abril 07, 2008

>>>>>>>>>>>>>> brisa do mar <<<<<<<<<


foi no brisa do mar
poiso amigo, irmão
junto á praia, iodo
bocas a saber a areal
peixe, palato desejo
frutos do mar, maresia
perfume salgado, feitiço
cheiro a nazaré, amizade
carinho, ternura, net
gaivota, asada luna
luna, gaivota alada
fado saudade, cantado
vozes onduladas, no tempo
poema e fotos: poetaeusou

45 comentários:

gaivota disse...

esta agora!!! sim senhor!!!
olh'ó gaivinha.............
alta voz que nos aconchegou...
agora reparo eu?!?!
acho que conheço estas pikenas!!!
lololololololololololol
este meu irmão de mar...
perfume salgado?, uma espécie de aroma profundo cheio de ternura e carinho!
bem hajas meu amigo
e o que ainda mais aprendi este fim de semana!
pililipares à panela

Sol da meia noite disse...

Foi o tudo em ti, Poeta...

Bjs, amigo

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido amigo Poeta... Linda brisa do mar... Lindo poema... belas fotos... SINCERA AMIZADE...

Uma amizade pura e verdadeira
nem com a ausência é destruída;
Vive no coração pela vida inteira
e dá felecidade, quando vivida.

Na amizade toma-se consciência
Que há uma nítida dualidade:
Amor e dor em permanência,
Aquecida no sol da sinceridade.

Na amizade a voz do coração
fala sem limitações e é acolhida,
como se falasse de irmão para irmão,
partilhando uma dor deveras sentida.

Amigos, Irmãos... São as palavras que meu coração guarda... Desejando firmemente, que se mantenham para a vida inteira...
Beijinhos de muita ternura,
Fernandinha

São disse...

Nazareno, acabo de ver Luna e Gaivota ...ou é impressão minha?
E a a ti, quando te mostras?
Semana feliz para elas e para ti!!

Acordomar disse...

Oh Poeta que caras tão lindas, de expressões felizes, e sinceras...
Adorei ver estas pikenas ;)
...tenho de ir aí molhar o pé;);)

beijocas pra cês, gostei de ver ;*

multiolhares disse...

Porque a amizade virtual
É salutar quando verdadeira,
Porque para lá de uma tela existem corações autênticos, porque a afeição pode nascer no virtual mas só olhando olhos nos olhos podemos ler a alma de alguém.
Obrigada Gaivota pelo prazer da tua companhia nestes últimos tempos, obrigada pela tua amizade, E tu meu poeta captaste na perfeição um dos nossos momentos de partilha, animação, de boa disposição.

Beijos nossos

gaivota disse...

amig(os) do meu coração, meu(s) primo(s), à moda da praia, meu(s)irmão(s), volto aqui porque tenho mesmo que abrir o coração, ao de leve, e já não sei o que é virtual e o que é real...
sei que gosto de ti (dos 2), sei que temos tantos amigos comuns! podemos brincar, conviver, recordar tempos e gentes que estão sempre presentes!
temos uma amizade linda, já muito certa nascida da lealdade e da verdade, cheia de maresia e cor
e temos as minhas / nossas meninas em comum, ao norte e ao sul
e que deixo nas vossas mãos quando não posso estar presente...
portanto, isto do virtual é como um espelho da alma, embora seja "escondrijo encapuçado" para muitos!
deixo uma benção aos nossos palecos e conchinhas
beijinhos, amigos!

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
um mundo melhor,
começa nas nossas atitudes,
a amizade cresce,
semeando a amizade,
,
ignora o(a)s ignóbeis,
mas . . .
prudente como a serpente . . .
,
tamboris vivinhos, mando-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
sinto-me,
((( tudo )))
quando entras nesta casa,
,
conchinhas
cheias de tudo, para ti,
,
*

gaivota disse...

ah meu, sou memo paleca... nem elogiei o som! o fado alino, fala da brisa (do mar) ai o j'quim, à moda antida, o ponto e vírgula e o digo eu!
toma lá e anda!
mando-te batuques e ...

