julho 14, 2010

...................................... mas eu sei amigos



 


barrento
é o olhar que me enrola
águas baças que me avisam
dos porvires descompensados,
mas eu sei amigos
que nas ilhargas da vala
existe um rio cativo
pelas margens da esperança,
onde eu sonho
ser um grito que anuncia
que as vontades compactadas
resistem ás artimanhas
e que os meros fogachos
não substituirão o sol
poema e fotos:poetaeusou

77 comentários:

LOURO disse...

Olá Poeta!

Mas eu sei...Amigo,que continuas com lindas fotos e belos poemas!!!

Abraço,
Lourenço

helia disse...

#os meros fogachos
não substituirão o sol..."

Sim impossível sbstituir o Sol...
Mais um lindo Poema!

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta
Como sempre maravilhoso poema.
Adorei, meu amigo.

Beijinhos
Sonhadora

Pitanga Doce disse...

Da imagem e do poema vejo um rio que se abre em dois caminhos. Qual seguir, Poeta? Me diz.

abraços pitangueiros

RETIRO do ÉDEN disse...

«existe um rio cativo
pelas margens da esperança,
onde eu sonho
ser um grito que anuncia
que as vontades compactadas
resistem às artimanhas»
Parece o Arnóia...mais um rio cativo...
Lindo poema à Mãe Natureza.
Fotos muito belas.
Forte abraço
Mer

Lídia Borges disse...

"existe um rio cativo
pelas margens da esperança..."

Isto é bonito e muito reconfortante.

Um beijo

Multiolhares disse...

"onde eu sonho
ser um grito que anuncia
que as vontades compactadas
resistem ás artimanhas"

mas por vezes com tanta dor, tanto sofrimento que o sol estremece de tristeza e esconde-se atrás de um fogacho.

beijos nossos

Enigma disse...

Olá querido poeta. Muito cativante, gostei imenso do conteúdo do blog e poema.

O sol é insubstituível (essencial) para a vida. Milhões de beijinhos. Kiss!! Kiss!!

RETIRO do ÉDEN disse...

Receei armarme em sabichona...parecia-me familiar a vegetação...mas o local percebi que não sendo da Quinta...podia não ser no Arnóia...mas... não é que senti...apego ao local...e lá tinha as minhas razões.
Obrigada Amigos...como gostava que tivessemos a oportunidade de desfrutarmos num espaço acolhedor e simples que fosse, por lá ... pelo Retiro.
Forte abraço com o nosso carinho.
Mer & Regis

rosa dourada/ondina azul disse...

Num dia de sol até a água vai ficar mais clara!


Boa inspiração te desejo,

brisas do sol grego te envio,

Fa menor disse...

Barrentos e baços são os tempos...

mas que seja límpido o nosso olhar

e o nosso rio corra livre!

Bjinhos

Ana Isabel disse...

..sol..

Bem precisamos do seu calor e da sua luz..

Um dos mais bonitos textos que tenho lido.

É preciso que as vontades compactadas resistam às artimanhas..

Abraço

Ana

Sandra disse...

Ola!
Estou muito feliz!!!
Quer saber por que???

ESTE BLOG ESTA COMEMORANDO.
VENHA VER!
http://sandraregina7.blogspot.com/
SUA PRESENÇA É MUITO IMPORTANTE.
Vou te esperar.Nossas conquistas dependem muito dos queridos amigos.
Juntos comemoramos.
Carinhosamente.
Sandra

poetaeusou . . . disse...

u

Amordemadrugada disse...

Poeta! lindas fotos, lindos poemas...lindo você...
Bgda
Besito
e viva Nazaré ;)
Este ano ainda aí não passei, mas um destes dias...
;)

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

Segundo o teu belo poema, os meros fogachos não subsbstituirão o sol, porque efectivamente não podem.
Tem de contentar com águas barrentas.
Um abraço

antonio - o implume disse...

Os rios nascem já confinados ao seu leito de morte.

Laura disse...

Ai Poeta eu sou
doente eu estou
ando de cá pra lá
e em nenhum lugar
sei estar.

desculpa minha falta
de te vir visitar
mas a vida rezingona
nem sempre vai deixar.

Tou doentinha desde sexta feira, mas, muito melhor agora..aquele abraço apertadinho da nina das resteas.

Tianne disse...

poeta és... dos bons...

Pelos caminhos da vida. disse...

Olá poeta!

Hoje seu blog é um dos indicados por mim lá no meu espaço.

Obrigado pela visita.

beijooo.

poetaeusou . . . disse...

