fevereiro 28, 2009

>>>>>>>>>>>>>>labirinto secreto <<<<<<<<<


eu tenho a chave
do labirinto secreto
tecido nos apetites
de novelos deslindados
teia da qual sou cativo
nas grilhetas da vontade
renegando a liberdade
para me sentir preso a ti,
poema-fotos:poetaeusou

72 comentários:

Multiolhares disse...

Podemos ser cativos em liberdade,
O amor o sabe, quando damos por vontade e nos deixamos prender, as grilhetas são invisiveis.

beijos nossos

Ana disse...

A liberdade de ser cativo! Um poema com a chave da sabedoria.
Um beijo , Poeta, e bom fim de semana.

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO POETA AMIGO, CATIVA PARA MIM, NEM EM LIBERDADE... ADORO O MEU ESPAÇO E NEM MESMA AMANDO O PERCO...
AQUI ESTÁ ZÉZINHO UM POEMA SUBLIME DE SABEDORIA...
ADOREI AS FOTOS... CASADA COM O MAR EU SOU... O MAR É O MEU AMOR FIEL.
UM ABRAÇO AMIGO,
FERNANDINHA

Cotovia disse...

...há presões que valem a pena, não é?

Zé Maria disse...

...
Então é preciso guardar bem a chave.
É que às vezes apetece mesmo deixarmo-nos prender...
Aquele abraço

Justine disse...

Quem não quer perder-se em tal labirinto??

Ana disse...

Cada qual com seu labirinto, nos labirintos da vida.

E essas pegadas na areia ...

Abraço

Izinha disse...

Preso na mais doce teia.

bjos e ótimo fds!

carmen disse...

Labirintos do amor...
Lindo!!! e doce, apesar do mar...

Lindas fotos!!!
bjs

neide disse...

Meu querido poeta... Quem não quer amar e ser amado? Não existe coisa melhor. Mas amar sem ser cativo, com confiança, respeitando um o espaço do outro.

Lindo poema.

Tenha um ótimo domingo.

Bjsss

Tatiana disse...

Esses laços que nos prendem são os mais maravilhosos do mundo!Estar preso por vontade!

Uma bela semana para o seu rico coração!

Um beijo com meu carinho

Efigênia Coutinho disse...

poetaeusou . . .
Mar, Sol e Areal : Portugal

Aqui , neste fim duma tarde pardacenta, ler poetaeusou . . . foi o melhor que me poderia acontecer.
Sua poesia, são brumas dum tempo sem tempo, pois cria a imagem falada , quando se lê "poetaeusou . . . ". meus cumprimentos, deixando um convite com um Link para conhecer meu novo espaço, onde ficarei feliz com sua visita e seguir na companhia, Efigênia Coutinho
http://efigeniacoutinhopoesiascomimagens.blogspot.com/

Ana Martins disse...

Um labirinto vestido de amor!

Beijinhos,
Ana Martins

Duarte disse...

Labirintos que o mar esculpe,
mas que tu dominas;
são as rotas do sentir,
querendo e amando.

Que sejas feliz, sempre.

Um abraço de orgulho

Nano disse...

la poesia enganchan las mentes y las hace libres

Iscte 72-77 disse...

Olá
Tem uma lembrança no meu blog.
BFSemana

marias disse...

Estar cativo por vontade própria é Liberdade.

Bjs

MEU DOCE AMOR disse...

Ao prenderes-te(ao TI do poema)...libertas-te!

Que boa prisão!

Um beijo doce e secreto preso ao TI

Hummm...

Sonia Schmorantz disse...

Hoje vim só deixar meu abraço e desejar um lindo domingo.

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Procurei em livros e livros,
Um poema,
Um parágrafo,
Uma frase,
Que me resguardasse da mágoa, Como janela de vidro protegendo o rosto da chuva.
Mas nada do que leio chega para contar o que sinto.

( N.G.J. )

Bom domingo para você e toda sua família
Abraços

Passa la no blogger tem uma novidade

Mai disse...

Poeta,
ser cativo de um amor que é versado nas formas da natureza, deve ser o mais doce dos cativeiros da alma e das almas que amam.

Outra vez, bela fotografia e belas palavras.

Carinho,

Mai

gaivota disse...