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDA & POEMAS
,
amigos, irmão
cascais e açores
fernandinhas de amores
sublimes elos, união
,
conchinhas de amizade
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
sim, luna e gaivota,
,
eu mostro sempre,
o lado mais dificil,
os meus pensares
o meu, eu ...
abrindo a minha alma,
alma salgada de pessoa,
de sophia, de torga, de neruda,
conservada no sal da amizade,
nas maresias de respeito,
nas marés de carinho e ternura,
,
conchinhas de iodo, deixo-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
acordomar
,
lin(d)a
,
efeitos da ementa,
hehehe
,
e das recordações . . .
do tempo em que
as gaivotas, cantavam o fado,
porque o presente, foi,
uma lua em pleno amanhecer,
dialogar com as gaivotas,
as que voam . . . essas . . .
,
quando quiseres molhar os pés,
vem na tua barca bela, á vela,
sabes onde encontrar e atracar,
o cais da amizade e de bem receber,
,
jokas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
esconderijo encapotado ?
pior, muito pior,
com paredes e telhas de vidro ...
com um despudor incontido ...
mas,
se são felizes, continuem . . .
,
conchinhas, molhadas e frio
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
,
luna
,
As coisas vulgares que há na vida
Não deixam saudades
Só as lembranças que doem
Ou fazem sorrir
Há gente que fica na história
da história da gente
e outras de quem nem o nome
lembramos ouvir
,
fado-marisa
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
e o amor
é água que corre
,
conchinha
,
*

Carla disse...

toda a riqueza do mar nestas tuas palavras...lindo
boa semana

poetaeusou . . . disse...

*
Carla
,
toda a riqueza
das tuas palavras,
neste meu, mar aberto,
,
conchinhas
,
*

Paula Raposo disse...

Sem dúvida um momento bonito. Só se vive uma vez. Beijos.

poetaeusou . . . disse...

*
paula raposo
,
e tu sabes
quanto vale a amizade,
,
não é paulinha ???
,
jinos, minha amiga,
,
*

Teresa Durães disse...

e assim passa-se uma tarde bem agradavel

Um Momento disse...

Sorrio á Amizade, deixando um beijo Amigo a cada um de vós:))))

(*)

velaaovento disse...

Neste seu post, encontro a essência do Amor.
Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Teresa Durães
,
e a tarde,
passa por nós,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Um Momento
,
um momentaneo beijo,
a saber a amizade,
num belo momento,
de um momento,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
velaaovento
,
é tão fácil
incluirmos o amor,
em todos os nossos gestos,
,
grato pelas tuas palavras
,
conchinhas
,
*

Pitanga Doce disse...

Ah, esses almoços demorados. Aquele assunto que não acaba. O bom vinho e a boa companhia. O mar...só faltaram as gaivotas.

abraços

Sininho disse...

Faço uma pequena ideia dos petiscos que já não estão na mesa...E o S. Pedro ajudou; olha se era hoje:)))
Hoje as vossa meninas estão todas em terra, aposto...

Um brinde à Amizade!

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Pitanga Doce
,
estava uma gaivota
sem asas,
://gaivota-mareterra.blogspot.com/
a cantar o fado em t-shirt,
evolução do style . . .
,
conchinhas
,
*

Angel of Light disse...

Após ler este post, e todos estes comentários, fico muito feliz por conhecer o sorriso de uma ave que me leva a viajar por mareterra a dentro, e de um olhar multifacetado de uma luna tão encantadora.
O sorriso do poeta fica escondido numa conchinha do mar. Quem sabe, um dia, essa conchinha não vem, até mim, através de uma onda na praia...

