dezembro 02, 2008

>>>>>>>>>>>>> no que resta do que fui <<<<

Fotadas hoje . . .
este sentir
não foi antes nem depois
foi no instante
do vibrar do teu olhar
momento exacto
em que a loucura vergou
e naufragou
no que resta . . . do que fui
no que resta . . . para o sermos
poema e fotos: poetaeusou

72 comentários:

Filó disse...

Poeta

Um Poema
Com fotos de um ceu carregado, pairam núvens , são sombrias...
Olhares pouco preceptíveis da realidade transmitida...há alguém, que diz que os poemas são para quem os lê,..
Naufrágios são precisos para saborearmos o vir à tona da água ..
Lamento...
Resta- me sem dúvida,continuar a olhar , da mesma forma como até aqui..
O sol brilha sempre, basta querer vê-lo,
Poeta, um Abraço,

poetaeusou . . . disse...

*
filó
,
há razões
que a razão desconhece,
,
e os poemas
são para quem os lê e sente,
,
as nuvens são passageiras,
e o sol brilhará sempre
mesmo com a água condensada,
a fazer barreira ao nosso olhar,
,
jinos de instantados
estado de alma, envio,
,
*

Sol da meia noite disse...

Tal como nas fotos, a luz rompe as nuvens...
Nestas palavras, o sentir rompe o tempo...

Um jinho amigo *

GarçaReal disse...

Um sentir no momento certo...

Que não foi nem será....

Apenas é.

Lindas as fotos...Belissimas

bjgrande do lago

Multiolhares disse...

Quando os olhares se tocam, vibram, sabemos que é para sempre, pode ser noite ou dia,
haver nuvens negras no céu o sol brilhar, que esses olhares vão caminhar eternamente porque se descobriram, e não há chuvas do norte que venham de mansinho ou cheguem fortes que os possam molhar nem ventos do sul que os possam derrubar
beijos nossos

daniel milagre disse...

Poetaeusou

O firmamento ameaçã, mas um poeta segue incólume e não se maça.
Um abraço,
Daniel

gaivota disse...

ah mig' tá inverno acamad'...um briol que nem te dig'...e o que resta é que sobra e é tudo
desde que ainda se sinta o vibrar dum olhra com sol ou nuvens...
pilipares

Teresa Durães disse...

o passado marca sempre o presente e o futuro mas nada disso significa que seja algo negativo

Poemar disse...

Enquanto olhares vibrarem ao se tocarem, as nuvens se dissiparão.

* Lindas as imagens,principalmente a primeira.

* Beijos!

Liar disse...

Olá Poeta

Mesmo com nuvens e sinal de mau tempo, não deixa de ter a sua beleza, ou então são as tuas fotos que deixam atravessar a luz!

O poema traduz um sentimento e eu adorei!

Dia lindo
Bjinho
Liar

Paula Raposo disse...

Gostei de te ler!! Beijos.

PreDatado disse...

Os "sentires" de cada momento. Não os deixe naufragar. É uma pena.

Bonito poema e muito bem fotadas as imagens.

EternaApaixonada disse...

*****

Entrar aqui é chegar ao paraíso!
O poema sempre é o que gostaria de ler... Ou receber... Lindo!
Parabéns!
As fotos... Divinais!
Nuvens pairam, mas passam...
Há recomeços... sempre...

Beijos


*****

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
o tempo das palavras . . .
,
um mar de jinos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Garçareal
,
e sendo,
,
pilipares
num manto de sentires,
envio para o lago,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
e se as nuvens estão negras,
por invejarem a felicidade ?
não . . . as nuvens são belas,
na sua diversificação,
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
daniel milagre
,
nada me impede
nada me proíbe
a mim ninguém me cala !!!
,
porque não te “callas” José ?
hó Juan é para já . . .
,
um abraço, Daniel,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gaivota
,
Por onde tens andado,
bairro sul ?
,
vou ao badejo, até logo,
pilipares
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Teresa Durães,
,
negativo, nunca,
apenas no dia a dia,
o tempo fica mais curto . . .
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

Poemar
,
nos olhares,
até as nuvens são incolores,
,
conchinhas de luz envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Liar
,
e nos sentimentos se faz luz,
,
jinos de amizade, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Paulo Raposo
,
gostei de te ver aqui,
,
Jinos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Predatado,
,
Grato fico,
Saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
EternaApaixonada
,
paraíso …
divinal …
,
serás sempre a Afrodite
com ou sem Adónis . . .
,
conchinhas de amizade,
envio – te
,
*

Maria P. disse...

