março 08, 2008

>>>>>> dia mundial da mulher - liberta-te mulher <<


mulher
este meu pranto
de choro alegre
sai-me das veias,
lágrimas de sangue
em avenidas navegáveis,
mulher flor, mãe amor
mulher floresta
companheira amada
filha, semente na vida,
mulher mar, imensidão,
mulher da libertação adiada
em busca da dignidade
desesperada mulher
vitima de derramadas angustias
poema e fotos: poetaeusou

38 comentários:

gaivota disse...

MULHER!
é isso tudo!
somos mulheres,
somos esposas,
somos mães,
um dia somos avós!
fomos tudo e somos tanto
esquecemo-nos de nós
em prol de todos e de tantos...
rendemo-nos a tudo e a todos (...)
Obrigada meu amigo, meu querido nazareno, companheiro do meu coração, onde me encontro em cada palavra e em cada foto,
Nazaré é o retrato vivo da Mulher
e bendito sejas tu pela linda e bela homenagem que acabas de nos oferecer
um beijo do tamanho do mundo!
cheio de pedrinhas, conchinhas, algas e
muitas ondasssssssssss
muito solllllllllllll
muito marrrrrrrrrrrrrrrrrrr

Eärwen Tulcakelumë disse...

Tuas palavras são sempre belas
Maravilhosa rima
Teu pranto transformado em versos
Tudo aqui sempre fascina
Principalmente quando fazes
Esta homenagem que a mulher se destina

Deixo-te um fio de pérolas incandescentes de carinho amigo, inspiração e mar.

Eärwen

Maria disse...

Homem companheiro amigo semente
que navegas na mulher mar força natureza que floresce.
Obrigada, Poeta

Carminda Pinho disse...

Poeta,
obrigada pela linda homenagem.
Sinto-me assim...como as gaivotas do teu mar...Liberta!!!

Beijos

belakbrilha disse...

Mulher é isso tudo!

É doação, sobretudo...

...

bjs

rouxinol de Bernardim disse...

A mulher merece todos os louvores!

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
Amor ardente. Amor ardente. E mar.
Contar-te longamente as misteriosas
maravilhas do verbo navegar.
E mar. Amar: as coisas perigosas.
,
in-manuel alegre
,
brisinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Eärwen Tulcakelumë
,
Quem é homem de bem,
não trai
O amor que lhe quer
seu bem
Quem diz muito que vai
não vai
Assim como não vai
não vem
Quem de dentro de si
não sai
,
in-vinicius
,
maresias, deixo-te
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria
,
este mar não tem cura este céu não tem ar
nós parámos o vento não sabemos nadar
e morremos morremos
devagar devagar.
,
in-José Carlos Ary dos Santos
,
brumas de sal, deixo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carminda Pinho
,
A cena é muda e breve:
Num lameiro,
Um cordeiro
A pastar ao de leve;
Embevecida,
A mãe ovelha deixa de remoer;
E a vida
Pára também . . . a ver.
,
in-miguel torga
,
algas de iodo, para ti
*

Rosa Maria disse...

Poeta

Ser Mulher é tudo o que tu tão bem expressas, mas infelizmente ainda há tantas que são vitimas de violência doméstica...

Bem Hajas!
Beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
belakbrilha
,
Cobertos de folhagem, na verdura,
O teu braço ao redor do meu pescoço,
O teu fato sem ter um só destroço,
O meu braço apertando-te a cintura;
Num mimoso jardim, ó pomba mansa,
Sobre um banco de mármore assentados.
Na sombra dos arbustos, que abraçados,
Beijarão meigamente a tua trança.
,
in-cesario verde
,
pedrinhas de iodo, deixo
*

poetaeusou . . . disse...

*
rouxinol de Bernardim
,
aE fico, pensativa, olhando o vago...
Toma a brandura plácida dum lago
O meu rosto de monja de marfim...
E as lágrimas que choro, branca e calma,
Ninguém as vê brotar dentro da alma!
Ninguém as vê cair dentro de mim!
,
in-Florbela Espanca
,
abç,
*

multiolhares disse...

Porque ser mulher
É dar vida
É encaminhar a existência
Saber transmitir os valores
Porque ser mulher
É ter força
Porque ser mulher
É querer do homem
Respeito, carinho e amor
Beijos nossos
luna

poetaeusou . . . disse...

*
rosa maria
,
a cavar em terra allheia
ganho pedras não sementes
não sei fazer pão de pedras
p'ra fome que a gente sente
,
in-pedro barroso
,
alvas espumas, deixo
,
*

FERNANDA & SONETOS disse...

Olá meu querido amigo Poeta, bela homenagem... Adorei!!!
Quantas vezes nos encanta,
um momento que se forma
no silêncio das palavras
que não dizes,
ao abraço que não negas,
mesmo quando no meu canto
com carinho eu espero-te.

