março 04, 2009

>>>>>>>>>>>>>> entalhando ocasos <<<<<<<<<


sou a janela
o vórtice ardente
entalhando ocasos
nas incontidas buscas,
sou o sol
o templo do fogo
abrasado espaço
nas nuvens esculpido,
sou o crepúsculo
fronteira mutável
a porta nocturna
de enfeitiçados ardores,
poema-fotos-video-poetaeusou

70 comentários:

Lena disse...

Simplesmente lindo !
Que pôr-de-sol sobre um mar de cristal !

dia bom Poeta !

um beijo

gaivota disse...

lindoooooooooooooooooo
estava assim tal e qual quando o deixei... encarneirado pelos ventos fresquinhos...mesmo aí, ao canto das pedras!
piliparesssssss

mundo azul disse...

_______________________________

És o esplendor nessas palavras!

Belo poema...


Beijos de luz e um dia FELIZ!!!

___________________________________

Chinha disse...

Sublimes os momentos que tua máquina captaram...

A beleza enfeitiçada de um poema de ti...

bjinhos

Chinha disse...

Peço desculpa. Fui eu que apaguei o comentário, pois dupliquei-o.

Chegou a hora da asneira...Há muito andava quietinha....:):)

bjinhos

Teresa Durães disse...

Endovellico, deus do sol lusitano!

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO ZÉ, FIQUEI ESTAZIADA A OLHAR E OUVIR O TEU VIDEO... AS FOTOS, O VIDEO E POEMA... ESTÃO SUBLIMES AMIGO... LINDAS AS TUAS PALAVRAS... CHEGARAM AQUI VINDAS PELO MAR... SUBIRAM O RIO ATÉ A PRAÇA DO COMÉRCIO E CONTINUARAM NA AVENIDA DA LIBERDADE, ATÉ AO CIMO DO PARQUE EDUARDE VII, NAS ASAS DE UMA GAIVOTA QUE POUSOU AQUI NA MINHA VARANDA...EU AS RECEBI AGORA... MEU AMIGO POETA, DEIXO-TE UM GRANDE ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Multiolhares disse...

Tanto queremos ser, tanto podemos ser,Tanto procuramos, tanto encontramos diante desse maque nos faz voar...sonhar

beijos nossos

Efigênia Coutinho disse...

sou a janela
o vórtice ardente
entalhando ocasos
nas incontidas buscas,
sou o sol
o templo do fogo
abrasado espaço

poetaeusou . . .

ESCUTE BEM ESTE ENREDO;
- tão alto quanto o maior bem da vida,
mais ondulante
que todos os destinos
é a tua estrada
que nenhum por do sol pode deter!
SEUS VERSOS ME INSPIRAM A ESTES AQUI E AGORA, MEUS CUMPRIMENTOS AO POETA, É GRATIFICANTE LER VOCÊ,
Efigênia Coutinho

cristal disse...

Poeta

Quero agradecer-lhe o mimo que muito me sensibilizou.
(uma delícia ouvir esta canção que há imenso tempo não ouvíamos)
Um gesto de carinho que não irei esquecer!
Muito,Muito Obrigada amigo.
Bem haja

Agora,o post ...Belíssimo!!!
Pleno de procuras,procuras de palavras, de sentires...
E incessante também, é a procura de momentos que o leva a captar imagens de uma intensa beleza como as de hoje.

Receba hoje dois Abraços do
tamanho do Mar e muitos sorrisos :):)

Obrigada

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Adorei!

Duarte disse...

Se pudesse caminhar por essa linha que marca os raios de sol sobre a superfície do Oceano, que feliz seria!

Boas imagens e precisas palavras.

Um forte abraço

neide disse...

Meu amigo, seu poema já é lindo e com essas fotos... fica tudo perfeito.

Bjss poeta.

São disse...

Gostei do poema, amei as fotos!
Repousa bem.

Silvia disse...

Silvia disse...

A natureza nos dá o presente, olhares especiais compartilham conosco, obrigada poeta, pela sua poesia e pelo teu olhar tão especial para registrar essa maravilha... lindo o vídeo, lindo o poema.
um beijo

Também gosto de gatas, a minha se foi, estou esperando a dor passar para amar outra.Não quer mandar-me a foto das suas gatinhas para eu colocar na postagem?
abraços

Maripa disse...

