maio 27, 2008

>>>>>>>>>>>>>>>>>>> miragens <<<<<<<<<


poema eterno
prostrado em ti
frágeis silêncios
ao vento cantados
abrasados desertos
procuram sombras
camuflando rasgos
em secretas miragens
poema e fotos: poetaeusou

60 comentários:

gasolina disse...

Será que se eu te pedisse para deixares a tua praia e ires à Árvore por um pedacinho, sería muito?
... É que tenho um gesto para ti.
Por todas as ondas do mar que me tens dado.

BEI/de MARÉ

Barqueira disse...

Não quero os teus segredos, Poeta, mas dá-me as miragens. :)

gaivota disse...

quando as miragens são eternas realidades...
a vida é para se viver com dignidade e alegria,
quem assim não sente, não sabe viver!
nem vale a pena olhar para trás, mas ainda tem que ser...
beijinhossssssss

Um Momento disse...

Secretas miragens em ventos soprados
Encantadas palavras em tão belas imagens miradas
Deixo um beijo sorrido na partida
Um abraço Amigo para a chegada.

Até já meu Querido Amigo

Voltarei:)

(*)

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Poeta, duas fotos como sempre belas, não é fácil fotografar o horizonte com o tempo assim... Pelo lado de lá das nuvens estão as tuas miragens... E que miragens!...
Amigo, o amanhã é em geral de esperança, mas para ti será somente, recordares as doces lembranças, de dias sem par...
Esperares em vão, não significa esperança, infelizmente!...
Querido Poeta, sei que tu sabes, não teres jamais, a sensação do ressurgir, nem a expectativa,
de que não sabes...
Esperar em vão algo, que te fugio na vida...
Querido Amigo, penso que chega-te a doce lembrança, de teres possuído o amor, em tempos de criança!...
Poeta, um enorme abraço desta tua amiga do coração,
Fernandinha

andorinha disse...

Miragens secretas que as palavras desvendam.
Um beijo.

Era uma vez um Girassol disse...

Miragens, quem as não tem?
Agradeço os parabéns no girassol.
Sempre com graça e afecto os comentários que nos deixas...
Entendes bem e dás bastante.
Bjs da flor

Multiolhares disse...

Que seria da vida, sem miragens
Sem sonhos
Que seria da poesia sem miragens, sem fantasia.
Para caminharmos juntos na estrada, chegam-nos
A certeza das verdades dos quereres
Para encontrar encanto na escrita temos de
Divagar

Beijos nossos

as velas ardem ate ao fim disse...

Sinto me uma nuvem negra!

um bjo

poetaeusou . . . disse...

*
gasolina
,
fui, veloz,
grato estou,
,
conchinhas de bom regresso,
,
*

Ana Ramon disse...

Olá amigo! Deve ser da chuva persistente, não? As tuas bonitas palavras estão muito nostálgicas... as fotos também.
A doce Primavera já chegou - ainda que não pareça - e por isso há que abrir os olhos e o coração ao amor e à alegria
Vê lá se arribas!
Beijinhos grandes

poetaeusou . . . disse...

