junho 05, 2010

.................................................. ai as raizes




se eu, fosse eu,
seria uma flor
uma flor sem nome
cativa em mim,
pelas minha veias
correriam seivas
como água de um poço
fecundando a terra,
e o meu suor
de orvalho salgado
uma lágrima seria
numa folha, aninhada,
e as raízes,
ai as raízes !
da terra, amantes,
perfurariam desejos
sulcando os instantes
nas searas de beijos .
poema e fotos: poetaeusou

60 comentários:

Multiolhares disse...

Mas como não sabemos na verdade o que somos, temos a nossa ideia que se vai transmutando através do tempo. e somos o tanto que os outros pensam de nós.

beijos nossos

Florentino disse...

se eu fosse vc escreveria muitas vezes este lindo texto ,.,. bom fim de semana

Insana disse...

Se eu fosse flor neste momento seria uma Planta carnívora rs.
ando em um momento de tolerância zero, to mordendo e to sem paciência para as mesmas mentiras.

bjs
Insana

Omar Talih disse...

Mais que poeta de palavras, me encanta a poesia das tuas imagens.
Tem muita poesia nas fotos que capta.

RETIRO do ÉDEN disse...

Mais um excelente poema com raízes bem profundas e regadas com a água da vida.
Forte abraço
Mer

Carmo disse...

Olá Poeta, "se eu fosse eu, era uma gaivota, para cruzar os mares".

Sempre excelente poesia acompanhada de belas fotografias.
Beijinhos e bom fim de semana

Filó disse...

Depois do Inverno,morte figurada,
A primavera, uma assunção de flores.
A vida
Renascida
e celebrada
Num festival de Pétalas e cores
(Miguel Torga )
Ai, as raízes..a força que nos segura à terra...
Lindo este poema...

Poeta, beijo amigo
Bom Domingo

Fernanda disse...

Querido Poeta das Conchinhas!

Tu és fenomenal...
Poesia e imagens lindas.
Sei que és poeta, mas se um dia fores flor serás exactamente assim...

Beijinhos

Caminhos Poéticos disse...

"Não haverá borboletas se a vida não passar por longas e silenciosas metamorfoses."

Rubem Alves

Feliz Domingo e beijos meus...M@ria

Ana disse...

Oh Poeta já tinha saudades deste teu cantinho e das tuas belas poesias, mas hoje vim ler e ver as belíssimas imagens.
Eu acho que sou uma flor mas que já está a ficar "murchita" o tempo voa... No entanto tenho aproveitado a companhia da minha "flor de estufa" de olhitos azuis da cor do céu e do meu "morenito" que parece uma flor silvestre a crescer e a tornar-se num rapaz lindo e conversador. Agora anda na fase de ser o Piter Pan e eu a Wendy "na terra do nunca":-)
Que bom ser criança!
Adorei visitar-te amigo e obrigada por estares atento às "palermices" que digo e às "fotos" da nossa Veneza.
Ah comprei uma "masquina gande" uma Canon 500D com lente de macro, mas ainda ando com o livro das inatruções, vou ter muito que aprender!
Desejo-te um Domingo "fantabulástico" como é meu costume dizer:-)
Beijinhos,
Ana Paula Lourenço

Amor feito Poesia disse...

A felicidade é como uma borboleta. Quanto mais você a persegue, mais ela se esquiva. Mas se você voltar sua atenção para outras coisas ela virá pousar calmamente nos seus ombros.

Thoreau

Amor & Paz nos seu Domingo! M@ria

gaivota disse...

ai as raízes da terra regadas com esse suor salgado...
brotará o que for, sem nome, desconhecido...
lindíssimo! parabéns!
piliparesssssssss

antonio - o implume disse...

Ser eu e continuar cativo...

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

Talvez o poeta seja mesmo como uma flor sem nome, de mente limpída como a água dum poço, fechado a impurezas.
Considero as fotos como um segundo poema, de interessantes que são.
Daniel

GarçaReal disse...

E como eu sou garça voante sem nome , apenas em rumo...incerto? ...voo e poiso na beleza.

Por isso aninhei por aqui...

Uma Garça, Garcinha que te leu e gostou.

Como é domingo levo as flores da foto e deixo-as a boiar nas águas vitreas do lago

Ficam ainda pilipares.....

