março 01, 2008

>>>>>>>>> protege - me <<<<<<<<<


protege-me
das gastas barreiras
e trémulas paliçadas
protege-me
dos meus devaneios
e desatinados delírios
protege-me
das emoções errantes
e sensações perdidas
protege-me
das paixões volúveis
espasmos insonsos
nas decepções vertidas
poema e fotos: poetaeusou

28 comentários:

Maria P. disse...

...é sempre o nosso pedido...
Gosto das imagens.

Beijinho e bom sábado*

multiolhares disse...

Quando conhecemos as barreiras
Quando conhecemos quem
Nos entrega as paixões volúveis
Quando sabemos o que queremos
Fazer das nossas emoções
Nós próprios nos protegemos
E nos entregamos ao que tem para nós
Tem realmente importância.

Beijos nossos

poetaeusou . . . disse...

*
maria p.
,
protegido saber,
o teu !!!
,
ji
h
.
.

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
,
luna
,
mergulhei
no teu comentário,
como meu, fosse,
,
beijos nossos
,
*

rosa dourada/ondina azul disse...

Belo como sempre...
Será que o Amor nos protege?




Beijo e conchinhas

Sant'Ana disse...

Não me protejo das tuas palavras, quero-as atingidas no meu peito, fechar os olhos e derrubar barreiras.

Beijo solto

Iana disse...

"Repare nestas flores, veja só como um "Lírios" que cresce no jardim.

Elas nascem no esterco, entretanto,
são puras e perfumadas.

Extraem do adubo malcheiroso tudo
que lhes é ÚTIL e SAÚDAVEL, mas não
permitem que o azedume da terra
manche o frescor de suas pétalas"

Um abençoado fim de semana!!!
Beijos mil
Iana!!!

Teresa Durães disse...

gostei bastante do poema!

gaivota disse...

depois do nally e tabu (hellooooooo)
ainda encontras barreiras?....
(nem o zé barreira, nem o calafate...)
(tão negros cu'mos xamisses...)
ah coração, vou-m'atirar ao mar
e dig' qu'memperrarem...
deu-me páqui, hoje
jinhos

Kalinka disse...

POETA
demorei, mas hoje cá estou, vim agradecer suas mágicas e simpáticas palavras, quando pedi uma opinião.
Foi bom ter seu feedback.

Preciso urgentemente de protecção:
Protege-me...

Mar – sempre presente na minha Vida;
Não consigo estar junto dele, sem fotografar,
Captar imagens fabulosas
Céu, horizonte, vento, ar
Elementos indispensáveis para me sentir bem
Mais 2 imagens de minha autoria
Para juntar às lindas palavras de Paulo Leminsky

Bom fim de semana.

Menina do Rio disse...

Seria bom se fosse possivel protegernos das decepções e das emoções errantes, mas estamos sempre tão vulneráveis à elas...

Um beijinho eum ótimo fim de semana

Isabel-F. disse...

gostei do poema ...


mas as fotos fizeram-me lembrar prisão ... e não protecção ...


beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondinaazul
,
Será que o Amor nos protege?
não vamos duvidar, amiga,
,
buzios sonantes
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sant'Ana
,
que o teu olhoar,
sejam um libertado mar,
amplo, imenso, grandioso,
,
marés de jinos, deixi-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
iana
,
irrefutável,
,
mas deixa-me,
,
olhar os lirios do mar,
feitos ondas
feitos marés
feitos brumas
feitos brisas
feitos maresias
feitos . . . mar,
,
conchinhas

poetaeusou . . . disse...

*
Teresa Durães
,
com o ego cheio, fico,
,
grato
,
maresias de iodo, deixo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
o zé barreira,
é de seda . . . não abre olhos,
,
txau
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
kalinka
,
podem ficar com a realidade
esse baixo astral
em que tudo entra pelo cano
eu quero viver de verdade
eu fico com o cinema americano
,
in-Paulo Leminski
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Menina do Rio
,
vida errante,
o que será a vida, amiga ?
,
conchinhas
,
*

Maria Luar disse...

Protejo-te
Entrega-te
Sem temor
Confia teus anseios
Paixão
Mar
Aqui estão

Abracinho
*
xi
*

Sol da meia noite disse...

... e são tantas as vezes que evocamos protecção... quando nos sentimos em derrapagem... e são tantas as vezes...

Xis

poetaeusou . . . disse...

*
Maria Luar
,
mar imenso,
destemor,
em procurados anseios
de confiadas marés,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
*
Isabel-F.
,
isabel
lembrar a prisão . . .
foi a minha reação quando postei,
mas,
como duvido de mim, não alterei,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
... e são tantas vezes ...
,
no senso comum,
é a "tal" Santa Barbara,
,
conchinhas
,
*

MEU DOCE AMOR disse...

Costume proteger abraçando.

Se me permitires...proteger-te-ei.

Se não...proteger-te-ei na mesma.

Como sempre belo.

Um beijo doce

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
meu anjo protector,
eu ...
um desprotegido da sorte,
,
buzios sonantes
,
*

Um Momento disse...

Como é bom sentir a liberdade...
E saber que há quem nos proteja de forma livre , sentida e sem barreiras ...

Beijo sentido

(*)

poetaeusou . . . disse...

*
Um Momento
,
em liberdade,
como é bom,
é bom viver,
,
conchinhas
,
*