julho 21, 2010

............................... sou pássaro da noite




vulcão marinho

video

não repousam os meus sonhos,
todas as noites sobrevoam o mar
enquanto tu dormes no chumbo do breu,
sou pássaro da noite
alando sem asas o assoprado vento
rajadas perdidas nos embalos que recusas,
porque não consolidas os caboucos da vida
fundição de lava do vulcão que és ?
porque não expeles a torrente da sede
onde eu possa mitigar as minhas securas ?
porque não abres a fonte do teu âmago
e passares a ser a margem das marés
da força inesgotável que te quer banhar
num caudal etéreo que eu personalizo ?
poema-fotos-video:poetaeusou

66 comentários:

São disse...

Lindisimo, Poeta, líndissimo!!

Um dia de paz para ti,ao pé do mar.

gaivota disse...

que maravilhaaaaaaaaaaaaa
não posso estar mais zangada contigo...
impossível!
e o mar me respondeu... sou o mar da nazaré!
sem mais palavras, amigo
até AMANHÃ!!!!!!!!
beijinhos e pilipares

OutrosEncantos disse...

Oh Poeta,
Hoje aqui tudo é de extrema beleza, sensualidade e paixão!
A beleza nas fotos e em Amália
A sensualidade e a paixão, na força do mar e das tuas palavras, que é como quem diz, em TI!
Lindissimo post, Amigo Poeta!
Beijo!

Lídia Borges disse...

Sonhos que voam sem asas nas "margens das marés".

Sejam boas marés!

L.B.

LOURO disse...

Olá Poeta!

Bela postagem...Com um texto/poético lindo!!!
Conchas da Madeira te deixo...
Abraço,
Lourenço

JB disse...

A intensidade e força do voo desse "pássaro da noite" embalou-me de tal forma que fui sobrevoando esse mar ao longo da sua poesia! Que vontade de explodir em sentimentos!
Lindíssimo!!!

Deixo carinhosos embalos

Filó disse...

Tudo aqui é bonito e sentido.
Gosto deste pássaro carregado de sonhos,sobrevoando o mar, vigiando seu sono...
Poeta, o mar abraça com o coração a força inesgotável de tantos poemas,tantas fotos e tantos vídeos,um caudal imenso de sentimentos lindos que habitam na sua alma..
Que repousem seus sonhos ao lado do seu mar, que também sonha...

Beijinho amigo

antonio - o implume disse...

A impossibilidade do repouso, o refúgio da escrita.

Baila sem peso disse...

quando o sono não chega na certeza
porque repousa o sonho em represa
de uma alma poética em beleza!
quando a paixão devora os sentidos
o vulcão explode de sensualidade
e é o mar que ouve a sua verdade!

um pássaro etéreo em som sustenido
que entoa caudal em vulcão sentido!

e um beijo, na amizade rendido :)

mundo azul disse...

_________________________________

Passamos a vida a desfilar os nossos "por ques"...

Dá para sentir a sua emoção nos versos, poeta...


Beijos de luz e o meu carinho!

_________________________________

RETIRO do ÉDEN disse...

Poema muito intenso em sensibilidade...foi um voo no escuro às entranhas sofridas.
Forte abraço
Mer

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

A ver e o mar pela quietude da noite, pode ser aplacar a ira do vulcão, enquanto se sonha poesia.
Abraço

Multiolhares disse...

Para mim um dos mais belos poemas que tens escrito, nada mais comento pois iria estragar o momento
beijos nossos

KrystalDiVerso disse...

As Almas de mar, que fascinam, movem-se por correntes invisíveis, apropriando-se da flor da pele num longo beijo que não dá descanso... nem cansa o desejo que em cada concha se achou perdido!... O Amor também se perde nessas conchas, só as conchas não se perdem... mesmo que águas mais revoltas as estilhasse contra a aparente indiferença das falésias!...
Há tentações fortes dos Deuses que há em nós, e Nós, fixando uma qualquer perda que se confunde com a imensidão que une continentes e separa corações e nunca as Almas que o sal marcou!... Afinal, o gosto do Sal é maior do que toda essa imensidão que se contradiz em ondas de paixão desfeita ao sabor de ventos e marés; esse Gosto é uma saudade intemporal que escorre do olhar que se fixa na melhor caravela que vagueia nos olhos rasos de um único (A)Mar... até à memória dos lábios!... E do beijo!...
De quando em vez, devemos virar as costas à tentação da emoção imensa e deixar que o nosso Mar conte suas próprias ondas e seja só dele!...
Demos descanso à água sem fim e afoguemo-nos em esporádicas lacunas de um bom vinho!... Um dia, quem sabe, voltaremos para brindar à saúde das sereias que voltaram!...





Grande Poeta... que É!





Escolha entre... beijos e abraços

Ana disse...

Sonhos que a noite embala nas palavras do poeta!
Um beijo grande *

"Cantinho Poético" disse...

"Não permita
que a vida passe sem que as pessoas
saibam o significado
que elas tem para você."


(Pe.Fábio de Melo)

Feliz Noite e carinhos meus! M@ria

Sandra disse...

