outubro 26, 2009

>>>>>>>>>>>>>esposam as margens<<<<<<<<<

cavando os meus pudores

no meu olhar
os gestos e os sons
esposam as margens
em que o mar é a ponte,
regueiros brilhantes
pelas quilhas lavrados
semeiam marulhos
entre os sulcos do sol,
onde enxadas de iodo
cavando os pudores
são remos compassados
que suportam os meus enleios.
poema-fotos-video:poetaeusou

54 comentários:

Val Du disse...

Poeta

As imagens casaram com tuas palavras.

Tem uma brisa suave por aqui,envio a mesma p/ ti.:)

Bjos.

Sol da meia noite disse...

E o mar se fez ponte que uniu margens...

Linda poesia...!


Uma boa semana te desejo, amigo.
Jinhos * *

Adriana disse...

Tudo muito perfeito,frases e fotos ..lindo!

gaivota disse...

lindas fotos, zé... e as palavras, guardo-as para quando formos todos ao báltico, cantar o fado... da despedida, da partida e dos adeuses!
no s.brás a gente troca de "burka"
em esposadas margens, quando descermos até à praia...
piliparesssssssss

Isa disse...

Boa semana desta seguidora e admiradora muito ausente.
Peço desculpa.A sério!!
Poeta,com que satisfação digo esta palavra,gostei de tudo.Do sentido do
poema,da beleza das fotos,do som do mar.
Beijo.
isa.

FOTOS-SUSY disse...

OLA POETA, BELAS FOTOS...O POEMA ESTA MAGNIFICO, ADOREI O VIDEO... ADORO O SOM DO MAR, SUBLIME AMIGO!!!
VOTOS DE UMA EXCELENTE SEMANA...
BEIJOS DE AMIZADE,


SUSY

LOURO disse...

Olá poeta!

Lindo poema!!!Belas fotos e video com esse som maravilhoso do mar...
Gostei!!!

Abraço

Lourenço

uminuto disse...

desenham-se de prata estes sulcos
um beijo

poetaeusou . . . disse...

*
Val Du
*
Imagens
São palavras silenciosas,
,
Conchinhas de luz
Envio,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
margens
são palavras rodeadas
pelo sentido das mesmas . . .
,
brisas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Adriana
,
registo a tua simpatia
obrigado,
,
Marés de carinho
envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gaivota
,
á pariga
natens saldi no télé ?
natem carga ?
atão carrega e liga-me,
,
Pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Isa
,
as ligações virtuais
a nada nos obriga a comentar,
e os sentimentos de culpa
não existem para os companheiros
destas lides . . .
,
deixo-te um mar de carinho,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FOTOS-SUSY
,
com as tuas palavras
mais rico fiquei . . .
,
Jinos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
LOURO
,
um agradecido abraço
envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Uminuto
,
vincados Argênteos
nas aguas espelhados,
,
saudações, deixo,
,
*

nuno leite disse...

O mar, sempre o mar, a banhar a tua paisagem poética, cintilante e belíssima!

A. Brás disse...

Poeta és... dos imensos oceanos. Que a mim, de tão imensos, não me inspiram poemas, nem belos nem feios. É que, simplesmente, o mar alto impõe-me muito respeito. Um respeito tal que me bloqueia. Dá-me medo!
Abraços de uma gaivota... em terra!
Continua a brindar-nos com a música das palavras!

Multiolhares disse...

O mar é a ponte entre os sonhos e o nosso olhar, foi desde sempre assim, temos os nossos antigos marinheiros para o comprovar pelas belezas descobertas

beijos nossos

helia disse...

Mais um maravilhoso Poema a que o Mar dá muito encanto!

SAM disse...

Belíssimo poema, imagem e o MAR..Que beleza ouvir este som, poeta! Perfeito, sempre. Obrigada.


Carinhoso beijo

MEU DOCE AMOR disse...

As fotos...tão lindas.

Beijinho doce

poetaeusou . . . disse...

*
nuno leite
,
mar resplandecente.
no meu olhar
sempre presente,
,
saudações nazarenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
A. Brás
,
nem sempre
a gaivota em terra
é sinal de tempestade,
não tenhas medo do mar
apenas tens que respeitar
em toda a sua imensidade,
,
Saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
visto-me de maresias
com poemas loucos
cosendo as palavras
com linhas sedosas
nos transitórios tempos
de viveres efémeros
espalho ditongos
em marés espartilhadas
soletrando amores.
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
helia
,
Agradeço
O encanto das tuas palavras,
,
conchinhas de luz, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
SAM
,
Amiga
o meu avô
há muitos anos segredou,
“não faças poemas ao mar
porque o mar é um poema”
nunca lhe obedeci, canto
e cantarei, sempre o mar.
,
brisas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
achas ???
bigada .
,
Jino mareante, dou,
,
*

Baila sem peso disse...

e esposam as margens
e se casam as aragens
e findas as marés
vai o sol ao outro lado
enquanto a lua o olha
com seu ar enamorado...
e o mar é a ponte
que existe por todo o lado...

Beijinho de lés a lés

Branca disse...

