julho 30, 2008

>>>>>>>>>>>>>> sol da noite <<<<<<<<<


é no breu do mar
que nascem os dias,
desnudas fronteiras
dispersos nocturnos,
madrugadas escuras
manhãs pardacentas
espalhadas nas noites,
engendrando suplicas
nos despertares vadios,
poema e fotos; poetaeusou

40 comentários:

Chinha disse...

Fabulosa a primeira foto.

Pois...Sol da meia noite, breve irei vê-lo.
Quando os dias nascem trazem sempre o calor do despertar.

Belo

bjinhos em ti

Sonia Regly disse...

Vim conhecer seu Espaço e gostei muito.Vou linkar seu Blog ok???? Vim te convidar para conhecer o Compartilhando as Letras.Sua visitinha será uma grande honra!!!!!

Eärwen Tulcakelumë disse...

Simplesmente belos poema e fotos. São como o mar...mesmo escuro e sombrio é forte e sempre brilha.

Pérolas incandescentes de luz!

Eärwen

Multiolhares disse...

Quanto mais perto do escuro
mais perto da luz
só quando desvendamos a noite
sabemos que a luz do dia vai voltar

beijos nossos

poetaeusou . . . disse...

*
chinha
,
só em cada amanhecer,
poderemos esperar
pelo belo da noite,
.
despertadas conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonia Regly
,
grato pelo teu gosto.
podes linkar, eu agradeço,
irei ao teu cantinho,
,
mareantes conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Eärwen Tulcakelumë
,
o meio ambiente que me rodeia,
é o "causador" de toda esta
beleza que eu procuro divulgar,
,
coloridas conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
.
queres atingir a luz ?
procura conhecer as travas ...
,
beijos nossos,
,
*

mdsol disse...

"é no breu do mar
que nascem os dias,
nos despertares vadios,"
E com esta "recriação" das tuas palavras te deixo em sossego e vou vadiar para outro lado...levando na lembrança todas as palavras e todas as imagens... Ah! e, evidentemente, as mimosas CONCHINHAS!
:)

poetaeusou . . . disse...

*
mdsol
,
no teu vagabundear,
pede a Ícaro que não devaneie,
e se ficares com ele,
eu contento-me com um Dailey,
,
enceradas conchinhas, deixo-te,
,
*

Rui Caetano disse...

Uma imagem magnífica. o Sol encanta-ns os dias que são nossos e dele.

Azul disse...

Uma das mais belas visões que podemos ter. O Sol da noite!


Beijinho
Azul

PS:As imagens são lindas

Ana disse...

Esse sol que só junto ao mar tem mais brilho.
Fotos espectaculares.
Um beijo.

Teresa Durães disse...

o sol da noite afaga-nos o olhar

Chinha disse...

Tua mão escreve.......Os poemas brotam.
É a alma de um poeta a espraiar os sentires

bjinhos

poetaeusou . . . disse...

*
rui caetano
.,
uma imagem,
um sol de sentires
.
abç,
*

poetaeusou . . . disse...

*
azul
,
o sol-pôr
de nos pôr em êxtase,
,
solares conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ana
,
um mar de sol,
que ilumina o mar (e) (nostrum).
,
mareantes conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
teresa durães
,
o olhar
o sol da vida,
,
conchinhas
,
*

São disse...

Despertares vadios só são possíveis face a estas tuas fotografis deslumbrantes, Nazareno...
Beijinhos de sal.

Paula Raposo disse...

Ambas as fotos são lindas!! Lindas!! Beijos.

poetaeusou . . . disse...

*
Chinha
,
os teus olhos lêem,
sentindo ao sol-pôr,
a cor dos poemas,
,
buzios sonantes, te deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
nos meus retratares,
de sentido vário,
noto no teu comentário,
vadios olhares,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
paulinha,
,
feliz fiquei,
,
jinos
,
*

Duarte disse...

É um privilegio viver rodeado de tanta beleza no dia a dia.

Dá igual a cor do momento do dia quando o que há para contemplar é B E L O.

Abraços

marias disse...

O sol a pôr-se é das maiores maravilhas com que a Natureza nos presenteia.
E, adoro ficar na praia quando ela fica quase deserta e vê-lo (ao Sol) ir-se embora de mansinho.

Estão lindas as fotos mas a debaixo deixa-me uma nostalgia inexplicável, de bom sentir!...


Vim agradecer-te as visitas e despedir-me. É necessário.
Explico no meu blog.
Quem sabe até um dia ?!...

Tudo de bom para ti.

Beijinhos, muitos.

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
sempre diferente,
de beleza igual,
,
saudações
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
marias
,
a gradecer a verdade, nunca,
,
segue com o teu
amor infinito,
e volta
quando achares, por bem,
,
conchinhas amigas, deixo-te,
,
*

Sonia Regly disse...

Obrigada pela doce visitinha.Qualquer dia desses publico um poema seu lá no Compartilhando as Letras, ok???Divulgo seu Blog e coloc um link para que retornem aqui.Beijinhos.

R.G. disse...

Andei ausente
curando cicatrizes
"ao sol da noite"...

Assim que cheguei...
perdi-me nas tuas imagens...

Beijo perdido

poetaeusou . . . disse...

*
Sonia Regly
,
OK, grato fico,
,
conchinhas poéticas
envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
R.G.
,
e a perdida luz,
iluminou o meu cantinho,
,
espero um regresso
em grande forma,
,
conchinhas saodosas,
,
*

gaivota disse...

era no breu do mar que eu mergulhava... mas não nessas ondas, nas outras mais suaves,
essas são mais pó respeito...
fui muito fã do sol da noite e tu sabes, o pessoal cresce e emigra,
leiria, coimbra, vidas.............
jinhosssssssssssss

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
belos tempos,
em que eu surfava,
estas ondas sem prancha,
,
óh tempo volta para trás ...
,
pilipares
,
*

Sol da meia noite disse...

Maravilha de palavras...
Da escuridão surge o amanhecer, dia após dia...
É na escuridão que a vida se renova, sendo que a luz, talvez se possa entender como a explosão dessa renovação.

Amigo, um beijinho *

Madalena disse...

Se gostei do poema, desaguei complectamente nessa foto de mar. Um espanto!

Bjs :)

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
a renovação,
está nas tuas palavras,
na forma subtil,
como projecta as minhas !!!
,
conchinhas de luz, deixo-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Madalena
,
non
,
como podes desaguar,
se és a foz,
deste meu . . . mar ???
,
buzios sonantes, dou-te,
,
*

Juani lopes disse...

Yo quiero que en mi vejez, todos los dias haya un amanecer junto al mar
saluditos

poetaeusou . . . disse...

*
Juani lopes
,
Na cabana
Junto à praia
Entre as dunas
e os canaviais
Só o vento
E o mar
E as gaivotas
Falam desse amor
,
in-josé cid
,
conchinhas amigas, deixo,
,
*