março 22, 2010

_________________ a primavera dos simples



as sementeiras
da Primavera
escondem cantares
dos estios ceifados,
verdes sentires
cercam a casa
das sinfonias
esmeraldinas,
ventos imitam
o pardal do campo
com alegria,
e o rouxinol
toca a flauta
da cotovia,
ai! as searas
de grão em grão,
são telas douradas
de cores pastel
com gosto a pão,
onde os trigais
cantam a canção
dos madrigais .
poemas e fotos:poetaeusou

84 comentários:

Isa disse...

E é assim que eu gosto dela!
Música e imagem maravilhosas.
Beijo.
isa.

São disse...

Esta tua Primavera me agrada, muito!

E que a tua seja colorida e feliz.

Boa semana, amigo meu.

Perla disse...

Verdes belíssimos de Primavera!

Boa Primavera!

Bjos

RETIRO do ÉDEN disse...

Que a Primavera encha o seu coração de tonalidades verdes e de todas as cores do arco-íris...
Lindas fotos e poema belíssimo.
Obrigada pela honra da sua visita no retirito.
No Retiro do Éden haviam várias casas, como essa da foto...tudo foi abaixo, por causa da barragem.
Fez-me recordar esses tempos, essas paisagens.
Forte abraço
Mer

Lídia Borges disse...

Olhares e odores campestres de primaveras plenas.

L.B.

Filó disse...

Grão a grão..
enche-se a Primavera,
de searas douradas,
com sabor a pão..
Poeta, Linda Primavera, aqui nos deixa, simples, e por isso mesmo, bonita...
Que prevaleçam os verdes e as sinfonias de pardais à solta com o cantigo do rouxinol..
Boa semana
Um beijo amigo

Secreta disse...

A Primavera e a sua magia ... :)

Delirius disse...

Poeta, sensualissimo este retrato escrito à Primavera, metáforas cheias de beleza, bem como os teus olhares, sobre esses espaços verdes tão bem captados, e as searas ao vento, a música fabulosa, o vento... e seus incontáveis segredos...
Obrigada por teus carinhos Poeta/amante das águas salgadas!

Jacarée disse...

A primavera chegou...com a sua beleza ...
Exaltando o seu aroma...
carregada de tons coloridos...novas folhas verdes, novas flores.
Vamos canta-la ceifando os verdes, floridos...inebriando a vida
Vamos ouvindo a alvorada dos rouxinois.

Abaço

Dois Rios disse...

Uma verdadeira sinfonia primaveril.
A beleza das imagens coloriram-me de verdes sentires.

Lindo, poeta!

Beijos,
Inês

Ana Isabel disse...

E que linda que a tua Primavera é!!!


Um abraço e uma boa semana


Ana Isabel

Ana Paula disse...

Sinfonias esmeraldinas, ventos que imitam o pardal do campo, rouxinóis que tocam flautas das cotovias... são "telas" lindíssimas de uma Primavera simples e mágica nesta tua maravilhosa poesia.
As belíssimas imagens também simples e com verdes lindíssimos embelezaram esta mensagem primaveril, adorei!!!
Beijinhos com aroma a Primavera,
Ana Paula

Maria P. disse...

Gosto assim da primavera...

Beijinho*

Fernanda disse...

Amigo Poeta,

Lindas são todas as Primaveras...

Beijinhos
ou conchinhas, como quiser!

Cildemer disse...

"ventos imitam
o pardal do campo
com alegria,
e o rouxinol
toca a flauta
da cotovia"

E o pintarroxo
á minha porta chegou!
E ouvi no seu canto
que o inverno acabou!

***
Lindo poema cheio de cores e sonoridades!
Beijinhos amigo*******

Em@ disse...

Vim aqui ter por acaso.
Gostei.
Prometo voltar até porque lhe fiquei no rasto.
Abraço

lita duarte disse...

Poeta,

Que bela primavera.
Viva!

Aqui é outono.

Beijos.

Canduxa disse...

meu amigo
e
poeta,

a primavera dos simples
faz cantar o meu coração
ele também é tão simples
...
sei que o teu é também.

Beijinho primaveril

FlorAlpina disse...

E haverá outra primavera mais bela,
Que a pimavera dos simples?
A beleza está nos olhos de quem a vê...

Bjs dos Alpes...

rouxinol de Bernardim disse...