és cativo dessa cativa que te tem cativo... lindoooooooooo
onde andam as nossas pedras? e a fontinha, será que a querem levar?
ah oh, não há terra como a praia!nem o caguêra lhe escapa!
nem o cão do borracêra!
piliparessssssssss

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
Preso por amor ?
que sublime cativeiro,
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
que tenhas
um bom do domingo, amiga,
o meu fica recheado,
com as tuas palavras,
,
jino de amizade, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDA & POEMAS
,
O nosso mar, fernandinha,
,
Sempre o mesmo,
Sempre diferente,
,
Um mar de jinos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cotovia
,
Amarras,
que nos unem . . .
,
Conchinhas serenas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Zé Maria
,
querer ou não querer
eis a chave . . .
,
Abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Justine
,
Labirinto das maresias,
das brisas que nos despertam,
,
conchinhas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
a vida é o labirinto-mor,
é a sina de quem nasce,
e porque há uma entrada,
há sempre uma saída,
onde, definidas, as pegadas
indicam como evitar os escolhos,
que enxameiam os trilhos desta vida . . .
,
serenas conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
izinha
,
teias que o destino tece . . .
,
tecidas conchinhas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
cármen
,
embora salgado,
o mar é doce, amiga,
quando está sereno, hoje …
quando está bravio . . .
,
fotadas conchinhas, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
neide
,
respeito mutuo, óbvio,
amar é dar sem nada exigir,
,
Amorosas conchinhas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Tatiana
,

Aquela cativa

Que me tem cativo,

Porque nela vivo

e quer que eu viva.
,
In-Camões,
,
Conchinhas em liberdade, dou-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Efigênia Coutinho
,
que belo amanhecer,
ao escutar o pilipar das
minhas amigas gaivotas,
esvoaçantes em bailados
ritmados e que felicidade
senti quando me entregaram
a missiva da Efigénia, um
nome que foi musa dos poetas,
cantada por Camões e Pessoa,
,
Irei visitar o seu espaço,
,
Marés de simpatia, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
Ou não é o amor
Um labirinto ???
,
Conchinhas de luz, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
atingir o equilíbrio,
é a felicidade suprema,
na vertente . . . das vertentes . . .
,
Deixo-te a minha paz, Duarte,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Nano
,
não sou juan nicasio galego
nem miguel cervantes ou do
moderno Francisco Rodrigues marin,
srsrsrsr
,
saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Iscte 72-77
,
Vou, já,já,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Marias
,
é o que penso,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
eu, me, mi, migo
tu, te, ti, tigo,
eles, elas, os, as, lhes,
srsrsrsr,
,
conchinhas luzentes,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sónia Schmorantz
,
Feliz fiquei,
,
dominicais conchinhas deixo-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
UMA PAGINA PARA DOIS
,
livros, livros,
eu quero montanhas de livros,
tempo, tempo,
eu quero tempo para os ler,
,
Abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mai
,
Eu sou o cativo
De uma graça viva,
Que nela eu moro,
Por ser o cativo
De quem é cativa.
Pretos os cabelos,
Onde o povo vão
Perde opinião
Que os louros são belos.
,
In-camões,
,
conchinhas, deixo
,

*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
vou enviar
uma foto da fontinha
para a Lena,
,
o mar namexe,
partiremneplomê,
o quéaquil á ó . . .
,
pilipares
,
*

mulher lua disse...

Se tens a chave. atira-a ao mar, para voltares a sentir a adrenalina de descobrir o fio à meada.

Veijios de suspence

poetaeusou . . . disse...

*
mulher lua
,
e se é o mar,
a chave certa ???
,
conchinhas serenas,
envio-te,
,
*

Mariz disse...

Salvé Poeta

Sabeso que acho mais delicioso?
São os comentários que entre vós - os dois - se deixam. é que me parecem tão antagónicos...que esse amorme parece mesmo ser cativo.
Não percas a chave...
e a propósito do que te li...
deixo-te outro "recado":
são os caminhos aqui, na vida, que nos levam aos outros, aos do céu...a Deus.

E agora...
(A/DEUS)
deixo-te aquele abraço de sempre
eternamente,
Mariz

Mariz disse...

esqueci-me...
já foste ver o blog dos Óscares?
Não achaste graça alguma...já sei...
e se fizesses saltar a tua criança?
conhece-la? ainda?

Mariz

poetaeusou . . . disse...

