maio 14, 2008

>>>>>>>>>>>>>> passados futuros <<<<<<<<<


quero cantar
as lembranças do futuro
esquecendo o presente
no compromisso passado
quero sonhar
as atitudes positivas
dos caminhos percorridos
transformando a realidade
quero sorrir
aos medos antecipados
incompreensões sentidas
em trilhos desencontrados
poema e foto: poetaeusou

40 comentários:

gaivota disse...

então, zé, o poema está tão bonito, e as fotos... na primeira quase me encontro!
amanhã vou lembrar o futuro aí, perto da rodoviária... e ao norte ao canto das pedras! vou conversar com a minhas gaivotas e cheirar a nossa maresia, beber um café, e sem medos!
até logooooooooooooooooooo
algas, muitas algas para os dois

Juani lopes disse...

Tu llegaste a mi, cuando me voy
eres luz de abril, yo tarde gris

Eres juventud, amor, calor, fulgor de sol,
trajiste a mi tu juventud, cuando me voy

Entre candilejas, te adore
entre candilejas, yo te ame
la felicidad que diste a mi vivir se fue...
no volvera nunca jamas, lo se muy bien...

Tu llegaste a mi, cuando me voy
eres luz de abril, yo tarde gris

Eres juventud, amor, calor, fulgor de sol,
trajiste a mi tu juventud, cuando me voy

Entre candilejas, te adore
entre candilejas, yo te ame
la felicidad que diste a mi vivir se fue...
no volvera nunca jamas, lo se muy bien...

me encanta roberto carlos, y l letra de tus poemas en la voz de roberto carlos seria un dulce del cielo
saluditos

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Amigo Poeta, recordar o passado, sem temer o futuro!

A força que à vida dá,
forças p'ra vida viver,
é uma força que está,
dentro dela sem se ver.

E é essa força escondida
que nos serve de defesa,
p'ra vida não ser vencida,
logo à primeira fraqueza.

Meu Amigo, um beijinho de boa noite,
Fernandinha

Carminda disse...

Poeta,
quando a vontade é cantar a lembrança do futuro, é sinal que o passado já foi e, o presente foi agora. É sinal de que se está feliz.:)))

Beijos

Multiolhares disse...

Porque querer é poder
Esquece…
Transforma…ri dos medos
E vive
Só existem medos para quem não enfrenta a vida

Beijos nossos

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
vens linda ?
a nazaré fica mais formosa,
,
conchinhas de maresias,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
juani lopes
,
abrázame asi
que esta noche yo quiero sentir
de tu pecho el inquieto latir
cuando estas a mi lado
abrázame asi
que en la vida no hay nada mejor
que decirle que sí al corazón
cuando pide cariño
a...brázame así
que en un beso te voy a contar
el más dulce secreto de amor
que hay en mi corazón
acércate a mí
que esta noche vivamos los dos
la mas linda locura de amor
,
in-roberto carlos
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDA & POEMAS
,
a força
é a defesa
desmedida
de enfrentar
a vida,
e a fraqueza
levar
de vencida
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carminda
,
só a presença
do futuro,
nos motivará
a criação de
novos ficheiros,
os presentes passados
preencherão, em silencio,
o disco rigido (nosso baú),
,
conchinhas douradas, deixo-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
luna
,
medo de perder-mos ... algo,
mas . . .
relativo a outros medos,
ser prudente é ser sábio,
,
beijos nossos
,
*

Teresa Durães disse...

também quero!

Serenidade disse...

quero viver no presente...
sem antecipar o futuro....
sem o recear...
sem me amedrontar com o passado...

Serenos sorrisos

poetaeusou . . . disse...

*
Teresa Durães
,
que seja . . .
,
conchinhas,
,
*

Paula Raposo disse...

Gostei de te ler! Sempre a mesma, sem dúvida. Não mudo. Gosto de mim assim. Beijos.

as velas ardem ate ao fim disse...

apetecia me futuro!

bjo

poetaeusou . . . disse...

