julho 25, 2008

>>>>>>>>>>>>>>>>>>> absorvi <<<<<<<<<


absorvi
nesta indiferença
a miragem da vida
conquistas falhadas
inocentes insucessos
disfarçando lampejos
das esperas dos nadas
nas escolhas que não tive
poema e fotos: poetaeusou

40 comentários:

Acordomar disse...

Gostei "destas tuas linhas" :)

Vi todas as fotos, adorei a do elevador, a das flores vermelhaças, a da praia tirada de manha com a sombras nas rochinhas, e esta com as plantas frente ao mar ... Estao lindas ;

Beijocas ****

Duarte disse...

Gosto imenso das imagens com plantas, ramas ou flores, em primeiro plano, e depois o que a profundidade de campo deixa intuir. Bom trabalho.

Aqui tens uma amostra daquilo que podes...
Absorver aquilo que nos brinda a mãe natureza,
que com a palavra bordas elegantemente.
Conseguirás que a espera seja frutífera,
com a escolha adequada pois...
quem espera sempre alcança.

Que tenhas um bom dia

Chinha disse...

É nas esperas do nada que a vida se transforma numa miragem.

Por vezes o dificil é abandonar a miragem....

Lindas as fotos

bjinhos

Multiolhares disse...

Temos sempre o livre arbítrio nas escolhas,
Só que na maior parte das vezes damos valor ao que não temos ,
E o que já temos relegamos para a indiferença,
Assim descobrimos uma miragem da vida feita por nós mesmos

Beijos nossos

poetaeusou . . . disse...

*
a cor do mar
,
lin(d)a
,
saudoso estava,
continua . . .
,
bjokas nossas
*

Juani lopes disse...

no sabes la suerte que tienes de poder absorver toda la belleza que ofrece el mar
sauditos

poetaeusou . . . disse...

*
duarte
,
amigo
estava a precisar
dessas palavras,
acredita,
hoje estou como o tempo,
e como evito sempre de
perturbar quem me rodeia,
é normal fechar-me em concha...
espera, acabo de ler um site
da FP de Futebol, um comunicado
que me faz acreditar no futebol,
saído de um parecer jurídico do
Dr. Freitas do Amaral,
mostrou, embora não seja general,
ser um homem sem medo, de coluna
vertical, embora sofra dela ...
,
a neurose está a passar, também
tenho direito a ter uma, hombre . . .
,
saudações
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Chinha
,
sábias palavras,
vou meditar, nelas,
,
reais conchinhas de luz
te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
luna
,
e não é que tens razão,
o meu post ia um pouco por aí,
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Juani lopes
,
sei amiga,
há decadas que a absorvo,
e todos os dias está diferente,
existe sempre um motivo novo,
,
buzios sonantes, deixo-te,
,
*

Esmeralda disse...

Se não foste tiveste escolhas, não te mantenhas na indiferença.
Revolta-te (no bom sentido, claro), o livre arbítrio pertence-nos, à escolhas temos direito.
Não fiques na indiferença…

beijocas

Paula Raposo disse...

Pareceu-me um bocado negativo este poema!! As fotos estão lindas!! Beijos.

dona tela disse...

Voltei!!

Já tinha saudades.

poetaeusou . . . disse...

*
Esmeralda
,
pensando melhor,
vou seguir
o caminho que indicas,
não há duvida que a,
a indiferença é apática . . .
.
conchinhas activas, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
dona tela
.
saudoso,
deixei de estar,
,
conchinhas de luz, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
paulinha
,
negatismo,
positivista,
,
jinos
,
*

daniel disse...

Poetaeusou

O que não falhou, foram os belos ângulos das fotografias.
Daniel

Menina do Rio disse...

Fui totalmente absorvida, rendida, encantada pelas imagens.
E nas escolhas que não temos, absoremos a seiva da vida...

Um beijinho

Iana disse...

Passei rapidinho so para desejar um fim de semana feliz e agradecer sua carinhosas conchinhas... obrigada, por estar sempre presente em meu jardim... agora vou continuar curtindo as férias...:) beijos mil

E muitos perfumes de rosas... dessa vez com aroma do mar!

