fevereiro 18, 2009

>>>>>>>>>>>> da existência sumida <<<<<<<<<

um video para desanuviar
saber
é ignorar a infinidade
de saberes desconhecidos
do que somos sem saber,
se somos o que não fomos
neste objectivo de ser,
apenas sou porque estou
no momento singular
da existência sumida,
instantes experimentados
de viver sem existir
e existir sem nunca ser
em continuado fluxo,
ultrapassada metafisica
nos infiltrados fonemas
das máscaras que nunca quis,
poema-fotos-video:poetaeusou

92 comentários:

Lena disse...

O mar esta como eu gosto e aquela luz que iradia a falésia esta otima...é a luz da manha ?
Comecei a escutar a musica..francesa ?
Continuando a ler tua poesia,
acabei por me afogar nessas ondas, olhando para a falésia...

Um beijo, Poeta !

poetaeusou . . . disse...

*
Lena
,
Paul Mauriat nasceu em Marselha
cresceu em Paris e faleceu em
Perpignam 1925 a 2006, recordo
Do "L'Amour est bleu" cantado por
Andre Popp e a sua Banda acompanhou
Charles Asnavour por todo o mundo,
,
a tua falésia estva ontem linda,
hoje com menos brilho, umas
nuvens invejosas taparam o sol,
,
o mar está sempre belo,
sempre o mesmo,
sempre diferente,
,
conchinhas de carinho, envio,
,
*

Mai disse...

Poeta , mesmo sem saber e sem poder estar porque a vida, esta, se dá aqui,com os pés plantados no chão,imagino que o homem não consegue alcançar a olhos nus,o mínimo que existe de beleza e grandeza no universo.

Assim, desconfio de que podemos estar perdios ou termos perdido o elo com o pretérito.

Abraços,

Mai

Iscte 72-77 disse...

Gostei muito do poema e das fotos mas o video diz que está indisponivel....

Ana Martins disse...

Caro Poeta,
"...ultrapassada metafisica
nos infiltrados fonemas
das máscaras que nunca quis,"
Brilhante... Você tem o dom de me deixar sem palavras!!!!!!!!

Beijinhos,
Ana Martins

mdsol disse...

:)))

carmen disse...

Poeta:
Você sempre me traz um sentimento de Paz, de aconchego...
Demais!!!

Gasolina disse...

És tu, Poeta.

Saber dizer.

BEI/de MARÉ

Duarte disse...

Um contra-luz assim é obra prima!

Ser, existir, estando, é o que realmente importa.
Que seja para muito tempo.

Abraço-te, amigo Zé.

Codinome Beija-Flor disse...

O que comentar diante tanta beleza?
Como ler e não pensar sobre o que somos e sobre o que não sabemos o que podemos ser.
Quande venho aqui, seu que vou ler muito além de poesia, levo daqui grandes ensinamentos.
Parabéns.
Abraços

Eduardo Aleixo disse...

Que alegria me dás sobre as máscaras...
Abraço.
EA

gotadevidro disse...

A existência da não existência , o ser que não foi.

Belas fotos e gostei da música de Paul Mauriat

Beijinhos

Sonia Schmorantz disse...

Complexo, metafisico, para além das idéias comuns...
sempre um belo texto.
abraço

gaivota disse...

e o que nos traz esse nosso mar, essa nossa terra, fotos de encantar, alucinações perdidas no ser e deixar de ser...
existências sumidas, mascaradas, vivas e abertas...
muito bonito, zé!
pilipares

poetaeusou . . . disse...

*
Mai
,
desconfias ?
não sentes para lá das dúvidas ?
penso que já não existe passado
nem futuro nem presente,
somos pequenas ilhas, micro-familiares,
micro-amigos, micro-nós, e vêm falar
em Globalização inventada por um
louco, com os resultados que se notam…
,
conchinhas amigas, te envio
,
*

LOURO disse...

Amigo Poeta!

Que bela trilogia, fotos,video e poema como só tu sabes escrever...
Ler o poema com essa musica!!!
sublime!!! Parabéns...

