setembro 01, 2010

............................... POEMAS OUTONAIS ( 1 )




Beijando as Rochas

video

estas palavras que lês
despojo das minhas mágoas
são escritas com o carinho
que te molha, sem sentires,
a frigidez que demonstras
lembram rochas insensíveis,
não aceitando o assédio
das envolventes marés,
as espumas que te deliciam
quando beijam os rochedos,
são lágrimas de quem te ama
raízes dos meus segredos !
poema-fotos e vídeo: poetaeusou

68 comentários:

SAM disse...

Poeta,

"as espumas que te deliciam
quando beijam os rochedos,
são lágrimas de quem te ama"


Que versos lindos!


Carinhoso beijo, amigo.

FlorAlpina disse...

Olá poeta,

Bendita seja a musa que lhes guia a mente e segura a mão, e faz nascer tão belo poema!

(escutando o mar)

Bjs dos Alpes

lita duarte disse...

Poeta,

"Rochas e lágrimas"
O movimento no tempo pode alterar o destino das rochas.

Maravilha de versos, "homem do mar." :)

Beijos.

OutrosEncantos disse...

Poeta....
.... quem disse que as rochas são insensíveis....?!
... pois não se derretem também elas de o Mar, amado Mar, tanto lhes bater e as beijar?!...Muito linda a muito bem escolhida a música!
Muita nostalgia hoje por aqui, cheia de beleza.
Beijo, Poeta!

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta
Como sempre maravilhoso.

as espumas que te deliciam
quando beijam os rochedos,
são lágrimas de quem te ama
raízes dos meus segredos !

Que o mar lhe traga esse amor.

Beijinhos deixo
Sonhadora

Lídia Borges disse...

Ainda que insensíveis as rochas vão cedendo ao assédio das marés persistentes na sua certeza de conquista.

Há musica na espuma das palavras.

Um beijo

Lua Nova disse...

O amor sempre está na raiz dos segredos que guardamos no fundo do coração. Ou o amor ou o ódio, faces da mesma moeda.
"...estas palavras que lês, despojo das minhas mágoas..." isto me encantou.
Beijokas.

Baila sem peso disse...

Silêncios nos beijos outonais
onde falam as rochas de seus ais
batidas pela espuma do teu lamento
em envolventes marés de sal sedento
as lágrimas, pequeninos cristais...
tão lindos, tão puros, tão iguais

palavras que se escutam em carinho
num silêncio, que se dá baixinho...

(a música a palavra a espuma de sal
toca a qualquer comum mortal!)

meu beijinho com muito carinho

poetaeusou . . . disse...

*
SAM
,
as espumas,
gotejam amores !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FlorAlpina
,
o mar, ai o mar, é a
fonte de toda a inspiração !
,
Um mar de estima,
Fica,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
lita duarte
,
talvez, não amiga,
as rochas nunca cedem,
preferem sofrer com a erosão,
voltarem a ser partículas de
pó e deixarem de ser o pó
condensado de que são feitas .
,
marés de estima,
deixo,
,
*

segredo disse...

Mas o melhor sera saber o quanto nos amam...
Beijinho de lua*.*

poetaeusou . . . disse...

*
OutrosEncantos
,
será ?
como já escrevi,
as rochas preferem a erosão,
ao assédio do mar, mas se
permites, prefiro a tua versão,
. . . pois não se derretem também
elas de o Mar, amado Mar,
tanto lhes bater e as beijar ? ! ...
,
a essência poética, lindo,
parabéns,
,
serenas maresias, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonhadora
,
amiga,
gratificado fiquei,
,
os segredos,
são raízes do sentir,
,
brisas serenas,
,
*

Filó disse...

No silêncio desta bonita música leio estas palavras e sinto as...
Poeta, os rochedos não são com toda a certeza insensíveis,aceitam as marés, envoltas em beijos de espuma...
Poeta até daqui a uns dias...Férias (Amesterdão, País das túlipas) !

Beijo amigo

TITA disse...

Poeta,hoje não tenho palavras...Fiquei a deixar-me elevar com a música perigosamente bela.Sons de mar,te escrevo.

poetaeusou . . . disse...