A segunda foto tá belíssima!

Boa semana pra vc!

Carmem disse...

Olá!

Que poema lindo!

Bjuss

Céci disse...

Ola Amigo Poeta,

Lindo este teu poema, e a união está perfeita!

Bjinhos

Céci

gaivota disse...

amigo, a nha cabeça anda fora do lugar, como bem sabes...
obrigada, vou tratar do assunto e em princípio será possível!
piliparesssssssssss
fico muito honrada!!! conto contigo para alguns nomes que possa ficar em falha...

Tatiana disse...

As fotos são divinas, em perfeita comunhão com as palavras!

Deixo o meu abraço carinhoso

Desnuda disse...

Poeta,

o seu avô tinha razão. E justamente porque o mar é um poema que sempre foi e será inspiração para outros dos poetas. Assim como os astros e o amor. Você o obedeceu, sim.


Beijos

Maria disse...

...pensamentos se vão pelos sulcos do sol, a buscar uma imagem que deixei longe da margem.
Beijos de luz

RETIRO do ÉDEN disse...

Amigo Poeta,

Lindas as fotos e vídeo.
Um conjunto de palavras e sentires partilhados connosco.

Bem-haja
Forte abraço
Mer

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
lado a lado
as margens soam
cantando ao luar
e ecoam
no ondular
do mar salgado.
,
Conchinhas, dou,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Branca
,
Valeu, amiga,
,
brisas serenas, deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cármen
,
Olha,
como ruborizei …
,
suaves maresias, dou,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Céci
,
grato amiga,
,
conchinhas floridas
envio
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
é assim “memo”
“mênes keninguem”
,
pilipares,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Tatiana
,
fotos
são palavras virtuais,
,
Um mar de ternura, deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Desnuda
,
talvez, amiga, talvez,
,
brisas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria
,
Imagens,
são vincados instantâneos,
,
brisas luzentes,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do EDEN
,
Mer
obrigado
um mar de amizade
envio,
,
*

Era uma vez um Girassol disse...

Que bela viagem, poeta, hein?
Espero que te sintas renovado de energias, mais poético ainda!
Eu ando mais pelas serras...
Pisando caminhos de cabras, serpenteando pelos trilhos deixados pelos javalis...
Espero não dar de caras com algum!
Bjs da flor

Deusa Odoyá disse...

Olá meu querido e doce poeta!
O video, o mar e o som desse lindo e suave poema.
O mar a fonte dos poetas sonhadores.
As suas palvras...voam sobre as nuvens dos sentidos, indo ao encontro do universo das emoções.
poeta querido, uma semana de muitas realizações e paz.
Beijinhos doces, meu poeta.
Regina Coeli.

poetaeusou . . . disse...

*
minha Deusa,
Odoyá de Iemanjá,
,
Poderosa força das águas”,
Inaê, Janaína, Sereia do Mar.
Saravá minha mãe Yemanjá
Leva para as profundezas do teu mar
Sagrado Odoiá...
Todas as minhas desventuras e infortúnios
Traz do teu mar todas as forças espirituais
Para alento de nossas necessidades
Paz, esperança,
Odofiabá Saravá,
Minha mãe lemanjá, Odofiabá...
,
in-tradição brasileira,
,
endeusadas conchinhas,
envio-te.
*

poetaeusou . . . disse...

*
Era uma vez um girassol
,
para ti
,
Verdeja o campo
entre azinhagas e vinhas
e o Outono
canta o milho e os trigais
pardais sorrateiros
agradecem aos palheiros
os grãos das espigas escondidas
e eu,
fumo as gingeiras
debulhando a minha aldeia.
,
Brisas campesinas, deixo,
,

Sandra disse...

RETRIBUINDO A SUA VISITA.
TE ESPERO NA CURIOSA. TEM SELO 25 MIL.
PASSE LÁ.
TENHA UMA LINDA NOITE!!!
AGRADEÇO AS SUAS VISITAS MINHA DOCE AMIGA.
DESCULPE A DEMORA.
MAS TUDO ESTÁ UMA CORRERIA.
UM FORTE ABRAÇO.
ELES ESTÃO TAMBÉM EM MEUS MIMOS.
http://sandraandrade7.blogspot.com/
SANDRA

poetaeusou . . . disse...

*
SANDRA
,
grato amiga,
,
conchinhas floridas,
envio-lhe,
,
*

Ana disse...

Adorei o maravilhoso poema e deliciei-me com as imagens desse mar imenso e o vídeo que fizeste da ré, a bordo desse deslumbrante cruzeiro Zenith. Já atravessei o estreito de Gibraltar quando fui a Ceuta e agora deu-me saudades desse mar que une os dois continentes.:-)
Foste mais longe, consolaste-te e trouxeste belas imagens.:-)
Adorei!
Beijinhos,
Ana Paula

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
a nível de Cruzeiros a
Pullmantour dá uma fantástica
assistência aos Turistas,
,
Acreditas quando tocávamos
um Porto, fazia um sacrifício
para sair do Barco ?
sentia-me tão bem . . .
,
conchinhas mareantes, deixo,
,
*