Beijinhos cheios de Amor, Paz e Luz!

ondina disse...

que boas auras sinto aí rodearem minha mãe, que é uma linda e adora boas pessoas. é uma cheia de amores... meus e dos meus também.
agora apetecia-me chorar de saudades, mas rasga-se-me este sorriso tranquilo que me acompanha desde que também sou mãe: agora que também tanto já posso dar amor (é o que me faz feliz)

poetaeusou . . . disse...

poetaeusou . . . disse...
*
Sininho
,
começou mal, capitã,
jaquizinhos, não vi a herminia
silva, hehehe
mas o tamboril,
com duas horas de terra . . .
acompanhado de frutos do mar,e pôr o amigo vasco da silva, proprie- tario a cantar/vivendo o fado,
ás duas horas da tarde . . .
"valeu a pena" . . .
,
conchinhas
,
*

MEU DOCE AMOR disse...

Eu sabiaaaaaaaaaaaa!!!!

Qual a ementa?

Não me digas que foi marisco!!!!

Também quero!

Lindas meninas...gostei muito:)

Beijinho doce

Foi sapateira e camarão?

Não pode serrrrrrrrrrr!!!!

poetaeusou . . . disse...

*
ondina
,
estive em tua casa,
não sei a cor das paredes,
estavam tapadas com fotos,
vi as vossas fotografias,
em várias fases da tua vida,
das tuas meninas, a tua mãe,
mantendo a sua sensibilidade,
a chorar beijando-as,
,
"uma mãe cheia de amores"
como dizes e bem !!!
estimada e querida
nesta praia encantadora,
,
minha linda,
conchinhas coloridas,
especialmente para as tuas lindas,
,
*
par

Sant'Ana disse...

Uma praia feliz, dois sorrisos de sal.

Um beijo com muita saudade.

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
jaquinzinhos, hehehe,
frutos do mar,
marisco á escolha !!!
arroz de tamboril á brisa do mar,
frutas exóticas
doce da avó - dele -
branco, tinto, verde e maduro,
café, licor e Whiskyes,
fado ás duas da tarde, acompanhado
guitarra, viola e tinto alentejano,
,
conchinhas brisiantes de mar
,

poetaeusou . . . disse...

*
Sant'Ana
,
que alegria senti,
com a tua visita,
,
amiga
não consigo entrar
nos teus cantinhos ...
desconheço o porquê ...
,
conchinhas de iodo, deixo,
,
*

Sérgio Figueiredo disse...

Meu amigo "Poeta Eu Sou",

É nestes bonitos momentos que a alegria tudo mostra "Amizade".
Foi de certo um almoço bem passado e apetecido a avaliar pelas ementas anunciadas. O mar, a maresia, as gaivotas, tudo para embelezar o dia bem partilhado.

Continua

Um Abraço

Maria P. disse...

Uma boa tarde tenho a certeza:)

Beijinhos*m*

poetaeusou . . . disse...

*
sérgio figueiredo
,
pela a amizade,
o fundamental,
,
abç,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria p.
,
uma tarde nazarena,
,
bji
h,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
*
Angel of Light
,
o meu sorriso é livre e aberto,
sorriso de amizade,
sorriso de bonança,
sorriso de brandura,
sorriso de benquerença,
angélico sorriso,
para ti, Angel of Light
,
com o teu alvitrar,
se queres conhecer as duas lindas
a de preto é a luna,
a de cinza é o coração grande da
gaivota, um poço de sensibilidade
,
conchinhas de segredados sorrisos,
,
*

R.G. disse...

Foi...
tudo o que escreveste.
Foi...
o que viveste.
Foi..
o que sentiste.

Beijo Perdido

poetaeusou . . . disse...

*
R.G.
,
Foi... simplesmente,
,
conchinha,
,

Eärwen Tulcakelumë disse...

Poeta, sempre nos brinda com palavras lindas, mas hoje tu fizestes muito mais, aos nos brindar com o sorriso lindo da amizade, com o calor dos olhos...com o calor da amizade!!!! E como isso faz bem a alma.
Acredito demais nesse sentimento e sei bem que ele pode vencer qualquer distância.

Aqui neste instante esta Phoenix abre suas asas e abraça aos três com grande carinho, deixando a cada um pérolas incandescentes de amizade.

Eärwen