junho 02, 2008

>>>>>>>>>>>>>>>>>>> sonhei <<<<<<<<<<


sonhei comigo
que era sincero
e não estava ali,
o tempo irrisório
soletrava instantes,
a noite estava quente
e a solidão arrepiava,
soava a marcha marcial
nas bandeiras erguidas
tombavam os mastros,
temendo o meu desespero
poema e fotos: poetaeusou

44 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Amigo Poeta, eu hoje não estou cá, ando navegando por outras paragens...
Beijinhos de carinho e amizade,
Fernandinha

Carminda Pinho disse...

Poeta,
sonho meu, sonho meu, vai buscar quem mora longe, sonho meu...

in-não me lembro.:)

Beijos

Multiolhares disse...

A poesia é feita de sonhos
Que seria da vida sem os sonhos
Realizáveis ou não

Beijos nossos

poetaeusou . . . disse...

*
fernanda & poemas,
,
fernandinha
,
que os anjos da luz,
te acompanhem
e
que voltes feliz,
nas asas do bonançoso vento,
,
conchinhas luzentes, dou-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

.*
carminda pinho
,
não quero,
que te falte nada, amiga,
,
Sonho meu, sonho meu
Vai buscar que mora longe
Sonho meu
Vai mostrar esta saudade
Sonho meu
Com a sua liberdade
Sonho meu
No meu céu a estrela guia
se perdeu
A madrugada fria
só me traz melancolia
Sonho meu
Sinto o canto da noite
Na boca do vento
Fazer a dança das flores
No meu pensamento
Traz a pureza de um samba
Sentido,
marcado de mágoas de amor
Um samba que mexe
o corpo da gente
,
in-maria bethania
,
conchinhas de amizade, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
luna
,
canta, canta a fantasia,
á quimera e á ilusão,
á utopia das miragens,
á visão do horizonte.
está ali e sempre além,
devaneia,
em divagados desatinos,
delirantes . . . desvarios . . .
,
beijos nossos,
,
*

gaivota disse...

e o sonho comanda a vida, como a pedra filosofal...
quantos sonhos se fazem e se concretizam
e outros que ficam pelo caminho
bjinhossssssssssss

Paula Raposo disse...

Gostei imenso deste poema!! Cheio de força...beijos.

Sol da meia noite disse...

Tantos são os sonhos... em vontades e desejos de sonhar...

Jinhos

Juani lopes disse...

Quien sueña, alimenta su alma
y da ilusion a su vida
saluditos

Pitanga Doce disse...

Preciso ver este mar. COM URGÊNCIA!!!!

Dora disse...

Um sonho que parece premonitório...E a marcha marcial, mastros, bandeiras...tudo me levou ao medo ser um pesadelo, afinal!
E o poeta "não estava ali"...
Surreal. É sonho, né?
Beijos.
Dora

Pitanga Doce disse...

Desculpe se peguei tua música. Foi por uma boa causa. É um só um empréstimo.

...pra tentar vir à tona e respirar.

abraços e... vai um chá?

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
e aqueles que vão chegar . . .
o benfica, campeão, hehehe,
,
pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
paulinha,
,
grato,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
é tão facil sonhar . . .
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Juani lopes,
,
realidade, pura,
,
sonhos,
o alimento da mente,
,
saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pitanga Doce
,
ai se o mar tivesse varandas,
nem que fossem de madeira,
ía para a terra brasileira,
só parava nessas bandas,
,
hehe
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
dora
,
a lei marcial,
mascarada de demo . . . cracia,
com poder e sem povo,
e como na antiga grécia
de nome sonante . . .
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pitanga Doce
,
peculata á vontade,
a musica é universal,
além do mais, sou filiado, na MPB,
musica popular brasileira,
,
chá ? ... não é aconselhavel,
caipirinha, pode ???
,
conchinhas,
,
*

dona tela disse...

Haja alegria por aqui também.

Pitanga Doce disse...

Não sou da caipirinha mas para ti abro uma exceção. O limão já está lá. Levas a cachaça. Nada de vodka!
Água-ardente de cana é o que é.E "mai nada"

MirMorena disse...

Um dia de domingo
(1985)

Música e letra: Michael Sullivan
e Paulo Massadas

Interpretação: Gal Costa e Tim Maia

(Gal)
Eu preciso te falar,

Te encontrar de qualquer jeito,
Pra sentar e conversar,
Depois andar de encontro ao vento,
Eu preciso respirar.
O mesmo ar que te rodeia,
E na pele quero ter,
O mesmo sol que te bronzeia,
Eu preciso de tocar.
E outra vez te ver sorrindo,
E voltar num sonho lindo,
Já não dá mais prá viver,
Um sentimento sem sentido,
Eu preciso descobrir.
A emoção de estar contigo,
Ver o sol amanhecer.
E ver a vida acontecer,
Como um dia de Domingo,

Faz de conta.
Que ainda é cedo,
Tudo vai ficar por conta da emoção,
Faz de conta,
Que ainda é cedo,
E deixa falar a voz do coração.