Abraço

Lourenço

poetaeusou . . . disse...

*
Iscte 72 – 77
,
e eu fico muito
contenteeeeeee.
e
triste devido ao vídeo, hóóó,
vai tentando linda …
poderá ser do teu PC . . .
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
fonemas cantados
como sons de aviso
soantes, imprecisos,
cantos ultrapassados,
,
brisas de simpatia, envio
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mdsol
,
conchinhas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
carmen
,
paz, serenidade, harmonia,
é urgente, demais . . .
,
serenas conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gasolina
,
ai, se eu pudesse igualar,
o teu sublime poetar,
que feliz eu seria,
,
Igualitárias conchinhas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
abraçado
ao cativeiro da vida
me sinto,
será existir ?
serei eu ?
estando, estarei,
duvido, amigo, duvido,
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Codinome
,
em todos os instantes
aprendemos ,
especialmente com a
simplicidade dos nossos sentidos,
ver, ouvir, ler, o cheiro e odores,
nos tactos, o olhar, ai o olhar, o que
ele nos diz, o que nós retribuímos . . .
,
Sabes que existem modos de olhar,
que enfeitiçam a Natureza ?
,
enfeitiçadas conchinhas, envio,,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Eduardo Aleixo
,
Máscaras que nos põem
Máscaras que não somos
Máscaras que rejeitamos
Máscaras que enganam
E que “eles” sabem usar . . .
,
Um amigável abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gotadevidro
,
é mais uma saída original,
que é . . .
o ser ou não ser . . . eis,
,
maresias de simpatia,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sónia Schmorantz
,
comum
a igualdade imposta,
,
não interessa como se faz,
mas sim o que sentimos ao fazer,
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
o mar, dá-nos tudo,
dá-nos beleza,
sem nada pedir em troca,
,
pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
LOURO
,
não mereço tanto, amigo,
apenas as musas inspiram-nos,
especialmente a musa natureza,
,
um abraço de amizade, envio,
,
*

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO AMIGO ZÉ... TODO LINDO POR AQUI... DEIXO-TE OS VOTOS DE UM BELO DIA DE SOL... UM ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDA & POEMAS
,
fernandinha
,
frio e nuvens por aqui,
linda,
,
jinos de carinho e amizade,
,
*

Anna e Cesar disse...

Poema feito de
cores
beleza
sons
saberes
e sabedoria
Belissimo poeta.
Sempre delicioso ler vc, nos deixa sem palavras.
Luz e paz na sua quinta!

Anna

http://momentos-de-amor.zip.net/

http://fasciniusangels2.zip.net/

Carla disse...

fotos fabulosas de uma existência (não) perdida, de um ser que se encontra no saber de querer saber mais
Beijos e bom Carnaval

Juani disse...

yo si se, que no puedo dejar de pasar a visitarte
saluditos

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

Bem vistas as coisas, vivemos sem existir, porque somos tão, tão pequenos, perante o mundo!...

Abraço
Daniel

Suricato disse...

Hermoso, los paisajes son una maravilla

abrazos

poetaeusou . . . disse...

*
Anna e César
,
simpáticas palavras,
que eu agradeço,
enviando,
conchinhas de luz,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carla
,
grato
,
é virtuaaaal.
e virtuaaaal
diz-me, Bill Gaaaaates.
quando é reaaal.
vem, Bloguista.
não digas não.
travestiza-te
de amigão
neste sambar
bem ritmado
brother Bill Gates.
muito obrigado,
,
Conchinhas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Juani
,
e há visita melhor,
srsrsr
,
Saluditos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
Insignificantes átomos,
a começar pelos narcisistas,
,
abraço
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Suricato
,
obrigado,
,
saluditos
,
*

Anónimo disse...

Máscaras impostas... papéis obrigados... e corre a vida na ânsia, mais ou menos consciente, de querermos ser NÓS...

Beijo para ti...

Alice_Detalhes

Multiolhares disse...

