fevereiro 06, 2009

>>>>>>>>>>>>>> sinto na noite <<<<<<<<<


sinto no ar
o aroma almiscarado
doce odor que vem de ti
planando em meu redor,
sinto o calor
dos teus lábios violáceos
roxos lírios campesinos
queimando a minha avidez,
sinto na noite
entre lençóis de seda
na tua acetinada pele,
carícias de linho puro
e momices de cambraia
em aveludadas loucuras,
poema e fotos:poetaeusou

78 comentários:

Tatiana disse...

Delicadamente bela a poesia!
As imagens acrescentando leveza e encanto as palavras.
Desejo um belo final de semana para o seu coração Poeta!
Um beijo carinhoso

Mai disse...

Olá, Poeta
interessante que nesse poema senti texturas e pele.

Algodão, linho, cambraia e veludos...

Bom final de semana.

Abraços.
Mai

Luis F disse...

Linda poesia, bem acompanhada de belas imagens, formando um quadro perfeito.

Um interessante poema que senti e descobri neste seu canto.

Os meus parabéns

Luis

LOURO disse...

Oi! Amigo Poeta,
lindas fotos,acompanhadas de um belo poema...
Parabêns!!!

Bom fim de semana,

Abraço

Lourenço

Teresa Durães disse...

e perder nessa paixão de tactos!

poetaeusou . . . disse...

*
Tatiana
,
encantado
fico eu,
com as tuas palavras
,
um mar de jinos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mai
,
os poemas
são de quem os lê, amiga
,
mareantes conchinhas, dou.,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Luís F
,
grato fico,
irei conhecer a tua casa,
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Louro
,
porque quem és, amigo . . .
,
Abraço
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Teresa Durães
,
em
tacteadas maresias,
,
conchinhas
,
*

rosa dourada/ondina azul disse...

Belo perfume decerto
de tão delicada flor!!!


conchinhas poemadas,
deixo:)

Duarte disse...

Gostei!!!

Entre palavras que convidam a amar,
pressagiam-se suavidades têxteis,
induzem a uma sensualidade sem par,
intensa vida, sem freio, a que viveis...

Um grande abraço

FERNANDA & POEMAS disse...

OLÁ QUERIDO POETA, HOJE VOLTAS-TE A ENCHER O MEU CORAÇÃO DE ALEGRIA E BEM ESTAR ZÉ...
PERFEITAS AS TUAS FOTOS EM CONJUNTO COM SENSUALISSÍMO POEMA... BEM-HAJAS AMIGO!!!
UMA BOA SEXTA-FEIRA... DEIXO-TE UM GRANDE ABRAÇO DE MUITA AMIZADE E CARINHO,
FERNANDINHA

gaivota disse...

ena, que sentimentos aqui estão, inspiração, paixão...
ah ah ah ah
escuta cá, meu, este candeeiro sabe tantoooooooooooooo
mas não te digo!
não te conto...
na quer'saberiiiiiiiiiiiii
quando é qu'é agosto??? perguntarem-me um dia destes...
lindo poema, meu amigo, lindíssimo!
pilipares para os dois

Xana disse...

Que belo poema, a primeira vez que aqui venho e sinto logo a maresia e a gante da terra como se lá estivesse. Muito bom sr. poeta :)

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,
aroma almiscarado
a rosa, violeta, jasmim,
são todos iguais para mim
basta que cada odor
traga a essencia de uma flor
num frasquinho rosa e dourado,
,
conchinhas rosadas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
o amor nas suas variadas
vertentes está sempre
presente em mim, tudo
deve ser feito com amor,
e ao arquitectar as palavras
deste poste, recordei o que
senti, ao passar no Vale do Ave,
no final do mês passado,
logo as sedas, o cetim,
e outros produtos texteis . . .
,
abraço amigo, dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fernanda poemas
,
Fernandinha
,
o que terei que fazer para
retribuir tanta simpatia ?
olha,
enviar-te um beijo de
gratidão com sabor ao
nosso mar . . .
,

*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
ámiga táqui umagrande desgraça,
os bandidesdosbanques, nã
imprestarem o denhêro prós
fates docarnaval, queressaber
o quevamesfazere, os €uros dos
chambres, dos rooms, zimmers e
habitaciones, quefizermos
estano vamospolos em Badajoz
quépráprederem, toma . . .
,
pilipares desnorteados,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Xana
,
gratificado fico
,
já conheço, á muito
o teu cantinho,
belo por sinal,
,
conchinhas mareantes, envio,
,
*

utopia das palavras disse...