(Tim Maia)
Eu preciso te falar,

Te encontrar de qualquer jeito,
Pra sentar e conversar,
Depois andar de encontro ao vento,
Eu preciso respirar.
O mesmo ar que te rodeia,
E na pele quero ter,
O mesmo sol que te bronzeia,
Eu preciso de tocar.
E outra vez te ver sorrindo,
E voltar num sonho lindo,
Já não dá mais prá viver,
Um sentimento sem sentido,
Eu preciso descobrir.
A emoção de estar contigo,
Ver o sol amanhecer.
E ver a vida acontecer,
Como um dia de Domingo,

Faz de conta.
Que ainda é cedo,
Tudo vai ficar por conta da emoção,
Faz de conta,
Que ainda é cedo,
E deixa falar a voz do coração.


Faz de conta.
Que ainda é cedo,
Tudo vai ficar por conta da emoção,
Faz de conta,
Que ainda é cedo,
E deixa falar a voz do coração.
Faz de conta.
Que ainda é cedo,
Tudo vai ficar por conta da emoção,
Faz de conta,
Que ainda é cedo,
E deixa falar a voz do coração.
Faz de conta.
Que ainda é cedo,
Tudo vai ficar por conta da emoção,
Faz de conta,
Que ainda é cedo,
E deixa falar a voz do coração.
Faz de conta.
Que ainda é cedo,
Tudo vai ficar por conta da emoção,
Faz de conta,
Que ainda é cedo,
E deixa falar a voz do coração

************

Belissíma escolha
Parabéns pela música e poesia

Bjuss de carinho cantarolantes

MirMorena disse...

Obrigada pela correção no meu blog...

Bjuss de carinho

mdsol disse...

:))

poetaeusou . . . disse...

*
dona tela
,
nazaré contente
já baila na rua
toda a sua gente,
canta á luz da lua
,
conchinhas pimbas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
,
não vai, não,
água-ardente,
só de casca da banana,
do sertão profundo . . . tá ?
,
concinhas do xá da pérsia,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MirMorena
,
os meus ficheiros,
ficaram mais ricos,
,
obrigado,
,
conchinhas de amizade,
,
*

Eärwen Tulcakelumë disse...

Até em teus sonhos consegues ser um menestrel.

Pérolas incandescentes de sonhos entrego em tuas mãos.

Eärwen

poetaeusou . . . disse...

*
mdsol
,
grato pela visita,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MirMorena
,
pedi perdão no teu,
,
peço desculpa no meu,
troquei as missivas,
,
nocturnas conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Eärwen Tulcakelumë
,
e vou trovando,
,
Assim, Senhora minha, quando via
O triste fim que davam meus amores,
Estando posto já no extremo fio,
Com mais suave canto e harmonia
Descantei pelos vossos desfavores
La vuestra falsa fé y el amor mio.
,
in-Luís de Camões
,
conchinhas,
,
*

Anónimo disse...

Ola Poeta :)
Tenho andando "arredada" dos blogs estes dias ... os dias passam depressa e o tempo voa, e temos de deixar pa tras as vezes o que nao queriamos. Mas nao estao esquecidos ;);)
E pronto ja ti os anteriores, e gostei destes poemas ultimos, com a "palavra bem determinada" , gostei mesmo ;)) Saude da boa ;)

Beijocas ***
Acordomar (hoje tou assim...)

Duarte disse...

Que os teus sonhos sejam sempre com um muito feliz despertar...
Forte e firme, poeta...

Segue em pé o convite.

poetaeusou . . . disse...

*
anonimo
,
lin(d)a
,
estás assim hoje,
,
o mar é que está feliz,
,
em ter a cor do mar,
,
jokas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
sonho,
sonhando os sonhos,
,
grato estou,
,
saudações
,
*

Anónimo disse...

ja nao vai haver nada como a cor do mar ...

beijocas sem primavera

poetaeusou . . . disse...

*
anonimo
,
é isso . . .
,

*

Chinha disse...

Quando sonho comigo também me arrepio....

bjitos

poetaeusou . . . disse...

*
Chinha
,
tens a sensibilidade,
á flor da . . . pele,
,
conchinhas
,
*

Farinho disse...

O meu sorriso já ganhaste...

Gostei mt do teu poema


Beijocas

poetaeusou . . . disse...

*
Farinho,
,
feliz
com esta minha vitória,
,
conchinhas de gratidão, deixo
,
*

Um Momento disse...

E Sonhando vivemos tanto...

Beijo sonhador!

(*)

poetaeusou . . . disse...

*
Um Momento
,
e eu vivo sonhando que . . .
,
sonhadas conchinhas,
,
*