*
Lídia Borges
,
reduzindo-se
ao pó de que são feitas !
,
gostei das tuas palavras,
obrigado,
,
conchinhas mareantes,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lua Nova
,
o amor e o ódio,
tocando-se ou extremando-se !
,
marés de estima,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
As lágrimas
são palavras musicais,
entrelaçando carinhos,
no cristal das marés
são escutados silêncios
espumando o salitre
espraiados no Outono !
,
amiga,
nortadas de afectos,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
segredo
,
qualquer tipo de amor,
é a ardente fagulha,
é a chama sagrada,
é a centelha dourada
é o fogo da vida !
,
afogueadas maresias,
ficam,
,
*

Ana Martins disse...

Boa noite poeta,
sendo Outonal, o poema é maravilhosamente lindo e muito muito intenso!

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Vieira Calado disse...

Lágrimas...

a água caindo das rochas...

Muito bem pensado!

Forte abraço

maria teresa disse...

Poeta as rochas não são insensíveis, mascaram a sua sensibilidade, pacientemente, sem tempo, as águas vão roubando pedacinhos delas...
Abracinho

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
oh, Amesterdão, da bela Holanda,
onde espirra sangue Português
nos teus Canais.
oh, Sebastião J. de Carvalho e Melo
Marquês Pombal, Conde de Oeiras,
e coveiro de Portugal !
porque não foste Ecuménico ?
tu, com sangue árabe - Judio,
porque expulsas-te os Judeus
dando começo á destruição
económico deste País ?
,
Holanda,
de Vicent van Gogh e Rembrandt.
quem é a Rapariga do Brinco de Pérola ?
quem é que tacteia a Noiva Judia ?
,
boas Férias, minha amiga,
que a serenidade dos Moinhos
te acompanhem !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
TITA
,
Amiga
,
o silencio das rochas,
erigem destinos,
no eco dos búzios . . .
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
Ana,
com o som do Outono,
as retidas lembranças,
renascem na melancolia !
,
marés de carinho,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Vieira Calado
,
as imagens reais,
quase que nos obrigam !
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria teresa
,
gostei
do teu ângulo visual,
acrescentaria, que o mar,
pacientemente as vai
espraiar, puras, lavadas,
cristalinas e salgadas,
no imenso areal !
,
marés luzentes,
*

Lilazdavioleta disse...

Olá Poeta .
Por vezes acontece ...
haver rochas insensíveis que não aceitam o acédio da envolvência .
Mas elas perdem , pois não ganham belas formas conduzidas prlo mar .

Um beijo

poetaeusou . . . disse...

*
Lilazdavioleta
,
ou o Mar,
não fosse um sensível
e eterno condutor !
,
marés de estima,
ficam,
,
*

gota de vidro disse...

Afinal diz o ditado

Água mole em pedra dura....

Quem sabe o assédio do teu mar faça milagres e transporte os teus segredos a bom porto.

Belo e belas fotos

bjitos da gota

gota de vidro disse...

Gostei do novo visual....

:):):)

Iana disse...

Doce e encantado cantinho onde aqui sinto a brisa do mar...

Belo... Poeta amigo...

Beijinhos e muitas flores a perfumar...

Pétalas deixo
rosa amiga
Iana!!!

São disse...

Que magníficas fotos e bonito poema.

Mas não esqueças: prometeste(-me)um texto em prosa...e eu faço anos em Setembro, rrss

Beijinhos salgados.

© Piedade Araújo Sol disse...

as tuas palavras são sempre belas, e as fotos também...

parabéns Poeta!

beijo de maresia

helia disse...

Regressada de férias à beira mar,adorei o Poema e as Fotos que me recordaram esses dias de descanso ,rodeada pela beleza que o Mar proporciona
Uma boa semana

poetaeusou . . . disse...

*
gota de vidro
,
amiga,
um Cais de asilo é urgente !
ou só asilo, srsrsrsrsrsr,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gota de vidro
,
obrigado,
,
brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Iana
,
amiga,
brisas perfumadas,
das rosadas maresias,
deixo, no teu encanto !
,
vagas de pétalas,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
amiga,
eu sou como os políticos,
o que prometo é para cumprir,
srsrsr,
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
© Piedade Araújo Sol
,
e ruborizado fiquei,
mais uma vez !
,
serenas marés,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
hélia
,
se eu fosse o mar
ordenava ás ondas
que se aquietassem
ao pisares a praia,
pediria ás brisas
que te perfumassem
de salinado iodo
no vai e vem das marés !
,
feliz com o teu retorno,
marés de estima,
deixo,
,
*

Dois Rios disse...