Meu caro, não concordo1

Então o rouxinol a «tocar a flauta da cotovia!»

Não, não pode ser! a orquestra da natureza cada qual toca o seu instrumento, na medida que deus lhe deu!!!

NB: Estou a ironizar...

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

A terra e mar, sente-se em mais ente neste teu poema de encantar.
Abraço
Daniel

Justine disse...

Curiosamente hoje não há mar no teu poema. Mas também sabes encontrar a poesia nos campos renascidos:))

Mar Arável disse...

Que vivam todas as estações

como apeadeiros de barcos

que chegam ancoram e partem

Muito bem poeta

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Singela bela Primavera************
Viva a Vida!

***************

Há certas palavras pelas quais passo freqüentemente
sem lhes conhecer o sentido verdadeiro.

Nunca fui ao dicionário
conhecer as formas polifacéticas de seu ser.


São como pessoas que por mim passam
ou que freqüentam nossa paisagem.
Não nos aprofundamos em conhecê-las.

Basta o colorido de suas vestes e
a sonoridade de seus nomes.

Não se pode esgotar o dicionário
ou amar completamente
- tudo o que encontramos.

Guerra da Terra Alheia
Affonso Romano de Sant'Anna*

***********

Teadoro, querido!

© Piedade Araújo Sol disse...

um poema que transborda beleza e paz.

tambem gostei das fotos.

o autor além de ser um Poeta é também um bom Fotografo.

parabens a ambos!

beij

Ana Ramon disse...

Olá Amigo! Há muito tempo que não passava por este cantinho sempre a abarrotar de emoções.
Não perdi muito porque posso agora rever o que andaste a escrever, apenas perdi o momento certo, a fragilidade de quem se acabou de expõr, sem perceber bem até que ponto é que ficou devassado.
A escrita é assim mesmo e por vezes prega-nos valentes sustos.
Vamos a ver se consigo cumprir a promessa de me sentar aqui, mais frequentemente,lendo o que pretendes partilhar connosco de uma forma mais ou menos labiríntica :) :)
Ah... e nem dei pela entrada da Primavera, vê lá tu. Isto é que vai mesmo uma crise.
Beijinhos

M@ria disse...

Olá Poeta!
Estou encantada com o seu blog.
Lindíssimooooo...Obrigada por vir.
Estou a lhe seguir.

ABRAÇOS M@ria

Mariazita disse...

"Verde, verde, verde, verde, verde
Verde em vão cantei!
Ai, canção, por que és tão verde
Ai, por que és verde? Não sei!"
Amália Rodrigues canta.

Lindíssimo poema, tal como as imagens e a música.

Beijinhos verdes...
Mariazita

Multiolhares disse...

E assim a primavera nasce verde e florida

Beijos nossos

Mariazita disse...

O meu comentário saiu em duplicado..
Anula um exemplar, por favor.
+ 1 beijo
Mariazita

PS - Amanhã há post novo no Lírios.

poetaeusou . . . disse...

*
Isa
,
as giestas da seeeeerra,
em searas esmeraldinas.
,
conchinhas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
Primavera
a rainha das cores !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Perla
,
Esmeraldinas,
as tuas palavras .
,
Serenas brisas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
Amiga
Primavera,
tempo de ressurreição !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lídia Borges
,
que seja a renovação,
em todas as vertentes
da vida !!!´
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
a simplicidade
tem a verdade no olhar,
,
brisas floridas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Secreta
,
A magia da cor a tempo,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Delirius
,
em rebentos metafóricos,
regenera o nosso olhar .
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Jacarée
,
que o canto da cotovia,

encante a alvorada .
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Dois Rios
,
que a nova melodia,
ressoe entre os Dois Rios .
,
suaves maresias,
ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Isabel
,
achas ?
,
grato fico,
,
brisas coloridas, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Paula
,
A primavera chegará,
mesmo que ninguém mais
saiba seu nome, nem acredite
no calendário, nem possua
jardim para recebê-la."
,
In - Cecilia Meireles
,
Maresias coloridas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria P.
,
Os poderosos podem
matar uma, duas ou três rosas,
mas jamais conseguirão deter
a primavera inteira .
,
In-Che Guevara
,
marés serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fernanda
,
Do mesmo modo que no
início da primavera todas as
folhas têm a mesma cor e quase
mesma forma, nós também,
na nossa tenra infância, somos
todos semelhantes e, portanto,
perfeitamente harmonizados.
,
In -Arthur Schopenhauer
,
Brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cildemer
,
A quinta coisa são teus olhos
Não quero dormir sem teus olhos.
Não quero ser... sem que me olhes.
Abro mão da primavera
para que continues me olhando.
In-Pablo Neruda
,
conchinhas, deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*

