outubro 23, 2008

>>>>>>>>>>>>>> sou como a flor <<<<<<<<<


desenho riscos
rascunhos ligados
em poemas e prosas
palavras lhe chamam
será ?
se a palavra é luta
a minha é para amar
sou como a flor
em jardim de dor
na eterna partida
e o que são poemas ?
poema é a voz
que em nós entra
e nos comanda a vontade
é sentir rasgar as veias
nos profundos sentimentos
é navegar nos teus gestos
sem noites nem madrugadas
e se como eu, tu sentires
podes gritar . . . eu sou poeta
poema e fotos: poetaeusou

48 comentários:

Lena disse...

Quantas vezes não apeteceu gritar ?
os gritos ficaram silenciosos
e foram deitados em palavras
essas palavras dão poemas
lindos como tu sabes bém escrever
poeta do Mar !

Um beijo

gaivota disse...

és como uma flor, és um poeta, és um nazareno, homem da praia, conhecedor da vida e dos mares, vives o sol e agarras a areia da praia, e grita,
grita bem alto o que te vai na alma!
beijinhos

mariam disse...

oh!Poeta,
seus poemas não são riscos nem rascunhos, são isso sim, verdadeiras esculturas...ou telas (pinturas) ... isso sim!

eu sinto!... mas, não me sinto minimamente habilitada a gritar... isso não!

fique bem
um sorriso :)
mariam

Sol da meia noite disse...

Ser poeta...
É conseguir que as palavras gritem...
Que rompam silêncios...
Que atravessem os tempos...

Poeta amigo, jinhos amigos, deixo * *

Ana Martins disse...

Bravo poeta!!!

Beijinhos

Juani lopes disse...

realmente tu eres un gran poeta
saluditos

poetaeusou . . . disse...

*
lena
,
grita,
sempre que tenhas vontade,
ao mar, ao sol, há vida,
grita,
ás montanhas, que te rodeiam,
e os seus ecos ecoarão
nestas falésias da tua saudade,
,
brisas de um céu limpo,
te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gaivota
,
viva quem canta
que quem canta é quem diz
quem diz o que vai no peito
no peito vai-me um país,
,
In-pedro barroso
,
pilipares lá do sul,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mariam
,
canta, amiga canta,
canta o rumo da barca bela,
basta acorreres á janela
até num moinho á vela
vês o areal como uma tela
e na altura da maré-cheia
ao olhares para alem da areia
o mar espraia o seu encanto,
,
búzios cantantes, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite
,
ser poeta é ser desnudo
despido de preconceitos
cantar os nossos direitos
e saber dizer não,
nunca cair na ilusão,
das mesinhas contrafeitas
já nos chegam certas maleitas
fui sempre assim e não mudo,
,
Jinos de uma manhã, radiosa
.
*

poetaeusou . . . disse...

*
ana Martins
,
para a tua, ave sem asas
,
Cortaram as asas ao rouxinol
Rouxinol sem asas
não pode voar.
Quebraram-te o bico, rouxinol!
Rouxinol sem bico
não pode cantar.
Que ao menos a Noite
ninguém, rouxinol!, ta queira roubar.
Rouxinol sem noite não pode viver.
,
in-F. F.
,
suaves brisas te envio
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
juani lopes
,
não, amiga,
talvez … se me chama-se
juani lopes
,
para arquitectar poesia
não é preciso talento
basta apenas que os amigos
me leiam com sentimento,
,
Saluditos
,
*

Teresa Durães disse...

a poesia transporta-nos sempre.

Paula Raposo disse...

Normalmente as flores necessitam de ser regadas...gostei do poema. Beijos.

Iana disse...

Poeta... simplesmente um Grande Poeta...

Amigo
Me pego
vindo
me pego
indo.
me pego
sorrindo
me pego
cantando.
Mergulhando
no mundo meu.
me pego
pedindo uma graça
à vida
me benzendo
me protegendo
me pego lendo
sempre feliz
um poema teu... Poeta amigo..

beijos e perfumes de rosas
Iana!!!

Utopia das Palavras disse...

Serei sempre flor
enquanto um verso
rasgar as minhas veias
dilacerar os dedos
e em nó sufocante
me fizer soltar
a alma

beijos
ausenda

GarçaReal disse...

Os gritos de um poeta são o arrancar da alma, o mostrar à vida o sentir, o transmitir a extraordinária sensibilidade , o entregar uma lágrima perdida.

Como sempre lindo o pôr do sol

bjgrande do lago

São disse...

Mais do que palavras , são emoções...
Crepúsculo luminoso para ti, Poeta.

Eduardo Aleixo disse...

sou como flor
em jardim de dor...
( a vida é terrivelmente bela! )
em eterna partida
( eterna chegada...)
Depois, os teus versos definem bem quem comanda a poesia ( quem comanda a vida )
- Poema de maré vazia
De maré cheia

Bonito como sempre.

Ah, esquecia-me do grito: é o 2º grito que ouço hoje em janela de poesia ( ainda por cima em noite fria ). Eu não costumo gritar. Fico assim de modos que parece que o mundo acaba, gritando dentro de mim. Por isso não grito. Quem grita é ele, o nmundo.Pela boca do mar. Ou do búzio.