A noite....
esconderijo dos amantes...!

Belo, poeta

Beijos

Justine disse...

Brilham com o mesmo fulgor a hortência, o candeeiro nocturno e o teu poema

Andreia disse...

Palavras, imagens e texturas.

Sublimes, belas e únicas.

Um beijo!

Carlos Barros disse...

Caro Poeta,

Emprestas uma carga de romantismo e lirismo em teu poema que prendem e fascinam!

Um grande Abraço!

poetaeusou . . . disse...

*
utopia das palavras
,
noite de aromas,
em amizades serenas,
,
jinos nocturnas, deixo,
,
*

Multiolhares disse...

Será no mar,
Será num campo de flores,
Ou simplesmente no coração
que o amor mora?
Pode ser na noite
Ou mesmo no dia
Quando nas tardes violáceas
duas mãos se encontram
Permanecem juntas
Na valsa da vida

beijos nossos

Iscte 72-77 disse...

As hortências são um explendor de vida. Eu senti entre o linho e o veludo...lindo

poetaeusou . . . disse...

*
Justine
,
a just(a)ine
triologia . . .
,
justas conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Andreia
,
Sublimes, belas e únicas.
as tuas palavras
,
jino nocturno,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carlos Barros
,
se o dizes amigo,
,
eu aceito,
porque os poemas
são sempre para quem os lê,
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
nas voltas da vida
o vira revira
e torna a virar
é a vida no vira
da vivida vida
bem juntinha ao mar
um mar de rumores
campos de flores
cheirando a maresia
são brisas de amores
são beijos sonoros
são formas de vida,
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Iscte 72-77
,
li com avidez,
as tuas acetinadas palavras,
,
obrigado
,
conchinhas serenas, te envio,
,
*

Ana Martins disse...

Caro poeta,
um poema de amor e encanto suave e arrepiantemente belo!

Parabéns.

Beijinhos,
Ana Martins

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
um arrepio no olhar, senti eu,
ao ler as tuas palavras,
,
grato, ana,
,
conchinhas de amizade, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filo
,
todas as flores
têm cor
como o olhar
do amor,
,
que surpresa
a tua visita, obrigado,
,
Conchinhas,
,
*

Filó disse...

Poeta,

O comentário foi eliminado por causa do mau tempo, mesmo sabendo que não resolve ...

Um Abraço

Filó disse...

Poeta

O Tempo continua MAU e chove muito mesmo...
Mas hoje e finalmente encontrei a Paz que tanto precisava.
É bom termos Amigos de verdade !

UM ABRAÇO AMIGO !

Violeta disse...

adoro hortências... as azuis eas brancas são a sminhas preferidas...
bom fim de semana

Sonia Schmorantz disse...

Lindas palavras...
um abraço e bom final de semana

MEU DOCE AMOR disse...

e...

Beijos de algodão doce:)

andorinha disse...

Poema de sensações, belo como os outros que o (a)mar te inspira.
Bom fim de semana, Poeta.
Um beijo.

gaivota disse...

iiiiiiiiiiiii qu'desnorteação pái andaaaaaaaaaaaaaaaaa
qu'apoquentaçãoooooooooooo da pesada!com'é qu'vaiseriiiiiiiiiiiiiii
tem que se dar um jeitinheeeee
piliparessssssssss e sono!

lua prateada disse...

Tão bom ler poucas mas lindas palavras com tanta beleza

Passei correndo
Com xuva,vento e frio
Passei voando
Arrastada por um fio.

