agosto 21, 2009

>>>>>>>>>>>>>>>poemas estivais ( 5 )<<<<<<<<

ai, se as "bocas deste mundo" tivessem esta transparência . . .

video

não me encontro
por mais que me procuro,
encalhei no vazio leiloado
lance gorado
que não quis arrematar
para o encher de mim
e que o teu grito aproveitou,
não foi lote ao desbarato,
licitaste o nosso apreço
definindo o teu apego.
poema-fotos-video:poetaeusou

60 comentários:

Multiolhares disse...

Se não te encontras andas no bom caminho, pois quanto mas se procura mais distante se está do entendimento,não é à toa que existe a frase " só sei que nada sei"

beijos nossos

Codinome Beija-Flor disse...

As imagens fantásticas, o poema então...
Abraços

SAM disse...

Belas fotos. Lindo e sentido poema, amigo. Gosto de tudo aqui.


Bom fim de semana.

Princesa disse...

[,.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸
::::::(\_(\::::::::Amigos são carinhos que
::::::(=' :'):::::::recebemos sem data marcada.
::::::(,('')(''):::: Estão sempre presentes.
¸.•*´¨`*•.¸¸.•Amigos comunicam-se pelo
coração. Amigos sentem. Amigos pressentem. Procuram-nos sem motivo, apenas para saber se estamos bem. Podem usar e-mail, telefone, carta, fax, mas o que prevalece é a voz da alma.
::::::(\_(\:::::::: Amigos não perguntam por que nos
::::::(=' :')::::::: machucamos. Trazem o alento para
::::::(,('')(''):::: amenizar a nossa dor. Amigos
¸.•*´¨`*•.¸¸.• percorrem nossa estrada aparando espinhos. Aceitam-nos como somos, virtuosos ou imperfeitos. Somos seu complemento, jamais seu espelho.
::::::(\_(\::::::::Amigos nos dão força quando estamos
::::::(=' :')::::::: desvalidos. Amigos oferecem seu
::::::(,('')('')::::ombro para chorarmos.
¸.•*´¨`*•.¸¸.•são pedras preciosas, tesouros que habitam em nosso ser mais profundo, são irmãos de alma, inestimável presente de Deus.
... Um beijo

Ana Martins disse...

Que inspiração!!!

Beijinhos,
Ana Martins

Val Du disse...

Poeta

Quantas imagens e palavras lindas eu pude ver no teu blog.
Gostei muito!

Até mais.

FOTOS-SUSY disse...

OLA AMIGO,MARAVILHOSAS FOTOS, BELO POEMA...
FELIZ FIM DE SEMANA...

BEIJOS DE AMIZADE!!!

SUSY

EDUARDO POISL disse...

Poema, fotos e videos muito lindos.

FELICIDADE!

Quando o vento bater à sua porta,
Abra devagar,
Para deixa-lo entrar
Pense quanto de bom poderá receber,
Se estiver pronto para tal,
Mas as conquistas diárias
Estamos sempre apostando tudo
e a cada recomeço,
Percebemos, o quanto é gratificante,
Estar pôr perto de quem se gosta de verdade,
Sua simpatia,
Corresponde o momento de felicidade
e transborda de alegria
o coração de quem recebe.

(Roseli Alcântara)

Desejo toda a felicidade neste final de semana,
Um grande abraço.

Sonia Schmorantz disse...

Vim apreciar esta paisagem, as palavras, mas principalmente para te desejar um ótimo final de semana!
abraço

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

Um arvoredo, e belo como o da foto, jamais poderá ter preço definido, como tudo o que a sociedade tem de usofruto colectivo, como a poesia o é depois de editada.
Daniel

RETIRO do ÉDEN disse...

Amigo, poeta Nazareno,

É um lote de palavras com muito conteúdo e elevado valor.

Só com muita transparência atingimos o "Ágape".

Belo vídeo e fotos uma delícia...não estou a reconhecer o o local.