Bjgrande do Lago

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
tudo se transmuta
na metamorfose do viver
transmudando as certezas
dos transviados tempos !
srsrsrsrsr,
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Florentino
,
são cheiros
de terra quente,
lembrando a África amiga.
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Insana
,
Linda
dá-me a tua morada,
porque não quero
passar á tua porta, não !!!
srsr,
,
tolerantes conchinhas,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Omar Talih
,
e a poesia
é mãe de todos os gestos !
,
obrigado
,
saudações, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
Raízes
são a estabilidade
dos tempos vindouros !
,
um mar de Luz,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carmo
,

Minha amiga
E as Gaivotas,
Naquele Hino á Alegria !
Em bailados esvoaçantes
Emitindo gritos sonantes
A traineira acompanhando
De maresia envolvendo
A toda á Nazaré gritando
Estamos anunciar vida,
Com esta sardinha querida,
Em acrobacias voando.
,
maresias esvoaçantes,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
Medas de trigo ao sol - Agosto,
Tudo o calor do Sonho amadurece;
Só a verdade amargura do meu rosto
Permanece!
Até me lembro que não sou da vida!
Que não pertence à terra esta tristeza…
Que sou qualquer desgraça acontecida
Fora do seio-mãe da natureza.
E contudo não sei de criatura
Que mais deseje ter esta alegria
De um fruto azedo que arrancou doçura
Do céu, das pedras e da luz do dia.
,
In-Miguel Torga,
,
Marés de luz, deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fernanda
,
as tuas palavras
guardarei no meu canteiro !
,
grato fico,
,
conchinhas floridas,
,
*

uminuto disse...

uma flor sem nome à espera de um amor que a baptize
parabéns pelas palavras e imagens
um beijo

Amordemadrugada disse...

Lindo!
Poeta, desejo que tenha uma boa noite de domingo!
...Faz de conta que ainda é cedo
Tudo vai ficar por conta da emoção...bla bla bla
beso

poetaeusou . . . disse...

*
Caminhos Poéticos
,
a Mariposa,
uma vida transmutada,
,
conchinhas, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
que lindo sorriso
a Wendy tem
qual é o segredo ?
são dois rebentinhos
dos quais duas vezes é mãe
ou não será que avó
é mãe duas vezes ?
são belas flores
os seus netinhos
ela tulipa anil
ele narciso do monte
uma flor de estufa
e um campesino em flor
chamado Peter Pan
um filme bonito
do meu imaginário,
a todos desejando
muita Paz e Amor
,
(também tenho uma
nova Canon, tem tecnologia a
mais para o meu gosto, srsrsr
,
Marés de estima, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Amor feito Poesia
,
Borboletas
são ziguezagueantes belezas !
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
a amizade
á uma bela flor com raízes diversas.
e tu fazes parte dessa diversidade !
,
pilipares sonantes, muitos !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
antonio - o implume
,
cativo do eu,
talvez ! srsrsr,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
Exagero, amigo,
mas que soou bem, soou, srsrsr,
,
Um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
Incertas
são as rotas do porvir,
onde os amanhãs,
aninham inconstantes futuros,
do nosso desassossego !
,
os límpidos pilipares
amarados no Lago,
são meus !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
uminuto
,
grato fico
,
um mar de saudações,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Amordemadrugada
,
Já não dá mais prá viver
Um sentimento sem sentido
Eu preciso descobrir
A emoção de estar contigo...
Ver o sol amanhecer
E ver a vida acontecer
Como um dia de domingo...
Faz de conta que ainda é cedo
Tudo vai ficar
Por conta da emoção
Faz de conta que ainda é cedo
E deixar falar
A voz do coração...
,
Lindo,
,
Emocionais conchinhas,
Deixo,
,
*

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta
Fico sempre maravilhada com a beleza e a profundidade dos seus poemas.

beijinhos
Sonhadora

Desnuda disse...

Poeta é. Que maravilha, amigo! Obrigada.


Carinhoso beijo e linda semana.

ANTOLOGIA POÉTICA disse...

"Mas tenho medo do que é novo e tenho medo de viver
o que não entendo - quero sempre ter a garantia
de pelo menos estar pensando que entendo,
não sei me entregar à desorientação."

