agosto 11, 2009

>>>>>>>>>>>>>>poemas estivais ( 2 )<<<<<<<<


torrentes maduras

video

acordei
no meu abraço
regaço
do vento cru,
sou nuvem despida
desnuda, sumida
nas fortes bátegas
do meu desnorte,
que me afastam
das palavras puras
torrentes maduras
de vagas que alastram
a sabedoria
que demanda as marés,
na poesia,
que tu . . . és.
poema-fotos-video:poetaeusou

61 comentários:

rosa dourada/ondina azul disse...

Nestes poemas me perco na leitura!

Bonitas fotos, para completar!

deixo,
conchinhas estivais,

Sol da meia noite disse...

Nuvem, em voo livre, ao sabor do vento, em manhã de verão...

É muito linda a poesia.


Um jinho amigo *

helia disse...

"Sou nuvem despida
De vagas que alastram..."

Mas será que quem visita o seu blog pela 1ªvez, resiste à tentação de repetir a visita muito mais vezes? Eu , porque gosto muito de Poesia, não resisto ...

Multiolhares disse...

Estou a gostar demais
destes poemas estivais,
sei que não gostas de rimas mas não resisti,A sabedoria, palavra difícil de descrever, pois abarca o conhecido e em especial contem o desconhecido que o homem ambiciona encontrar e afinal uma parte dessa sabedoria é-nos mostrada e ensinada pela natureza,a outra está contida na nossa essência.

beijos nossos

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

A núvem despida será cumplice do desnorte das marés e do poeta que a enxerga com o pensamento, transformando-a no momento.
Abraço,
Daniel

Princesa disse...

"O carinho edifica alicerces da casa,

a fim de que, mais tarde,

as provas necessárias da vida

possam chegar."

um beijo

Confesso disse...

Cadência pura de emoção...
Seu poema me calou, desnudou, encantou...
Poeta és tu!


Beijos torrenciais...

Menina do Rio disse...

Acordar assim
em ti
em mim
é pura poesia...

Um beijinho pra ti

Lena disse...

Brilhante
Cristalizante
cintilante
são teu poema e fotos
Gostei.....

Um beijo...Poeta da Nazaré !

Clotilde S. disse...

Poeta,

Um grande momento de Poesia.
Calam-se as gaivotas para te ouvirem cantar na dolência destes poemas estivais.

Sublimes, as fotos.

Deixo-te o silêncio, para melhor ouvires o som do mar.

Bjo

Clo

©tossan disse...

Quero ignorado, e calmo
Por ignorado, e próprio
Por calmo, encher meus dias
De não querer mais deles.
Aos que a riqueza toca
O ouro irrita a pele.
Aos que a fama bafeja
Embacia-se a vida.
Aos que a felicidade
É sol, virá a noite.
Mas ao que nada espera
Tudo que vem é grato.

Fernando Pessoa

Abraço amigo

Paula Raposo disse...

Gostei!! Beijos.

RETIRO do ÉDEN disse...

Poeta Nazareno,

Ou só imaginas
a Nuvem Abstracta?
Caracóis-meninas
com cornos de prata?...

in Poesia III JGFerreira

Fotos uma delícia a acompanhar estes belos poemas estivais...

Bem-haja

Princesa disse...

Bonito poema com velas imagens
obrigado pela visita

Cada novo amigo que ganhamos no decorrer da vida aperfeiçoa-nos e enriquece-nos, não tanto pelo que nos dá, mas pelo que nos revela de nós mesmos.
Um beijo

paula barros disse...

As sabedorias dos seus poemas alcançam as nuvens, e trazem belezas.

abraços

mundo azul disse...

________________________________


...gosto muito da sua poesia, por isso venho...


Beijos de luz e uma noite feliz!

____________________________________

Filó disse...

Torrentes maduras
Abraço
Regaço
Nuvem despida
Desnorte
Vagas de sabedoria
Marés de palavras e inspiração que fazem um Belo Poema !

Poeta, Lindos e magníficos Poemas Estivais !
Um beijo amigo

utopia das palavras disse...

