fevereiro 15, 2008

»»»» misteriosas quimeras ««««


ficou gravado no tempo
a poesia que não escrevi
que me alimenta a utopia
das misteriosas quimeras
recordações entranhadas
nos perversos desenganos
de esperanças amordaçadas
cravadas noutras memórias
poema e fotos: poetaeusou

40 comentários:

amigona avó e a neta princesa disse...

Hoje é dia de aniversário! Aceitas uma fatia de bolo?! Beijinhos grandes, meu querido poeta ...

Rosa Maria disse...

Belissimas imagens!

E já viste que eu não consigo mesmo deixar de te visitar, correndo o risco de encontrar as tuas belas fotos da praia?

Beijinhos

Sol da meia noite disse...

Há um tempo, que vai ficando perdido no tempo... o baú que guarda os sonhos não vividos... pedaços de nós, em sonhos guardados...

Beijos mil

poetaeusou . . . disse...

*
amigona avó e a neta princesa
,
feliz por não ser esquecido,
,
já fui,
que bela mesa,
>> de amigos <<
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa maria,
,
deixo-te,
a força necessária,
para ultrapassares,
o que te atormenta ...(???)
,
vagas de amizade
em buzios sonantes,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
perverso disco rígido,
pelo tempo, amordaçado,
,
conchinhas
,
*

Paula Raposo disse...

Gostei imenso das fotos e das tuas palavras. Beijinhos.

gaivota disse...

tão lindas as fotos
tão lindo o poema
o que fica gravado no tempo, tantas coisas que não disse e que não fiz!
memórias rudes de recordações perdidas
algas e algas ficam aqui, hoje

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
paulinha
,
foram tiradas,
no miranteda pederneira.
numa tarde/noite,
,
grato fico,
,
jinos "murais"
,

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
a realidade alimenta-se
de desenganados sonhos,
recordar muitas das vezes,
é sofrer, e o sofrer
fazendo parte da vida.
dá-nos muita a força . . .
até para recordar,
,
maresias de recordações, deixo
,
*

Suave Toque disse...

"Desejo de bem amar,
Desejo de ser feliz,
Desejo de bem querer,
Desejo de bem viver...
Com o perfume da flor, e a delicadeza de um beija-flor venho até você desejar um feliz final de semana.

Um grande beijo de carinho.

LuzdeLua disse...

Lindo demais e o poema ficou maravilhoso. Passando deixo um abraço amigo e bons desejos para o findi semana.
Bjs

Teresa Durães disse...

as árvores guardam os segredos, sabias?

poetaeusou . . . disse...

*
Suave Toque
,
suave tempo
suave poesia
suave recordação
suave esperança
suave toque de carinho,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
LuzdeLua,
,
que a luz prateada da lua,
amordace os desenganos desta vida,
,
conchinhas
,
*

multiolhares disse...

Memórias esquecidas, passadas, vividas ou sonhadas, não passam disso de memorias, de
Recordações escrevem o nosso livro da vida,
Mas são memorias ,o passado fica lá ,pois não pode ser alterado.
O futuro são memorias inventadas, só
Interessa ao pensamento.
Então só nos resta o dia de hoje, esse sim deve de ser escrito com firmeza, com sentimento, com o merecimento de estarmos vivos.

Beijos nossos
luna

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
,
luna
,
memória do
momento que se vive,
concordo em pleno,
as frustações,
os nossos malogros,
são alimentados
pela utopis do futuro,
beijos daqui
,
*

Sophiamar disse...

Lindas as fotografias, belas as palavras, gostosos sentires. Continua o teu poemar.

Beijinhosssssssssss

poetaeusou . . . disse...

*
Teresa Durães
,
e,
resguardam-nos,
quando renovam, anualmente o,
seu manto de folhagem verdejante,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sophiamar
,
vou continuar, amiga
,
conchinhas
,
*

Maria Luar disse...

No livro da vida há sempre poemas por fazer.Que as musas te ajudem a publicá-los todos. Extraordinária beleza, aroma marinho, azul real a enquadrar as palavras divinas que te saem.

abracinho

*
xi
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria Luar
,
o que é a vida, pergunto-me,
miragem, utopia, quimera ?
será que cervantes tem razão?
"a vida é a ilusão de viver"
,
abstracto, imaterial, metafisico ?
,
conchinhas
,
*

MEU DOCE AMOR disse...

É nestes momentos que o tempo toma voz.Aqui venho para ouvi-lo a declamar os teus poemas,sentando-me nesse belo lugar existente nas tuas fotos.

Um beijo doce Querido Poeta do Mar

pin gente disse...

ficou gravado no peito, entalado entre os meus lábios
um poema amargurado em meus sonhos tão lembrado
não o consegui escrever, só me vem ver de passagem
quando acordo a poesia partiu na sua viagem

um abraço
luísa


ps - queria dizer-te como aqui cheguei mas já nem sei de onde venho!

Eärwen Tulcakelumë disse...

Tuas palavras são como as ondas do mar, lindas e eternas.

Pérolas incandescentes de sonhos.

Eärwen

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
a voz dos poemas,
declamando o tempo,
no imenso mar,
,
um mar de jinos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
pin gente
,
ficou gravado em mim,
a tua poética veia,
no teu comentário feito,
ficou entalado no peito,
a ouro cravado na areia,
ai se eu escrevesse assim,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Eärwen Tulcakelumë
,
as tuas belas palavras,
enaltecendo o mar,
ondas cheias ,
de agradecimentos eternos, meus,
,
conchinhas
,
*

São disse...

Um dos poemas que mais me agradou, este!
Alegre fim de semana, poeta.

andorinha disse...

Memórias de palavras por dizer. Sentidas, apenas.
Um beijo.

GarçaReal disse...

Ficou gravada em mim a poesia que de ti li.

Belas as fotos :)

bjgrande e Bom Fim de Semana

Maria disse...

As árvores assim despidas e expostas são do mais belo que a Natureza tem, na terra......

poetaeusou . . . disse...

*
são
,
grato fico,
apenas um escrevinhar
de um pseudo poeta,
,
conchinhas
num colorido fim de semana
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
andorinha
,
sumidas sílabas
de palavras mudas
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
,
feliz por te agradar,
escuta o pilipar
da gaivota clamando pela garça,
,
um mar de jinos, deixo-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria
,
ressurreição e vida,
das folhas caídas,
,
*

Um Momento disse...

Em memórias guardo
Belos sentires que por aqui vivi
Continuo a alimentar a alma
Com belas poesias que emanam de ti

Beijo agradecido

(*)

poetaeusou . . . disse...

*
um momento
,
nos teus comentários,
sinto o cheiro a maresia . . .
,
conchinhas
,
*

Gi disse...

ai poeta

as tuas árvores só por si já são poesia da mais pura que há


beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
gi
,
ai essa, benevolencia
,
conchinhas
,
*