¬ Clarice Lispector ¬


Te desejo uma semana abençoada e de muita poesia........M@ria

Vieira Calado disse...

Muito bom ritmo este seu poema

sobre as coisas da terra!

Um forte abraço

"Cantinho Poético" disse...

Sobre as rosas que perfumam meus caminhos
eu declino cores, sons, versos e rimas
que dormitam em gotas de sereno
que as noites ligeiramente frias vem beijar...

Em mim há só amor, inspiração e poesia
embebidas no doce ar que respiro.

Denise Flor ©

Beijos perfumados no coração...M@ria

Fa menor disse...

Poeta-flor
de florida poesia
.
as raízes
.
ai as raízes
ainda são o que nos prende
e fecunda
em
searas de beijos...

e
Bjos p ti

manuel gouveia disse...

Este blog está em destaque no 2711.

http://em2711.blogs.sapo.pt/792647.html

segredo disse...

Uma flor perfumada de desejo...
Beijinho de lua*.*

Pitanga Doce disse...

Ah Poeta espero encontrar essas raízes por aí no Verão! Lá pros lados da serra e tal...

poetaeusou . . . disse...

*
Sonhadora
,
e eu fico
muito contente
com o seu comentário,
srsrsr,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Desnuda
,
Poetasou ( . . . )
com reticencias !
srsrsr,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ANTOLOGIA POÉTICA
,
Amiga
entre o novo e o velho,
pensando . . . eu vou !
,
srsrsr
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Vieira Calado
,
é na Terra da Terra,
que criamos raízes !
,
Abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
"Cantinho Poético"
,
Lindo como o sol que resplandece no horizonte
por detrás das montanhas escarpadas,
sereno como o plainar do condor rasgando os céus,
inspirador como uma noite pontilhada de estrelas,
doce como o mel de todas flores,
assim chegaste na minha vida...
,
In-denise flor,
,
Brisas floridas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fa menor
,
abraçam-me,
as raízes da vida,
enrolando o orvalho,
no destino da terra !
,
marés de carinho,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
manuel gouveia
,
grato fico,
irei cuscar !!!
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
segredo
,
Nos aromáticos canteiros,

Odoradas conchinhas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pitanga Doce
,
as abas da serra,
do teu rincão,
esperam-te no verão,
as raízes da terra
,
srsrsr,
,
maresias beirãs
deixo,
,
*

FERNANDINHA & POEMAS disse...

OLÁ MEU QUERIDO POETA, DELICIOSO POEMA... CHEGOU AO MEU CORAÇÃO MEU AMIGO... ADOREI TBM, AS BELÍSSIMAS FOTOS... ABRAÇOS DE CARINHO E AMIZADE,
FERNANDINHA

Baila sem peso disse...

flor de arco-íris como pétala

caule de verde esmeralda
raiz de suor em sol-e-dó maior
veia em poesia de cor e alegria
sal em banho de doce calda
numa seara de vida
numa tela de pintura ou gravura

que a todos embala!

Flor assim...quem teria pena de mim!? :)

(Gostei muito do cântico de hoje...raizes profundas de Terra e fotos que nela a beleza encerra!)

Claro que sim, beijos de carinho
ficam também aqui no cantinho!!

FlorAlpina disse...

Palavras para quê?
Não quero estragar tamanha beleza!

Bjs dos Alpes

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDINHA & POEMAS
,
Fernandinha,
sinto-me feliz
com a tua visita.
obrigado,
,
conchinha floridas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
Amiga,
,
a raiz bravia
alonga-se na terra,
suportando as arvores,
erguidas para o sol,
sombreiam o chão
que é a terra da terra,
no tempo negado
pela incúria do homem !
,
estou muito sério,
não achas ? srsrsrsr.
,
Um mar de estima, fica,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FlorAlpina
,
feliz fico,
com a beleza alpina, que
trazem as tuas palavras !
,
brisas amenas,
deixo,
,
*

tossan disse...

água,
a mãe da vida,
na gestação,
na secura do viver,
na sede de amar,
no mergulhar ...

Fiquei na dúvida se gostei mais do seu comentário lá no klic ou do poema. Mas tudo é água e poesia. Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
tossan,
,
a poesia,
é um rio que corre,
procurando no mar,
a foz da amizade !
,
um abraço,
,
*