Somos mascaras que o tempo molda,
alguns de nós deixam essas mascaras serem
colocadas, por medos, por falta de confiança,
por tanta, tanta coisa, mas com isso perdem a sua
verdadeira identidade, é uma pena pois acabamos por ser
bonecos da sociedade

beijos nossos

poetaeusou . . . disse...

*
Alice Matos
,
conscientes máscaras,
de papéis impostos,
,
saudosas conchinhas
dos teus posts,
,
*

Ana disse...

Saber tudo isto que transmitiste neste belo poema é “sabedoria” amigo!
Gostei muito das imagens e o vídeo fez-me descobrir que o mar inspira esse teu “saber” .
Deixo-te umas conchinhas que as ondas do mar de Aveiro trouxeram à praia:-)
Beijinhos.

cristal disse...

Palavras para reflectir!
Palavras que reflectem o saber, o ser, o viver, o existir,o sentir...sem máscaras.
Lindo o poema, lindas as fotos.
Belo o video de um mar sereno que pacifica a alma.

Obrigada Poeta

Um Abraço amigo

mundo azul disse...

________________________________

Na verdade, sabemos ainda menos do que pensamos...

Belos e reflexivos versos! Gostei!


Beijos de luz e o meu carinho...

__________________________________

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
e muitas vezes
por necessidade . . .
,
bonecos da sociedade ?
a sociedade é uma mascara,
negra, medonha, horrenda …
,
beijos nossos
,
*

Eärwen Tulcakelumë disse...

Viajo sempre nas tuas palavras.
Video, música e fotos como sempre perfeitas!

Pérolas incandescentes de cheiro de mar entrego em tuas mãos.

Eärwen

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
quem sou eu para
transmitir qualquer coisa…
,
o mar hoje ao pôr-do-sol,
estava lindo, quase a igualar
a Costa Nova . . .
,
gratificado com as conchinhas,
envio-te jinos em brisas,
,
*

MEU DOCE AMOR disse...

O que escolherias ?

Existir,viver,ou ser? E porquê?

E porque aceitaste ou aceitas os fonemas das máscaras que nunca quiseste?

Beijinho doce

MEU DOCE AMOR disse...

A escolha da música...bela mesmo.

Sem existência sumida...mas assumida

manzas disse...

Mas que belas fotos acompanhadas de um lindo poema!

A noite adormecia na madrugada
Onde o silêncio sonegava a neblina…
Os charcos se agasalhavam na manta geada
Onde se espelhava a tua imagem cristalina
( poema, chamar por ti )

Tem um selo feito por mim
Para si, no meu blog…
Um resto de uma boa semana
Materializada em harmonia
Com muita alegria
E claro um bom CARNAVAL
Cheio de muita folia…

O eterno abraço…

-MANZAS-

poetaeusou . . . disse...

*
cristal
,
viver é reflectir,
prevenir a prudência
para que esteja sempre alerta,
não sabemos quem somos.
mas sofremos por o sermos,
e atrevo um conselho . . .
mais do que recusarmos as
mascaras, é urgente desmascarar
que nos tenta enganar . . .
,
amigáveis conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mundo azul
,
Linda
,
sabemos o que ignoramos,
e não vemos o que é visível,
,
brisas luzentes, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Eärwen Tulcakelumë
,
palavras viajantes,
entre mãos incandescentes,
,
maresias de amizade
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
O que é ser ?
O que é viver ?
O que é existir ?
Gosto de ouvir sons,
Logo fonemas,
,
Srsrsrsr
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
Paul Mauriat,
um senhor . . . musico,
,
brisas jinos, dou,
*

MEU DOCE AMOR disse...

Talvez Ser ,seja a essencia...o mais importante.

Posso existir, posso viver,mas posso não SER!

Se calhar hoje em dia pensa-se mais em viver e existir do que SER.

Agora talvez já possas dar uma resposta...

poetaeusou . . . disse...

