julho 13, 2008

>>>>>>>>>>>>>>>>>>> vento <<<<<<<<<


nesta bonança
espera gaivota
pelo vento forte
que te encanta,
vento do norte
maré de vento
em vento suão
cansado vento
paixão ventosa
vento ao relento
soprados beijos
amores ao vento
poema e fotos:poetaeusou

46 comentários:

Duarte disse...

As minhas amigas as GAIVOTAS. São fotogênicas, ou é a arte de quem as fez.

Conheces o livro "Juan Sebastian - Gaviota", ou algo parecido, é a vida duma gaivota contada por ela mesma. Lio em casa duns amigos, levo anos procurando-o para mim, e não o encontro.
INOLVIDÁVEL, que conteúdo!!!

O teu poema fez-me recordar tal livro, porquê será?

Arriscam nesses voos contra o vento para subir e sair em picado, ou planando.
Comparo o seu comportamento ao dum piloto de aviões, e neste momento deixo-me levar pelas recordações dos três que estive na F A portuguesa.

Amigo, um forte abraço.

Multiolhares disse...

Gaivotas, meninas planando ao vento
De amores pelo mar vivendo

Beijos nossos

Suave Toque disse...

Saudades das conchinhas...
Vim desejar te um feliz domingo.

Beijos

Suave Toque

Chinha disse...

Com a noite a romper a madrugada, leio-te....

Sinto este teu vento...Na bonança da esperança de amores esvoaçantes e perdidos em sonhos aquecidos.

Bom Domingo

Bjinhos

daniel disse...

Poetaeusou

Poesia, mar tranquilo, gaivotas, nos penhascos decansando, gozando as delícias da serenidade.
Daniel

Carminda Pinho disse...

Poeta,
com o dia a romper...e sem gaivotas (por aqui), vou com o vento que me trouxe, e deixo-te beijos... e desejos de bom domingo.
:)

poetaeusou . . . disse...

*
duarte
,
fernão capelo gaivota
de richard bacch, será,
,
um livro,
um hino
nas asas do vento,
uma gaivota
que queria ser diferente ...
,
saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
gaivotas
estrelas dançantes,
ao vento,
cantantes,
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Suave Toque,
,
e os raios solares,
em suave toque,
inunda o meu cantinho,
,
suaves conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Chinha
,
alva madrugada
da noite surgida
esperança renovada
do vento nascida . . .
,
sonhadas conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
daniel
,
olhar sereno
na serenidade do mar . . .
,
serenas conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carminda Pinho
,
voa,
vai nas asas do vento,
e na volta,
faz aquele golpe de asa,
que eu fico,
com os olhos rasos de espera,
,
conchinhas de vento brando,dou-te,
,
*

mariam disse...

pois é ... todos queremos ser um pouco "gaivota" ...

gostei muito destes ventos!

boa semana
um sorriso :)

mdsol disse...

nesta bonança

pelo vento forte

vento do norte

em vento suão

paixão ventosa

soprados beijos

PERDÃO Apeteceu-me recriá-lo!
Se for abuso...retira...

Ah! E qualquer dia faço um colar com as conchinhas que lá me deixa. Pode ser?

Paula Raposo disse...

Por aqui também está uma grande ventania!!! Beijos.

poetaeusou . . . disse...

*
mariam
,
e com a ventania,
voando cingidos
buscando maria
mariasentidos
capelo gaivota
voando na rota
,
conchinhas ventosas, hoje . . .
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mdsol
,
ventania
no areal espraiada
gaivotas prudentes
evitando os ventos
de "fera nortada"
que nasceu com o dia,
,
brilhantes buzios
para o teu colar,
deixo-te,
,
*

Acordomar disse...

Vim deixar-te um abraço :) Deixo tambem para a menina dos "olhos de seda natural" ;)))

Vêm ao Medieval? está magnifico :)

Bjss

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
paulinha
,
uma nortada fera,
de manhã e ao anoitecer,
parece o mês de setembro,
,
tempo estranho, este . . .
,
jinos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
acordomar
,
lin(d)a
,
talvez ...
a seguir ao almoço ...
,
bjokas
,
*

Poesia! disse...

olá!
sou adm. do O Fogo Anda Comigo (thefirewalkswithme.blogspot.com)
e gostaria de ser um parceiro seu...
abraços!

poetaeusou . . . disse...

*
Poesia
,
grato pela visita,
,
vou conhecer o teu espaço
,
conchinhas
,
*

Deusa Odoyá disse...

Oi meu estimado amigo Poetaeusou.

Que linda poesia, e como complemento essas gaivotas tão iluminadas.
Vôo ao encontro delas, contemplando esse magnífico mar.
Beijos da amiga.
E fique na paz dessas lindas gaivotas.


Regina Coeli.


Te aguardo no meu cantinho.

Adriana disse...

Quando é a noite de autógrafos?

Pitanga Doce disse...

"Se uma gaivota viesse
Trazer-me o céu de Lisboa
No desenho que fizesse
Nesse céu onde o olhar
É uma asa que não voa
Esmorece e cai no mar".

Ai ai (suspiros!)

Pitanga Doce disse...