Seremos, no que resto do que somos...

Gostei, de tudo.

Beijinho*m*

MEU DOCE AMOR disse...

É nesse momento do vibrar de um olhar,que se lê a eternidade...

Um beijinho doce querido Poeta do Mar e agradeço sempre as tuas visitas aos meus cantinhos

Um olhar disse...

Belas fotos em comunhão com o poema, mas tenho certeza q o sol vai brilhar novamente num belo amanhecer.

bjos mágicos!

AEN disse...

No que resta vamos sendo.
Somo-nos.
Belo poema, belas fotos...

São disse...

Se eu ainda for viver para esses lados, a responsabilidade é tua, rrrssss


Não quertes ir conhecer Aura Miguel? Gostaria de saber a tua opinião.

Abraços.

poetaeusou . . . disse...

*
Maria P.
,
ou do tempo
que nós teremos,
para o sermos,
,
bj,h,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
e,
até á eternidade,
,
falta uma piadinha tua . . .
é do frio . . . ???
srsrsrsr
,
conchinhas de dia frio,
envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Um olhar
,
é
do breu da noite,
renasce o sol,
,
conchinhas solarengas,
envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
AEN
,
Somo-nos no tempo
do tempo nosso,
,
maresiasde amizade, deixo,
,
*

Danny Doo® disse...

Muito bonito teu blog!

Fotos magníficas.

Parabéns belas poesias!!!

Deusa Odoyá disse...

Olá meu estimadao poeta e amigo!
As fotos são lindíssimas.
Não deixes que as marcas do passado ,ultrapassem a realidade.
Sorria, deixe esse sol maravilhoso entrar em sua vida.
Assim deixarás o tempo romper as suas barreiras.
beijos iluminados para tí, meu amigo....
Uma semana abençoada e muita paz, amor e luz.

Sua amiga do lado de cá.

Regina Coeli.

Deusa Odoyá disse...

Olá meu poeta!
Gostaria de lhe mandar um poema:
No seu caminhar....
Nunca deixe de lutar,
e seus sonhos perseguir.
Pois vale a pena buscar
fazer melhor e provir!
Tenhas em Jesus confiança
não importa a situação.
Ele é a maior esperança, presente em seu coração!
Por isso meu poeta,siga adiante
nem pense em desanimar
Todo momento é importante,
Neste seu caminhar!.

Beijos amigo.
Uma semana abençoada por Deus.

Sua amiga.

Regina Coeli.

mundo azul disse...

As fotos são muito lindas e o seu poema, não fica a dever nada, para essa beleza...


Um prazer ler os seus versos, poeta!

Beijos de luz e o meu carinho...

Utopia das Palavras disse...

Fosse antes
momento...
depois alento...
resto de brandura
na tempestade
da tua procura...!

Beijo

dona tela disse...

O que me diz a este tempinho? Só para pinguins...

Um abraço respeitoso.

gaivota disse...

por onde ando???, afazeres domésticos e colinho aos meus principesinhos...
quando te leio, sinto o ar da praia a chegar... nesses termos e vocabulários tão do nosso entendimento!!!
é um consolo para a alma!, mas amanhã vou "lavar" os olhos na maresia mais linda do oceano... a pikenota devo ir visitar e a ti, talvez!!! depende do tempo que demorar por caldas...
pilipares

Ana disse...

Esses cambiantes de luz é preciso ir à Nazaré para os ver?????

Noooooossa! Coisa mais linda!

Volto a perguntar: não pensas publicar os teus melhores poemas?
Não deixes este de fora.

Abraço

cristal disse...

