agosto 14, 2009

>>>>>>>>>>>>>poemas estivais ( 3 )<<<<<<<<<


ao som do marulho

video

se eu fosse alado
voava os teus sonhos
para satisfazer
todos os teus desejos,
minhas asas rasavam
rentinho aos teus olhos
tentando descobrir
os teus horizontes,
ai, se tu me atirasses
a seta matreira
ao alvo que eu sou,
no crepúsculo cingidos
noivávamos a noite
ao som do marulho
núpcias abarcadas
em lençóis de mel.
poema-fotos-video:poetaeusou

60 comentários:

gaivota disse...

seeeeeeeeeeeeeeeeeeee
eu ia por aí, continuaria no nosso arela e nesta imensa piscina!
e, de vez em quando, alava outros ares!
asim, espero dias melhores, diferentes na saudade que me atrofia!
agora que o verão está a chegar em força!
e hoje é carnaval na praia, aqui mesmo à nha porta!
apareçam!
beijinhosssssssssssss pilipados...

Violeta disse...

Que belos horizontes aqui encontrei...

Luis F disse...

Um excelente momento... adorei ler e reler este poema, que perfuma com petalas os sentimentos de quem com os olhos o desfolhou...

Com amizade
Luis

Secreta disse...

A seta magica do cupido...
Um beijito.
Até breve.

Justine disse...

Ai que fresquinho está aqui, ao som do marulho e da tua poesia! Nem éw preciso esperar pelo pôr-do-sol:))

Pitanga Doce disse...

Primeiro as gaivotas, depois as nuvens e agora o farol, lá ao fundo, mas que eu posso ver. Estás a me empurrar para dentro do avião! Depois não se queixem!

Brenda Maciel disse...

Muito belo o poema.Conseguimos, ao ler, soltar as redeas da imaginação... E Estas fotos são maravilhosas, nos sentimos inspirados só de olhar!

helia disse...

Mais um belo Poema estival e as fotos são maravilhosas!

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
linda
,
a Nazaré, está a transbordar de gente,
entre o Carnaval de Verão 50.000
e o Toni Carreira 30.000,
,
não há crise, por aqui,
e não há terra cmá praia,
nem Sitio cmá Pederneira . . .
,
pilipares,
,
*

Multiolhares disse...

Aí as setas matreiras,que saltam procurando alvos pois adoram noivar escutando o mar

beijos nossos

poetaeusou . . . disse...

*
Violeta
,
vejo um barco á vela
na linha do horizonte
fica ali mesmo defronte
e é digno de uma tela,
,
Conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Luís F
,
agradeço as tuas
poéticas palavras,
,
abraço, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Secreta
,
um mar de jinos,
dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Justine
,
no marejar
das maresias
as poesias
bailam o mar,
,
brisas fresquinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pitanga Doce
,
neste momento
está a partir do farol
do molhe norte o corso
do Carnaval de Verão,
e canta a Galera,
,
voa, voa,
deixa a crise,
veste a tanga,
abrem alas á Pitanga
olha,
faz o que te dê na gana
mas voa, voa . . .
srsrsr,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Brenda Maciel
,
ruborizo
com as tuas palavras,
,
grato fico,
,
brisas nocturnas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
hélia
,
que bom
as tuas palavras
obrigado,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
Luna
,
alvo, alvo
esbranquiçado
como a espuma . . .
,
beijos nossos,
,
*

Ana Martins disse...

Muito bom poeta, aliás como sempre!

Beijinhos e bom fim de semana,
Ana Martins

Princesa disse...

Lindo poema como já nos habituou
______________(`*•.¸ (`*•.¸ ¸.•*´) ¸.•* )___________
______________..::¨`•.* *¸.•`¨::..__________________
_______________.(¸.•*(¸.•*´ `*•.¸)*•.¸).____________
 "Quando alguém nos ofende,
    devemos escrever na areia
    onde o vento do esquecimento
        e do perdão
    se encarregam de apagar;
    porém ..........      
    quando ele nos faz algo grandioso,
    devemos gravar na pedra da memória
        do coração,
    onde vento nenhum do mundo
        poderá apagar"..
   Fique bem.
 Tenha um Excelente FDS!!
      βείjσs ηo Ćoгαçãα
______________(`*•.¸ (`*•.¸ ¸.•*´) ¸.•* )___________
______________..::¨`•.* *¸.•`¨::..__________________
_______________.(¸.•*(¸.•*´ `*•.¸)*•.¸).____________

SAM disse...

Um noivado dos sonhos! Lindo! Agora as fotos...Sensacionais, amigo!


Beijos e lindo fim de senmana!

Sonia Schmorantz disse...

Um poema encantador, como encantadoras são as imagens!
Um abraço, lindo final de semana

gaivota disse...

como diria o nosso querido "Cesso"
tanta gente e tão poucas pessoas!!
estamos mesmo a transbordar...
lololololol
já não há tasca nenhuma que não esteja com filas à porta, como a tasquinha de outros tempos!!!
cala-te a boca á ó...
pilipares

FOTOS-SUSY disse...

OLA AMIGA, BELISSIMAS FOTOS,ADORAVEL POEMA...

BOM FIM DE SEMANA...BEIJO E ABRACO DE AMIZADE!!!

SUSY

EDUARDO POISL disse...

Ninguém tem culpa
Daquilo que não fomos
Não ouve erros

Nem cálculos falhados

Sobre a estipe de papel;
Apenas não somos os calculistas
Porem os calculados

Não somos os desenhistas
Mas os desenhados
E muito menos escrevemos versos
E sim somos escritos

Ninguém é culpado de nada
Neste estranhar constante
Ao longe uma chuva fina
Molha aquilo que não fomos...