Não passei por nada
Apenas ,porque de mim emana
Grande amor por meus amigos
Passei desejando bm fim d semana.

Beijinho prateado com carinho

SOL

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Fazer amor é andar por
Caminhos da alma
Com o toque de um beijo
Sem pressa...
Sentir o roçar da mão no ombro
Daquele que caminha ao lado,
Acordar sempre com um
Eu te amo,
Renovado e sincero...
Ver juntos o por do sol,
Em silencio ler um livro
Numa velha poltrona..
Fazer amor é pisar na eternidade,
Fazer estrelas e sentir
O perfume das manhãs,
Sorrisos de sol,
Olhos de mar...
Fazer amor é realizar sonhos,
Viver na consistência do céu...

Sônia Schmorantz

Só passei para te desejar um lindo final de semana
Abraços

MENSAGENS AO VENTO disse...

________________________________

...que lindas imagens, poeta!

Beijos de luz e um final de semana muito feliz!!!

___________________________________

poetaeusou . . . disse...

*
Filo
,
da minha parte sempre,
Amizade, Respeito e
Gratidão por aquilo que fizeram
ou fazem por mim, são os
sentimentos que tenho presentes,
,
um mar de abraços
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Violeta
,
gosto de todas as flores,
de todas as cores,
perco-me nos Jardins
tenho preferência pelo aloés,
e pelos tons violáceos,
lilás, roxo, violeta, etc.
não é por seres Violeta, nota . . .
,
conchinhas,
*

poetaeusou . . . disse...

*

Sonia Schmorantz
,
Grato, Sónia,
,
um luzente
fim de semana
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
Ai . . .
não o sorvo
há bué de tempo . . .
,
quando abre a Feira Popular ?
há … desculpa, tu és , Jet7 !!!
hihihihi,
,
jinos em brisinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
andorinha
,
a(mar) o mar,
,
Um mar de jinos,deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
Olha,
táaí, uma desfalação
duma tristeza triste
uma desgraça desgraçada,
,
Pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
lua prateada
,
não, não foi o frio,
foi um prateado calor,
um sopro de felicidade
nas asas amigas do amor
o amor da amizade,
,
brisas de ternura
envio-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
UMA PÀGINA PARA DOIS
,
amigo
,
Adoro os poemas da Sónia,
bem-hajas, . . .
,
Abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MENSAGENS AO VENTO
,
grato amiga,
,
conchinhas nas asas do vento
te envio
,
*

Sol da meia noite disse...

A noite é o lugar onde a sensibilidade é plena, sendo que o sentir vai muito para lá do que julgamos ser o seu limite.

Um bom fim de semana e um jinho muito amigo *

gaivota disse...

à moda d'praia dezia't uma coisa ma na posso, na devo escreveriiii
coisas assim...
é dos tempes!!!!!tá mau chuavas acamades e ventessssssssssss
vai ouvir a marcha da formiga!
piliparess

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite
,
Noite companheira dos meus gritos
Rio de sonhos aflitos
Das aves que abandonei
Noite céu dos meus casos perdidos
Vêm de longe os sentidos
Nas canções que eu entreguei
.
in-Vasco Lima Couto
,
jinos deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
estou a ouvir a pardanêra,
,
pilipares,
,
*

dona tela disse...

Andamos para aqui a fazer catarses, é o que é.

poetaeusou . . . disse...

*
dona tela
,
vamos catarsear, então . . .
,
conchinhas,
*

mulher lua disse...

Quero cor:

Oh! Como já odeio
O negrume das nuvens
O manto branco da neve
E todos os cinzentos
Morro da escassez de cor
Paralisados os movimentos
Tolhida, hiberno
Pela falta de calor
Amputada de pensamentos
Já nem me reconheço
E, vergada pela amargura
De tédio, entristeço
Na penumbra deste Inverno
Que, tenazmente, perdura

Ah! Como anseio
A mudança de estação
A chegada da Primavera
Aquele ar límpido e leve
O céu da cor azul
A fauna animada, atrevida
As diversas tonalidades
Da flora colorida
Nos jardins ou matagais
Os passeios pelo campo
A colheita das novidades
Nas hortas e quintais
E, depois, o maior encanto:
A chegada do Verão!