Eduardo

rosa dourada/ondina azul disse...

Desenhas linhas que ligadas dão belos poemas :)))



conchinhas poemadas,

daniel disse...

Poetaeusou

Tanto mar!... Tanto mar!... para um poeta que o ama, ama sobretudo, cantando-o.
Abraço,
Daniel

Rosa Maria disse...

**
Poeta

Hoje ainda não te tinha dito que as fotos e o poemas são do melhor?

É verdade!!!

E já viste como vivemos numa Aldeia!

Beijokas

Filó disse...

A voz comanda a vida...assim ela seja ouvida,
Neste mar de palavras, expressão de alma de um poeta, ouvem -se e sentem-se profundos sentimentos..emoção.
Com o coração se faz um jardim à beira mar plantado !
Obrigado pela flor, perfumada de amizade...

Um abraço amigo, Poeta

poetaeusou . . . disse...

*
teresa durães
,
poesia,
palavras aladas,
,
brisas deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
paula raposo
,
pelo orvalho da manhã,
,
jinos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
iana
,
a poesia
é o espelho do olhar,
uma graça da natureza,
uma gaivota a pilipar
é sentir a beleza,
é ser vento e voar
é acabar com a tristeza
glorificando o mar
num manto de maresia
,
búzios sonantes, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
utopia das palavras
,
a alma
a veia poética
libertando flores
em canteiro de odores,
,
cantados versos, te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
,
o sol-pôr
é um dilema
feito poema
em tarde calma
lava-nos a alma
gota perdida
como a vida
de um lago em flor
,
pilipares e lindos ocasos,
te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
emoções,
é um afluxo de sentires,
,
horizontes coloridos, deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
eduardo aleixo
,
gostei do teu arrazoado,
obrigado,
,
um abraço amigo
vou ver o SLB
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosadourada/ondinaazul
,
feliz fico amiga,
,
poemadas brisas, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel
,
tanto mar, tanto mar,
,
chico buarque . . .
,
abraço,
,
*

cristal disse...

Olá Poeta

Não diga que são rascunhos
E riscos também não são
Suas palavras, são poemas,
Que afagam o coração....

Nas palavras há encontro ...
e...

Flor de luta junto ao grito...
Silêncio... dor e amor...
Sol que brilha... sol escondido
Noite que vem de mansinho...
Nascer do dia em tons rosa...
Luar...Estrelas...
Céu azul ou de nuvens adornado...
e...
...o MAR!....sempre o Mar
..Esse Mar, (a)mar, que navega em seu olhar e o “obriga”a espraiar marés de amizade e ondas de ternura ...

Muito Obrigada Poetaqueé por mais este belo momento de poesia.

O Abraço de sempre e uma mão-cheia de *** do mar

R.G. disse...

tu és poeta
tu és fotógrafo...

Adorei as fotografias.

Beijo perdido

poetaeusou . . . disse...

*
rosa maria
,
Certifico, rosa maria , do blog
tertúlia lilás, que em assembleia
geral de Fanáticos pela Nazaré,
foi lhe atribuído o cartão verde
nazareno, o que lhe permite,
fotografar opinar e poemar,
sobre a Praia, Sitio e Pederneira.
Mais registo, que foi convidada,
querendo, a requerer a nacionalidade
nazarena.
,
Nazaré, 23 de Outubro de 2008
,
assina o presidente da
Assembleia geral e único assistente
A bem da nação nazarena,
poetaeusou . . .
,
ventos de carinhos, envio,
*

poetaeusou . . . disse...

*
filó
,
jardim de palavras
famintas de mar,
perfumes plantados
nas marés de odores,
,
brisas nocturnas, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
cristal
,
navego nas tuas palavras,
rumando a porto seguro,
da tua amizade,
,
búzios soantes, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
r.g.
,
pseudo amiga, pseudo,
,
conchinhas, deixo,
,
*

Multiolhares disse...

Gostava de saber fazer um poema…
Mas será a vida por si um poema?
A vida é um poema quando nasce uma criança
Então fui poetisa quando nasceram os meus filhos

beijos nossos

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
luna
,
paulo é um botão de cravo rubro
estela é uma rosa cor de Abril
dois filhos que eu embalo e que descubro
que sendo só dois podem ser mil
Pois filhos do amor e da ternura
que sendo de todos não são de nenhum
e não há no mundo coisa mais pura
que a gente amar em todos cada um
,
in-ary dos santos
,
beijos nossos
,
*

Duarte disse...

Sombras que se esgueiram
alongando os caminhos,
cores mornas que
embelezam o entorno,
é outono!
"... sem noites nem madrugadas"

Precioso poema o teu

Abraços

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Um colírio para os olhos, seu espaço!
Parabéns!!!

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
palavras, tuas,
com noites e madrugadas,
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA
,
obrigado.
pelas coloridas palavras,
,
conchinhas nocturnas,
,
*

MEU DOCE AMOR disse...

Dos poemas mais belos que escreveste,sem dúvida.

Um beijo

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
, babado, estou . . .
,
jino
,
*

Ana disse...

Falando baixinho, eu repito:
És Poeta...
És poeta...
És poeta...
És.

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
ana
,
sou poeta ?
ai que o,
Alexandre O'Neill, mata-me ...
,
conchinhas,
,
*