Não tarda o dia em que as rochas cederão aos assédios das marés. Mais ainda quando as suas espumas são reluzentes borbulhas de amor

Beijo, querido poeta!
Inês

MEU DOCE AMOR disse...

Há sempre uma rocha que não é incensível.É aquela que mais se desgasta.Mesmo parecendo,não é.Vale a frescura desse assédio em envolvente maré...

Lindo o vídeo e o som.Muito belo!

Beijinho doce:))

MEU DOCE AMOR disse...

Insensível...sorry!

Flor de Lótus disse...

A corações mais duros que rochas, são mais gélidos do que qualquer gelo que você encontrar na sibéria,mas é a vida, não podemos ter tudo, não podemos comover a todos...
A poesia tenta fazer sua parte,mas a pessoas deveras insensiveis...
Um ótimo findi!
Beijosss

Amor feito Poesia disse...

""(...) Deveria chamar-te claridade
Pelo modo espontâneo
Franco e aberto
Com que encheste de cor o mundo escuro..."

...(Vinicius de Moraes)"


Beijos perfumados prá voce!! M@ria

Daniel Costa disse...

Poeta

Rochas, mar e poedia, uma doce meira de sentir a poesia.
Abraço.

MaFaR disse...

Já anda o Outono por aqui? Calma, por enquanto ainda é Verão... :)

Bjs

poetaeusou . . . disse...

*
Dois Rios
,
nas borbulhas do assédio,
reluz o amor das rochas !
,
conchinhas floridas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
na frescura das marés,
canta o rochoso assédio !
,
brisas de estima,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
sorryada estás !
srsrsr,
,
assediada afeição,
fica,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Flor de Lótus
,
oh, Sibéria
do Arquipélago de Goulart . . .
um Poeta, eu com reticencias,
apenas agita, os sossegos
instituídos, a poesia é de quem a lê !
,
um mar de amizade, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Amor feito Poesia
,
Vinicius
e a sua paixão pela cor !
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
sentir o mar,
é visualizar a poesia !
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MaFaR
,
Amiga
já cheira a restolho,
o vento no areal, constrói
castelos de melancolia !
,
suaves maresias,
,
*

Lilá(s) disse...

És um poeta romantico e eu gosto disso.
Beijos, e que a tua musa te continue a inspirar

RECANTO DA POESIA disse...

" Muitas vezes ...
Esquecemos de reciclar
nossos sentimentos.
De esvaziar as gavetas da Alma.
De abrir as janelas
E deixar o sol entrar "

=- Bruno de Paula -=


Bom FDS.......Beijos na alma! M@ria

Multiolhares disse...

As rochas não são insensíveis,elas sentem as vagas frias e fortes como palavras que as vão apedrejando até as desfazerem e as tornar em areias arrastadas até á praia

beijos nossos

Paula Barros disse...

Imagens belíssimas.

E os beijos em espumas
Acarciam as rochas
Que se rendem ao toques..

beijo

M@ria disse...

Se move, nos move e muda
Em nosso intimo mais profundo;
È cheia, como a paixão que nos deu
Ora torna-se desnuda,
Dando voltas pelo mundo,
Aparecendo aqui e ali, a luz concedeu.
.
Betânia Uchôa


Feliz Sábado e beijos meus!M@ria

rouxinol de Bernardim disse...

Ao olhar para este paraíso telúrico, esets monumentos líticos compreendo por que Barack Obama se refere à esposa dizendo: «este é o meu rochedo!»

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s) disse...
,
eu sou romântico
em toda a minha fui romântico
em cada despedida fui romântico
e ainda sou !
canta-tony de matos
,
Amiga
porque hoje é sábado,
uma boa onda, desejo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RECANTO DA POESIA
,
janelas escancaradas,
é urgente . . .
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
as rochas
são pó condensado,
e como nós, do pó vieram
e ao pó tornarão !
é a lei da erosão,
é a lei da vida . . .
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Barros
,
tacteando, tacteando,
as espumosas ondas,
depositarão carícias,
nas sedentas rochas !
,
conchinhas floridas,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
M@ria
,
amiga
uma bela citação,
parabéns pela escolha !
,
brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rouxinol de Bernardim
,
Pode ser o
(o rochedo do Barack Obama)
mas o homem tem que obedecer
ao Pentágono ou está “lixado” !
são fortes as cinco Pontas,
Exército, Marinha, Aviação,
CIA e o Poder Económico,
é demais para um homem só !
,
Saudações,
,
*