Poeta

Ainda que nuvens cinzentas teimem pintar nossos dias - o Sol brilhará...
Ainda que os nossos olhos se inundem de inesperadas lágrimas de saudade - o Sol brilhará...
Ainda que doa recordar momentos que sabemos irrepetíveis - o Sol brilhará...
Preciso acreditar que... o Sol brilhará
Belos estes instantes!
Muito Obrigada,amigo

Aquele Abraço envolvido num raio de sol

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
tens cama, mesa
e roupa lavada,
num chambre, rooms, zimmer habitaciones, independente
melhor que muitas suites,
óliópssss,
,
conchinhas nocturnas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Danny Doo®
,
grato amiga,
,
conchinhas de luz te envio
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Deusa Odoyá
,
regina
,
tu foste o sol,
que aqui entrou,
em afluxos de sabedoria,
,
maresias de luz, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Deusa Odoyá
,
grato pelo poema
registando a tua sensibilidade,
bem-hajas, amiga,
,
brisas de paz,
envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mundo azul
,
gratificado fiquei,
com as tuas palavras
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
dona tela
,
e pinguias . . .
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Utopia das Palavras
,
não foi agora
foi antes
depois de mim
e do teu olhar
no mar
sem fim
de mil instantes
na efémera hora,
,
espumas de iodo, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
o mar está lindo,
não mexe,
está a pedir latadas,
muito frio . . .
,
pilipares nocturnos, envio-te,
,
*

mdsol disse...

Oh sr. poeta:
Agora que se "mostrou" tenho de chamar senhor poeta!
Conchinhas apressadas de um dia com muito trabalho!
:))

Duarte disse...

Excelente angulo de visão...

Que céu!
que mar!
que fotos!
Que palavras!

Mas fico com...

"no que resta... para o sermos"

Colega!!!
que profundo.

Abraços bom amigo

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
achas que este país
dá valor aos poetas vivos ???
,
nota a minha modéstia,
hehehe
,
não te mando conchinhas,
porque estão geladas,
srsr
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
cristal
,
Sempre que brilha o sol, Naquela praia
Sinto o teu corpo vibrar, Dentro de mim
O teu respirar
Os teus olhos
O cabelo
Os teus beijos
Eu estremeço
Oh! Oh! Oh!
Sempre que brilha o sol, Naquela praia
Sinto o teu corpo vibrar, Dentro de mim
O teu respirar
A saudade
A loucura
O deliro
Eu estremeço
Oh! Oh! Oh!
,
olha do marco
saíu . . .
,
conchinhas solarengas
em noite fria,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mdsol
,
Por isso a vós, Poetas, eu levanto
A taça fraternal deste meu canto,
E bebo em vossa honra o doce vinho
Da amizade e da paz.
Vinho que não é meu,
Mas sim do mosto que a beleza traz.
,
in-miguel torga
,
amiga
sou apenas
um pseudo~tudo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
Amigo é a solidão derrotada!
Amigo é uma grande tarefa,
Um trabalho sem fim,
Um espaço útil, um tempo fértil,
Amigo vai ser, é já uma grande festa!
,
in-alexandre O´Neill
,
um abraço, amigo,
,
*

Ana Martins disse...

Caro poeta,
" este sentir
não foi antes nem depois
foi no instante
do vibrar do teu olhar
momento exacto
em que a loucura vergou
e naufragou..."
Inspiração fantástica a sua!

Beijinhos

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Zé, ao olhar estas magníficas fotos eu pensei deslumbrada; É aqui o meu lugar!...
Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
Obrigado amiga,
Bem-haja
Pela simpatia expressada,
,
Conchinhas de luz,
Envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDA & POEMAS
,
fernandinha,
gratificado, fiquei,
,
conchinhas de carinho, envio-te,
,
*

cristal disse...

NO! :(

"Eu quero ver o por do sol
Lindo como ele só
E gente pra ver e viajar
No seu mar de raio
Eu quero ver o por do sol
Lindo como ele só
E gente pra ver e viajar
No seu mar de raio"
...esta canção sim :)
( Lilás de Djavan )

Maripa disse...