Ai se eu fosse
essa nuvem forte
traçava a rota
do teu desnorte
nas vagas de mar indigo
distante...!

Beijo, poeta

Sonia Schmorantz disse...

Tenho minhas fases de cores...acho que agora estou na fase azul, fiquei encantada com estas imagens. O poema completa, é lindo.
abraços

São disse...

Que poema e fotos mais lindas!!

Fica bem.

FOTOS-SUSY disse...

QUERIDA AMIGA,AGRADECO-LHE MUITO A SUA VISITA AO MEU BOLG...

BONITAS FOTOS E BELO POEMA...
BEIJOS DE AMIZADE!!!
SUSY

RETIRO do ÉDEN disse...

Querido poeta,

Venho agradecer de coração a visita e o comentário no retirito.

Vou dizer um segredo ... será uma vergonha confessar...mas eu quando não sei ou não entendo...pergunto e assumo a minha ignorância...
Não sei o que quer dizer:

porque o CIADOS não é de ninguem,

Querido amigo gostava mesmo de saber o que quer dizer...fiz uma busca e não encontro esta palavra...

Perdoa-me a franqueza e minha fraca sabedoria?

Abraço
Mer

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

Creio que o teu blog não está aberto à oferta de selinhos. Porém o presente, é oferecido a todos os que passam, como terás visto.
Abraço,
Daniel

RETIRO do ÉDEN disse...

Querido amigo,

Bem me podia ter lembrado...ter descorrido...mas cada vez estou mais tótó.
Desculpe-me mesmo.

Obga.
Abraço
Mer

Baila sem peso disse...

Acordamos enlaçados
pelos poemas abraçados
como um vento tão quente
que na alma se sente
e na demanda dos nossos versos
ficam os sentidos imersos...
Ah, como é bom crescer
na maresia de uma maré a correr...

Beijinhos maduros salgados e puros :)

cristal disse...

Belo poema de verão,que é mesmo uma dança ao sabor dos ventos e das marés!
Palavras e imagens que refrescam a alma...
Gostei Poeta!

Abraço amigo
e
Fique bem

Princesa disse...

Ora bem aqui está o meu amigo guloso eh eh boa gostei aí na nazaré tem muito onde fazer manutenção por isso toca a comer é o melhor que temos na vida...

"Sonhos não morrem,
apenas adormecem na alma da gente."

um beijo

Pitanga Doce disse...

"Eu sou nuvem passageira
Que com o vento se vai
Eu sou como um cristal bonito
Que se quebra quando cai".
(Hermes Aquino)