Muitos beijinhos de carinho e amizade.
Fernandinha

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
,
luna
,
Quem é que abraça o meu corpo
Na penumbra do teu leito?
Quem é que beija o meu rosto,
Quem é que morde o meu peito?
Quem é que fala da morte
Docemente ao meu ouvido?
- És tu senhor dos meus olhos?
E sempre no meu sentido
,
in-antonio botto
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
fernanda & sonetos
,
Canto porque o amor apetece.
Porque o feno amadurece
nos teus braços deslumbrados.
Porque o meu corpo estremece
ao vê-los nus e suados.
,
in-eugenio de andrade
,
raios de sol, deixo
,
*

Isabel-F. disse...

adorei o teu poema ...


obrigada


bjs

poetaeusou . . . disse...

*
Isabel-F.
,
Maldito seja quem atirou uma maçã para o outro mundo.
Uma maçã, uma mantilha de ouro e uma espada de prata.
Correram os rapazes à procura da espada,
e as raparigas correram à procura da mantilha,
e correram, correram as crianças à procura da maçã.
,
in-Herberto Helder
,
marés de respeitos
,
*

Gi disse...

Sou, és . Somos, Parte de um Todo.

Celebro a Mulher e o Homem que a acompanha nesta viagem a que chamamos vida. Lembro a(s) Mulher(es) que ainda hoje em muitos cantos do Mundo ainda sonham em ser tratadas não como iguais ... apenas como gente . Ainda há tanto que fazer. Nunca é demais recordar.
Um beijinho

poetaeusou . . . disse...

*
gi
,
Queria, se ser pudesse, o impossível;
Queria poder mudar-me e estar quedo;
Usar de liberdade e estar cativo;
Queria que visto fosse e invisível;
Queira desenredar-me e mais me enredo:
Tais os extremos em que triste vivo!
,
in - Camões
,
marés de libertação,
,
*

Papoila disse...

Obrigada pelas tuas sempre belas palavras...

Beijos
BF

poetaeusou . . . disse...

*
papoila
,
À beira do mar, no outono,
teu riso deve erguer
sua cascata de espuma,
e na primavera , amor,
quero teu riso como
a flor que esperava,
a flor azul, a rosa
da minha pátria sonora.
,
in-pablo neruda
,
conchinhas nocturnas
,
*

Sol da meia noite disse...

Esse libertar... um sonho apenas... num pesadelo de amarras...

Beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite
,
Eu ergo a voz assim, num desafio:
Que o céu e a terra, pedras conjugadas
Do moinho cruel que me tritura,
Saibam que há gritos como há nortadas,
Violências famintas de ternura.
,
in torga
,
um mar de jinos
*

Chinha disse...

A mulher na plenitude do seu dia.

BELO

Um beijo em ti e Bom Domingo

Pitanga disse...

...e como toda a mulher que se preza, hoje chorei e sorri.

abraços de mulher que aprecia quem aprecia a mulher. Obrigada Poeta.

Sininho disse...

Não passei por cá ontem mas, mesmo um dia depois, agradeço-te o poema dedicado às mulheres.
Não sou grande entusiasta do dia «disto», dia «daquilo».
Mas é sempre de saudar um homem que celebra o Dia da Mulher, com todo o sentimento.
Bem hajas.

Abraço

rosa dourada/ondina azul disse...

Obrigada pelo teu poema à Mulher !


Beijinho,

poetaeusou . . . disse...

*
Chinha
,
um olhar de mulher,
é o estio dos sentidos,
,
maresias coloridas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
,
ergo a minha voz
contra os deuses,
quando uma mulher chora,
,
brisinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sininho
,
a tua visita
não é uma passagem,
pois estás sempre presente,
neste meu cantinho,
,
nenhum homem
é digno de uma mulher,
até de,
pedro, romeu e tristão,
desconfio-o,
,
vagas de amizade,
enormes, como o meu mar,
hoje me oferece,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,
cantar a mulher,
é cantar a humanidade,
,
conchinhas
,
*

Um Momento disse...

Entre flores e raízes me vi, sorridente te sopro um beijo agradecido por tão bela homenagem a nós mulheres vinda de ti:)

Muito Obrigado!

(*)

poetaeusou . . . disse...

*
um momento
,
pele (de mulher-mãe)
,
Quem foi que à tua pele
conferiu esse papel
de mais que tua pele
ser pele da minha pele,
,
in-david mourão ferreira,
,
um outro modo de ver, meu,
,
conchinhas,
,
*

Um Momento disse...

E pele de minha pele
Brotou um dia também
Dois lindos botões em pele
Fizeram de mim uma babada mãe
:))))))))

Meu Amigo...muito obrigada!!!
Sorri, deixei cair uma lágrima ,ao ler e sentir tão belas palavras ...

Beijo deveras sentido no teu coração

(*)

poetaeusou . . . disse...

*
um momento
,
mãe,
a pele de nós,
dádiva dos avós,
para os desejados netos,
,
um mar de jinos
,
*