*
MARIZ
,
eu como simples terráqueo,
e com um património cultural
de 3 Cursos Biblicos, sabendo
minimamente , a Tora, o Corão,
o Nostradamus, todos os
Evangelhos cristãos, católicos,
Agnósticos, inventados ,
por inventar, o Lutero e o
Erasmo, o Henrique não sei
quantos e a dissidência com Roma,
o Confúcio, o buda, o Dalai,
repara como já tenho a minha
incolor massa cinzenta, que
começou quando eu tinha 7 anos,
e "dilemava" entre o Manitu
( manitu o deus dos indios) e
a Catequese, e já comparava o
Boi Sentado, chefe dos apaches,
perseguido pelos cowboys, dos
quais o Bush é herdeiro, com
Cristo-Homem, perseguido e
atraiçoado pelos seus o que
ainda hoje, acontece . . .
,
Terráqueo porque sigo Francisco
de Assis, quando ele diz:
dar de beber a quem tem sede
e de comer a quem tem fome, e
no mundo em estamos inseridos,
especialmente no nosso País,
a Fome e a Sede é de, JUSTIÇA,
SOLIDARIEDADE, SAUDE,
EDUCAÇÃO, INSTRUÇÃO,
E AMOR, MUITO AMOR,
Em todas as vertentes,
,
Querida amiga, vou dormir
Descansado depois de escrever
Esta missiva, com muita Amizade,
,
MARIZ
Deixo-te a minha PAZ,
E conchinhas de luz,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mariz
,
tens toda a razão,
vou redimir-me . . .
,
brisas serenas,
,
*

rosa dourada/ondina azul disse...

Neste labirinto quero entrar,
Para meus novelos desatar...


Boa semana,

conchinhas...muitas,

Carla disse...

novelos em desalinho de uma liberdade aprisionada
beijos e boa semana

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,
e a falta que faz
no labirinto,
uma ondina azul
decorada
por uma rosa dourada,
,
um mar de conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carla
,
e neste cantinho
se fez luz,
com a tua visita,
grato fico,
,
marés de jinos, envio-te,
,
*

Lena disse...

Depois de um fim de semana trabalhoso,
vim descontrair neste labirinto..

um beijo

Silvia disse...

A quais grades me prendo?
O que tanto me impede?
Quais limites me incomodam?
Quero ser livre?

Penso nisso...mas ainda insisto que o amor de fato não prende, liberta.

Silvia disse...

Um beijo poeta, passou o Natal, as festas de passagem do ano, o carnaval, logo... FELIZ ANO NOVO!

um beijo poeta e boa semana!

Ana disse...

Guarda essa chave no baú do coração e não digas o segredo, ele pertence-te.
Amigo Poeta o que tu sabes dizer!
Quem sou eu para comentar o que escreves, apenas gosto da forma como o fazes, com paixão e naturalidade. As imagens são uma maravilha!
Envio-te um "moliceiro" carregado de conchinhas de ovos moles:-)
Beijinhos,
Ana Paula

poetaeusou . . . disse...

*
Lena
,
sorve as maresias,
deste sereno mar,
bálsamo retemperador,
das energias dispendidas
nas labutas do dia a dia,
,
suaves conchinhas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sílvia
,
existem cativeiros amorosos,
eu acredito . . .
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sílvia
,
e boa Páscoa . . .
,
jino,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
amiga
eu sou a nudez,
a cristalina transparência,
a sublime limpidez,
a minha chave,
tem a grandiosidade do mar,
porque é o mar, a minha chave,
,
um mar de jinos, deixo,
,
*

São disse...

Viva!
É sempre agradável vir até aqui, como sabes.
Feliz semana.

gotadevidro disse...

No labirinto da vida há sempre uma saída onde ficam suspensas as grilhetas que invisiveis entregam uma liberdade de entrega.
Lindo

Obrigada pela agradável visita

Uma boa semana

Beijinho ( sem sinusite)

Xana disse...

Essa prisão é gostosa, dá-nos liberdade e felicidade
nunca perca essa chave :)

beijinho e obrigado pela visita

Sol da meia noite disse...

Quando o amor nos prende, jamais somos cativos.
É quando nos sentimos mais livres.

Jinhos amigos * *

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
a tua vinda,
é um raio de luz,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gotadevidro
,
estas mania das doenças,
vai dos €uros á otite
realçando a sinusite,
são cismas ou são crenças ???
,
conchinhas sem manias, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Xana
,
é . . .
chave dourada,
escondida, guardada,
,
serenas conchinhas,
envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
dizem os cativos do amor
Jamais se extingue a claridade...
A ave tem o voo da liberdade...
O homem tem no beijo, uma flor !
,
jino de carinho e amizade,
,
*

Codinome Beija-Flor disse...

E mesmo que o fio desse novelo seja tão fino (tênue) há de demarcar o caminho onde passa o amor.
Abraços

poetaeusou . . . disse...

*
Codinome Beija-Flor
,
nem mais, amiga,
,
conchinhas serenas,
,
*