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,
Grato, amiga,
,
rosadas conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
verão de livres sabores,
,
brisas nocturnas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
helia
,
Amiga
assim sendo,
abaixo a resistência,
srsrsr
,
frescas maresias , deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
Luna
,
escreve leve, levemente,
porque estamos em Agosto,
srsrsrsrsr,
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
enxergar ao longe,
é poemar o futuro,
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Princesa
,
o carinho e a ternura
são filhos da amizade,
,
Marés de jinos, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Confesso
,
quem escreve
com sentimento
poeta é e será,
,
Jinos serenos, dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Menina do Rio
,
a amizade
é um poema a dois,
,
conchinhas poéticas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lena
,
a Nazaré é um poema
como sabes,
,
conchinhas amigas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Clotilde S.
,
é no silencio
que o marulho das marés,
cantam á desgarrada,
com o pilipar das gaivotas,
,
pilipares soantes, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
tossan
,
Saber não ter ilusões é absolutamente
necessário para se poder ter sonhos.
Atingirás assim o ponto supremo da
abstenção sonhadora, onde os sentimentos
se mesclam, os sentimentos se extravasam,
as ideias se interpenetram.
,
in-pessoa,
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
Paulinha
,
Feliz fiquei,
,
Um jino,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do EDEN
,
Fora, fora o céu
com nuvens onde não há chuva
mas cores para quadros de exposição!
,
In-JGF
,
Conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Princesa
,
viva a amizade,
a vitamina da vida,
,
brisas serenas, dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
paula barros
,
Ruborizado fiquei, amiga,
,
Conchinhas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mundo azul
,
agradeço
porque não passo
sem a sua visita,
,
Luzentes conchinhas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
ai esses mimos,
estragar-me-ão . . .
,
um jino de noite serena,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
utopia das palavras
,
perdido
não andaria,
e no céu azul
o sol do meio-dia
a indicar o sul
dissolvia o meu desnorte
nas asas do vento forte.
,
brisas nocturnas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonia Schmorantz
.
eu quero azuis
de todos os tons
azul celeste, bebé, escuro,
azul turquesa, índigo, metálico,
azul anil do céu, belezas mil,
eu que, as fases azuis,
de Matisse, Degas, Monet, e o
Danúbio Azul valsando …a valsa.
,
conchinhas blues, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
São os teus olhos, amiga,
,
conchinhas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FOTOS-SUSY
,
eu é que agradeço, muito,
,
amiga,
chama-me amigo, srsrsrsr,
,
conchinhas nocturnas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
Mer,
queria dizer Criador,
faltam dois erres,
desculpa mas acontece,
,
Conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
amigo
eu sou excessivamente
lógico, previsível . . .
acontece que não sou
contra as nomeações ou selos,
mas pergunto:
quem sou eu para nomear ?
o que faço para merecer ?
e depois lembra-me daquela
figura, que ainda estou para
perceber o primeiro discurso
que fez como PR, o Compaio,
em dez anos concedeu 7.777,
nomeações, a torto e a direito,
e esqueceu o amigo Policia,
que durante os mesmos 10 anos
foi o guarda da sua casa particular
e hoje ainda me pergunto porque
razão eu não ter a mesma benesse.
,
sou assim Daniel, e como
sabes burro velho não muda,
mas felicito sempre os meus
amigos quando as recebem,
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do EDEN
,
Totó ?
sou eu de nascença.
Srsrsrsr,
,
uma noite calma desejo-te.
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
os teus versos
são as asas das maresias
que voando nos beirais
andorinhas fazem lembrar
não seguem rumos inversos
cantam ao nascer dos dias
em serenatas no cais
ecoando sobre o mar,
,
Jinos nocturnos, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cristal
,
quando molhares os pés
arregaça a tua saia
cuidado com as marés
porque não há fogo sem lume
o mar ao ver-te na praia
lança-te vagas de ciúme,
srsrsr,
,
Serenas maresias, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Princesa
,
sonhos são bons,
com muito canela . . .
,
hehehe,
,
um mar de jinos, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pitanga Doce
,
da novela o Casarão,
,
Lançada pela banda
Liverpool do Rio Grande do Sul,
sabias ???
Liverpool cheira a Beatles, hehehehe,
,
Não adianta escrever meu nome numa pedra
Pois esta pedra em pó vai se transformar
Você não vê que a vida corre contra o tempo
Sou um castelo de areia na beira do mar.
hóó, hóó . . .
,
Búzios soantes, deixo,
,
*

Pitanga Doce disse...

E a letra se encaixa todinha.

PS: Ouvi falar na banda do R.G e quanto aos Beatles, eu ainda não tinha nascido. Desculpa lá. hehehehehehhehe

poetaeusou . . . disse...

*
Pitanga Doce
,
fiz confusão,
queria falar no Sivuca,
hehehehehehe,

,
Agora era uma história que acabou
Mas seu encanto nunca terminou
Havia uma princesa
Com toda a beleza
E a força de um leão
E era toda feita de canção
E era mais perfeita que a paixão,
,
in-sivuca,
,
conchinhas,
,
*

Céci disse...

Sempre inspirado poeta! Tá lindo.

PS: Tou de ferias, rsrsr

Bjinhos

Céci

poetaeusou . . . disse...

*
Céci
,
delicia-te,
srsrsr,
,

conchinhas
sem nevoeiro, dou,
,
*

Cynthia Lopes disse...

Poeta tu és, com certeza. que grata surpresa vagando pela internet, encontrar seus versos, suas imagens, sua música. Bela nuvem que passa...
njs