*
LOURO
,
Amigo
,
o barro de que somos feitos,
é efémero como a vida !
,
Abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
helia
,
Amiga
Sol o sal da vida !
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonhadora
,
amiga
encantado fiquei,
com as tuas palavras,
,
brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pitanga Doce
,
amiga
faz como eu
escolhe em segurança,
no lado direito vais em espírito,
no esquerdo mandas a matéria,
algures no ponto certo
fundem-se novamente . . .
srsrsrsrsr,
,
um mar de luz, fica,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
Amiga,
,
Parece e é o
Rio Arnoia,
um rio cativo, realmente,
,
Marés de Paz,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lídia Borges
,
agradeço, amiga.
,
maresias deixo,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
a angustia solar
tem razão de existir,
com as injustiças que
se fazem debaixo da sua luz !
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Enigma
,
grato fico,
e que brilhe o Sol,
até Outubro, se possível !
,
Kiss !
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
Amiga,
irá acontecer um dia !
,
águas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,
clarinha, nívea, cristalina,
como podes ver no próxima Post,
,
Grécia ?
Que tenhas uma boa estada !
irei em Outubro, num Cruzeiro !
se o Banco facilitar, srsrsrsr.
,
Conchinhas, daqui !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fa menor
,
vamos olhar o rio
e perguntar, como o poeta,
>onde vais Rio que eu canto>,
,
Conchinhas, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Isabel
,
Sol,
o Rio da vida,
,
gratas brisas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sandra
,
Irei comungar
na tua Felicidade,
,
suaves conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Amordemadrugada
,
Grato, fico !
a Nazaré está linda !
,
vagas de estima,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
Amigo,
lavar as águas é urgente !
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
antonio - o implume
,
ainda existe uma saída.
o seu desaguar na foz,
a integração no mar,
e voltar a ser nuvem
numa clara mutação !
*

poetaeusou . . . disse...

*
Laura
,
amiga
se poetaeusou
escrever vou
e se a Resende
cantava
de lá para cá
e de cá para lá
também vozeava
não percas a esperança
a vida é bela,
rezinga amiga, rezinga,
atira com as doenças fora,
que os médicos estão de férias,
( e fazem muito bem ),
canta, canta sempre,
o quê ? olha,
oh Tempo volta para trás !
srsrsrsr,
,
Cantadas conchinhas,
Ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Tianne
,
com reticencias, amiga,
com reticencias !
,
floridas conchinhas,
ficam
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pelos caminhos da vida.
,
obrigado amiga,
Irei visitá-lo,
,
suaves brisas,
ficam,
*

rouxinol de Bernardim disse...

Poeta!
Parece o Danúbio Azul em tempos de chuva!
Dizem que a pesca, assim, é mais proveitosa....

FERNANDINHA & POEMAS disse...

QUERIDO AMIGO POETA DO MEU CORAÇÃO... A MINHA AMIZADE POR TI, NÃO TEM FIM... ADORO-TE E TUDO O QUE ESCREVES E FOTOGRAFAS... MAS PREFIRO O MAR AO RIO... VOTOS DE UM BELO FIM DE SEMANA... MUITOS BEIJINHOS,
FERNANDINHA

poetaeusou . . . disse...

*
rouxinol de Bernardim
,
Amigo,
eheheheheh,
é a melhor do ano,
uma tirada humorística
a saber a mar ! imagina a,
SISSI a Jovem Imperatriz,
a surfar naquelas águas !
,
Abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDINHA & POEMAS
,
Fernandinha,
,
sabes bem que
a minha amizade por ti
é muito superior, srsrsrsr,
,
um mar de jinos,
fica,
*

São disse...

Meu amigo, a limpidez da tua poesia resiste a toda a lama...

Um beijo, Nazareno.

Amiga disse...

Mais uma valiosa pedra encontrada por mim neste mundo virtual. Ficarei aqui mais um tempo a degustar este teu espaço nobre.
Bom demais descobrir teus feitos é de uma raridade ímpar.

Axé

http://diario-porto-solidao.blogspot.com/

Zélia Guardiano disse...

Poeta
Tens o teu abracadabra e as palavras são escravas : basta que pronuncies a expressão mágica e elas correm todas agitadas e se arrumam, se alinham, na forma mais perfeita de poesia...
Lindíssimo poema!
Enorme abraço

Insana disse...

Eu pensava que o sol era a unica coisa que eu tinha, isto ate passar muito frio e encontrar a luz no brilho da luz

bjs
Insana

Desnuda disse...

Poeta,

neste plano de rios barrentos, felizes os que sabem diferenciar os ilusórios fogachos da verdade do sol.

Carinhoso beijo e um abraço por este olhar límpido.

RETIRO do ÉDEN disse...

Amiga,
irá acontecer um dia!

Gostava de não sonhar em vão...
Gostava de viver em comunidade sadia e cheia de amor uns pelos outros...que quando doesse um dente a um ... doía a boca toda ao "outro"... assim vejo, assim sinto, a amizade, a fraternidade, o amor.
Forte abraço
Mer

Lilá(s) disse...