Veijios coloridos

Ana disse...

Um sentir que tem muito que se lhe diga!
Belas palavras, as tuas.

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
mulher lua
,
ditoso inverno
advento meditativo
da renascida Primavera
pólen do meu olhar
canteiros da minha íris
campos cantando ao vento
semeados de cotovias
papoilas de verdes ondas
entre o vermelhão das searas
onde Erico Veríssimo espantálha
e grita-nos,
Olhai os Lírios do Campo
,
conchinhas de luz, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
omiti
as mantas de Minde,
e estou a "morrer" de frio,
,
conchinhas sentidas, deixo,
,
*
,

angel bar disse...

Paz... Bom Fim de Semana

mariam disse...

Poeta.

l . i .n . d . o.
.
i
.
n
.
d
.
o
.

tudo!

bom Domingo
um sorriso :)
mariam

poetaeusou . . . disse...

*
angel bar
.
noite serena,
,
jino
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mariam
,
lindo
o teu sentir . . .
,
um mar de sorrisos,
,
*

Carminda Pinho disse...

Boa noite, Poeta!
A noite faz-nos sentir, e não nos deixa dormir.:)

Bela inspiração te dá a tua musa.

Beijos

MEU DOCE AMOR disse...

Na feira popular não há beijos de algodão doce.Só eu sei onde existem, mas não te digo.

E além disso não sou essa coisa do jet ski ou jet 7 ou lá o que é!Nem quero ser.

E vou amuada e pronto!

E não deixo BEIJO

gotadevidro disse...

Sentires em noites belas odores envolventes.

Lindo e lindas as fotos

Bom domingo


Beijinhos

Sonia Schmorantz disse...

A palavra mágica
dorme na sombra
de um livro raro.
Como desencantá-la?
É a senha da vida
a senha do mundo.
Vou procurá-la.
Vou procurá-la a vida inteira
no mundo todo.
Se tarda o encontro, se não a encontro,
não desanimo,
procuro sempre.
Procuro sempre, e minha procura
ficará sendo
minha palavra.

Carlos Drummond

Lindo domingo!
abraços

poetaeusou . . . disse...

*
Carminda Pinho
,
como podemos dormir,
ouvindo o marulho do mar,
aqui,
á distancia de um olhar . . .
e em cada marejar,
escutar,
sophia, florbela, natália,
torga, branquinho, ary,
neruda, redol o meu redol,
brandão e fernando pessoa ???
,
conchinhas
em forma de jinos, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
oh meu amor doce,
como me posso redimir ?
eu que pensava ter o humor
do Rei Juan Carlos quando mandou
calar o Imperador da Venezuela,
ou o Gajeiro da Nau Catrineta
que avistava as Terras de Hispaña
e as areias de Portugal … ou seria
o Deserto da Outra Margem ???
,
como me podes perdoar ?
não me tires o Algodão Doce,
que me faz regredir aos
tempos felizes em que o preço
era 5 tostões e dois sopapos
bem dados, devido ao pingos
de açúcar que caíam na minha
camisa e eu só tinha duas mudas,
uma camisa branca e outra camisa
branca, para não se notar as
nódoas das maresias . . .
,
Diz-me,
será caseiro o teu algodão doce,
estanca esta ânsia de saber . . .
,
algodões de amizade, carinho
e respeito, te envio,
hááá e o beijo que olvidaste . . .
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gotadevidro
,
gratificado fico, amiga
,
noites
de perfumado Morfeu
,
conchinhas serenas
te envio
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sónia Schmorantz
,
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada,
aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento
exclamações alegres, porque a
ausência, essa ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.
,
In-drummond de Andrade
,
um domingo
repleto de conchinhas,
deixo
,
*

Filó disse...

Poeta,

Obrigado.
Bom Domingo

Abraço Amigo!

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
um domingo sereno,
desejo-te,
,
*