junho 25, 2008

>>>>>>>>>>>>>> abraços <<<<<<<<<<<<<<


cai a noite
hora dos deuses
correu a cortina
abatendo o dia
na ânsia temporal
odores misteriosos
banham tua pele
estranhos fulgores
em teus poros alados
de carente maresia
cerram os teus abraços
tocando madraços
compassada sinfonia
poema e fotos: poetaeusou

42 comentários:

Carminda Pinho disse...

Sinto o abraço
nessa sinfonia
do cair da noite
cheirando a maresia.

Beijos

Rosi Gouvea disse...

Eu sonho com um poema
Cujas palavras sumarentas escorram
Como a polpa de um fruto maduro em tua boca,
Um poema que te mate de amor
Antes mesmo que tu saibas o misterioso sentido:
Basta provares o seu gosto...
.
.
Mario Quintana
.
.
Estava com saudade desse pedacinho de nuvem...
.
.
Beijos doces
.
.

Rosi Gouvea disse...

você me faz voar...

Eärwen Tulcakelumë disse...

Tuas fotos por si só já são um poema...lindas, bem cuidadas e escolhidas com carinho, isso eu sinto. A escrita meu amigo, sempre nos faz viajar nas palavras, neste teu mar maravilhoso que tanto te inspira.

Pérolas incandescentes de doces momentos, agradecendo sempre teu carinho para com o meu mundo.

Eärwen

Mari disse...

Fotos lindas e adorei a poesia!
Como é bom um abraço forte!
Bjs amiga!

Multiolhares disse...

A noite aparece , a lua espreita
O mar ilumina-se de estrelas
Mistérios , poemas, cantatas
Diáfanas em abraços quentes
De verão.

Beijos nossos

Juani lopes disse...

Valencia al este
Nazare al oeste
rodeados de mar
entrelazados por la red
esta lusa-española
te manda un abrazo
virtual
saluditos

poetaeusou . . . disse...

*
Carminda Pinho
,
sinto o carinho,
no meu voar,
não, não é do mar,
é do teu mimo,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosi gouvea
,
"Maravilhas nunca faltaram ao mundo o que sempre falta é a capacidade de senti-las e de admirá-las"
"O sorriso enriquece os recebedores sem empobrecer os doadores."
,
in-Mário Quintana
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosi gouvea
,
alado me sinto . . .
,
conchinhas de amizade, deixo,
,
*

Paula Raposo disse...

Abraços, beijos e seja lá mais o que for!! As fotos são lindíssimas. Consegui sentir-me aí...beijos.

poetaeusou . . . disse...

*
Eärwen Tulcakelumë
,
enlaçado nas tuas
incandescentes perolas,
me sinto,
envio-te solarentes conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mari
,
fortes vagas,
espraiando poesia, dou-te,
,
abraçadas conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
á noite,
o sol abraça,
um outro dia . . .
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Juani lopes
,
e a nazaré
recebe uma flor de luz,
com o teu comentário
,
conchinhas mareantes,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
paulinha
,
e . . . estás sempre . . .
visionando o mar, imenso,
,
jinos "murais",
,
*

Ana disse...

"Hora dos deuses" - aí está uma expressão que define perfeitamente essa hora mágica do crepúsculo.
Talvez a mais bela hora do dia.

Abraço (a caminho do meio-dia)

Teresa Durães disse...

a noite sempre misteriosa

gotadevidro disse...

Numa estreia da blogo......Aqui vim parar.

Poemas belos do mar

bj

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
beleza infinita,
sempre diferente,
um hino ao olhar,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Teresa Durães
,
mistério diário,
na procura nocturna,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gotadevidro
,
um porto santo
de abrigado cais
que te espera . . .
,
conchinhas nazarenas
,
*

Ana Ramon disse...

A noite, o amor e o mar.
Um cenário sublime. Uma apoteose de sensualidade. Muito bonito.

Chinha disse...

Noite companheira da vida
Do tempo sem tempo de hora perdida
Do viver esquecido, do amor perdido
De maresias de corção sofrido.

bjinhos em ti em alvas conchinhas

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Ramon
,
marejar,
em marés de sinfonias,
alegorias,
de nocturnos de chopin,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Chinha
,
sublime sensibilidade,
em sábias palavras,
,
conchinhas de luz, deixo-te,
,
*

Acordomar disse...

Cai anoite e nasce outro dia (as vezes sem deuses...)

beijocas

Acordomar

Carla disse...

abraços de mar...que bom
beijos

Rosa Maria disse...

Belo poema e óptima imagem dessa linda terra.

Aproveito para mandar abraços a toda essa gente que tão bem me acolheu durante tantos anos...

Beijo

poetaeusou . . . disse...

*
Acordomar
,
compassados amanhãs,
,
jokas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carla
,
das vagas,
ao vento,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Rosa Maria
,
nazaré,
capital da hospitalidade,
,
conchinhas,
,
*

Gerlane disse...

Abraços poéticos, poeta!

poetaeusou . . . disse...

*
Gerlane
,
calidooscópios de conchinhas
,
*

Duarte disse...

Que bonito esse caminho para o mar...
Que panorâmica!

A noite!
Fiel companheira,
na solidão,
e no amar...

Reconhecido

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
é isso, amigo,
todos os caminhos,
vão dar ao mar,
,
saudações
,
*

gaivota disse...

meu querido amigo, ontem nem deu...
vim ver as fotos, cheirar o mar e deixar um beijinho grande...

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
cheira a carapaus secos,
,
hehehe
,
pilipares
,
*

Auréola Branca disse...

Nossa, cortinas puxadas por deuses? Isso é absolutamente lindo! Como nunca pensei nisso?
Incrível!

poetaeusou . . . disse...

*
Auréola Branca
,
deusa da simpatia,
nos teus comentarios,
,
cortinas de conchinhas,
deixo
,
*

Um Momento disse...

Abraço de pele em suave maresia...
Sente-se o carinho, nessa compassada sinfonia:))))

Um beijo...em ti

(*)

poetaeusou . . . disse...

*
um momento
,
pele correia de transmissão
,
conchinhas
,
*