Janela perfeita a permitir "olhares" que encantam quem os lê e quem vê.

Bem-haja,poeta.

Abraço amigo.

tossan disse...

Aflito o
silêncio
fim da tarde
medita sob
o arrebol
á tarde
o que era
a pouco chuva
que atrás
da cortina vê
e se cala...

Abraço amigo

Sonia Schmorantz disse...

Como sempre belas imagens e versos sentidos...muito bonito.
um abraço e lindo dia

Ana disse...

O entardecer tem uma magia que me fascina, o ocaso do Sol é sedutor, especialmente olhando esse “adormecer” no mar imenso.
Adorei as tuas palavras sempre tão eruditas, neste belo poema.
A imagem é magnífica e o vídeo fez-me navegar nesse mar de sonhos.
Adorei!
Beijinhos,
Ana Paula

poetaeusou . . . disse...

*
Lena
,
Que bela
tela,
,
conchinhas daqui,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
que vendavaaaaali,
os carapaus secos forem
parar ao pederneira,
,
Pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mundo azul
,
São esses olhos
e do azul com vês
o mundo,
,
Conchinhas luzentes,
envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Chinha
,
grato fico, amiga,
,
enfeitiçadas conchinhas, dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Chinha
,
Acontece-me muitas vezes,
,
Nunca se pede desculpa,
devemos imitar algumas
repartições a culpa é sempre
do computador . . . srsrsrsr
,
um jino de amizade,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Teresa Durães
,
como estou inserido numa
terra matriarcal, não quero
deixar de mencionar a lusa :
Trabaruna –
Deusa guerreira, protectora do clã,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDA & POEMAS
,
Óh, estufa fria
dos meus namoricos, srsr,
,
ora bem, ajuda-me, subo o parque,
passo pelo João Cutileiro, prometo
não olhar para o Obelisco, hehehe
chego a Alameda Card. Cerejeira,
,
fico com três opções ,
a esquerda, rua Castilho,
a direita, av. Sidónio Pais
em Frente R. Marquês da Fronteira,
como é que faço ?
confio na Gaivota ?
hihihihi,
,
um jino de amizade, muitaaaaa,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
voar . . . sonhando,
liberta a alma . . .
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Efigênia Coutinho
,
Feliz fiquei
com as tuas palavras,
porém . . .
muito longe desta inspiração,
inspiração . . . TUA,
,
Com zelos eu até quisera aprisionar
este sonho, mas entre espirais de incenso
e de benjoim que envias para mim,
subiu aos céus esparzindo-se pelo Ar...
,
Sublime,
,
conchinhas de amizade, mando
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
cristal
,
abraçado me senti,
,
tivesse eu o tamanho do mar,
e o mundo inteiro, abraçaria,
,
conchinhas musicais, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
~*Rebeca e Jota Cê *~
,
Adoráveis, são !!!
,
brisas mareantes, mando,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
Amigo,
o olhar caminha sobre o mar,
sempre que quisermos, não,
como o homem da galileia,
sim, vogando ao encontro
do belo, mergulhando na
harmonia . . . da beleza . . .
,
aquele abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
neide
,
gratificado
me senti, neide,
,
perfeitas conchinhas
te envio.
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
Se pudesse igualar
os teus textos,
que feliz seria,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sílvia
,
enviarei, amiga,
,
muito mais nos dará a Natureza,
quando nos convencermos, que
nela estamos inseridos, somos a
a parte mais importante e os
maiores predadores, infelizmente,
,
conchinhas de luz deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maripa,
,
a janela do teu olhar . . .
,
suaves maresias, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
tossan
,
entre a cortina
e o ocaso,
fica o mar,
dos meus silêncios . . .
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonia Schmorantz
,
para lindas palavras
de uma linda senhora
sobre um lindo oceano
lindas brisas envio
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
reli,
as tuas mágicas palavras,
o meu sol-pôr,
assim o tratamos aqui,
feliz estará com a tua sedução,
,
sedutoras conchinhas, dou-te,
,
*

Sol da meia noite disse...

É possível ser-se o que o querer anseia.
Tão bem o dizes na tua poesia.

Jinhos com muita amizade * *

Luis F disse...