Feliz DIA DO AMIGO PARA VC TAMBÉM.
Amigo é todos os dias. São como as canções que ouvimos sempre.
Leve o selinho Super para vc.

És um amigo muito especial.

(Antiga oração inglesa)

Arranje tempo para ser amigo
É a estrada para a felicidade
Arranje tempo para sonhar
É seu vagão a uma estrela engatar...
Arranje tempo para amar e ser amado
É o privilégio dos deuses.
Arranje tempo para olhar ao redor
O dia é muito curto para ser egoísta.
Arranje tempo para rir
É a música da alma.

Sandra
Carinhosamente deixo o meu abraço.

lita duarte disse...

Poeta,

"Uau, viva essa força da natureza."
Que espetáculo.

Beijos desse lado de cá do mundo.:)

Laura disse...

Não, não deixemos os sonhos
repousar
nem deixemos o mar leva-los
amemos com intensidade
e fiquemos loucos
loucos apenas de tanto desejar
que aos sonhos possamos um dia
regressar!...

Escrito aqui e agora..
Um beijinho ao querido Poeta...

laura

gabyshiffer disse...

Olá,
Vim por indicação do blog caminhos da vida conhecer o seu e adorei e por isso já estou por aqui te seguindo...
:)
Tens poesia nas palavras e nas fotos que posta
Boa Quinta pra vc
Beijos

Amor feito Poesia disse...

Todas as coisas têm o seu mistério, e a poesia é o mistério de todas as coisas.

(Frederico Garcia Lorca)


Feliz dia!!Saudações poéticas M@ria

Agulheta disse...

Amigo Poeta.Forte e lindo este poema,onde o mar sempre trás mais e leva saudade e amores perdidos em sua espuma.
"conchinhas da praia do norte Viana te deixo,em paz e amizade.
Lisa

Anónimo disse...

Sobre este poema há que ficar grata a quem o soltou -"qual pássaro da noite" para prazer de quem o lê.
Obrigada.
Poetaeusou(...)deixo-lhe algumas palavras sobre o seu último comentário:
Uma tela de Monet?!
Quem dera ter ainda das suas telas a cor
Neste meu olhar "escancarado"
que já foi grande e verde
Como o verde com que esse Pintor
Salpicou o lago, os nenúfares e a ponte japonesa.
Quem dera...
As rugas, quer do riso, quer do choro ou da idade
Mostram-me a certeza
Dum olhar cansado
Cheio de Saudade.
--------------------------
Obrigada pela Amália-sempre- e pelas brisas serenas desse seu mar consagrado.
Maria-2010/07/22

Caminhos Poéticos disse...

"Existem pessoas que não se tornam especiais pela maneira de ser, ou de agir, mas pela profundidade com que atingem nossos sentimentos."

DA

Feliz Noite com amor e poesia ! M@ria

AFRICA EM POESIA disse...

Lindo poema
LINDAS FOTOS
Deixo um beijo e tenho para si...Um selo que tambem é seu...
Beijos...

TITA disse...

Com tanta beleza e profundidade,como não fazer neste instante o meu voo nocturno?
Soberbo,Poeta.
Búzios grandes.

in natura disse...

Fiquei fascinada com as foto e o poema. Poetaévocê...Beijuss

maria teresa disse...

A poeta que eu não sou viajou com o pássaro da noite, viu pelos seus olhos,sentiu com o seu coração, entrou em sintonia com os seus sonhos, fundiu-se no breu da noite com ele...

Secreta disse...

Não sei como explicar que me encanta ler-te.

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
amiga
espero que a tua
estabilidade seja total,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
linda
um de sarabetes,
deixo,
,
pilipares
*

poetaeusou . . . disse...

*
OutrosEncantos
,
amiga
não me digas que não sentes
nos momentos do sol-pôr,
teu olhar mudar de cor
rendido a tanta beleza,
não me digas porque mentes |
,
Conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lídia Borges
,
olha
as marés a esvoaçarem,
sem asas cantando o mar !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
LOURO
,
Noites da Madeira bela
De magia encanto sedutor
Com viçosas flores formosas
De amor, de amor,
,
In-Max
,
Um abraço
,
-

poetaeusou . . . disse...

*
JB
,
E aquele Hino á Alegria !
Em bailados esvoaçantes
Emitindo gritos sonantes
A toda á Nazaré gritando
Estamos anunciar vida,
Com esta sardinha querida
Pilipam contentes as gaivotas !
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
amiga
que a imensidão do mar,
redimensione a nossa amizade,
,
marés de luz,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
antonio - o implume
,
a escrita
é um sublime repouso !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
Amiga,
,
como é baril
insóniar
junto ao mar
molhando o pernil,
cantar bué
um desnudo rap
fugir ao cap
dando corda ao pé,
minha, vai por mim
eu é que sei
porque inventei
o je é assim !
,
srsrsrsr,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mundo azul,
,
Amiga
,
como ninguém canta os meus
porquês o meu sonho é um
dia desfilar no Sambódromo,
a gritar abaixo o Carnaval
viva a Poesia . srsrsrsrsr,
,
Um Mar de Luz, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
amiga
,
Áh !
se um mar de sensibilidade
invadisse a humanidade, como
diferente seria este mundo.
,
vagas de Paz, deixo,
,
*

OutrosEncantos disse...