*
manzas
,
amigo
talvez não notasses,
acontece que tenho um mau
relacionamento com os selos,
não sou contra, felizmente
o anti não faz parte das palavras
que uso e invento, sou um pouco
anarca e depois lembra-me do
Jorge Sampaio que em 10 anos
Agraciou 17.777, pessoas e
Armou cavaleiros da torre e sem
Espada, uns, com a espada e sem
Torre outros e alguns, uma camada
de al capones que por aí pululam
e esqueceu o Sr. Policia que lhe
guardou a casa particular,
Está claro que agradeço o teu
Gesto e espero não ser excluído,
por ser sincero e verdadeiro …
olha exclusão social que todos
falam e eu á anos que colaboro na
inclusão ... excluídos de alguma
coisa, somos nós todos . . .
,
Um abraço sereno, deixo,
Desculpa mas os amigo(a)s
já conhecem esta minha faceta
,
*

Carlos Barros disse...

Poeta,
Além da beleza dessa tríplice primazia, ainda nos deixa o exercício da reflexão!

Abraços!

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
eu sou o ser que não sou,
existindo por ser sem existir,
e viver, sem existir sem ser um ser
na forma de existir e não viver,
,
mas como posso ser Sancho
se sou Quixote ? se Cervantes
te moldou em Dulcineia,
lembrando uma operação
quase uma Eneida
não de Virgilio . . .
mas de um Galvão Libertador,
que não precisou de moinhos
para ser um sonhador, e se
antecipou o cantar da Papoila
e na Santa Liberdade respondeu
também te respondo sem ser eu,
quero VIVER porque foi para isso
que nasci, sem existir, sem ser
quem sou, no eu que é meu,
,
Conchinhas com sabor
A Júlio de Matos, envio srsr. . .
,
Jino de amizade
,
*

tossan disse...

A terra gira
e nem tudo muda,
pus-me a cantarolar
e sob a fantasia na vereda...
Era magia e emoção.
Brinquei, dancei,
e esbanjei energia.
Mas não tenho saudade...
Era carnaval!

Abraço amigo

poetaeusou . . . disse...

*
Carlos Barros
,
amigo,
embora o exercicio
de reflexão seja premente,
foi mais uma necessidade
intima que me fez garatujar,
este post,
,
grato pas tuas palavras
deixo um abraço,
,
*

Sol da meia noite disse...

Saber o que somos, talvez seja sentir o que se é, sempre tentando descobrir o desconhecido do mais que se possa ser.

Um jinho muito amigo *

TristãoeIsolda disse...

Basta existir para sentir o que somos.
Para querermos ir mais além transpondo os muros do desconhecido.

Abraço

paula barros disse...

O ser na sua infinitude de sentires, nas descobertas de nós mesmo, no tirar as máscaras no tempo certo é um caminhar por nós mesmo.

abraços

neli araujo disse...

Poeta,

Teu blog é lindo, com teus poemas tão profundos, belíssimas imagens e música boa para a alma!

conchinhas de respeito e amizade!

beijo amigo,

Neli

poetaeusou . . . disse...

*
tossan
,
um cheirinho
da marcha dos bloguistas
,
é a Neeeet, é a Neeeeeeet.
que preenche o nosso ócio.
mas tem cuidado
com a Neeeeeeet,
que causa tanto divórcio.
é virtual, é virtual,
mas quando isto . . .
é naturaaaaal,
,
abraço
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
comungo contigo,
sentir e descobrir.
Ou
Sentir a descoberta
Ou
A descoberta dos sentires,
,
jino de amizade, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
TristãoeIsolda
,
é . . .
há caminhos não andados,
que esperam por nós,
,
saudações,
,
*

Filó disse...

Poeta

Saber ou não saber, agora nestes precisos momentos basta acordar para saber que existo e que a vida está aí à espreita...
As máscaras por vezes são necessárias, pois escondem o mais imortante, que é a realidade e essa nós sabemos qual é..

UM ABRAÇO AMIGO

poetaeusou . . . disse...