Deixo aqui um lindo arco-íris

Ele...
Tem som, tem cores da imaginação.
É feito de cristal, com raios de sol,

Iluminando meus dias sem solidão.
Meu raio no arco-íris afasta todo mal,

Tem uma janela, onde os pássaros vêm cantar.
O sabiá sorri, enquanto as maritacas

Colocam-se a dançar, festejando
A nova manhã de sol!
Arco-íris desenhado tem um sabor de pureza na alma,

Nosso arco de sonhos, que acalma...
Ilumina nossa íris, nosso sorriso de criança,
Renasce no sonho, toda a esperança
Do tempo bom que nunca se apaga...


Beijusss doces e logo estarei de volta

Iana!!!

poetaeusou . . . disse...

*
daniel
,
no centro
destas belezas naturais,
,
abç,
,
*
*

poetaeusou . . . disse...

*
Menina do Rio
,
grato
pelo optimismo
que me incutes . . .
,
conchinhas deste lado
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
iana
,
voa, voa,
nas asas de uma gaivota,
curte o teu olhar,
em golpe de asa,
desfrutando o belo,
segue o arco-íris,
que te levará ao
sol-pôr do infinito,
,
conchinhas coloridas, envio-te
,
*

mdsol disse...

Não é justo fazer assim saudades da Nazaré!
:)))

poetaeusou . . . disse...

*
mdsol
,
para amenizar,
digo-te que neste momento
está frio, aqui na nazaré,
penso que o buraco do "ósório"
deve arrefecer e não aquecer
o planeta . . .
,
conchinhas
,
*

quinttarantino disse...

Então um nazareno pode lá andar assim envolto em "conchinhas" tão pessimistas?
Ânimo, ânimo e revigore-se nesse mar forte, teimoso, persistente e de cheiro intenso!

São disse...

Não tiveste mesmo escolhas?...
Pois eu escolho vir sempre aqui deliciar-me!
Feliz fim de semana, Nazareno.

Ana disse...

Absorveste a verdade da vida. Escolhes o melhor para a retratar. A poesia e a beleza das imagens.
Um beijo.

Pelos caminhos da vida. disse...

Visitando outros blogs achei o seu,
fiquei encantada com as imagens,o mar,o sol, as flores,etc...
Fascinante.


beijooo.

poetaeusou . . . disse...

*
quinttarantino
,
foi passageiro, amigo
acertas-te na mésinha,
dei um mergulho no mar,
e a cura . . . deu-se,
,
abçs,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
continua,
a casa é tua,
,
um acalorado
fim de semana, deixo-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ana
,
existente deleza,
na enconta do mar,
,
conchinhas
da (en)costa nazarena,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pelos caminhos da vida
,
gratificado fiquei,
,
vou conhecer o teu
,
conchinhas de gratidão, deixo,
,
*

Sol da meia noite disse...

Nem sempre nos é dado escolher, meu amigo.
E vamos absorvendo a vida que nos é dado ter...

Jinhos * *

Alice Matos disse...

Melancolia pelo que não chegou a ser... a maior fatia deste tempo de espera... Uma quase conquista... um quase sucesso... Um sonho... restam os sonhos por inteiro...
Um beijo grande para ti...

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
pensamento sábio,
vou segui-lo, sol,
,
conchinhas nocturnas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Alice Matos
,
sonhos,
miragens das realidades,
,
senti
esta casa cheia de felicidade,
com a tua visita,
,
conchinhas de sol-pôr,
,
*

gaivota disse...

olha lá meu, nos tempos dos incas havia de tudo!até cd'ssssssssssss ah andates pla rua, pla frente do mar... bem sei, tavam lá ao sul ao pé de mim, agora vieram mais pa norte...
isto tá a correr bemmmmmmmmmmm
beijinhos

Lena disse...

Lindas as fotos, Poeta
amanha,se tudo correr bém, vai andar por ai meu filho com a namorada, pela essa falésia..
Tem se de esperar sempre o momento certo para cada escolha da vida..

Optimo fim de semana !

Beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
á miga
,
hojí tá um mar de gentinha,
tá mais mar de genti em terra
que mar d'auga no mari
olha, ninguem fala aos chambres,
,
pililipares
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lena
,
a nazaré está sempre linda,
que seja bem-vindo,
,
quando se está no local errado,
é um problema, não duvido . . .
,
conchinhas de mar,
,
*