiga
,
entram em mim
os verdes folhados
rios esmeraldinos
esverdeando as margens,
paradas verduras
verdejando leitos
esmeraldas vadias
nas águas do tempo !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pelos caminhos da vida.
,
amiga
,
não há rosas sem espinhos
nesta existência amargurada,
segue a tua caminhada
que a vida é mesmo assim,
e encontrarás um Jardim
onde as flores são carinhos !
,
marés de Paz !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
mergulho
nos meus temas
transpirando sal
nos poros dos poemas
que são afinal
o som dos dilemas
na voz do marulho !
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
R.G.
,
Amiga,
,
cheira a verdade
as tuas palavras,
como ingénuas são,
as nossas passadas,
a caminho do escuro !
,
brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria
,
amiga,
o teu comentário
é como um maná.
que a mim chegou,
obrigado !
,
serenas maresias,
,
*

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Simplesmente maravilhoso

escuta-me, realidade,
responde que eu não sei,
se encontro á chegada
o ponto da minha partida,
que caminhos eu trilhei ?

Como saber se os caminhos que trilhámos são os certos...

Deixo um beijinho
Sonhadora

Baila sem peso disse...

Vim pela praia das palavras
nos pés senti-as ingénuas molhadas
e a música do piano
e o verde por pano
me deram uma suave aragem
em que ganhei doce coragem...
e na pedra, reflexo da imagem
chegando a um ponto sem partida
que também não tem chegada
porque é um ponto de viragem
em que a realidade nada nos diz
e só por dentro a poesia
nos devolve a simpatia
de acreditar que a vida
tem sempre um novo dia...
-poemas loucos que viram condição
de ser doidos quer queiramos ou não-

é vero o caminho a trilhar
que só um poeta sabe amar
e nunca se deixa aprisionar...
daí que a via certa
nunca terá estrada certa
e a vida seja um verso a navegar
que o faz umas vezes rir
outras chorar...
lágrimas que ao mar vai entregar!

(olha meu amigo, aqui regresso
alvíssaras já não tens de pagar!:)
Vês? Isto em tempo de crise
em que tudo anda do avesso
temos de saber poupar!!! :)))

Ando meio fugida tens razão
mas ás vezes é difícil domar o coração...
a depressão tanto dói
e o tempo é desalento
mas acredita que vou gritando
que não largo o comando!
mesmo que mais devagarinho
no meu mar navegando!!)

srsrsrsrs

um mar de reflexos de mil e uma cor
com ingénuas palavras ao som do clamor
tum...tum...tum...ouve-se no interior

Amor feito Poesia disse...

Eu te ofereço flores
Como prova de amizade
Flores de todas as cores
Com cheiro de felicidade

Denise Pires

BOM FDS....Beijos meus! M@ria

Nas Asas da Poesia disse...

Diga-me que sou o futuro,
Não me desampares no presente.
Diga-me que sou a esperança da paz,
Não me induzas à guerra.

Nancy Amorim

BOM FDS E BEIJOS MEUS! M@ria

poetaeusou . . . disse...

*
Sonhadora
,
Amiga.
há caminhos paralelos,
ainda por descobrir !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

-
Baila sem peso
,
quem é
aquela sereia
saltando na areia
brincando com o mar ?
ah !, como ela baila
sem peso
e eu fico preso
ingénuo, a olhar,
ai, se eu tivesse coragem
se fosse capaz
de tornar-me audaz
em cada maré,
num passo selvagem
cingia-te com encanto
e o som do teu espanto
ecoava assim, aí grande Zé !
,
srsrsrsr,
,
muitos tum, tuns, para tuuuu !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Amor feito Poesia
,
pétalas
são partículas de carinho,
,
Conchinhas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Nas Asas da Poesia
,
nas asas da poesia,
sei que voarei,
quando não sei,
talvez . . . um dia !
srsrsr,
,
conchinhas,
,
*

Zélia Guardiano disse...

Magnífico, meu Poeta, e com a profundidade do oceano...
Lindeza...
Forte abraço!

poetaeusou . . . disse...

*
Zélia Guardiano
,
Amiga,
gratificado fiquei,
,
um mar de carinho,
fica,
,
*

Parapeito disse...

..partir...chegar..o que conta mesmo...o é fazermos o caminho...
Tudo aqui é beleza...
brisas doces*

poetaeusou . . . disse...

*
Parapeito
,
e se o caminho
se faz, andando,
há sempre caminhos
que esperam por alguém,
,
doces brisas.
,
*