março 17, 2008

>>>>>>>>>>>>>> jardim da paz <<<<<<<<<<<

>> acordomar, obrigado pela tua "dica" <<
recordo
nas asas do deserto
os infinitos sonhos
no oásis que nós somos
recordo
a cumplicidade vertida
desmedidas descobertas
nos edens da tua entrega
recordo
na solidão descampada
entre as dunas da miragem
os jardins de areia ao vento
poema e fotos: poetaeusou

38 comentários:

gaivota disse...

não conheço esse jardim, mas é uma dica para lá ir um dia destes;
eu já nem tenho tempo para recordar, hoje, a memória varreu-se-me ficou por outras paragens!
tenho que remexer aqui o caixote e reavivar o que ainda está de bom!
pilipares gritantes...

multiolhares disse...

Entre
Desertos e oásis
Existem recordações
No deserto a solidão impera
No oásis as vidas são vestidas
Com as vestes sonhadas
Entre jardins deslindados
De existências aneladas

Beijos nossos

Barqueira disse...

"os jardins de areia ao vento" - bem achado.

Estás a escrever melhor a cada dia. :)

Beijos Poeta.

PoesiaMGD disse...

Uma bela recordação...
Uma boa semana.

Carol disse...

Porque as recordações também alimentam a alma...
Adorei as fotos!

GarçaReal disse...

Recordo um deserto que percorri em tempos idos...Vezes sem conta!!!
Deserto de areia onde habitava (e habita) a mais bela? e invulgar planta da terra.
Tempos ainda no despertar da vida...
Está longe esse tempo e esse deserto que adorei.

bjgrande do Lago

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
vai ao baú, vai,
,
areja . . . é primavera,
,
jinos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
,
luna
,
oásis,
jardins dos sentidos,
dos desertos, negados,
império,
dos sonhos reais …
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
barqueira
,
esculpidas palavras,
com cinzel conhecido ???
,
que perfume !!!
que o vento exala,
barco á vela,
bela barqueira .. .
,
Conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Poesiamag
,
bela visita,
,
como tu sabes !!!
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
carol
,
a arca das vitaminas
em lembranças do futuro . . .
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
,
quantos desertos ,
e raras plantas (figurado)
em mim presentes,
me atormentam !!!
,
pilipares
para a garça,
Jinos
em cactos de água,
para ti,
,
*

GarçaReal disse...

A planta é real...

Uma tal Welwitshia...

Aquele deserto...Fabuloso

Mas os desertos moram em nós...Apagá-los??

Não há hipótese

A alma habita por aí ...Por vezes

bjgrande do Lago

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
,
presumo ter visto,
esta planta, Welwitshia,
nas dunas das praias de aveiro,
,
será possivel ?
,
conchinhas
,
*

Acordomar disse...

ahhhh tao lindo :))
gostei de transmitir a ti, e a todos, os que já conheci - só assim ha "um futuro melhor"
Dessa "coleçao" de estátuas, da tua 1ª foto,só tenho uma, que é o guerreiro, (fotografada pelo meu filho)
Um graaaaaande beijo para ti*

poetaeusou . . . disse...

*
acordomar
,
essa tua sensibilidade,
ou não fosses tu a, acordomar,
,
o jardim da paz,
dentro de 2/3 meses,
ficará divinal,
espero que o joe barardo,
proteja o meu benfica,
como o faz a certas instituições
que ajudam os desprotegidos,
a beleza que está a imergir
nesse jardim,
e para os seus detractores,
lembrar que barardo fez a sua
fortuna pessoal na africa do sul
e
limitou-se a trazer parte do seu,
património para a ilha da madeira
e
para o "contenente",
como diz o desbravado jardim,
,
jokas, lin(d)a,
,
*

Luís Galego disse...

sim, poeta é...sem dúvida!!!

poetaeusou . . . disse...

*
pseudo-poeta, luis,
,
sou, o que não sou,
apenas . . .
,
*

gaivota disse...

ah pois, é p'assoalhar...
onde é que tá o sol?!?!??!
já me lá qu'ere
jinhos

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
o sol rompeu agora,
furou a "borraceira",
,
mares de iodo, deixo-te,
,
*

Maria P. disse...

jardins proibidos...

Beijinhos*m*

Sininho disse...

Já cá não vinha há uns dias e caí aqui em cima das estátuas (salvo seja)...
Hoje, fico-me com o poema.
Que recordar é viver...

Abraço

GarçaReal disse...

Nas praias de Aveiro não as viste...

Num tal deserto do Namibe talvez...
Mas aqui de terras ( de Viriato)
deserto não há

bjgrande do Lago

poetaeusou . . . disse...

*
Maria P.
,
portões . . .
com gonzos,
cantados,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
sininho
,
em cima das estatuas ?
cuidado,
o tibete está na moda ...
- que a luz caia sobre a zona -
,
estás sempre presente,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
namibe,
cemitério dos elefantes . . .
faz fronteira com o mar, penso,
poderá ser uma prima afastada,
dá-me, essa consolação,
hehehehe,
,
conchinhas
,
*

DelfimPeixoto disse...

Quanta saudade de te ler e ter em minha casa

Sol da meia noite disse...

... e recordar é viver. Sim, eu sei... que tudo são recordações...

Jinhos

poetaeusou . . . disse...

*
DelfimPeixoto
,
são ciclos ...
passarei,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
sim eu sei,
não posso viver de ilusões ...
,
conchinhas espa(rtanas)
,
*

Gerlane disse...

Feliz aquele que tem a cumplicidade vertida e tantas coisas boas pra recordar. Sinal de que as viveu intensamente, e isso é sempre muito bom!

Beijos pra ti!

Acordomar disse...

Poeta
nao viste lá a tua águia?
se precisares dumas fotos diz, que te envio ;)
e tambem tenho uma foto tirada a segurar-me nas unhas do leão lá junto ao fim do lago
Beijocas**
{Voltarei só no dia da poesia 0_o }

poetaeusou . . . disse...

*
Gerlane
,
tudo é bom na vida . . .
aceitando-a,
.
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Acordomar
,
vi ... a minha águia,
fotei tudo,
incluindo o teu leão,
no fim do lago,
se não fosse por respeito,
aos patinhos e ao cisne branco,
afundava-oooooo, hehehehe
,
grato
tirei 63 fotos,
vou classifica-las,
,
jokas,
,
*

R.G. disse...

Recordar...
Viver o presente
cada vez mais intensamente
para mais tarde RECORDAR...

Beijo Perdido

poetaeusou . . . disse...

*
R.G.
,
nem mais,
,
linhas perdidas
nas
recordações.
,
conchinhas
,
*

Um Momento disse...

E neste jardim de calmia transmites a Paz em serenidade
Como gostaria de estar lá agora:)

(*)

poetaeusou . . . disse...

*
Um Momento
,
vais adorar, amiga
,
conchinhas
,
*