Sentir sempre presente em cada palavra,em cada poema.

Hoje um sentir triste,talvez do frio que,por vezes,nos invade.

Abraço amigo,poeta.

poetaeusou . . . disse...

*
cristal
,
Vou me perder
No azul verde do mar
Junto da manhã
Em busca da vida
Vou remover
Lendas, tormentas, paixão
Livre a navegar
Em busca da vida
Que me importa
A brisa fria
O brilho dos faróis
Que me importa
O fundo, a calmaria e o temporal
Eu sou o rei
do mar
Da minha cidade natal
,
in-djavan
,
marés de calmaria, deixo-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maripa
,
estados de alma,
,
ontem ao ouvir,
o pilipar das gaivotas,
por cima dos telhados,
e em redor dos contentores,
rogando por comida,
fiquei destroçado pela
minha incapacidade,
de as poder ajudar,
,
brisas encantadas te envio,
,
*

ANA DINIZ disse...

As belezas deste mar que vc captura com os olhos transportam-me até a serenidade do seu coração.

Presentea-nos com versos de alma todos os dias.

Obrigada por ser!


Beijos da amiga.

Ana

mariam disse...

Poeta,
um post de beleza sem fim. maravilha!
(só vejo uma fotografia, linda , de densas e douradas nuvens, lindíssimos céu e mar!)
o poema é soberbo.

um abraço e um sorriso :)
mariam

poetaeusou . . . disse...

*
ANA DINIZ
,
ruborizado fiquei,
obrigado, ana,
,
conchinhas serenas,
envio-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mariam
,
soberbas,
são as tuas
palavras, amiga,
,
brisas de paz,
te envio,
,
*

Marlene Maravilha disse...

Se foi ou está para ser, nao importa. O que importa é que realmente é tudo muito lindo, emoldurado por Deus e pelo amor e ainda a esperanca do futuro!
Convido-te a ver a Valentina!
beijo

poetaeusou . . . disse...

*
Marlene Maravilha
,
grato amiga,
irei conhecer a valentina
,
brisas de paz,
,
*

Filó disse...

Poeta,

Há gaivotas que mesmo crucificadas....ainda têm coragem de pipilar....são valentes e com teimosia..
Quando ouvem dizer que há gaivotas rondando os contentores do lixo a mendigar comida!..é muito ..muito triste..
Poeta, sem moralismos ou pretensões...de facto as palavras são isto,...sem querer , magoam..,
Há gaivotas, chatas e difíceis, que não se calam..
É da força que têm dentro delas, das cicatrizes felizmente saradas..e da suposta solidão.., derrotada..
Precisam de ajuda, concerteza, coitadas das gaivotas se não se ajudarem entre si...
Será isto lirismo ? não !
Estados de alma sentidos..e não estão a mendigar nada , apenas olham e sentem com convicções naquilo em que acreditam..
Amigo, desculpe, já tinha prometido a mim mesma , seguir o conselho do sábio Poeta que me disse: não vás por aí....temos que aceitar todas as opiniões....todas as religiões....
É isso mesmo...a vida é bonita demais merece ser vivida !
Mas a nossa voz tem de se fazer ouvir..
Julgarmos os outros...como é fácil apontar !riscos que todos corremos , mesmo sem os procurar..

Poeta , agradeço lhe eternamente toda a sua Bela Poesia..

Vivamos a vida , sem demoras porque é bonita demais !
UM ABRAÇO, Amigo
Conchinhas de paz, amizade, Mar, e muito Sol para iluminar esta Terra,deixo..

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
tens toda a razão,
as gaivotas são chatas,
e estou convencido que trabalham
a recibo verde para a Repsol,
em qualquer rua da Nazaré
deixam a sua marca . . . srsrsrsr,
Filó
Desculpa, mas quando digo que
temos que aceitar todas as opiniões,
as tuas estão incluídas, como é óbvio,
,
Inserido num denso nevoeiro inabitual
nesta altura do ano, envio-te, uma
rede repleta de conchinhas, brisas,
maresias e búzios sonantes de ternura
e simpatia,
,
*