novembro 21, 2008

>>>>>>>>>>>>>> deixem-me sonhar paz <<<<<<<<<






















................
............

não me digam
que a paz
é um hiato da guerra
não aceito,
a paz é fugaz ? não,
a paz é perpétua !
e se, o não é
eu peço, no mínimo
que me deixem sonhar,
que me deixem fingir,
como pode existir a guerra
se eu tenho a paz no olhar,
como podem existir teatros bélicos ?
se a paz está rasada nos meus olhos ?
questionas –me,
não notas, que a guerra grassa por todo o lado ?
se é verdade, eu pergunto,
quem destrói a paz que eu semeio ???
poema e fotos: poetaeusou. . .

44 comentários:

São disse...

Sinceramente, para mim um dos teus melhores poemas!!
E onde fica este jardim?!
Beijinhos marinhos, Homem da Nazaré.

poetaeusou . . . disse...

*
são
,
grato
,
jardim da paz,
do benfiquista joe barardo,srsrsr,
no solar barardo,
entre óbidos e bombarral,
grátis até ao fim do ano,
,
conchinhas, ficam
,
*

Sol da meia noite disse...

A paz é o alvo da guerra, meu amigo.
Muitas sementeiras de paz terás que ir fazendo, até um dia colheres seus preciosos frutos.

Jinho de paz, te deixo *

GarçaReal disse...

A paz é destruída. O ser humano por vezes procura a guerra pelo prazer da destruição.
Fecha os olhos...Com força...Com vigor.

Não deixes que roubem a paz ao teu olhar. Guarda-o em ti

bjgrande do lago

Chinha disse...

Conheço estes jardins....

São muito belos.

A paz vive em nós sempre que o permitirmos.

bfs

bjinhos

As fotos estão lindas

Lena disse...

Lindo poema poeta sobre a paz...
fala se em paz porque a guerra existe..
sempre ouvi dizer que quando uma guerra acaba, outra tem de começar...é um comércio a fortes lucros...
Vamos sonhar todos que um dia havera a Paz sobre Terra...

um beijo

Carminda Pinho disse...

Sonha, sonha, poeta.
Só no sonho existe a paz. Ou então, em momentos na vida da gente, em sítios assim...

Beijos

Teresa Durães disse...

talvez utópico, talvez uma fuga. Penso que tentando compreender a natureza e a sua agressividade entende-se melhor a luta inacabada. A diferença está no masuquismo do Homem

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
seguirei,
o teu conselho, amiga,
,
sabes que falar em paz,
é sintoma de ingenuidade ?
,
bjgrande para o lago,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite
,
vou semeando até poder,
cativando a paz em mim,
e distribui-la em meu redor
,
jinos de paz, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Chinha
,
> A paz vive em nós sempre que o permitirmos <
,
concordancia minha,
,
brisas de luz, envio-te,
,
*

Utopia das Palavras disse...

Dilacerado meu peito
cego o meu sentir
vê-la assim...
fossil
num esmorecer
do esquecimento...
sementeira de nós
fustigada
pelas intempéries
dos poderosos...!

Beijo

poetaeusou . . . disse...

*
lena
,
no mínimo,
vamos sonhando, amiga,
semeando a concórdia.
para alguém colher a paz . . .
,
conchinhas de bem-aventuranças,
envio-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carminda Pinho
,
como ainda nos deixam sonhar,
sonhar, continuaremos . . .
não é o prof.rómulo de carvalho,
que esreveu;
que o sonho comanda a vida ?
,
sonhadas conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Teresa Durães
,
talvez as duas coisas,
embora nem todos os
homens sejam masoquistas,
a razaão está do teu lado,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
utopia das palavras,
,
os senhores da guerra,
vampiros da alta finança,
campeões do xadrez da humanidade,
dos meros peões que nós somos,
até quando, amiga ?
,
jinos de paz, envio,
,
*

Liar disse...

Bem, valeu a pena andar a navegar, adorei o teu poema ((*_*))
Bjinho
Céci

poetaeusou . . . disse...

*
Liar
,
grato, fiquei,
conchinhas de luz,
,
te envio,
,
*

Paula Raposo disse...

Muito bom poema!! Beijos.

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
.
grato, amiga,
,
jino
,
*

tossan disse...

Guerra é fracasso...é solidão! A paz foi sublinhada numa linda poesia!

Abraço

Madalena disse...

A vida.

(tens lá uma resposta, Amigo.)

Beijo grande

cristal disse...

Poeta

Simplesmente belo....este convite, este apelo à Paz...dito assim à sua maneira...

Paz...precisa-se!

(também quero sonhar a Paz... quase dá vontade de acrescentar: "...Onde houver guerra....)

Muito Obrigada.

Um Abraço amigo
e
Um bom fim-de-semana

Eärwen Tulcakelumë disse...

Que sonhe então doce poeta
Pois a paz há de estar e ser
Para sempre o teu par
Nas caminhadas por este orbe
Onde tua alma está

Que tu continues sempre a compor peças tão belas quanto esta e que teus olhos continuem a ver a beleza que existe neste nosso mundo.!
As conchinhas que deixas na tua passagem sempre ficam a enfeitar o meu mundo.Bem haja meu amigo!