Nada substitiu o sol, principalmente nos dias cinzentos...
beijos

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
é com a limpidez das palavras,
que se emperra a engrenagem !
,
Conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Amiga
,
o espaço é teu,
serás bem vinda
e como notaste, além de ter
as portas escancaradas
é uma janela sobre o mundo !
,
Irei visitar-te,
,
conchinhas deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Zélia Guardiano
,
as tuas palavras
são o abre-te sésamo,
a ordem esotérica,
para tornear as obstáculos !
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Insana
,
talvez . . .
o Sol é o alimento da vida,
a luz, da luz que nos encaminha,
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Desnuda
,
amiga,
o sol quando nasce,
dá a tonalidade ao dia,
conforme a densidade
das nuvens ou do nevoeiro . . .
,
Conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
Mer
esses valores vão sendo raros,
escassos, inexistentes diria,
a vida é uma selva e os seus
predadores são a mentira, a
hipocrisia e os lobos com pele
de cordeiro, é urgente precaver
a família, os amigos e em especial,
os nossos filhos, eu só tenho um,
pertence a uma classe profissional,
que eu abomino, Economistas,
critico todos eles, com uma única
ressalva o meu filho, como é óbvio !
srsrsr,
,
amiga,
uma noite serena, fica,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
abençoadas os esquimós,
têm um dia que dura seis meses !
,
brisas nocturnas, deixo,
,
*

Luis disse...

Meu Bom Amigo,
belo poema e fotos a condizer!
Um abraço amigo.

Amor feito Poesia disse...

"Tenta te orientar pelo calendário das flores, esquece, por um momento os números,
a semana, o dia do teu nascimento. Se conseguires ser leve, aproveita, enche tuas malas de sonho e toma carona no vento."


- Fernando Campanella -

Te desejo amor e paz...Beijos M@ria

sérgio figueiredo disse...

Caro Amigo,
Faz muito tempo que abuso da minha ausência neste teu espaço onde as tuas palavras, grandes, revelam a minha pequenez perante tamanha sabedoria feita Poesia e, agora, acompanhada de fotos, fruto do teu olhar, que se conjugam.

Obrigado
Um Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Luis
,
Amigo, Luís
,
atulhado fiquei,
com as suas palavras !
,
um grande abraço,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Amor feito Poesia
,
boleia aceito
nas tuas palavras !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
sérgio figueiredo
,
amigo
ruborizado fiquei,
há ausências,
que estão sempre presentes,
é o teu caso !
,
Saudações, ficam,
,
*

Filó disse...

Poeta,
Por vezes é nas águas barrentas que encontramos a clareza e a verdade das coisas,e se houver a luz do sol melhor será...
Que todos os rios sejam acarinhados pela mãe natureza e por nós todos, para que possam correr limpos, livres e com esperança...

Um beijinho amigo

Agulheta disse...

Amigo Poeta!Sempre existe um rio cativo nas margens do nosso ser,seja barrento ou cristalino.Adorei ler como sempre por este espaço.
Beijinho bfs

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
amiga
,
é,
que as nossas vidas
sejam como os rios cristalinos !
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Agulheta
,
cativo me sinto,
nas tuas tuas palavras !
,
brisas serenas, deixo,
,
*

Maria disse...

Amigo, por vezes a nossa vida é um rio barrento, mas temos de ter esperança que se navegarmos um pouco mais, encontraremos águas limpidas e cristalinas, onde o sol pode reflectir os seus raios e aquecer assim o nosso coração.

Tenha um feliz fim-de-semana

"Não existe um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho." (Mahatma Gandhi)

bjs do tamanho do infinito
Maria

Dois Rios disse...

Meu querido poeta,

As tempestadas tornam as águas baças, mas o fluxo do rio (da vida) leva as descompensações e restaura a calmaria.

Os fogachos nada mais são do que o calor do sol num dia nebuloso, ou seja, não o avistamos mas o sabemos sobre nós.

neli araujo disse...

Poeta amigo!

Belo poema!
Sempre uma pontinha de esperança onde sonhamos, não é mesmo?

Amigo, também gostei demais do teu post de 1914!

Obrigada pelas visitas queridas!

conchinhas de admiração e de amizade,

Neli

GarçaReal disse...

O correr das águas barrentas por vezes proporciona o escoar do barro e lentamente se tornam transparentes.

Por isso os meros fogachos não substituem o sol.

As fotos estão belissimas

Um fim de semana de sol e envolto em pilipares

Bjgrande do lago

poetaeusou . . . disse...

*
Maria
,
senti as tuas palavras,
,
as religiões são caminhos diferentes
convergindo para o mesmo ponto.
que importância faz se seguimos por
caminhos diferentes, desde que
alcancemos o mesmo objectivo?
,
In-Mahatma Gandhi
.
conchinhas ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Dois Rios
,
uma citação profunda,
brotam das tuas palavras !
,
um mar de luz, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
neli araujo
,
a esperança
é a quimera do sonho.
,
agradeço as tuas palavras
em marés de gratidão !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
amiga
é da barrenta argila,
que o sol cinzela a vida !
,
que os pilipares em sintonia,
ecoam no lago amigo
em conchinhas solfejadas !
,

MEU DOCE AMOR disse...

Claro.Nada substitui o sol:)

Beijinho doce

poetaeusou . . . disse...

*
amiga
,
existe sim, os Solários e o
ambre solaire da Garnier,
ou da Avon ou da Avó,
não sei bem !
,
conchinhas bronzeadas,
ficam,
*