setembro 16, 2008

>>>>>>>>>>>>>> despidas janelas <<<<<<<<<


na sombra das vozes
ouve-se a noite vadia
acordando os enganos.
seduzidos suspiros
descansam destinos
nas despidas janelas ,
mantilhas de espantos
em gemidos nocturnos,
no dia . . . desaguam dolentes,
poema e fotos: poetaeusou

40 comentários:

GarçaReal disse...

A beleza presente, no ocaso do dia, no caminhar de sonhos no decorrer da noite "vadia", na busca de "seduzidos suspiros".

Fotos= Beleza

bjgrande do Lago e um pilipar muito especial para a gaivota deixado pela Garça

Ana disse...

Belas palavras, lindas fotos.
E um retrato perfeito da Noite.

Abraço

Pitanga Doce disse...

Deixei as minhas janelas abertas para o sol entrar quando quiser.

abraços do lado de cá do mar

daniel disse...

Poetaeusou

Belos pôr do sol!
Depois poesia inspirada em gemidos, espantos, destinos, que desaguam dolentes, como que a saborear uma visão celesteal.
Um abraço,
Daniel

gotadevidro disse...

A noite é sempre companheira de um poeta.

Lindo e as fotos muito belas

beijo

Paula Raposo disse...

Gosto destas janelas despidas...beijos.

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
,
e o mar
em lago espraiado
derrama amizade
em marés de carinho
na garçareal,
,
pilipares, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ana
,
noite,
companheira dos afectos . . .
in - max
,
pilipares, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pitanga Doce
,
se visses a figura
anarca-sindicalista,
que eu fiz, por tua causa,
ao percorrer a marginal
nazarena pejada de turistas
de todo o mundo, com um letreiro,
" PITANGA ESTOU AQUI" e depois
receber chamadas anónimas de
deste teor:
olhe desculpe, venha aqui á
rua X, uma senhora procura-o
dizendo ser a Pitanga, e eu
ajeitando o meu pólo, cabelos
ao vento, voava para mais uma
desilusão, desditoso . . . sou,
,
letreiros de amizade,
envio-te
,
*

Multiolhares disse...

É na noite que as sombras
aparecem e se desfazem
No raiar do amanhecer

beijos nossos

Sol da meia noite disse...

É como se na noite, um novo dia se criasse...
Gosto da noite... há uma pálida luz que revela o que a intensa do luz do dia ofusca. O dia desencanta os encantos da noite...

Poeta, beijinho te deixo *

poetaeusou . . . disse...

*
daniel
,
tu conheces
toda esta envolvencia,
em redor olhar,
sonhar,
o caderno puxar
e
poemar . . . o mar . . .
,
abraço
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gotadevidro
,
é . . .
a noite
traz as novidades ao dia ...
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
da janela do meu quarto ...
in-tristão,
,
jinos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,

É de noite que me lembro,
in-tony,
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
a noite
o advento do dia,
o mistério e o sol,
o sol que esconde
com a sua claridade,
a bruma misteriosa,
feita vida . . .
vida nossa, . . .
,
conchinhas misteriosas,
envio-te,
,
*

Carol disse...

Nem sei do que gosto mais, se das fotos ou do poema...

São disse...

Como são lindos os seduzidos suspiros das noites vadis...e tão bem acompanhados que estão poe essas fotos !!
Poeta , um abraço grande.

poetaeusou . . . disse...

*
Carol
,
grato
pelas tuas palavras,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
são
,
a noites
hiato dos dias
suspirando ilusões . . .
,
conchinhas
,
*

rosa dourada/ondina azul disse...

A seguir á noite,
novo dia nascerá :)


conchinhas,

Duarte disse...

Imagens a contraluz, como eu gosto.

O teu poema enlaça perfeitamente com as imagens, sincronismo absoluto.

Contemplo desde a janela
essa paisagem imensa...
os gemidos e sussurros
dum anoitecer tardio
inundam o ambiente...
volúpias envolventes.

Abraço amigo

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,
e outra noite
se aproxima,
no vai e vem,
desta vida,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
ai . . .
se o mar tivesse janelas . . .
,
abraço,
,
*

gaivota disse...

vozes com sombras nos enganos das noites nas esquininhas das vidas
lá mais para sul...
gemidos perdidos nas janelas...
é assim!
pilipares nas conchinhas do guilhim

Pagic disse...

A janela da visão acordada depois de permanecer na sombra?

O que lá está é sómente um resumo.

Um abraço apertado esperando que tenham sido umas férias interessantes.

Juani lopes disse...

hoy el dia tiene celo de la noche por tus bellas palabras
saluditos

Filó disse...

Amigo Poeta,

Janelas despidas, que encantamento
Num encruzilhada de palavras
Nossos destinos de incertezas e enganos ouvem,
suspiros, vozes, emoçóes
Em busca de sonhos caminhamos,
Basta comtemplar
De janelas, assim despidas!

Um lindo poema e fotos


Um abraço

mariam disse...

oh! poeta, a noite é inspiradora ... e a lua (a de hoje está magnífica... vá lá dar uma mirada...eu já dei!)

um sorriso :)
e um abraço solidário... também aderi à mensagem por Flávia.

mariam

Ψ disse...

Adorei seu Blog.
Parabéns

MEU DOCE AMOR disse...

Gosto muito dos gemidos nocturnos.Mas temos que ter as janelas fechadoas:)

Jitos grandes

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
sombras
reflectidas em nós . . .
,
pilipares
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pagic
,
janela ofuscada,
por misterioso brilho ...
,
conchinhas de luz,
envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
juani lopes
,
prateada lua,
jorrando de luz
,
saluditos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
estradas da ilusão,
na realidade dos caminhos ...
,
emocionais conchinhas, dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mariam
,
vejo-a da minha janela,
vou tentar fotá-la
ao amanhecer sobre o mar,
se as minhas amigas nuvens
consentirem . . .
,
conchinhas amigas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ψ
,
grato fiquei,
,
obrigado,
,
conchinhas, dou-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
e os estores corridos,
hehehe
,
conchinhas de amizade, dou-te,
,
*

mdsol disse...

"Na sombra da svozes
Ouve-se a noite vadia"

E, assim sabemos que as vozes podem ser suaves e as noites espaços de muitos dias
:))

poetaeusou . . . disse...

*
mdsol
,
as noites
são dias sem sol,
espantos
enganados,
destinos
espalhados . . .
,
conchinhas diurnas, envio,
,
*