maio 28, 2010

.......................................... são rios de mel





teus olhos de água
são rios de mel
árias cristalinas
no cantar dos choupos,
nas aladas folhagens
transpiram chilreios
salpicos trinando
nas pontes da vida,
as vadias margens
parando as torrentes,
acasalam rumores
sussurros esposados
irrequietos, gritados,
na foz dos murmúrios.
poema e fotos:poetaeusou

68 comentários:

São disse...

Rios de mel e doçura são os teus poemas , assim cálidos.

Um excelente final de semana, Nazareno.

antonio - o implume disse...

As vadias margens deixam-nos escapar a vida em torrentes...

gaivota disse...

tanto mel... foi do pote que te trouxe v.castelo!?!?!?!?!
e os rios correm para a foz, e desaguam no mar...
porquê???
as margens é que andam muito "alteradas"!
pilipares

Fa menor disse...

Delícia de fotos!

Os choupos das margens e os chilreios ajudam a tornar o sonho vadio...

Bjins

Ana disse...

Olhos de água que são nascente de poesia !
Um beijo para ti *

Brilho da Lua disse...

Rios de mel, melhor definição para um olhar eu tenho certeza que não há.

Por isso digo olhos podem falar, historias contar e coração desbravar.

Beijos
Aryane Pinheiro.:

Ana Isabel disse...

Imagens lindíssimas..


Bom fim de semana


Ana Isabel

Secreta disse...

Fiquei deliciada com as imagens...
Beijito.

LOURO disse...

Olá Poeta!

Teus olhos de àgua são rios de mel,que acasalam rumores sussurros irrequietos...Lindo!!!

Bom fim de semana,
abraço
Lourenço

Filó disse...

Um olhar doce e tranquilo, nas margens deste rio, de águas serenas, cheias de verde....cantando vida !
Poeta, que lindas fotos...

Beijinho Amigo

Clara Margaça disse...

E entre essas margens
corre o leito do rio
que leva a vida onde o amor vai nascer.
Beijo

Mariazita disse...

Que lindas fotos!
Apetece descansar e sonhar nessas margens...
E ouvir o poeta cantando seus belos versos...

Beijinhos

Justine disse...

Gosto muito da imagem das margens vadias:))))))

Omar Talih disse...

Simplesmente não sei o que dizer! Nossos modos de escrever são diversos, mas o sentimento de poeta é universal.

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
sagazes as tuas palavras !
,
maresias serenas, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
antonio - o implume
,
é
enxurradas da vida,
,
saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
onde ele já vai . . .
,
eu acho que o rio nasce
na Foz e desagua no Valado !!!
srsrsr,
,
pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fa menor
,
sabes,
penso que sim,
vamos vadiar a vida,
já estou por tudo !!!
srsrsr,
,
brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
poemas
são íris esvoaçantes,
,
jino,
,
*

HELENA AFONSO disse...

LINDO E DOCE POEMA.....FAZ SONHAR!
HELENA

poetaeusou . . . disse...

*
Brilho da Lua
,
ou não fossem os olhos
o espelho da alma !
,
conchinhas, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Isabel
,
se o dizes . . .
acredito !
,
brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Secreta
,
Grato fico,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
LOURO
,
Lourenço,
,
um favo de mel
as tuas palavras !
.
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
as tuas palavras,
são verdes cantados
em belos trinados
nas margens lavradas
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Clara Margaça
,
nas margens da poesia
o amor renasce
entre gorjeios do rouxinol
e o canto da cotovia !
,
um jino, fica,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mariazita
,
versos
são palavras sonhadas
cantadas,
nas líricas margens !
,
brisas serenas, deixo,
,
*

GarçaReal disse...

Por entre essas vadias margens , correm os rios de mel que sobram do olhar que amas.

Porque amas e porque poemas mereces o sonho, pois ele é o alimento do viver.

Bom fim de semana

Bjgrande do lago

poetaeusou . . . disse...

*
Justine
,
olhares vadios,
cantando as margens,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Omar Talih
,
a poesia é selvagem,
é arquitectada por quem sente,
sem algemas nem amarras !
,
saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
HELENA AFONSO
,
sonhos
são tradicionais docinhos,
,
brisas serenas,
ficam
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
como é bom sonhar
á sombra do arvoredo
e ver
deslizar com mansidão
o rio cheirando a mar !!!
,
pililipares sonantes
alagando o Lago,
ficam,
,
*

Isa disse...

E na beleza desses "espaços" vai o Amor descansando e deliciando-se.
Beijo.
isa.

RETIRO do ÉDEN disse...

«no cantar dos choupos,
nas aladas folhagens
transpiram chilreios
salpicos trinando»

Tal qual o Retiro...que saudade de tempos que já não voltam...até os choupos foram substituídos pela barragem...

Esta família envia-lhe rios de mel, de amizade, de bem-querer, de força...forte, forte, abraço muito desejoso de entre-ajuda para que logo, logo, a LUZ entre no seu interior e aqueça e ilumine a sua Alma de POETA.
Mer e família

Multiolhares disse...

As árias vadias nos choupos tocadas
são melodias escritas pela mão de um poeta.
beijos nossos

Canduxa disse...

Poeta amigo

mergulho no rio de mel
.
acordo com os trinados
dos teus poemas.

são mágicos, sabias?

beijinhos

Iana disse...

Poeta amigo...

