junho 27, 2008

>>>>>>>>>>>>>> descobertas <<<<<<<<<


sinto o calor
do edredon-mar,
manto de saibro
que banha a vereda,
trilhos de presenças
esvaziando a saudade
de carências passadas,
vincadas contracções
de loucas descobertas
cravaram a tua chegada
poema e fotos: poetaeusou

34 comentários:

Ana disse...

Descoberta. Chegada. A saudade esvaziada.
Um beijo, Poeta.

Gerlane disse...

"edredon-mar, trilhos de presenças"...Poeta, costumas fazer mágicas com as palavras!

Beijos pra ti!

Deusa Odoyá disse...

Oi meu estimado amigo Poetaeusou.
Como sempre a escreveres coisas muito lindas, e toda vez que olho suas fotos , cada vez mais viajo ao seu pais.
belo e hospitaleiro, uma descoberta e tanto, amigo.

Beijos da amiga do lado de cá.

Regina Coeli.

Obrigado por suas visitas ao meu cantinho.

Lena disse...

saudade desse edredon-mar...pois é mesmo poeta
as fotos sempre me deixam assim..

Ando sem pc, o meu deu berro, se calhar por cauza do calor..

Beijinhos

Fragmentos de Elliana Alves disse...

Que descoberta saudade é tudo que o amor nos oferece para eterniza o ser amado, parabéns...

Carminda Pinho disse...

Poeta,
as palavras que tu inventas..."edredon-mar" nunca me ocorreria.
Que bom, que continuas a descobrir...:)

Beijos

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
saudade esvaziada,
com a presença da chegada,
,
conchinhas, cobertas de mar,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gerlane
,
a magia das marés,
trespassa as palavras "poetadas",
em musas de iodos,
,
presente conchinhas,deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Deusa Odoyá
,
dois paises,
unidos por um oceano,
de tanto mar, como disse o poeta,
e tão perto, nos sentires,
,
conchinhas de cá,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lena
,
hoje está um dia abrasador,
não é necessário o edredon,
chega o mar,
,
conchinhas solares, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fragmentos de Elliana Alves
,
saudade,
a nostalgia do pensamento,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carminda Pinho
,
de cerejas, palavras feitas,
,
conchinhas mareantes,
,
*

LOURO disse...

Olá amigo poeta, lindas fotos e um belo poema.Gostei...
Bom fim de semana...
Um abraço
Lourenço

© efeneto disse...

Depois de um período de colocação de ideias e palavras em dia, estou de volta às visitas regulares. Ficam aqui palavras e um convite. Voltarei.
Beijos e abraços para passarem um fim-de-semana na companhia da família ou da sua própria.
***
Quem passa por mim
não vê
que homem aqui chegou,
só viu matéria por fora
por dentro nem se lembrou.
Só quero ser, por ora,
um homem que sabe amar,
solitário na solidão
sem inspirar comiseração.
Não me afundarei
em qualquer rio revoltoso.
Nenhuma onda ou túnel
escurecerão a minha vontade.
Sou eu, inteiro e sem ódios
que o meu coração não guarda.
Serei amanhã o que for
com os amigos em meu redor.

**
Se quiser passar um fim-de-semana com letras, leia a:
H¡S†Ö®¡Ä ÐÄ MËN¡NÄ †®¡S†Ë

Duarte disse...

Que pedaço de rocha!!!

Lembro-me da cor e da textura do saibro, com o que brincava sendo uma criança. De algum modo notei, por momentos, essas carências que deixa o tempo.

Um forte abraço

Auréola Branca disse...

Belíssimas fotos.
Belíssimas...
O mar é o abrigo de almas carentes. Vejo-o abraçar-nos.

Saudades muitas...

poetaeusou . . . disse...

*
LOURO
,
grato,
um abraço, amigo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
© efeneto
,
vou seguir a sugestão,
,
vou tambem ser sintetico,
do que apresento as m/desculpas,
hoje fiz uma pequena cirurgia,
e não quero abusar,
,
um abraço
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
calor do passado,
na textura da memória,
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Auréola Branca
,
o mar
alem de abrigo tambem é carente,
carente do nosso olhar,
carente dos sorrisos de criança,
carente de afogueados pôr-do-sol
carente do luar beijando o areal,
carente de mim como eu dele . . .
,
um mar de conchinhas
,
*

mdsol disse...

edredon-mar... eu bem digo que os poetas podem tudo!
:))

poetaeusou . . . disse...

*
mdsol
,
inventores,
além de loucos . . .
,
loucas conchinhas, deixo-te
,
*

Menina do Rio disse...

Com o frio que está fazendo, esse edredon veio a calhar...

Tem festinha rolando lá no Momentos. Se achegue.

Um beijo

Multiolhares disse...

Edredon nossa coberta de cama mar
Onde as chegadas ficaram gravadas
Nesta praia, Nazaré.

Beijos nossos

poetaeusou . . . disse...

*
Menina do Rio
,
vou já, já . . .
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
as partidas
regredidas
em chegadas,
,
Beijos nossos
,
*

Juani lopes disse...

descubri hace algun tiempo
un blog
el blog de un poeta
saluditos

poetaeusou . . . disse...

*
Juani lopes
,
os teus olhos, só ...
,
conchinhas
,
*

Um Momento disse...

Olhei a primeira foto...
Na rocha ,pareceu-me Portugal n'ela...
Olhei então melhor,
E um rosto masculino surgiu d'ela...
Descobertas sublimes...
Por ti a nós oferecidas...
Beijo sorrindo!

(*)

gaivota disse...

e foi um edredon que chegou para aquecer o ninho no alto mar!
decobre-se cada coisa, ah oh,
valentão!
continuo a rezar até aos "finalmentes"...
beijinhosssssssssssssssss

poetaeusou . . . disse...

*
Um Momento
,
um momento
,
olhares sublimes
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
hehehe
,
já disse . . .
,
pilipares
,
*

Ana disse...

Fico feliz por ti, Poeta.

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
ternurenta mensagem,
grato, amiga,
,
conchinhas,
,
*