*
Serenidade
,
quero viver no presente...
,
a "tal",
somos obrigados, amiga,
,
conchinhas temporais, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
paulinha
,
mantem-te assim,
eu tambem gosto,
que sejas a mesma,
,
jinos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
as velas ardem ate ao fim
,
futura-te, amiga,
nota que
um momento
seguido de outro momento,
é passado . . .
,
conchinhas futuristas, dou-te
,
*

Mïr disse...

"...quero cantar
as lembranças do futuro
quero sonhar caminhos
transformando a realidade
sorrir..."

Boa semana

Sol da meia noite disse...

Cantar, também é soltar a alma, deixando que atravesse tempos... pairando sobre o tempo...

Lindo, Amigo!
Fotos excelentes!

Beijinhos

Ana Pallito disse...

Eu tenho tanto pra te falar
Mas com palavras não sei dizer...RC

Bicocas de baldinho. o0o

poetaeusou . . . disse...

*
Mïr
,
cantares futuristas
lembranças cantadas
memórias sonhadas
de sorrisos realistas
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
caminhos andados
transformados
emtempos futuros
,
conchinhas temporais, dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Pallito
,
telepatia, valeu ?
,
conchinhas de iodo e amizade,
,
*

MEU DOCE AMOR disse...

Vou já para aí Poeta.

Espera um pouco,tá?

Vamos sonhar.Vamos.

Beijinho doce:)

Chinha disse...

Por isso vim...

Para cantar as lembranças do futuro.

Para saber que afinal a vida ainda existe

Bjinho em ti ....Sempre

Anónimo disse...

Hoje o mar tem um encanto especial;)

Beijocas/Acordomar

Angel of Light disse...

Quero cantar, quero sonhar e quero sorrir para o mundo, para que ele se torne melhor, sem injustiças, sem medos, sem guerras, sem mentiras, sem destruição...
Quero cantar, quero sonhar e quero sorrir para a Paz, para a Alegria, para a União, para o Amor...
Quero cantar, quero sonhar e quero deixar um sorriso a ti, meu querido poetatués. Belas fotos!

Beijinhos de Amor, Paz e Luz!

Barqueira disse...

Olá.

Se passares no Barca entendes e por certo perdoas a minha ausência.

Obrigada. Bjs.

Madalena :)

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
vires urgentemente,
é . . . urgente,
,
conchinhas em espers,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
chinha
,
a vida
é uma sequencia de momentos,
,
teremos que os aproveitar . . .
,
conchinhas vividas, deixo-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
anónimo
,
a lua sempre a brilhar,
e o esvoaçar da gaivota,
seguem a florescente rota,
juntas com a acordomar,
,
jokas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Angel of Light
,
nas tuas palavras,
,
ouvi o hino á paz,
senti o hino á alegria,
cantei o hino ao amor,
,
conchinhas etéreas, deixo-te,
,
*

Maria Clarinda disse...

(...)quero sorrir
aos medos antecipados
incompreensões sentidas
em trilhos desencontrados.

Que lindo meu poeta...e as imagens sempre belas.
Jinhos

poetaeusou . . . disse...

*
Barqueira
,
entendo-te,
estou aqui . . .!
,
jinos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria Clarinda
,
grato amiga,
pelas belas palavras,
,
sorridentes conchinhas, deixo-te,
,
*

Duarte disse...

Sempre recordarei as vermelhas papoilas,
entre os verdes trigais a corar,
mexidas pelo vento que escalda,
campos secos de pão e de gente.

Recuerdos...

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
trago nas veias a seiva,
feito sangue das papoilas.
de avermelhados aromas . . .
,
saudações
,
*

Um Momento disse...

E na canção do tempo vive o presente abraçando as atitudes positivas
Sorri...
(*)

poetaeusou . . . disse...

*
Um Momento
,
atitudes positivas,
no presente futuristas . . .
,
cantadas conchinhas,
,
*