julho 09, 2008

>>>>>>>>> ofereço-vos este poema <<<<<<<<<


sem sentido
espalho o mar
dispo as ondas
nas marés desnudas,
no bulício das maresias
ajudo as opacas nuvens
com as lágrimas semeadas,
nas margens da barca bela
prossigo a sôfrega rota,
êxtases de bússola inerte
convulsando a virgindade
nos poemas que vos ofereço
poema e fotos: poetaeusou

44 comentários:

Vieira Calado disse...

Pois e eu aceito, de bom grado.
Tudo quanto seja do mar faz os meus encantos.
Um abraço

Anónimo disse...

Obrigado pea beleza desta oferta que eu aceito de coração retribuindo um sincero sorriso...
O meu sono será mais sereno depois de ouvir a voz do mar ofertada em tão belos sentires... os teus

Um beijo embrulhado num terno e agradecido sorriso

(*)

Acordomar disse...

Passei para ver o teu mar ...

agora tenho cá o medieval, a seguir tenho de ir a banhos nestas aguas :)

Beijocassssssss
(Acordomar)

andorinha disse...

Ofereces poesia e mar. Que melhor nos poderias dar?
Obrigada e um beijo.

Carminda Pinho disse...

Obrigada Poeta, pelo poema. Que é lindo.
E fico aqui mais um pouquinho, olhando as ondas do teu mar e relendo...

Beijos

poetaeusou . . . disse...

*
vieira calado
,
fui ver o mar
o mar cantou
e me encantou
no seu marejar
,
abraço
,
*

Papoila disse...

Prossegues na rota da poesia... com sentido e sentida.

Beijos Poeta

BF

poetaeusou . . . disse...

*
Anónimo
,
os poemas
os meus pseudos,
têm os sentires
de quem os lê ...
.
agradeço as tuas palavras,
,
conchinhas serenas, dou-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
acordomar
,
lin(d)a
,
medieval-castelo-evento ?
,
se for, explica
pelo pombo correio ...
,
jokas
,
*

poetaeusou . . . disse...

andorinha
,
o meu olhar
esvoaçante
segue excitante
as andorinhas . . . do mar,
.
conchinhas mareantes
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carminda Pinho
,
mar ou poema ?
levou pessoa a hesitar
poema ou mar ?
. . . dilema . . .
,
conchinhas pessoanas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Papoila
,
olho o mar
campo em flor
papoilas ao vento
meu ópio dormente
vogando ao sabor
do teu comentar.
,
conchinhas de amizade
,
*

Paula Raposo disse...

Obrigada!!

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
paulinha
,
tão sintética !
,
prontes. . . obrigado do je,
,
jinosmareantes,
,
*

Juani lopes disse...

y yo aqui sentada
a la orilla del mar
recogi de la ola
tu ofrenda
con gusto
y sinceridad
saluditos

Iana disse...

Ai o mar.. doce mar, onde eu afogo meus medos... aceito tudo que vem de bom do mar... Obrigada!!! Ofereço a ti também, a mais bela das rosas e o perfume delicioso do doce mar...

"O que faz uma amizade ser tão especial
não é a quantidade de tempo que ela
existe, mas sim as partes que as compõe!"

Beijos doces com carinho
Iana!!!

gotadevidro disse...

A rota da barca bela...Dificil mas bela como indica o próprio nome.

Belo também este poema

um beijo

rosa dourada/ondina azul disse...

Sorrindo ao ler o poema
e ao ver as fotos,
pela minha parte,
Agradeço :)))


conchinhas de mar azul,

poetaeusou . . . disse...

*
Juani lopes
,
sentado
na orla do mar
ouço o pilipar
na quilha das rotas
onde as gaivotas
cumprem o seu fado
,
onduladas gaivotas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Iana
,
Ai se o mar tivesse janelas,
resolvia os meus problemas
espreitando as palavras belas
de uma rosa e seus poemas,
,
belas conchinhas, te deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gotadevidro
,
o mar
é um barco a vela
em tela
por pintar,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,
poemas
sorrindo
no bulicio
das nuvens,
,
conchinhas rosadas
,
*

JustMe disse...

