abril 21, 2008

>>>>>>>> mar, pessoa, zeca, goes, paredes <<<<


sinto o odor
do teu sorriso
evaporando
os teus olhares
sinto as palavras
salgados gestos
desassossegando
os meus poemas
poema e fotos: poetaeusou

32 comentários:

gaivota disse...

zé poeta, meu querido amigo, que desassossego de fotos!
que evocação!
lindo, tudo lindo!
é o cheiro de abril e tudo o mais que se sente no ar...
beijinhos gandessssssssssssss

Luna disse...

E sentindo
Os sentidos
Sentimentos floridos
Na espuma do mar

Beijos nossos

andorinha disse...

Só o mar, por ser infinito, se pode associar aos nomes que evocas.
As fotos hoje são ainda mais magníficas.
Um beijo.

Pitanga Doce disse...

Ai que hoje estou como o teu mar. Bravio!

Carminda Pinho disse...

Poeta,
cada um destes sorrisos
destes olhares
destas palavras
andarão sempre embaladas pelas ondas do nosso Mar de Abril.

Beijos

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
e o mar
abraçou a areia
e de cravo ao peito
quis dançar o vira,
,
conchinhas do molho norte
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Luna
,
mar,
espuma de nós,
ondas floreadas,
na praia . . . espraiadas.
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
andorinha
,
o mar,
como os grandes homens,
sendo unicos, são de todos,
sem exclusivos
étnicos, religiosas ou politicos,
,
conchinhas de grandeza,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
,
o mar,
nunca está bravio,
,
apenas,
de quando em vez,
se afirma . . .
,
como tu ???
,
conchinhas mareantes,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carminda Pinho
,
o mar,
um imenso abril,
mar,
imensidão,
liberdade
alegria,
poesia,
sorrisos,
sonhos frustadas,
ilusões dissolvidas,
traições ao luar . . . do dia,
,
mas . . .
vamos cantá-lo . . . sempre,
,
conchinhas de abril
,
*

Maria Clarinda disse...

Pois meu poeta, mais umas imagens lindas do Mar...desta vez o cheiro da maresia transformado em pessoas, zeca, goes , paredes neste mês que é de Abril.
Jinhos mil

gaivota disse...

sabes, meu amigo, uma junção perfeita do mar nas vozes de pessoa, do zeca, do goes, do adriano, do fanhais e de outros que me permitiria acrescentar e sempre no som majestoso de paredes!
obrigada pela homenagem que sinto ser feita ao mar!
(ao nosso mar!)
beijinhos millllllllllll

poetaeusou . . . disse...

*
Maria Clarinda
,
o mar em mim ressoa
em guitarras de maresia,
com vagas da poesia
onduladas por pessoa,
,
conchinhas mareantes
,
*

LOURO disse...

Magnificas fotos...

Grato pela sua visita

Um abraço

Lourenço

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
cordai
acendei
de almas e de sóis
este mar sem cais
nem luz de faróis
e acordai depois
das lutas finais
os nossos heróis
que dormem nos covais
Acordai!
,
in-jose gomes ferreira
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
louro
,
a anos luz das tuas,
,
abç
.
*

Gi disse...

Lindas as tuas imagens poeta, andei aqui acima e abaixo (não fiquei tonta por acaso :) ) e fiquei deliciada. Um bem-haja pelo teu olhar

Um beijinho

poetaeusou . . . disse...

*
Gi
,
mais lindo
este cantinho ficou, com as
tuas palavras e a tua foto,
,
conchinhas coloridas,
deixo-te
,
*

Sol da meia noite disse...

Amigo, acho que hoje o teu sentir está poderoso!
Sentir o odor do sorriso... Lindo!

Jinhos mil

P.S. A primeira foto... de sonho!

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
Cheiro do olhar,
Perfume dos tactos
Aroma dos gestos
no
Bálsamo da amizade,
,
conchinhas de iodo,
para ti, amiga,
,
*

rosa dourada/ondina azul disse...

O mar homenageia Abril !

Que intensidade e força ele nos manifesta :)))


conchinhas

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,
abril,
cada dia, só mais mês . . .
,
conchinhas mareantes,
,
*

Pitanga Doce disse...

POETA, olha que posso ficar mais brava do que o teu mar. A cor nos olhos não me deixa mentir.

Quanto ao comentário no post abaixo foi porque como disseste que ias a Gouveia, pensei...

Quanto ao sotaque (informação)
Não falo como Sr. Pinto da Costa (que é um grande homem) deve medir 1,80cm.
Não falo como os de Viseu, apesar de achar que eles têm palavras e expressões que definem muito bem determinadas situações "agarrar uma égua", por exemplo, nem Camões teria sido mais exato.

Falo do meu "carioquês" que, segundo os meus amigos, tem verbos no infinito a mais. (aqui a onda é o gerúndio)

Então, dito isto "vou andando que já está ficando tarde". hehehe

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
,
ho cruel decepção,
ignorancia em mim,
não mencionei o carioquês,
pensando que o tijuquês,
era uma lingua própria,
,
conchinhas,
,
*

daniel disse...

Olá

Ao ver as fotografias e o texto, com gosto, tambem me sinto um pouco poeta.
Já agora deixo aqui a indicação de que conheço a Nazaré, até por alguns textos que publiquei, que motivaram referência no jornal local.

Daniel

Maria P. disse...

Mar de revolta...

Beijinhos *m*

Angel of Light disse...

Hoje passei só para dizer ao meu querido "poetatués" que estou de volta. Mas na "ausência", senti sempre as tuas doces palavras e o teu olhar sobre este magnífico mar que rodeia a nossa costa!

Beijinhos cheios de Amor, Paz e Luz!

Volto com mais calma amanhã.

poetaeusou . . . disse...

*
daniel
,
vou rever a leitura,
dos jornais locais,
que tenho em meu poder.
,
abç,
.
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria P.
,
ou a beleza,
da afirmação . . .
,
bji,
h,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Angel of Light
,
graças ao,
anjo de luz,
meu guardador,
,
luminosas conchinhas, deixo,
,
*

Um Momento disse...

Senti eu a brisa que por mim passou...atraves das tuas palavras...

(*)

poetaeusou . . . disse...

*
Um Momento
,
palavras nas brumas,
nas maresias sentidas
,
conchinhas
,
*