*
paula barros
,
máscaras dos sentires,
situadas no tempo,
em nós presas, sitiadas,
á espera da liberdade,
ao tempo, no tempo, a tempo,
de sermos, no ser que procuramos,
,
conchinhas, de sermos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
neli araújo
,
e o pensamento voa,
entre poemas e mar
de uma (m)aruojo(a) neli(ante),
que voando a pensar
é um pensamento voante,
,
pensadas conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filo
,
que alegria sentida
nesta ditosa visita
que lavou a minha alma
num pensamento alterado
acordei logo existo
se existo eu logo sou
acordo logo subsisto
e se não sei para onde vou
para meu bem ou meu mal
se não pensar também existo
é milagre . . . do carnaval,
,
um sorriso para ti,
,
conchinhas de amizade,
,
*

Ana disse...

O mar nunca permite máscaras... é sempre verdadeiro, infinito e belo.
Um beijo, Poeta.

Tatiana disse...

Querido Poeta!
Adoro seu universo poetico!

Estou viajando hoje para aproveitar o feriado de carnaval.

Quando retornar venho lhe visitar!

Um beijo carinhoso

Luis F disse...

Excelente... para si o meu aplauso de pé, por este grande momento.

Um abraço
Luis

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
eu quero
sambar o mar.
desfilando na areia
ser o porta bandeira
para favelar
o meu desespero
,
maresias amigas, te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Tatiana
,
bom Carnaval
esta marchinha é para ti,
,
Quem quebrou meu violão
De estimação?
Foi ela!
Quem fez do meu coração
Seu barracão?
Foi ela!
E depois me abandonou, ô, ô
Minha casa se despovoou
Quem me fez tão infeliz
Só porque quis?
Foi ela!
Foi um sonho que findou, ô, ô
Um romance que acabou, ô, ô
Quem fingiu gostar de mim
Até ao fim?
Foi ela!
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Luis F.
,
sai de quando em vez, amigo,
,
sou apenas um
poetaeusou ... com (...),
,
grato fiquei,
,
um abraço, deixo,
,
*

neide disse...

Sempre que leio teus poemas fico me fazendo perguntas a respeito deles... Me faz refletir.
Poeta,tudo muito bonito aqui.

Quero lhe desejar um feliz final de semana e que tenhas um carnaval maravilhoso e se não brincar, um ótimo descanso.

Bjss.

Justine disse...

Já tudo foi dito sobre o teu poema. Eu cumprimento-te e fico com a música do mar, o mais parecido com a eternidade...

poetaeusou . . . disse...

*
neide
,
não tenho qualquer tipo,
de pretensão, mas penso
que é útil reflectir-mos . . .
sobre qualquer escrito,
,
um bom carnaval, desejo.
no Recife ???
,
conchinhas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Justine
,
grato justine,
,
o mar eterno
na eternidade da musica,
belas as tuas palavras,
,
conchinhas coloridas, deixo,
,
*

rosa dourada/ondina azul disse...

Bonito poema
tendo ao fundo o Mar!
(Sem máscaras)


conchinhas,

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,
rosa linda,
,
aqui até o mar se mascara,
de manhã foi de lesma,
parado, quieto, molengão,
perguntei-lhe se estava
adoentado, mandou-me ir
para Torres Vedras,
não percebi . . . !!!
,
conchinhas de amizade,
,
*

neli araujo disse...

Obrigada pelo poema, amigo!

Vou colocar no meu blog!

conchinhas agardecidas

*
,
*
,
neli

neli araujo disse...

errata: agradecidas!

poetaeusou . . . disse...

*
neli araujo
,
que sensibilidade.
gostei, amiga
,
conchinhas douradas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
neli araujo
,
estava perceptível, amiga,
,
brisas carnavalescas, envio,
,
*

Ana disse...

Se o poeta não sofresse, quase não existiriam poemas...

IMAGENS SUPER!

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
eu,
poetaeusou ...(...)
com reticencias,
mas digo-te,
a minha sensibilidade,
até com os azares dos
meus não amigos, sofre,
,
há com a excepção do
rei do norte, dos tribunais
e dos tarecados bóbis, aquém
e alem estancias constituídas,
. . .
,
conchinhas serenas, envio,
,
*