Rios tão calmos
águas tão doces
numa fonte inesgotável
onde podes mergulhar

beijos doces pro Poeta amigo
deixo flores e seus perfumes
rosa amiga
Iana!!!

FlorAlpina disse...

Tranquilizantes imagens...
Doces como o mel...
Que escorre do poema...

Bjs dos Alpes

Lilá(s) disse...

Rios de mel ou encantos mil? que maravilha de imagens!
Bjs

Maria disse...

Querido amigo, que lindo poema, quanto encanto e magia há nesses olhos de àgua.
Bom fim de semana
Bjs do tamanho do infinito
Maria

poetaeusou . . . disse...

*
Isa
,
a beleza do amor,
cheira a verdes esmeraldinos,
,
suaves maresias, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
Mer
obrigado pelas palavras
,
um dia destes
Irei conhecer melhor
a barragem do Rio Arnóia-Obidos !
,
amiga
deixo-vos a minha Paz
(eu sei que pouco vale
mas é do fundo da alma)
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
Luna
Quem escreve
o que verdadeiramente sente,
está construindo um poema !
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Canduxa
,
sinto a fantasia
no teu escrever
que me leva a ser
bem comportado
e no trinado
do meu batel
o rio de mel
é o dilema
do meu poema
feito magia !
,
brisas nocturnas,
ficam,
,
*

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Maravilhoso, amigo. Deus abençoe você, um Anjo. Beijos*

*Anjo

Sou um anjo

Abro as minhas asas

Para descobrir o esplendor do mundo,

Ajudar os corações partidos,

Dar a esperança para continuar,

Aliviar as suas dores

Combater os seus medos,

Sou pomba de asas brancas,

Meu coração é doce e puro,

Meu canto suave e risonho

Embala-te para que durmas

E tenhas lindos sonhos...

Poema da Renata*

Tudo de bom*
Renata

AFRICA EM POESIA disse...

Poetaeusou.

Livros ...

Para Ti...

para Mim...

sem eles...

Pouco ou... Nada

Beijinhos

Ana Martins disse...

Que sensibilidade poética!!!

Lindo.

Beijinhos,
Ana Martins

Caminhos Poéticos disse...

"As vezes ouço passar o vento; e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido."

(FERNANDO PESSOA)

Feliz Noite e BOM FDS...M@ria

POESIA EM VERSOS disse...

Se quiseres saber quem sou
Siga a trilha da bondade,
Ame! de toda a verdade,
e saberás,... Eu sou o Amor!

Dolandmay

Bom Sábado e beijos meus! M@ria

Carmo disse...

Teus olhos de agua são rios de mel...

Genial!

Beijinhos e bom fim e semana, poeta

poetaeusou . . . disse...

*
Iana
,
e o rio
triste ficaria,
sem o perfume
das tuas flores,
sem a presença
de uma rosa amiga !
,
um mar de luz, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FlorAlpina
,
meladas
as tuas palavras
lavradas
com fios de mel,
,
conchinhas
ao nível do mar,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
roubando o teu sentir,
diria milhões de encantos !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria
,
obrigado, amiga,
palavras sentidas, apenas,
,
floridas conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO
,
angelical
é tudo o que é verdadeiro,
como a beleza de um rio,
a doçura de um sorriso,
a cristalinidade de um olhar !
,
deixo-te a minha Paz !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
AFRICA EM POESIA
,
Amiga,
,
os meus livros
são sagrados,
além de . . . diversificados !!!
,
conchinhas floridas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
grato, fico
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Caminhos Poéticos
,
M@ria
ou tudo não valesse a pena,
mesmo com alma pequena
(o que não é o caso)
,
um mar de luz
eixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
POESIA EM VERSOS
,
o amor
é a verdade
e a criatividade
cinzelada por um escultor !
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carmo
,
são favos de mel,
as tuas palavras !
,
conchinhas, deixo,
,
*

helia disse...

"Teus olhos de água são rios de mel..."
Muito lindo e muito cheio de ternura este Poema! E as Fotos? Uma maravilha

poetaeusou . . . disse...

*
helia
,
fotos de um rio escondido,
num braço da ria de Aveiro
junto á Costa Nova !
é um verdadeiro Paraíso,
,
Conchinhas,
,
*

M@ria disse...

Todo o amanhecer é mágico,
é a vida que nasce e floresce
orvalhada dando uma nova chance,
mostrando novos caminhos...
_É DEUS dizendo que nos ama.

Valquíria Cordeiro

Feliz Noite de Sábado! M@ria

Barbara disse...

É poeta...das margens nunca se sabe..

poetaeusou . . . disse...

*
M@ria
,
um novo dia
é sempre
sinal de esperança,
,
conchinhas floridas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Barbara
,
se fossem só as margens . . .
,
saudações,
,
*

Baila sem peso disse...

são rios de mel os olhos teus
que vagueiam pela luz da nascente
chilreios que são sussuros em véus
que nadam dentro da tua alma vidente
acasalando folhagens de esperança
olhos de água em corrida para a foz
que se lembra de todos nós...

lindo o teu "chilreio" salpicadinho
de muito sentido,de amor e carinho!

meu beijinho

(por aqui anda tudo um pouco mais "brandinho"!!...)

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
folgo,
que os chilreios das margens,
serenassem o teu “cantinho” !
,
as tuas palavras,
sabem a poesia,
rouxinóis trinando,
choupos trauteando
o cantar da cotovia !
,
um mar de estima,
deixo,
,
*