Em@
,
volta, amiga,
não encontrarás
escolhos no teu trilhar.
,
conchinhas nocturnas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
lita duarte
,
E volta a eterna história,
a primavera terá sempre
o mesmo inverno a vencer.
,
in-Chartier
,
Conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Canduxa
,
assim como a Primavera,
é amada de verdade,
a Primavera interior

é a busca da verdade
,
In Osho
,
Brisas coloridas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FlorAlpina
,
Primavera não é uma simples
estação de flores, é muito mais,
é um colorido da alma.
,
In-Jaak Bosmans
,
Marés floridas, ficam
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rouxinol de Bernardim
,
amigo
queria enaltecer as flautas
do vídeo escolhi a cotovia.
srsrsr
,
saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
Amigo
a Primavera
é um mar florido,
onde as vagas
são rebentos das marés .
,
Um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Justine
,
Não prometas nada que
vá além da próxima primavera.
Nenhuma fidelidade resiste
à insatisfação humana,
se assim o fosse,
Adão estaria até hoje no Éden,
fiel às promessas de Deus.
,
In-Jeocaz Lee-Meddi
,
Brisas floridas
*

poetaeusou . . . disse...

*

Mar Arável
,
As estações do ano tem um
significado muito especial
para mim. Mas desde que pude
compartilhar minha vida , a
Terra parou e agora só é primavera.
,
In - Marcos Chavarelli
,
vagas de amizade, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO
,
Por entre as flores na primavera,
Entre os vales de outono,
As alegrias de verão.
Guie-me nos caminhos de honestidade
Longe das dores amarguras
e distante da solidão.
,
Marcos Chavarelli
,
Brisas serenas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
© Piedade Araújo Sol
,
E por todo o percurso que haja esperança!
Permita que não abale em mim a perseverança,
Para que meus sonhos possam se transformar,
Como se transmuta a bela Primavera .
,
In - Marcos Chavarelli
,
Brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Ramon
,
Olá amiga
,
existem ausências
que estão sempre presentes,
crise? não vou nessa . . .
nunca há crise,
na Paixão dos Sentidos !
srsrsrsr,
,
marés serenas, deixo,
,
*

mdsol disse...

Olá poeta! e viva a primavera ainda que tímida.

:))))

poetaeusou . . . disse...

*
M@ria
,
Grato, amiga,
,
é do coração que brota
e floresce a Primavera !
,
marés de carinho, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mariazita
,
já chegou a Primavera,
cor da esperança nos espera
nasce uma flor,
e mais outra,
mais outra por fim,
toda a terra se enche de cor
e parece um jardiiiiiim ,
,
Canta - Maria de Lurdes Resende,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
Primavera
é o renascimento da vida.
,
Beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mariazita
,
Já está amiga !
,
marés de carinho, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mdsol
,
por aqui está expansiva,
penso que não por muito tempo,
,
conchinhas,
,
*

segredo disse...

K com a primavera venha o calor, o cantar dos passaros o verde e as flores e k a tua inspiraçao continue assim...maravilhosa!
Beijinho de lua*.*

Maripa disse...

Que a Primavera seja plena de "verdes sentires" como este poema alegre e colorido.

Abraço amigo,poeta.

MARIA L. BÓZOLI disse...

A gratidão é o único tesouro dos humildes.

William Shakespeare


Agradeço seu carinho e amizade........Beijos!!!

Ana Martins disse...

Caro poeta,
Verdadeiramente lindo!!!!

Beijinhos,
Ana Martins

M. Lourdes disse...

Olá amigo Poeta
Venha ela, a Primavera, pois de Inverno já chega.
Preciso de cor e de cinzento estou farta.
Gostei que tivesse dado um ar da sua graça também pelo campo.
Beijinhos
Lourdes

LUZ disse...