Forte abraço
Mer

gaivota disse...

ai as bocas deste mundo... mas há outros mundos e outras bocas!!!
é como os recados à moda da praia...
mais uma vez, a correr, por aqui...
piliparessssssssss

São disse...

Tu não te encontras, mas eu encontrei-te, felizmente.

Feliz fim de semana.

Paula Raposo disse...

Gostei deste jogo de palavras! Beijos, bom fim de semana.

Baila sem peso disse...

se as bocas do mundo
tantas vezes se calassem
decerto reparavam
nas maravilhas do mundo
e até talvez voassem!!!

teu verso é belo e profundo
encalhaste no vazio, sem fundo...
tanto que me acontece, meu amigo
parte da procura, de que me inundo...

Um grito a licitar
a amizade, a anunciar!
Num lote sem preço
lance de muito apreço :)

Bom fim de semana
Beijinhos apegados

Papoila disse...

Eterna procura. Também eu me procuro assim.
Beijos
BF

Lilá(s) disse...

Gostei deste passeio, soube-me bem ao entardecer.
bj

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
tentar saber,
é a procura constante,
de quem semeia a humildade,
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Codinome Beija-Flor
,
floridas palavras
as tuas,
,
abraçadas conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
SAM
,
e eu gosto,
dos teus gostos,
,
brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Princesa
,
um amigo.
é uma extensão de nós,
,
amigáveis maresias
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins,
,
inspiração
é escrever
o que sentimos,
,
luzentes conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Val Du
,
ruborizado fiquei,
obrigado,
,
saudações.
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FOTOS-SUSY
,
grato,
,
um vendaval
de amizade, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
EDUARDO POISL
,
os bons ventos
são sempre
portadores de boas novas,
,
Uum abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonia Schmorantz
,
um bom fim de semana
consonantes com
os teus parâmetros,
,
búzios sonantes, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
a beleza
não tem preço.
É isso . . .
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do EDEN
,
Mer
a primeira imagem
foi retratada nas arvores
que envolvem o
Mosteiro da Batalha,
a segunda na Nazaré,
Jardim da Pedralva,
,
verdes conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gaivota
,
andas a falar de mim
minha boca de goraz
se me roubas o rapaz
vou-te amarrar ao guilhim.
.
*
Pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
amiga,
por achado me dou.
,
encontradas maresias,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
não será a vida,
um tabuleiro de palavras ?
,
Jinos, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
é um prazer
ler – te
e a imensa beleza
que emanas
são cânticos de hossanas
hinos de pureza
de apreço sem preço.
,
brisiante entardecer, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Papoila,
,
não desesperes
a procura
é uma constante da vida,
,
conchinhas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilà(s)
,
entardecer
o tempo do reencontro . . .
,
brisas suaves, deixo,
,
*

Justine disse...

Duas fotografias "vegetais" no post de hoje do Poetaeusou?? Espantoso! Mas claro, ali mais em baixo, a assinar o poema, a foto "marítima":))
Beolo como sempre

poetaeusou . . . disse...

*
Justine
,
a verde flora
completando o verde mar,
enlaçados na salgada clorofila,
,
esmeraldinas marés, deixo,
,
*

Miká disse...

Lindo poema sobre o perder do autocontrolo quando nos apaixonamos por alguém que nos passa a comandar...
Gostei muito

Miká

Filó disse...

Quando se fala de afectos, sejam eles quais forem, tem que haver sinceridade e transparência, caso contrário nada faz sentido.
A amizade não tem preço...apenas se sente e é uma felicidade podermos vive-la em plenitude.

Poeta, lindos poemas estivais.
Um beijinho amigo
Votos de um bom Domingo

Isabel José António disse...

Querido Amigo,

Não nos encontrarmos é sinal de que aquilo que é facilmente encontrado é apenas o aspecto superficial, externo, de nós - a procura indicia algo mais fundo e relevante. Boa Busca!