Descobri o teu blog...
Gostei muito...
Nazaré é para mim um ponto, pelo qual passa a minha existencia...
Foi aí que dei os meus primeiros passos, e não foram os ultimos...

Gostei muito...

JustMe

poetaeusou . . . disse...

*
JustMe
,
nazaré
é magia,
rasada
no seu olhar
nazaré
é mar
é vaga
é fantasia
é nazaré ...
,
conchinhas nazarenas
,
*

gaivota disse...

ainda te li antes de ir dormir, mas fiquei-me pelas ondas...
obrigada pelo poema e pela rota da maresia que se sente!
bússola viva, digo eu!
e que ninguém se perca nos desencontros encaminhados
pilipares e conchinhasssss

(gostaste das minhocas, né???)

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
ondulados sonhos, foi ?
,
ondeadas conchinhas, amiga,
,
*

Detalhes disse...

Agradeço e aproveito para dizer que está brilhante.

Bjs

Chinha disse...

Se ofereces....Levo

Espalhas o mar
Vives sempre a navegar
Na procura de doce amar
Ou no encontro de um sonhar?

Quem sabe?

Bjinho em ti em conchinhas claro

poetaeusou . . . disse...

*
Detalhes
,
gratificado, fico,
com as tua palavras,
,
detalhadas conchinhas,
deixo-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Chinha
,
leva amiga,
vaidoso fico,
,
sonhos ...
evasão de nós,
,
conchinhas de amizade,
deixo,
,
*

Multiolhares disse...

De vestidas vagas
Soltando maresias
Os poemas vão fluindo

Beijos nossos

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
fluidas marés,
ondulando olhar,
espalhando o belo,
,
Beijos nossos
,
*

mariam disse...

obrigada!!!
deste (des)nortear" da vida... gostei muito!

gosto de bússola enquanto metáfora e também objecto, sei usá-la, já tirei muitos azimutes (pratiquei Orientação!)

bom resto de semana
um sorriso (desta vez violáceo como certas flores) :)

Sol da meia noite disse...

Obrigada, meu amigo.
Cristalinas são as ondas deste teu sentir, feito mar...

Um beijinho *

poetaeusou . . . disse...

*
mariam
,
no desnorte
do meu sentir
secou-me a fonte
do horizonte
fraco porvir
que triste sorte
,
conchinhas violáceas, deixo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
vítreas palavras
límpidos sentires
no mar translúcido
do teu comento,
,
Jinos em conchinhas
,
*

ondina disse...

obrigada, SEMPRE, pelos mares que mostras. e hoje que até faço anos recebo-o como prenda.
bjs

poetaeusou . . . disse...

*
ondina
,
parabens, ondina,
,
passa bem o dia
junto dos teus,
jinos para osteus rebentos,
,
conchinhas daqui,
,
*

Duarte disse...

Me lisonja
amigo poeta,
tais vibrações
fazem presa,
calam em mim.
Linitivo!
que apazigua
um extases
vindo do mar,
saido de ti.

Reconhecido

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
banal quimera
das ondas
em sofrega espera.
,
saudações,
.

Ana disse...

Ando sempre a correr (como o coelho branco da Alice) e depois chego atrazada.
Mas não deixo de agradecer as duas letrinhas que me cabem neste poema.

As ondas também agradecem.

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
coelhinho branco ?
da alice ?
do país das maravilhas ?
qual país, amiga ?
,
conchinhas perguntadeiras, deixo,
,
*

Iana disse...

Obrigada pelas palvras lindas adorei sua resposta doce amigo querido...

Grande Poeta... doce palvras...deixando sempre conchinhas a sua amiga doce rosa...
um brinde a nossa amizade.... e muitos beijos carinhosos

Obrigada, amigo!!!

Iana!!!

poetaeusou . . . disse...

*
Iana
,
um imenso mar de amizade
te ofereço, amiga,
,
conchinhas amigas, dou-te,
,
*