novembro 06, 2009

>>>>>>>>>>>>>>>>>nesta ambição<<<<<<<<<<


e o mar se fez rio - dedico á

video

vou enrolar-me
nos limites do que sou
desafiando as espumas
no desejo de ser tudo,
nesta ambição
aglutino as palavras
modificando as marés
nos espantos da poesia,
traços vincados
da visão intemporal
contornando as fantasias
na dualidade que há em mim.

poema-fotos-video:poetaeusou

58 comentários:

Multiolhares disse...

Todos somos duais, difícil entendermos-nos Mas este poema de António Variações definem em pleno a tua procura ou a forma de ser

“Esta insatisfação
Não consigo compreender
Sempre esta sensação
Que estou a perder
Tenho pressa de sair
Quero sentir ao chegar
Vontade de partir
P’ra outro lugar

Estou bem
Aonde não estou
Porque eu só estou bem
Aonde eu não vou
Porque eu só estou bem
Aonde não estou
Porque eu só estou bem
Aonde não vou
Porque eu só estou bem
Aonde não estou “

De ; António Variações

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
Luna
,
sonhar
é uma constante da vida . . .
escreveu o poeta.
,
beijos nossos,
,
*

Sol da meia noite disse...

Mau seria se o ser humano não tivesse ambição...
É bom que sintamos aquela inquietação, sempre tão difícil de entender, mas que nos faz ir mais além.

Uma bela poesia, aqui nos deixaste.


Bom fim de semana e um jinho amigo *

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
amiga
tens toda a razão,
,
ambicionar
é aceitar o desconhecido,
da vida . . .
,
brisas nocturnas,
deixo,
,
*

Ana Martins disse...

Lindo como sempre!!!

Beijinhos e bom fim de semana,
Ana Martins

Maria disse...

Poeta, tu és poeta/
que admiro de verdade/
teu poemar tem beleza/
encanto e sinceridade.
Obrigada pela visita/
pela força e amizade.

Anna e Cesar disse...

Desejo de ser tudo
E nada sou
apenas uma aspirante
uma poetisa
Escrevendo o amor
na areia do mar
construindo um castelo
de sonhos e fantasias
que me fazem delirar...
Aqui estou
depois de longa temporada
a escrever meu nome
no seu livro de amigos...
Matando saudade do poeta
de seus poemas e videos
tudo linnnnndo!
Beijos de carinho
fraternos
cheios de saudades!...


Tudo bem, poeta maravilhoso?
Viemos Ver as novidades de seu espaço lindo e deixar-lhe um convite:
No próximo final de semana o Momentos de amor estará completando seu primeiro aninho de existência e você faz parte dessa história.
Sem sua motivação, seu incentivo, não teriamos chegado até aqui. Por isso estamos trazendo o convite para a festinha que realizar-se-á
dia 15/11, no nosso salão de festas.
O convite já está disponivel em nossa postagem e tbm na salinha OFERECEMOS, na lateral direita do blog traga-o com vc, isso muito nos deixará feliz.
http://i417.photobucket.com/albums/pp258/momentos-de-amor/seloconvite.gif
Que seu final de semana seja repleto de amor, alegrias e muita paz!

FOTOS-SUSY disse...

OLA POETA, BELISSIMA POSTAGEM...ADOREI O POEMA...VOTOS DE UM FELIZ SABADO!!!


SUSY

Sonia Schmorantz disse...

Na nossa dualidade, uma limita e a outra desafia, a ambição alimenta a segunda...
Um abraço, ótimo fim de semana

Val Du disse...

Poeta

O mar nos encanta. As tuas palavras também.

Beijos.

Isa disse...

Belo Poema.Belas fotos.
Beijo.
isa.

gaivota disse...

sinceramente, viro costas e pumba! um rio no meio do mar!
eu continuo desafiando as justiças (in) das nossas gentes!
logo se ouvirá dizer o que realmente é!
fantasias ficam pelas bocas de outréns
piliparesssssssss

São disse...

As fotos desse mar soberbo estão liiiindaaaas.

Bom fim de semana, companheiro.

Pó de Estrela disse...