Olha, aonde arranjaste estes tres pontos no queixo? Levaste algum de direita? hehehe

poetaeusou . . . disse...

*
Deusa Odoyá
,
do mar renascida
odoyá das águas,
dos maritimos amiga,
curando as mágoas
a isis parecida,
,
conchinhas mareantes
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Adriana
,
estou pensando,
chegará a ti o convite,
,
conchinhas de luz, dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
pitnga
,
minha amiga
E aquele Hino á Alegria !
Em bailados esvoaçantes
Emitindo gritos sonantes
anunciando vida,
Em acrobacias voando.
a Gaivota do Alexandre O’Neill ?
“Se uma gaivota viesse
trazer - me o Céu de Lisboa”
Ou a Gaivota da “ Utopia do 25 ”?
Da Ermelinda Duarte,.
“Uma Gaivota, voava, voava,
Como ela somos livres”
Utopia porque nos roubaram o sonho.
“Como ela somos livres”
A liberdade não existe, tudo é condicionado,
,
por tudo isto ...
poemo a liberdade, o mar imenso,
o infinito espaço, o olhar
para lá do horizonte,
ás gaivotas do meu imaginário ...
,
conchinhas etéreas, deixo,
,
*

Perla disse...

O vento sempre inspira poesia...
e a sua é linda!

Bjs

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
,
hehehe
,
não,
não me agridem "ás primeiras",
pratiquei boxe num club de bairro,
o rio de janeiro-lisboa,tem piada,
não sei se ainda existe . . .
,
corrigi um musculo da face,
depois de 8 anos de indecisão,
já recuperei, qualquer dia,
"bote" a minha foto num post,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Perla,
,
grato,
,
é apenas um
escrevinhado,
,
ventosas conchinhas,
,
*

Juani lopes disse...

El viento trae una copla
Bersuit Vergarabat.


El viento trae una copla,
recuerdos de huracán
que un día me partió un ala
y me hizo caer,
hasta que me arrastré.
Nuestra bandera flameaba
en medio del temporal.
Del norte el frío mataba,
se hizo dura la piel,
el terror fue la ley.
Y no olvidé nada,
que plantamos ilusión
en la pampa mojada,
que sudaba, como yo,
inevitable ausencia.
Y no me saqué el anillo,
ni el cielo, la Cruz del Sur,
ni mi titilar de grillo,
que por las noches canta,
porque extraña a su amor.
Y sigo lavando copas
de gente mejor que yo;
si puedo, bebo las sobras:
el mezcladito me enciende.
Y me pongo loco,
fantaseo con el mar,
de irme nadando,
de volverte a tocar.
Y me pongo manco,
manos de inutilidad,
dejé allá mi sangre,
y hoy me tengo que inventar...
¡Si soy argentino!
El viento trae una copla...
Nuestra bandera flameaba...
Yo sigo lavando copas...
feliz semana
saluditos

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá meu querido Amigo Poeta, nas asas de um Açor e não Gaivota vim dar-te muitos beijinhos de carinho e amizade,
Fernandinha

Pitanga Doce disse...

Aproveitando o teu bom humor vai lá na árvore e ri um pouco. Só não vale dizer coisa feia. hehehe

abraços de domingo

Duarte disse...

Amigo, aqui não levava esse nome, mas vou continuar com as minhas pesquisas. É um livro que quero ter.

Obrigado pela ajuda.

poetaeusou . . . disse...

*
Juani lopes
,
profundo,
embora me escape
algumas palavras,
,
grato fiquei,
,
saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDA & POEMAS
,
e o açor
em nove golpes de asa,
(as ilhas açoreanas)
deixou-me
uma fernandina mensagem . . .
,
conchinhas de amizade, amiga,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pitanga Doce
,
fui,
e acendi a vela . . .
hehehe
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
eficaz procura,
desejo,
,
saudações,
,
*

Sol da meia noite disse...

Nesta bonança,
descansa o vento...
Descansam também,
as asas da gaivota...

Amigo, beijinho *

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
é . . .
nas asas do vento,
descansa a gaivota,
,
bnabçosas conchinhas
,
*

Ana disse...

E o que estão a fazer aí na Nazaré as minhas meninas, que fugiram de Sesimbra com a ventania?

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
com o vento a mudar
abraçadas na nortada,
um espadarte aí vão pescar
,
conchinhas do capelo,
te envio,
,
*

gaivota disse...

meu amigo, aqui estão as minhas meninas, as minhas princesas desta minha/nossa praia, a nazaré dos meus encantos, mesmo com a nortada que se sentiu toda a manhã a espalhar os amores mazarenos neste areal sem fim...
depois de mais uma finalfour, em tomar, sem derrotas, mas a taça foi pa norte...
infantis, tão engraçados, 12/13 anos, ficaram-se pelo chão do ring a chorar...
é assim, zé, o fim da época, em portugal e de outras responsabilidades...
gosto de vocês!
beijinhossssssssssssss

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
não penses muito,
ar e vento é meio sustento,
quando vieres de oviedo, falamos,
vivó benficaaaaaaaaaaa,
,
pilipares
,
*