dezembro 10, 2008

>>>>>>>>> QUATRO ESTAÇÕES <<<<<<<<<


a nostalgia
é um modo de sonhar
olhar ramos despidos
na cantata do Outono,
é travestir os estios
em solfejo de Verão
abarrotando o areal
de folhas feitas pessoas ,
é inventar as canículas
musicas de corpos suados
em compassos de Inverno
nas Primaveras cantadas,
poema e fotos:poetaeusou

52 comentários:

Duarte disse...

Imagens limpas, de grande contrastes, no tempo...

O outono é assim de belo,
cheio de contrastes;
tanto é verão como inverno,
sendo outono.

Gostei imenso deste canto teu a um outono que se vai embora... que pena...!

Um grande abraço

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Zé... Belo poema... Onde a noltalgia é rainha!... fotos magníficas, como sempre ... Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

MEU DOCE AMOR disse...

E... inventar que som da Disco virtual Chocalho abrirá as portas no Sábado...

O bar encontra-se aberto...

Convidamos o lindo poeta a fazer-nos companhia

Beijinho doce :)))

GarçaReal disse...

Para mim o Outono é mesmo sinónimo de nostalgia.
O caír da folha , os dias cinzentos e enublados...

Como sempre presente a beleza do poemar.

Bjgrande do lago

Um pilipar nostálgico

Mai disse...

Olá, Poeta.

Magnífico!
Vivaldi se inspiraria, novamente.

Carinho.

Sol da meia noite disse...

Nostalgia e sonhos...
De mãos dadas...
Porque não...?

Sonhamos com o que está para vir...
Olhando o que se afastou...
Entrelaçando tempos.


Um jinho amigo *

Eduardo Aleixo disse...

Folhas feitas pessoas, é quando me abalo, é na altura chata, não é?.
Abraço.
EA

lua prateada disse...

Lindas palavras acompanhadas de lindas fotos.
Quem me dera estar sentada nesse banco apreciando essa paisagem...
Beijinho prateado

SOL

Ana disse...

Em cada estação do ano sonhar as palavras e cantar os sonhos. Parabéns, Poeta.
Um beijo.

daniel milagre disse...

Poetaeusou

Na tua versão poética, as estações do ano todas terâo os seus encantos. Penso assim também, talvez mais do Outono, para passeios. Há o caír da folha, árvores despidas, etc. Encanta-me a segunda paisagem, praia da Nazaré, que tenho em postal ilustrado, já fez capa de revista, saiu artigo, feito por mim sobre a vila.
Abraço,
Daniel

Sonia Schmorantz disse...

Gosto de poemas sim...poucas palavras, imensa profundidade.
Linkei seu blogger, porque gosto muito de ler, e também porque há muito mar, há coisa mais maravilhosa?
Um abraço

Teresa Durães disse...

por vezes a nostalgia aparece mansamente. mas sempre vai embora com os primeiros raios solares

Carla disse...

...ao som de Vivaldi...com as tuas belas imagens
beijos

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
ao findar Outono,
teremos o inverno da meditação,
a calma hibernação do espírito,
desaguando no apocalipse
das primaveras . . .
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDA & POEMAS
,
Fernandinha,
marés de jinos, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Meu doce amor
,
Já fui tão feliz no Chocalho,
Sabado ?
bora, estou no ir, fui . . .
,
Jinos chocalhantes, envio
,
*

São disse...

Comentando por junto, é uma delícia viajar pelos teus poemas e deslumbrarmo-nos com as tuas fotografias.

Bem hajas!

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
e vamos fazer da nostalgia,
a vontade de voltar . . .
,
um alegre abraço
e melancólicas pilipares
para o grande lago
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mai
,
que exagero, amiga,
ou talvez não !
pois é …
uma nova e sublime inspiração,
,
repara na minha modéstia,
,
marés de ternura, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
e nós o epicentro do mundo …
,
um mar de jinos, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Eduardo Aleixo
,
não tinha notada . . .
srsrsr
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
lua prateada
,
um banco vago,
á tua espera, no virtual,
,
jino de amizade, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
e sonhar,
é urgente, amiga,
,
brisas de jinos, envio-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
daniel milagre
,
falas-te em tempos,
e em nome da Nazaré te agradeço,
não deve ser esta porque foi
fotada em Julho passado,
como sabes, a Nazaré, todos os
dias muda de visual,
sempre diferente
sempre lindíssima,
,
um abraço amigo, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sónia Schmorantz
,
Mar
a imensidão de um olhar,
em olhos rasos de sal . . .
,
conchinhas mareantes, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Teresa Durães,
,
a nostalgia,
é a espera do sol,
,
diria eu . . .
,
*

Utopia das Palavras disse...

Suspiros...
no calor
das frias noites
onde fui flor
e tu...
cepa de amor...!

Belo poema poeta!


Um beijo

Eduardo Aleixo disse...



Vai ao meu blogue e traz para o teu aquele selinho que diz I love your blog.
Com amizade.
Eduardo

poetaeusou . . . disse...