*
barqueira
,
miragens
veneno activo,
imaginários cogumelos
feitos pessoas,
ultimamente
pragas multiplicadoras,
efeitos da chuva ? não !!!
da maldade que transpiram,
suores nauseabundos,
o odor que alimenta as víboras...
,
como te compreendo, non,
,
conchinhas desinfectantes, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
que noite de temporal, miga,
eram 7 da manhã,
estava abrigado na tua rua,
em manga curta, armado em bom ...
as gaivotas andavam de volta,
dos paneiros do peixe seco,
em breve "bote", aqui ...
,
pililipares, deixo-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Um Momento
,
ventos
das sete partidas
imagens secretas
sopradas palavras
belas, encantadas,
miragens, miradas
sorrindo nas chegadas
,
conchinhas amigas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDA & POEMAS
,
fernandinha
,
análise profunda,
apreciei meditando,
para alem das nuvens . . .
o infinito de . . . ?
,
conchinhas coloridas, dou-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
andorinha
,
em,
rasgados ventos,
,
conchinhas eternas, deixo-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Era uma vez um Girassol
,
ofereço-te, de um poeta popular,
que muito bem, cantou a ria,
silva peixe, de ilhavo,
,
>>>>enxertos <<<<
recebe este meu livro terra minha
é pouco não posso dar-te mais
nasci de gente humilde pobrezinha
não pude ter escolas liceais
,
dedilha a tua lira bom amigo
arranca vibrações melodiosas
o estro vem de ti, nasceu contigo
como o perfume nasce com as rosas,
,
há flores na campina abandonadas
e há outras que
nas salas bem tratadas,
não têm nem perfume nem beleza,
mas no jardim da vida é mesmo assim
olhai a balsamina, o alecrim,
são grandes no perfume e na pobreza
,
conchinhas perfumadas, deixo-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
divagando,
na certeza do concreto,
os sonhos, fantasias e utopias,
são miragens coloridas
dos olhares,
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
as velas ardem ate ao fim
,
negras,
de condensado amor,
nuvens prontas a derramar,
os aromas da amizade,
,
conchinhas de ternura, deixo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Ramon
,
a primavera entrou
neste cantinho, feita ana,
,
sim deve ser do tempo e
recordei o que dizia a minha mãe,
,
desde que aqueles malvados dos
russos e dos americanos foram
á lua, mexeram nos ponteiros do relógio,
olha . . . mudaram isto tudo !!!
,
conchinhas amigas, deixo
,
*

gaivota disse...

ah bandide, qu'andas a fazer na nha rua... já sei, fotes ver as nhas meninas... são mais bonitas qu'as tuas, estas cá do sul...
ah migue, tou farta desta invernia, inté os paneiros avoem!
pipilares cansadosssssssss

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
vai fazer o almoço, menina,
é tudo em faisão e caviar ...
hehehe
,
pililipares
,
*

Teresa Durães disse...

as miragens são sempre perigosas...

poetaeusou . . . disse...

*
teresa durães
,
e eu que o diga . . .
,
conchinhas
,
*

MirMorena disse...

"...Os meus sonhos só são sonhos, eu sei,
que existem apenas na minha mente,
mas que sorte, felizmente,
eu sou capaz de sonhar!!..." (ad)

Bjuss de carinho real

poetaeusou . . . disse...

*
MirMorena
,
sonha, amiga,
sonha a realidade,
o porvir,
a felicidade,
,
conchinhas sonhadoras
,
*

tulipa disse...

OLÁ POETA

Será que se eu te pedir para ires «corrigir» a minha tentativa de poesia, em «De Abril em diante» me fazias esse favor?

Não tenho a tua veia poética, infelizmente...

Dizes que sou uma profissional
tecnocrata...huuummmm, o que eu não sabia nem imaginava é que o Sr. Poeta durante muitos anos, esteve ligado ao turismo...
Acho que gostaria de trabalhar nessa área.

Beijinhos com carinho.

poetaeusou . . . disse...

*
Tulipa
,
corrigir-te ? nada disso,
o que é um poema ?
é desenhar as palavras sentidas,
arrumá-las ao nosso critério,
e o teu está maravilhoso,
sentes os amigos, as gaivotas,
essa África nossa . . .o cheiro do mato,
só um poeta sente o som dos búzios,
búzios atirados á sorte,
virados para o (nosso) norte,
e quem não desespera com a espera,
e se reparares bem para esta casa,
notas um >poetaeusou . . .( . . . )
,
e a tua musica do “meu Martinho”
cento e cinquenta e sete canções,
,
O amor não tem cor
O amor não tem idade
O amor não vê cara nem religião
Não faz diferença do rico e do pobre
O amor só precisa de um coração
,
conchinhas de ternura, deixo-te
,
*

Pitanga Doce disse...

Mar e céu! Combinação perfeita.

abraços e fiquei a ver o Telejornal e a te procurar na fila dos ingressos em Viseu. Não te vi lá. hehehe

tulipa disse...

ÉS UM DOCE

Quem não fica rendida a estas tão belas palavras, cheias de sensibilidade e Amizade?

Muito obrigado.
Assim é fácil «arribar»...

Juani lopes disse...