Poeta, a hora do Sol Poente é o mais fascinante momento do dia. E eu gosto do segundo em que já não é dia mas também não é noite, em que nada se vê e tudo se adivinha...! ... e tudo muda..., no olhar, na pele, no sussuro do mar, no segredo que a brisa transporta, no silêncio da gaivota que passa..., tudo muda!
Beijos!

Maria disse...

Amigo como sempre excelente, adorei!
É sempre um prazer enorme vir visitar o seu cantinho, é um local muito especial, onde o bom gosto e a qualidade estão sempre presentes, iluminando a alma de quem o visita.

“Não devemos permitir que alguém saia da nossa presença sem se sentir melhor e mais feliz.”(Madre Teresa de Calcutá)

Bjs do tamanho do infinito
Maria

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
Daniel
,
o mar é um vulcão,
que se extingue com um
simples olhar de respeito !
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
foi um bom momento,
as tuas palavras !
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

-
KrystalDiVerso
,
amigo,
um texto maravilhoso,
vou publicá-lo um dia
se autorizares !
uma autentica radiografia
ao e com a imensidão do mar,
,
eu diria que o Mar
é o Deus dos Deuses !
,
saudações marinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
é isso amiga,
a noite é o berço dos sonhos,
embalados pelo mar !
,
um mar de estima, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
"Cantinho Poético"
,
a vida,
o grande mistério !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sandra
,
grato amiga,
bonita oração anglicana,
,
Irei visitar-te,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
lita duarte
,
o mar,
inunda-nos
com a sua força,
,
marés de carinho,
deixo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Laura
,
Sorriso nos lábios
Tenta-me seduzir
Fico nervoso
Daqui quero sair
Ando louco, tão louco,
louco por ti
Fico louco, tão louco,
fora de mim !
,
srsrsrsrsr,
,
In - J. Pedro Pais !
,
um mar de estima,
deixo,
,
*
*

poetaeusou . . . disse...

*
gabyshiffer
,
e aromas
de coisas de mulher
inundou o meu cantinho,
,
conchinhas,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Amor feito Poesia
,
A las cinco de la tarde.
Eran las cinco en punto de la tarde.
Un niño trajo la blanca sábana
a las cinco de la tarde.
Una espuerta de cal ya prevenida
a las cinco de la tarde.
Lo demás era muerte y sólo muerte
a las cinco de la tarde.
,
in-Frederico Garcia Lorca
,
Conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Agulheta
,
Se o meu sangue não me engana
como engana a fantasia
havemos de ir a Viana
ó meu amor de algum dia
ó meu amor de algum dia
havemos de ir a Viana
se o meu sangue não me engana
havemos de ir a Viana. !
,
in-pedro homem de Melo,
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Anónimo
,
grato fico,
,
as rugas
são sulcos da sabedoria
que a memória encerra !
,
os nenúfares
em lago de cristal
num recanto de jardim !
são folhas atapetadas
de esmeraldino veludo
onde as libelinhas aportam !
,
suaves maresias,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Caminhos Poéticos
,
amiga
como concordo contigo,
,
marés de carinho ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
AFRICA EM POESIA
,
grato,
irei cuscar,
,
conchinhas, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
TITA
,
voa, amiga,
plana nos búzios,
virados para o norte,
,
brisas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
in natura
,
contente fiquei,
com o teu fascínio,
,
marés de luz, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria teresa
,
em voos divagados,
sonham os poetas,
eu com reticencias (. . .).
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Secreta
,
igual ao encanto
da tua visita !
,
suaves maresias,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
OutrosEncantos
,
as tuas palavras
como sempre são um poema!
,
na chegada da noite
conjuram-se
os sinais do fim do dia
o sol-pôr fervilha
nos rasgos do teu olhar
o breu
inicia o seu ritual
sombras
em que o mar é invisível
odores estranhos
e fulgores violáceos
inebriam-me
aliviando a angustia
nas manhãs do desespero !
,
marés de estima, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria
,
Grato fico,
,
Temos de ir à procura das
pessoas, porque podem ter
fome de pão ou de amizade !
,
in- madre Teresa de Calcutá,
,
conchinhas de amizade,
deixo,
,
*

MEU DOCE AMOR disse...

Abro

Faço expelir

Consolido

Beijinho doce

SAM disse...

Querido poeta,

"porque não expeles a torrente da sede
onde eu possa mitigar as minhas securas ?
porque não abres a fonte do teu âmago
e passares a ser a margem das marés
da força inesgotável que te quer banhar"

Como vê destaquei quase todo o poema, porque todo ele, cada verso é bonito demais!


Carinhoso beijo

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
que poema Naif
acabas de escrever !
,
conchinhas deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
SAM
,
amiga
Drummond de Andrade
me senti !
(nota a minha modéstia)
,
conchinhas, deixo,
,
*