julho 03, 2008

>>>>>>>>>>>>>>>>>>> máscaras <<<<<<<<<


tragam-me
no secreto voar
a taça dos fortes
cristal decadente
recados das teias
cálices vagabundos
de canais zumbindo
nas máscaras caídas
poema e fotos: poetaeusou

40 comentários:

gaivota disse...

as máscaras vão cair, meu amigo, muito em breve!!!
serão mais que cálices vagabundos, sem paragem nestas ondas...
porque nestas paragens os fortes são vencedores e vêm de cabeça descoberta e erguida!
olhó mar... lindoooooooooooo
beijinhosssssssssss pipilados

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
linda
gostei do teu post
com o mar á pedra.
e tudi e tudi e tudi.
,
pililipares
,
*

Poesia! disse...

Boa noite!

sou adm. do blog "O Fogo Anda Comigo"
(thefirewalkswithme.blogspot.com)
o blog tem como idealização um SARAU AMPLIFICADO!
onde recebemos e publicamos poesias!
gostariamos de contar com seu apoio no projeto.
seja com poesias ou divulgação!
contato por e-mail: ofogoandacomigo@yahoo.com.br
OBRIGADO!

Mari disse...

Quero a taça dos fortes amiga!
Lindas as fotos, que este mar leve embora as fraquezas e me torne apenas um cálice.
Iiiii... fiz melodia com sua poesia!!!! rs
Beijos,mari.

Carminda Pinho disse...

Poeta
E há tantas por aí...
Mas mais cedo ou mais tarde elas, as máscaras, acabam sempre por cair.

O mar estava picado...:)

Beijos

Juani lopes disse...

que lindas fotografias,
que pases un buen dia
saluditos

poetaeusou . . . disse...

*
Poesia!
,
grato pela visita,
,
obrigado pelo convite
iei pensar,
,
bom dia
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mari
,
a minha
GRATIDÃO
em harmónica melodia
atravessando, o
MEU OCEANO
,
conchinhas
,
*

Paula Raposo disse...

Claro!! Eu detesto máscaras...beijos.

poetaeusou . . . disse...

*
Carminda Pinho
,
acredito,
que sim, amiga,
,
o rabioso
e
sempre belo,
,
desmascaradas conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Juani lopes
,
e dito por ti,
mas belas parecem,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
e eu não sei . . .
,
jinos, paulinha,
,
*

Perla disse...

Imagens deslumbrantes acompanhadas de poesia tão bela!
... e que se saiba ler o que as máscaras escondem...

Bjs

Juani lopes disse...

Mi querido poeta, puedes dedicarle mi poema a quien quieras
saluditos

gotadevidro disse...

As máscaras não são eternas.

O dia da verdade fá-las tombar!

um beijo

poetaeusou . . . disse...

*
Perla
,
bem haja
a brandura
os teus olhares,
,
conchinhas amigas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Juani lopes
,
orgulhoso
e
grato fico,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gotadevidro
,
hipocrisia ... temporária,
,
amizade em conchinhas,
dou - te
,
*

daniel disse...

poetaeusou

Vi e gostei, de tudo, como sempre. E de repente, na primeira fotografia, pareceu-me vislumbrar o pedregulho, Nau dos Corvos, do Cabo Carvoeiro.
Reparando melhor, vi o casario e a areia!...
Um abraço
Daniel

poetaeusou . . . disse...

*
daniel
,
é o promontório da nazare,
a pedra chama-se, do guilhim,
um frances, que conquistou
ou comprou o rochedo,
aquando das invasões francesas,
uma teoria, uma outra, o frances foi amarrado á rocha por mulheres
nazarenas, a par de uns empurrões
em que os militares franceses
eram atirados contra as rochas
e era um a menos nas tropas de
napoleão, comandadas por junot,
tacticas de guerrilha imitadas
pelo vietnam decadas mais tarde,
hehehe
,
abraço nazareno
,
*

Alquimia Do Amor disse...

Ola Poeta!
Gostei muito de visitar o teu blog e de ler alguns dos teus poemas.
As fotos são lindas e a Nazaré um lugar bonito por xcelência.
Vou voltar com mais tempo para apreciar a beleza das tuas palavras.
Alquimia.

poetaeusou . . . disse...

*
Alquimia Do Amor
.
grato pelo tua visita,
este cantinho tambem é teu . . .
,
conchinhas nazarenas, te deixo,
,
*

mdsol disse...

Eu hoje precisava de beber da "Taça dos fortes". Quanto às máscaras ...nem no carnaval!
:))

poetaeusou . . . disse...

*
mdsol
,
faz da tua força,
a taça da coragem,
e sorve os teus dias,
em calices de amizade
,
limpidas conchinhas te deixo
,
*

Duarte disse...

No estalido das ondas
ao quebrar na rocha,
elevam-se clamores,
baforada de espuma,
saliva de desesperação,
Impotência no querer,
secreto dilacerante.


Feliz dia

Mari disse...

Oie amiga!

Adorei o dizer!
De fato, é verdade.
Espero que esteja conseguindo espalhar.
Enfim, vida que segue,beijos e bom final de semana.
Em breve terei mais fotos, vou começar a sair para fotografar....rs
bjs, Mari.

Arco-íris disse...

Lindas fotos...Entrei por elas dentro e voei...
beijinhos...

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
marejar ao vento
em clamores de espuma
rocha sentinela
secretos estalidos
nas ondas, gemidos
de potente tela
,
abraço
,
*

São disse...

Amigo, hoje tenho mar para a troca...
Fica bem.

poetaeusou . . . disse...

*
Mari
,
e fez-se luz,
neste canteiro,
com a tua visita,
,
libertas conchinhas,
do amigo, poetaeusou ...
,

poetaeusou . . . disse...

*
Arco-íris
,
e felizes
ficaram,
com a tua companhia,
,
conchinhas
,
*

Multiolhares disse...

Tantas mascaras, visíveis, invisíveis, sentidas, ou por sentir,
Nas mascaras há falsidade, de não por a nu a verdade,
Mas as mascaras caem mais dia menos dia, tantas já vi se estilhaçarem no chão



beijos nossos

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
aceito,
o mar dos meus avoengos,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
luna,
,
máscaras de veneza, é ?
,
beijos nossos,
,
*

Pitanga Doce disse...

Ainda é tempo deste mar bravio?

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
,
é parecido
ao mar de buarcos
,
hehehe
,
conchinhas figueirenses
,
*

mariam disse...

detesto "máscaras"
as piores são mesmo aquelas que nos sorriem e dão palmadinhas-nas-costas mas que não conseguem estender os sorrisos aos olhares...esses permanecem iguais a si mesmos!

um sorriso (limpo) :)

Ana disse...

Um pouco enigmático este poema.
Presta-se a várias interpretações.
Gostei, simplesmente.

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
mariam
,
como se diz por aqui,
são conhecidoa á "légua" . . .
,
conchinhas mareantes
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
as nossas inspirações,
passam a património
de quem as lê,
intrepetadas por quem as lês,
conforme
o estado de alma de quem nos lê...
,
conchinhas de quem te lê . . .
,
*