Pérolas incandescentes de sonhos de paz entrego em tuas mãos.

Eärwen

gaivota disse...

e aqui encontras tudo para sonhar a paz, até pelo nome do jardim...
quem será que anda a sdestruir a paz que alguns de nós semeia e tanto aspira à sua concretização...
beijinhos, daqui de longe, mas ainda não tão longe...
pilipares fresquinhos

poetaeusou . . . disse...

*
tossan
,
que pena,
a paz ser uma utopia . . .
,
um abraço amigo, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Madalena
,
non
a pergunta é feita ao "vento",
penso que é uma citação
originária da cultura oriental,
a que fiz ligação ao ler o
teu poema. só . . .
,
jino de simpatia, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
cristal
,
sonhar paz,
semear a concórdia,
colher harmonia
é urgente,
,
conchinhas envolvidas,
num bom fim de semana,
,
*

Ana Martins disse...

Uma boa e pertinente pergunta.
"... onde está a paz que eu semeio???
Sim, por onde anda a paz que tanto desejamos?
A pergunta fica no ar...
Lindo este poema, muito lindo!

Beijinhos e um bom fim de semana.

Multiolhares disse...

A paz como a guerra não existem
somos nós que precisamos de um termo
de comparação para entendermos
o bem e o mal.
se tentarmos não nos posicionarmos
com os extremos procurarmos o equilíbrio das partes,
a vida flui sem grandes problemas.

“quem destrói a paz que eu semeio ???”

é por tantos seres pensarem que estão no caminho certo e são os outros que erram que o mundo está como esta o problema começa em nós.

gostei muito deste poema esta muito reflexivo

beijos nossos

poetaeusou . . . disse...

*
Eärwen Tulcakelumë
,
são as pérolas incandescentes
dos teus olhos, que te fazem
ver-me assim,
,
será que eu mereço ?
,
conchinhas de luz
te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
linda
,
está aqui,
uma friagem das antigas,
,
pilipares da costa, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ana martins
,
a paz não sei onde anda, amiga,
a sede de paz , sei . . . basta olhar
para uma criança que sofre, para
um idoso expulso da sua casa,
pelos senhores da guerra,
,
conchinhas de benquerenças,
envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
,
luna
,
e quem está no trilho certo ?
e quem está no caminho errado ?
,
beijos nossos
,
*

Filó disse...

Poeta,

Os Jardins mais bonitos, os da paz, são aqueles que existem dentro de nós.
No percurso da nossa caminhada
combatendo as duras e terríveis batalhas, enfrentando as adversidades que nos são impostas..virando as esquinas da vida.., com as forças buscadas no amor da amizade, da tolerãncia, da fraternidade alcançamos esses jardins..
Caminhada díficil, mas não impossível...
Olhando mares, luas, o sol, a poesia,continuar a acreditar num novo dia ...é viver com alguma Paz..
Eu acredito na Paz, porque ela existe no meu Jardim...
Quero muito que os jardins da Paz existam e possamos neles semear, para ter que colher !!!
Não custa sonhar....

Poeta, um abraço amigo

MEU DOCE AMOR disse...

Sonha então.E concretiza.Por vezes somos nós que destruimos a paz que semeamos.

Sábi aquele(a)que sabe mantê-la, mesmo em condições adversas.

Beijo doce Querido Poeta do Mar

MEU DOCE AMOR disse...

Quero dizer sábio

Duarte disse...

Beleza na arte das imagens e no entorno,
adornadas com belas palavras,
sendo rígidas, mas precisas;
às que me agrego.

Gostei muito e concordo.

Um grande abraço de amizade

poetaeusou . . . disse...

*
filó
,
mergulho nas tuas palavras,
nadando no sereno lago, que
banha os canteiros do teu jardim,
feitos flores da paz,
,
quanto ao meu escrevinhado,
tive o cuidado de pedir,
que me deixassem sonhar
que me deixassem fingir
semeando a paz nas flores
que me rodeiam, as pessoas …
nas ruas, nas praças, nas vielas,
de todas as cidades
,
gostei imenso do teu comentário,
obrigado,
,
conchinhas da paz, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
dou-vos a paz,
deixo-vos a minha paz, cristo
,
que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele - alcorão
,
LeShalom da Tora - israel
,
todos falam . . . apenas . . .
,
conchinhas de paz, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
deu para ler,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
duarte
,
agregado á tua simpatia,
me sinto,
,
abraço,
,
*

Filó disse...

Poeta,

No seu escrevinhado, percebe-se que pretende semear a paz por todas as flores que o rodeiam....ainda que em sonho...pois é dificil....
Há e haverá sempre guerra, infelizmente....
Daí, o meu comentário, sem pretenciosismos, apenas o que sinto,

Poeta, desejo-lhe um bom fim de semana e que prevaleça a tão dificil Paz, o entendimento entre as pessoas.

Um abraço,Amigo,

poetaeusou . . . disse...

*
Filo
,
vamos semear
as boas intenções,
se haverá ou não
boa colheita,
já nos ultrapassa . . .
concordas ?
,
Maresias, deixo,
,
*