A VER SI TE DECIDES Y ME HACES UN POEMA EN ESPAÑOL

Papoila disse...

Camuflando sentires...

Beijinhos
BF

Chinha disse...

Há poemas eternos....
Há poemas que fazemos e ficam a viver no âmago...À procura de guarida.
São tão sòmente miragens...

bjinhos em ti e em conchinhas

poetaeusou . . . disse...

*
Pitanga Doce
,
mas a beira serra,
veio a mim, estou a lanchar,
uma sandes de queijo com pão,
queijo por fora, pão por dentro,
da serra genuino, hehehe,
,
conchinhas lacticinias,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
tulipa
,
ala arriba . . .
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Juani lopes
,
vai ser dificil . . .
,
espanhol ? castelhano !!!
não pode ser . . .
e os galegos ? e os catalãs ?
e os bascos ?
não, não me meto nisso,
em portugues da
cartilha de joão de deus, tambem
não, o saramago não deixa, em
russo, pior, o homem é capitalista,
só posso em portugues poético,
palavras inventadas sem nexo,
e sem acordos desacordados . . .
,
saudações de amizade, deixo-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Papoila
,
em eternas miragens,
,
conchinhas sentidas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Chinha
,
poemas
silenciados,
nas alcatruzes da vida,
,
conchinhas eternas,
,
*

MEU DOCE AMOR disse...

Então viverei nele.

Um beijinho doce:)

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
boa opcção, óptima,
,
conchinhas eternas,
,
*

Pitanga Doce disse...

Poeta, melhor que isso, só um Dão a acompanhar.

abraços e água na boca. hehe

poetaeusou . . . disse...

*
Pitanga Doce
,
dão grão vasco, tinto
,
delicioso,
com ou sem . . .
,
conchinhas da meia encosta,
,
*

Sol da meia noite disse...

Miragens que nos fazem acreditar... que nos encantam, suavizando o calor dos desertos...

Beijinhos

ondina disse...

olá poeta
esse céu paracia holandês, mas isto anda tudo trocado... que nós andamos todos com bronze tropical...
bjs e obrigada por te lembrares do meu rebento

mdsol disse...

frágeis silêncios
camuflando rasgos...
:)

Dora disse...

O poema está "prostrado"...e se alimenta das miragens secretas. Está em todas as direções, pois, as "miragens" são sempre nossa percepção visual quase poética de enxergar a beleza...
Exagerei pouco.
Beijos.
Dora

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
em oásis de ilusão,
,
conchinhas encantadas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ondina
,
e nós com frio e chuva,
vou emigrar para o alasca,
,
conchinhas para todos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mdsol
,
em miragens demarcadas,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
dora
,
gostei,
da tua metamorfose,
podes exagerar,
,
continua,
,
conchinhas poéticas,
,
*

***Fotografia e Luz*** disse...

mais um bonito poema e suas belas fotos parabens

poetaeusou . . . disse...

*
***Fotografia e Luz***
,
gratificado, fico,
,
saudações
,
*

Duarte disse...

Creio que nós somo como os caçadores, só que disparamos máquinas fotográficas; mas estamos sempre prestos para alvejar. Boas fotografias.

Esse vento da nossa Terra
também desterra.

abraços

Farol disse...

... tens de postar umas cores mais alegres ;)

beijsss de tempo frio

Deusa Odoya disse...

amigo.
Belas paisagens , feitas através de belas palavras.
muito lindo seu blog. estás de parabéns.
me sinto viajando através dos sete mares.
beijos amigo.
te aguardo no meu cantinho.
Regina Coeli.
Fique na paz.

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
o desterrado,
um exemplo . . .
,
saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Farol
,
tens hoje,
mar e farol,
,
em tom etéreo
,
jinos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Deusa Odoya
,
irei conhecer
o teu cantinho,
,
grato com a tua visita,
,
conchinhas amigas, dou-te,
,
*

mariam disse...

secretas miragens...desassossego?

um sorriso secreto :)

poetaeusou . . . disse...

*
mariam
,
ver o mar . . .
é
ouvir pessoa . . .
,
maresias em conchinhas
,
*