*
Carla
,
vivaldi,
um mar imenso de musica,
,
conchinhas de amizade,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
os teus olhos, só,
,
meresias de estima, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Utopia das Palavras
,
é no Outono
na cepa
loura pelo estio,
que da uva se faz vinho,
o que levou o HOMEM
a afirmar
eu sou o sangue da vida
e este homem inundou
o mundo de amor, ou . . .
,
jinos de mar, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Eduardo Aleixo,
,
obrigado amigo,
mas, eu sou sincero,
e a verdade em mim,
é a minha independência,
não sou anti-nomeações,
porem não as aceito,
a amizade, mesmo virtual,
está acima de tudo,
faz-me lembrar o Jorge Sampaio,
em dez anos distribuiu 9.746 srsrsr,
condecorações e esqueceu o
amigo Policia que lhe fazia ,
a segurança da sua casa particular,
enquanto estava em Belém
a arquitectar discursos que
ninguém percebia e que eu gastei,
uma fortuna em Dicionários
ficando a saber o mesmo . . .
,
eduardo,
fico honrado, na mesma,
com a tua nomeação,
,
um abraço amigo, deixo,
,
*

Bandys disse...

Nossa que lindo!!
Encantada com as fotos tambem.
beijos

Marlene Maravilha disse...

A nostalgia está mesmo em toda a parte. Diferentes estacoes, cores, emocoes! Lindo como sempre!
As fotos nao necessitam mais elogios! Sao tudo de bom!
beijo grande!

poetaeusou . . . disse...

*
Bandys
,
encantado,
ficou o meu cantinho,
com a tua visita,
,
conchinhas de amizade,
envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Marlene Maravilha
,
ai, esses olhos,
,
conchinhas de paz, envio-te,
,
*

Juani lopes disse...

este poema en las azores seria perfecto, ha sido el unico lugar donde yo he vivido las 4 estaciones en un mismo dia
saluditos

david santos disse...

Caro amigo (a)
Com o objectivo de desejar a todos os meus amigos e amigas os melhores e maiores festejos de passagem do Ano de 2008 e prometendo-lhes que pedirei por todos que o novo Ano de 2009 seja o melhor das vossas vidas, venho agora, e nesta data, começar a fazer o que me vai dentro do espírito: desejar-lhes o melhor. Começo agora, aparentemente sedo, mas quero ver se me é possível contactar com todos.
Sem outro assunto e confiante em que os meus desejos venham a ser uma realidade, sou com toda a consideração estima:

David Santos

Multiolhares disse...

Quatro estações na vida
reflexo das estações emanadas do universo
onde a nostalgia também faz parte

beijos nossos

poetaeusou . . . disse...

*
juani lopes
,
mas é normal, amiga,
com anticiclones e ciclones,
massas frias e quentes,
com o el niño, a formar-se
nas caraibas, a sudoeste,
a norte e a sul dos açores,
o que esperavas ?
hehehehe
,
maresias
a nordeste das berlengas,
envio-te,
,

poetaeusou . . . disse...

*
david santos
,
Caro david
,
falando com um grupo de amigos,
caminhantes destas andanças,
opinei sobre ti, opinião essa,
aceite por todos,se os bloguistas
formassem governo, tu serias o
ministro de estado da diplomacia,
,
bem hajas, amigo,
,
um abraço,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
universo
trilhado,
nas dimensões etéreas
,
conchinhas,
,
*

Maripa disse...

Duas excelentes fotos! Que linda está a sua praia...saudades do mar...

Abraçar as suas "quatro estações" ao som de Vivaldi é magnífico!

Abraço,poeta amigo.

MEU DOCE AMOR disse...

Vim ler e ouvir a bela música que escolheste...das minhas prefiridas.

Ao compasso no imenso areal abraçando o mar e olhando o infinito...

Um beijinho doce

tossan disse...

Sem a nostalgia
não vou lembrar
do presente e
talvez do futuro

Abraço

mariam disse...

Poeta,
um post de luxo! Vivaldi, o "as quatro estações", de belas metáforas feito e a imagem dessa praia, linda e aprazível em todas elas...
o Inverno já nos estendeu um braço, hoje faz um frio "de rachar" rsrs
mas ainda assim também gosto desta Estação...

um abraço e um sorriso :)
mariam

poetaeusou . . . disse...

*
Maripa
,
És a rainha das praias
Amante do pescador
Amor não escondas amor
No andar das sete saias
Vistosas no dar a dar
Elas são ninho de amor
Mas se a dor vier do mar
Cuidado que vem traidor
,
In-do meu imaginário
,
Conchinhas serenas,
te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Meu Doce Amor
,
Em pleno Outono
Quando ouço vivaldi
Respiro a Primavera
Com odor a violáceas
,
Conchinhas violetas
envio-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Tossan
,
Nostalgia
É a espera do futuro,
,
um abraço,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mariam
,
Outono
o advento do inverno,
a hibernação dos sentidos,
preparação do explendor
da Primavera
,
gélidas maresias
de um mar calmo
,
*

Liar disse...

Com alguma nostalgia creio que provocada por este dia chuvoso.

Li e adoreiii!

Bjinhos
Céci ((*_*))

poetaeusou . . . disse...

*
Liar
,
que simpatia,
grato fico,
,
conchinhas de amizade, deixo,
,
*