Deixo-me embalar
neste ritmo suave
de ambições escondidas
em brumas
e espumas
pelo mar trazidas

Deixo-me embalar
nas asas do vento
que me levam com carinho
sobre a espuma do mar
num sonho sem tempo
para no teu cantinho
muito devagarinho
docemente mergulhar

beijinhos do mar

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
O mar é sempre lindo,
,
Conchinhas luzentes,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria
,
sublimes as Marias
Maria, tu, presença virtual
Maria avó e Mãe,
Maria irmã
Maria companheira
Maria da Nazaré
Maria de Portugal
As musas das poesias,
,
conchinhas marianas,
deixo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Anna e Cesar
,
amigos,
,
os poetas
(eu, com reticências . . .)
escravos das quimeras,
são grandes podes crer,
mas afinal . . . não são nada .
,
tomei nota, amigos,
,
luzidias conchinhas, deixo
,

*

poetaeusou . . . disse...

*
FOTOS-SUSY
,
um bom fim de semana,
em marés de felicidade,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonia Schmorantz
,
dualidade,
das incertezas da vida,
,
brisas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Val Du
,
o mar encanta
e canta
o nosso contentamento,
,
suaves maresias, dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Isa
,
Grato fico,
,
conchinhas floridas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
Linda
,
neste País sem vergonha,
oh, que coisas de pasmar
os rios nascem no mar
ai . . . se lavassem a peçonha.
,
Pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
eu quero flautar o mar
surfando clarinetes ondeados
maresias de fagotes esvoaçantes
gemendo,
no marejar de uma guitarra .
,
adocicadas conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pó de Estrela
,
mergulho
nas marés de amizade
que em golpe de asa
eu quero abraçar
cingir-me ás espumas
bailando ao vento
e ouvir a canção
em marulhos sumidos
Ai Nazaré
Deixa-me embalar o mar
Deixa-me embalar o mar
,
embaladas conchinhas, deixo,
,
*

Filó disse...

Palavras de espanto enroladas
No mar de espuma
Que se fez rio, a maresia,
Correndo no leito da poesia..

Poeta, lindas fotos, desse mar da Nazare e videos sublimes.
Um beijo, amigo

EDUARDO POISL disse...

Hoje passando para te ler e desejar um lindo final de semana com muito amor e carinho

"É melhor tentar e falhar, que preocupar-se e ver a vida passar.
É melhor tentar, ainda que em vão, que sentar-se fazendo nada até o final.
Eu prefiro na chuva caminhar, que em dias tristes em casa me esconder.
Prefiro ser feliz, embora louco, que em conformidade viver..."
Martin Luther King

Abraços com todo meu carinho

Justine disse...

Hoje fico-me cá em cima, fascinada com as fotos. Que luz! Depois desço, devagarinho,e a luz continua nas tuas palavras...

A. Brás disse...

Um mar de espuma
De espuma mar
Espumando ondas
e com cãmara a gravar

Santa inveja sinto de não ter essas sensações ao vivo e a cores, mas agradeço tão belas paisagens e sensações partilhadas

Bom fim de semana, com poetas espumas ...

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

Com a sempre bela poesia, vais enrolando, mas a espuma não terá a culpa que o mar e certas marés se apresentem taiçoeiros.
Abraço
Daniel

Pó de Estrela disse...

Deixo-me embalar
neste ritmo suave
de ambições escondidas
em brumas
e espumas
pelo mar trazidas

Deixo-me embalar
nas asas do vento
que me levam com carinho
sobre a espuma do mar
num sonho sem tempo
para no teu cantinho
muito devagarinho
docemente mergulhar
E um OBRIGADA
sussurrar...

beijinhos do mar
em conchinhas escondidos
por estrelas a brilhar

(perdoa-me Poeta, mas ficou algo por dizer! Agora sim, está completo.)

b disse...

Se te enrolas na espuma, segue e desafias a nada - porque a água é mãe.
Origem.
Não vais te enrolar não - vais te encontrar.
Já te encontrastes através das palavras e da vontade/intenção.
Muito bonito o que li aqui.

Duarte disse...

Só esse mar proporciona imagens assim.
Continuo, amigo Zé, a afirmar, desculpa a reiteração, es um privilegiado.

Um forte abraço e obrigado... que imagens!

poematar disse...

Obrigado pela visita. Belo mar. Que sorte estar na Nazaré e poder desfrutá-lo, com tempo. Talvez por isso os seus poemas contenham sempre uma forte energia e esse "desejo de ser tudo,".

Um abraço.

Lena disse...

Um rio no mar Nazaré !
um mar diferente a cada dia que passa;
sempre lindo e diferente...

E tu sempre igual a ti, escrevendo sempre lindos versos.