Ola Poeta
gostei do verde da tua primavera :)

a minha "primavera" deve estar quase a chegar ... ;)
Depois digo-vos

Beijinhos

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Sozinho Poeta! Nunca!!!


Uma flor, apenas, uma flor...
Simples lembrança que alguém lhe faz.
Lembrança...
Da vida, um pouco de amor.
Do mundo, um pouco de paz.
Uma flor...apenas uma flor tímida,
que no seu espanto graciosa,
que na sua cor traduz em si,
tudo com que me encanto.
Frágil, e de sutil beleza
Feroz, pelo seu espinho
Mostra ao mesmo tempo
proteção em toda sua leveza.
Acuada mostra todo seu temor
retrata o mundo pelo qual caminho
para mim representa tudo,
e na verdade é apenas uma flor
Poema da Renata

+ Beijos, querido************

Bom Dia!
Renata

Rafael disse...

Ficou bonito, bem bucólico...
Abraço

KrystalDiVerso disse...

É a Primavera!... A vida brota de qualquer milímetro de terra e a Natureza celebra num festival de cor e... alergias:((((... Depois, quem tem aquela "vida" extra crescendo dentro de si, se escapar desta, não escapa da outra Primavera, a de Inverno, também muito conhecida por Outono e... cair da folha!... Porque a Primavera é fértil e nem todas as cores, por mais deslumbrantes que sejam, significam a Algria de vidas felizes!... Quem estiver para ir, vai com a primavera, acompanhado pelo chilrear dos passarinhos cheios de vida e sedução, pelo aconchego dos ninhos acolhedores, pelo perfume da verdura e das flores, pelos risos e sorrisos dos namorados excitados e ofegantes!... É a Vida em celebração, é a Primavera que chega...


Escolha entre... beijos e abraços

SAM disse...

" A primavera dos simples"

é a mais bela. É a natureza em versos.

Carinhoso beijo, amigo!

poetaeusou . . . disse...

*
segredo
,
a Primavera
é um favo de mel . . .
,
conchinhas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maripa
,
Flores
a raiz da Primavera,
,
brisas serenas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MARIA L. BÓZOLI
,
Nunca poderá ser ofensivo
Aquilo que a simplicidade
E o zelo ditam !
,
In- William Shakespeare
,
conchinhas, deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
Enche-me a tua simpatia,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
M. Lourdes
,
Amiga,
,
a Primavera
aão sorrisos,
de giestas
mimosas dos vales
tulipas, rosas e jasmins
nos jardins
do nosso olhar .
,
Brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
LUZ
,
linda
e que venha
num manto de luz !
,
vamos aguardar,
,
um mar de jinos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO
,
Amiga,
,
invento flores
nos mantos de folhas
cobrindo o olhar
de vestidas pétalas
seiva de palavras
poesia escondida
raízes lavradas
nas fontes da vida.
,
conchinhas floridas,
,

poetaeusou . . . disse...

*
Rafael
,
Grato amigo
,
a Primavera
é um bom motivo !
,
Abraço
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
KrystalDiVerso
,
que belas e certeiras
as tuas palavras,
a Primavera
é um Hino á vida .
,
Saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
SAM
,
Amiga
A Primavera é uma flor,
oferece, oferece flores
com carinho e ternura
porém dou-te um conselho
e vais segui-lo a preceito
cuidado, muito cuidado
ao dares o teu “amor-perfeito”
srsrsrsr,
,
um mar de flores, deixo,
,
*

Baila sem peso disse...

e eu tão atrasada nestes beirais
onde cantam pardais, rouxinóis
com flautas de cotovia
ai...e o melrinho que encanta
o quintal já tão florido
da traseira da minha casinha?...
e adorei essa seara de grão
do trigo que nasce em pão...
adorei tudo...é a Primavera na tua mão,
pois então!!!


Meu beijo bem simples
mas no ser com todos os requintes :)

(andei um tantido embrulhada em exames médicos...fiquei meio abananada mas já estou de novo na estrada...nada de cuidado, apenas dores de tantas Primaveras já passadas :))))

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
é os rouxinóis
em alegre serenata
parecem faróis
rasgando as águas de prata,
,
desembrulha-te amiga(srsrsr)
fazes-me falta, para eu “musa(r)”
olha, já perdi o conto ás
Primaveras e eu ralado . . .
,
conchinhas indolores, ficam,
,
*