Belo e único... sabe bem ler palavras assim.

Um abraço POETA

Luis

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
embora saiba,
que não passa de utopias,
vamos sonhando,
nos irreais quereres,
,
um jino deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Luis F
,
que exagero, amigo
não passa de um,
,
Mar de Sonhos,
,
abraço,
,
*

Nilson Barcelli disse...

Fotos e poema muito bem integrados.
Gostei muito.
Abraço.

utopia das palavras disse...

Crepúsculos
são meus olhos
no fogo
que já arde
nessa fronteira
de mar
e...horizonte!

Sublime esse pôr-do-sol!

Beijos

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

Como tudo é "mutável", mas enquanto há espaço temporal para "esculpir", as teus versos vão sendo burilados.
Abraço
Daniel

poetaeusou . . . disse...

*
Nilson Barcelli
,
grato amigo,
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
utopia das palavras
,
há se eu pudesse,
derrubar a fronteira,
que arde aos meus olhos,
em fogo que se vê,
e atingir
o horizonte
no avermelhado mar,
abraçando o crepúsculo,
,
marés de jinos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
com o cinzel
da amizade !!!
,
um amigável abraço,
,
*

MEU DOCE AMOR disse...

Onde fica o templo do fogo?

Um beijo doce Querido Poeta do Mar

Mariz disse...

Querido amigo!
Como eu gostaria de ver-me assim...
Crepúsculo, janela, núvem e levada por todo o mar em mim.
Como não consigo expandir-me assim..vim beber á tua Fonte!

Aquilo não foi sabedoria alguma...apenas poder sentir a dor dos outros espelhada em mim. Por isso fui buscar algumas "dores" por onde passei..."algures" - como sabes também.

Abraço-te neste carrocel de sentires
Sempre...
Mariz

belíssimas fotos.

paula barros disse...

"a porta nocturna
de enfeitiçados ardores"


Achei o poema todo bonito, mas esse final me chamou a atenção.

abraços

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
Onde fica o templo do fogo?
,
na fogueira dos teus olhos !!!
,
um jino afogueado,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
paula barros
,
a noite enfeitiça,
incendiando os sentidos . . .
,
conchinhas nocturnas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mariz
,
só uma Deusa da Sensibilidade,
sente o carrossel dos sentidos
a sensibilidade é
o pináculo do humanismo,
,
tu és esse cimo, esse cume,
,
conchinhas de luz, deixo,
,
*

Eduardo Aleixo disse...

És aquele que escreve poemas lindos sobre o mar.
Bom fim de semana
Abraço.
Eduardo

Iscte 72-77 disse...

Lindas imagens como sempre...

Violeta disse...

hoje ficava-se por aqui a assitir ao por-do-sol.
bom fim de semana

mdsol disse...

Saudades de vir aqui...

Conchinhas de por do sol bonito

:))

MEU DOCE AMOR disse...

E como se inflamam os meus olhos?

poetaeusou . . . disse...

*
Eduardo Aleixo
,
o mar
assim nos obriga,
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Iscte 72-77
,
o segredo
é o meio ambiente
que me envolve,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Violeta
,
o sol-pôr,
a hora mágica
o advento da noite,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mdsol
,
retorna sempre, amiga,
,
conchinhas serenas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
E como se inflamam os meus olhos?
,
com Rímel dos trezentos !!!
hehehehe
,
jinos mareantes,
,
*

Izinha disse...

boa noiteeeeeeee,

Vim te deixar o Selinho Blogamigo, está na lateral e gostaria q vc aceitasse.

bjos e ótimo fds!

Ana Martins disse...

"...sou o crepúsculo
fronteira mutável
a porta nocturna
de enfeitiçados ardores,"

Forte inspiração!!!!!!!

Beijinhos e bom fim de semana,
Ana Martins

Ana disse...

E como é bela a natureza vista por essa janela!

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Izinha
,
boa tardeeeeee,
,
gratificado fiquei,
irei aceitar,
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
achas ?
se o dizes acredito,
,
brisas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
passei á pouco pela marginal,
90% das pessoas estão de costas
para o mar,
que revolta eu senti . . .
que prazer têm em ver passar os
Carros e respirar chumbo . . .
,
conchinhas
,
*