Beijinhos de ca

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
a espuma espantada
delineando a teia
moldada na areia
sorri encantada,
,
um mar de jinos,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
EDUARDO POISL
,
Eu tive um sonho,
,
In- Martin Luther King,
,
Um abraço, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Justine
,
e de luz
fui inundado
com a luz
das tuas palavras,
,
brisas luzentes,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
A. Brás
,
é uma bênção divina
á beira do mar morar
sons e cores partilhar
é esta a minha sina
,
brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
Amigo,
,
o mar
só nos trai
quando não
o respeitamos,
e comigo já aconteceu . . .
,
um abraço
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pó de Estrela
,
sonhei
que uma sereia
entre suaves brumas
para mim cantou
rumor sussurrado
que me encantou
eram loas versejadas
em trovas sonantes
espumas embaladas
que não ouvira antes,
,
brisas nocturnas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
b
,
água é vida
como as tuas palavras,
que me gratificam,
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

Duarte
,
amigo
estou a ouvir
o seu marulho,
hoje calmo sereno,
nesta noite de S. Martinho …
,
Um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
poematar
,
“Nazareno de Gema”
.
no desejo de ser tudo,
nota-se a minha modéstia,
srsrsrsr,
,
saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lena
,
hoje está calminho
sereno numa noite calma,
,
conchinhas nocturnas,
a saber a Nazaré,
envio,
,
*

Maria disse...

O poeta faz das letras seu destino, das palavras seu caminho e se juntamos todas elas, construiremos nosso tapete de sonhos, onde repousa a essência do nosso âmago pensar e nos acomodamos nos macios lençois da poesia, fazendo dos sonhos a mais real das magias.
Beijos no coração -

AFRICA EM POESIA disse...

Poeta
passei e deixo...

um beijo...

O MEU BAÚ...


Meu baú encantado...
Meu baú bem fechado...
Meu baú que ficou lá...
Mas que eu o imagino cá...
.........
No meu baú...
............
Os meus sonhos...
As minhas vestes...
Os meus brincos...
Os meus laçarotes...
As minhas bonecas...
...........
No meu baú...
.........
Os meus beijos...
Os meus desgostos...
As minhas loucuras...
.......
No meu baú...
.......
Fechado a sete chaves...
Eu olho para longe...
E sei que o meu baú...
É também igual...
A uma caixinha de Pandora...
...

E nada mais...
E não o abro...
Porque quero que o sonho...
Continue...
Perdure para sempre...
E nunca se desfaça...

amigona avó e a neta princesa disse...

Enrolar-me? Tão bom! Abraço...

poetaeusou . . . disse...

*
Maria
,
sonhos
são lençóis de poesias
edredões de fantasias
magicando o pensamento
são cobertores ao relento
em essências perfumadas
prolongando as madrugadas
,
brisas de amizade, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
AFRICA EM POESIA
,
ofereço-te,
,
talvez um dia
possa falar de mim
arejar minhas gavetas
espalhando os poemas
entre as frinchas do baú
que por medo eu não abri,
talvez um dia
entendas porque razão
a busca da tua ausência
foi presença solicitada
no silêncio transmutado
das memórias confessadas.
,
conchinhas serenas, dou.
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
amigona avó e a neta princesa
,
E hoje em especial,
ouvindo a chuva a cair,
entre o marulhar das marés …
,
brisas de amizade, envio,
,
*

lua prateada disse...

Hummm que dizer ...está cada vez melhor mesmo...
Beijinho com muitoooo

SOL

poetaeusou . . . disse...

*
lua prateada
,

Hummmm . . .
obrigadinho,
,
conchinhas, deixo,
,
*

Ana disse...

Sem ambição nada faz sentido, essencialmente na vontade de viver, de vencer os obstáculos, de amar... A bela poesia que escreves segue essa "maré viva" que admiro tanto!
Beijinhos levados nas ondas desse mar que te inspira,
Ana Paula

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
as tuas palavras
são favos de vida
de meladas marés,
,
brisas nocturnas,
deixo,
,
*

GarçaReal disse...

A espuma de mar te deu o dom do poemar....

bjgrande do Lago

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
espumas,
são sonhos de mar . . .
,
um mar de pilipares
deixo-te, aqui . . .
,
*

Baila sem peso disse...

e atrasada eu ando sempre!
desculpa-me este meu condão
aqui deixo um beijinho
na palma da tua mão
que espalhaste e deste carinho
onde o mar se fez rio
e nascente de ambição
onde correm marés
de muita afeiçao!
até já, então :)

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
na palma do meu olhar
tenho o mar como afluente
tem a foz como nascente
correndo para te encontrar.
.
brisas serenas, deixo,
,
*