Autor: Desconhecido
Um lindo final de semana com todo carinho para você.
Abraços

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
grato,
,
conchinhas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Princesa
,
perdoar e tolerar,
é sinónimo de humanidade,
,
conchinhas de paz deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
SAM
,
a Natureza é
tão pródiga de beleza
que basta clicar
de qualquer ângulo,
,
conchinhas luzentes,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sónia Schmorantz
,
e encantadoras
as tuas palavras,
,
brisas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gaivota
,
linda
,
e tudo vai acabar
na quarta-feira . . .
,
pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FOTOS-SUSY
,
obrigado, susy,
,
conchinhas deste amigo,
poetaeusou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
EDUARDO POISL
,
Amigo
essa poesia é da autoria
de Paulo Bonfim, homem de
letras, em várias vertentes,
nasceu em S. Paulo,
penso que é vivo e em
conversa com um amigo,
ainda publicou em 2002,
penso . . .
,
um abraço, deixo,
,
*

Filó disse...

Sempre o Por do Sol e consequente crepúsculo, líndissimo e inspirador, junto deste Mar.
Vislumbro o horizonte lá longe, mas possível de alcançá-lo.
Poeta, cuidado com o Cupido,que, quando lança a seta, acerta sempre!

Um beijinho amigo , com votos de um bom fim de semana

Sun disse...

Estava viajando entre os blog's...
Foi uma bela surpresa te encontrar por aqui :)

Lindos os teus post's !
um beijo

Dois Rios disse...

Menino poeta que tem o sol nos olhos, o mar na alma e asas na imaginação.

Lindo, como sempre!

Beijo,
Inês

Papoila disse...

Querido Poeta:
Voltei!
Que doce vai o estio neste belo recanto... Lindas fotos e palavras de mel...
Lindo!
Beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
dourado pôr-do-sol, poente,
ocaso, luz do renascido dia
no amanhecer dos horizontes,
beleza crepuscular,
nos filamentos da noite em dia sol.
,
conchinhas luzentes,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sun
,
bem-vinda,
a este cantinho,
irei conhecer a tua casa,
obrigado,
,
conchinhas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Dois Rios
,
se poeta fosse,
cantava Pessoa,
Icaroando o Sol,
nas asas de uma gaivota,
,
Grato Inês,
,
Maresias de iodo, dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Papoila
,
o teu regresso
são saudades mitigadas,
meladas
em palavras que agradeço,
,
brisas em favos de mel,
deixo,
,
*

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

Como se esvoaçaria bem, em noites do luar de Agosto, ao som da música do marulhar. Teríamos como que a imagem poética de sonho, que se pode imaginar lendo o teu belo poema.
Daniel

Miká disse...

O sonho é a parte da vida que nos permite transcender as nossas limitações. Permite-nos voar e realizar todas as fantasias. Os sonhos concedem ao amor a magia onde tudo é possível na eternidade da noite.
Parabéns por este poema de sonho e de amor
Miká

Céci disse...

O mar nosso amigo, realmente inspira como nada nem ninguém,e "noivar ao som do marulho" so poderia ser "múpcias abarcadas em lencóis de mel"

Está perfeito!

Bjinhos

Céci

Eärwen Tulcakelumë disse...

A sutileza da tua poesia encanta a alma, como encanta ouvir o mar.

Pérolas incandescentes de inspiração e luz entrego em tuas mãos.

Eärwen

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
a narração poética,
abraça as tuas palavras,
,
Abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Miká
,
sonhar
é inventar as quimeras,
imaginar nas esperas,
a meta das realidades . . .
,
conchinhas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Céci
,
o mar
das sinfonias
nas cantatas
das marés,
,
Brisas nocturnas, dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Eärwen Tulcakelumë
,
a tua visita
é um luzeiro de pérolas
que ilumina este cantinho,
,
marés de amizade, deixo,
,
*

RETIRO do ÉDEN disse...

Poeta Nazareno,

Que poema lindo...bela inspiração.
Encantou-me, obga.

Abraço
Mer

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
Mer
gostaste ?
,
grato amiga,
,
brisas poéticas, deixo,
,
*

rosa dourada/ondina azul disse...

Neste belo poema, sonho com o Mar!




Conchinhas estivais,
deixo neste mar de poemas,

utopia das palavras disse...

Hoje quedo-me pelo crepusculo do teu olhar!

Belo, poeta!

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,
e eu sou do mar
um eterno sonhador,
,
brisas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
utopia das palavras
,
sol-pôr,
o odor
da magia . . .
,
conchinhas coloridas, deixo,
,
*

Baila sem peso disse...

poeta que és
alvo serás
ao som de um marulho
um ser de paz...
no horizonte
tens asas de mel
um dia navegarei
para junto de ti
seta certeira serei
no meu mar, mesmo ali
navegando no meu batel...
poeta que és
por certo alarás
na troca das marés! :)

Um beijinho salgado de mel :)

poetaeusou . . . disse...

*
navego
num mar sem rumo
ao sabor
dos desbússolados ventos
tormentos
dos sem abrigo
sem ombro amigo
de quem não tem cais
ansiando
a barca bela
e vinda nela
a tal que espero
para minha arrais,
,
srsrsrsrsr
,
brisas ao entardecer, deixo,
,
*

MEU DOCE AMOR disse...

Tsss...atiro já!

Atirando...

Beijinho doce:)

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
alvo fui . . .
,
jinos,
,
*

Parapeito disse...

...as ondas do mar da nazaré sao poemas (teus)
Dias cheios de azul****

poetaeusou . . . disse...

*
Parapeito
,
poemas
são maresias desprendidas …
,
conchinhas,
,
*