Estamos finalmente de regresso aos blogues e já actualizámos os nossos. Também aproveitámos para anunciar no nosso Observatório o surgimento de um blogue sobre Vegetarianismo como Ética para a Vida. O link está no Observatório mas é o seguinte:

http://chefvegetariano.blogspot.com

Um abraço,

Isabel

Marlene Maravilha disse...

Bonito. Profundo!
Lindas fotos, como sempre.
beijos e um domingo cheio de paz!

KrystalDiVerso disse...

Caro Poeta... Estarei a ver aqui uma declaração de Esperança Perdida algures entre a espuma das ondas de seu MAR e os pontões da vida?!...
Não desista, amigo!... Perca-se pelo que deve perder-se e encontre-se nessa admirável conquista!


Bom Domingo


Escolha entre... beijos e abraços

poetaeusou . . . disse...

*
Miká
,
Amiga
O amor
é como os sonhos,
comando-nos a vida,
,
sonhados conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
É,
a amizade,
é a rainha dos afectos,
,
um mar de amizade, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Isabel José António
,
A verdadeira procura
é constante, infinita, eterna …
,
Irei conhecer o teu cantinho,
,
brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Marlene Maravilha
,
grato, amiga,
,
tenho andado fugidio . . .
,
floridas conchinhas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
KrystaldiVerso
,
quem não se perde
nas marés vivas ?
vagas que tornam
os pontões, ineficazes . . .
,
*

Céci disse...

Muito bonito este teu poema, sabes, as veses é bom não nos encontrar.mos por algumtempo, porque quando depois isso acontece damo-nos muito mais valor!

Adorei as fotos, video, tudoooo

Bjinho

Céci

Princesa disse...

Desde que o bom pensamento entra em nosso espírito, ele nos faz ver uma quantidade de outras coisas, cuja existência nem se quer imaginávamos antes.
boa semana
um beijo

poetaeusou . . . disse...

*
Céci
,
E não é que tens razão !!!
,
amiga
Só percebemos o valor da
água depois da fonte secar.
,
conchinhas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Princesa
,
somos filhos da dualidade
logo a dualidade, somos . . .
,
um mar de jinos, deixo,
,
*

GarçaReal disse...

A procura de nós é sempre muito dificil...Também nunca me encontro...Falta sempre uma parte.

Boa semana

Bjgrande do Lago com um pilipar

gaivota disse...

que aconteceu à "paleca"...???
não percebo nada destas coisas...
as obras, já estão acabadas?
falaremos
piliparessssssssssss

Parapeito disse...

"ai, se as "bocas deste mundo" tivessem esta transparência . . ."

Eu acredito que algumas tem
:)
Dias mansos****

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal,
,
a verdadeira
procura é perpetua,
é como transpor a meta
e sem parar correr para outra,
é tentar atingir o horizonte,
que está sempre além do nosso olhar,
,
inundo o lago
de conchinhas pilipantes,
nas brisas de amizade,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
só agora reparei !!!
deve ser da Google . . .
,
as obras mais 15 dias,
está a ficar bonito . . .
,
Pilipares
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Parapeito
,
Amiga
É, vamos acreditar,
,
Marés serenas,
com ondinhas de amizade,
deixo,
,
*

Sol da meia noite disse...

Vivemos na eterna procura... procurando-nos.

Uma boa semana, meu amigo.
Um jinho com amizade *

Teresa Durães disse...

muito bonita a imagem que descreveste!

(já há sol na Nazaré? Agora que vim embora, tenho a certeza que voltou)

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
deixo-te,
procuradas conchinhas,
em marés de amizade,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Teresa Durães
,
não amiga,
muito nevoeiro
e espero chuva para a noite,
,
um desgosto
o mês de Agosto . . .
mereciam mais os milhares de
turistas que nos visitaram !
,
conchinhas,
,
*