janeiro 02, 2008

>>>> noite mar, ontem <<<<


meu transmutado mar,
mar metamorfoseado,
não, não se passou um ano,
foram 24 horas, um dia
ontem, apaixonado, calmo,
de revoltosa maré, hoje,
ondas, sombras da noite
em nocturnas vagas,
imprecisos avisos espraiados,
de belezas precisas
em inconstante tela,
poema e fotos: poetaeusou …

48 comentários:

Sophiamar disse...

O mar é o espelho da vida. Também ele tem as duas faces. Ora revolto, ora sereno mas sempre amado.
Beijinhos de mar

Sol da meia noite disse...

A vida, Poeta...
Tudo se altera, a cada momento.

Xi

Helena disse...

Ele todos os dias nos surprendem
Como faz ele para mudar assim tão depressa ?
beijos

Rosa Maria disse...

Poeta

Desculpa a escolha mas fiquei apaixonada pela primeira foto.

Já faltam poucos dias para ir ver esse teu/nosso mar.

Que saudades!!!

madalena disse...

Continuas com excelente ilustração para os teus versos.

Aqui só vejo o rio e a chuva abençoada. Chegou a água enfim! :)

Beijo:

Paula Raposo disse...

O mar, tal como o Amor, é sempre surpreendente!!

gaivota disse...

é verdade a constante metamorfose desse mar, especial, para "alguéns"
felizmente,
pois nem todos podem ter o orgulho de saber conversar com ele e entender as suas respostas...
Meu amor, Meu vida!
xi

multiolhares disse...

Talvez ele grite hoje
Por alguém que ontem partiu
Talvez ele se acalme
Quando sente o amor se passear
Ao seu redor
Porque ele sente, ele sabe,
Porque também sofre e ri

Beijos nossos
luna

poetaeusou . . . disse...

*
sophiamar
,
verso mar,
em,
remar reverso,
,
maré de jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite
,
não seria vida . . . amiga sol,
,
xi em brumas de iodo
*

poetaeusou . . . disse...

*
helena
,
o mar
é humano, helena,
,
olha-nos das altaneiras vagas,
fala-nos no seu marmujar,
tacteia-nos com os seus braços,
pelas ondas, que nos envia,
,
espraiados jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa maria
,
vem, amiga rosa,
,
o nosso mar,
espuma nostalgia,
na quebra das suas ondas,
*
xi
*

poetaeusou . . . disse...

*
madalena
,
imensidão, mar,
rios agua,
imensa e diversa,
por isso,
não há rios iguais,
,
jino em brisas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
paula raposo
,
paulinha,
,
surpresa, em ti,
*
bji.
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
o mar conhece os amigos,
reconhece quem o ama,
seduz novos amores,
e ama, ama , sempre,
,
pilipares
*

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
,
luna
,
um mar
de imensa gratidão,
,
beijos daqui
*

rosa dourada/ondina azul disse...

Já passada a barreira do
Novo Ano,
quero desejar-te
boa continuação,
espero contar
com fotos e poemas
sempre novos e belos :)

Boa inspiração,

Beijo,

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,
agradeço
seguindo o teu conselho,
,
boa onda, para ti,
*

Jéssica V. Amâncio disse...

ques fotos lindas, que musica legal.
que blog aconchegante
:]

beijos.

Alice Matos disse...

Inconstante beleza...
Pólos distintos que brilham... brilhos distintos de intensidades gigantescas...

Mar...

Beijo grande...

poetaeusou . . . disse...

*
Jéssica V. Amâncio
,
gratificante visita,
,
bji.
*

poetaeusou . . . disse...

*
Alice Matos
*
inconstância,
do,
inconstante
e
omnipresente mar,
*
espraiados, jinos
*

della-porther disse...

Poeta

Vim deixar meu desejo de um Ano Novo cheio de saúde, esperança, amor e sonhos realizados.

um beijo carinhoso
Della

GarçaReal disse...

Em 24 horas passa um ano... E a noite dá lugar a um novo dia de luz ou mesmo chuvoso.
Metamorfoses da vida....

bjgrande e pilipares daqui do lago

Um Momento disse...

Em constante beleza
Com todas as suas marés
Nos presenteia o mar
em todas as marés da nossa vida


Beijo sorrindo-te
(*)

LuzdeLua disse...

Que venha 2008!!! E eu te desejo muita paz, amor, esperança... Amigos muitos à tua volta.
Bjs

Sininho disse...

O mar é como os homens.
Dum momento para o outro, vira -se ao contrário e aí, não conhece amigos nem nada.

Fotos LIIIIIIIIIIIIIIIIIINDAS!!!

Abraço

Maria disse...

Ena, tá um mar um cão!!!!!!!!!
Excelentes fotos, essas. Vagas de 10 metros, era?
É o mar, sempre surpreendente....

Parabéns pelas fotos. Quero mais....
Inté

poetaeusou . . . disse...

*
della-porther
,
gratificante, registo,
,
marés de bem-aventuranças,
para ti
,
bji.
*

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
,
transformadas madrugadas
nos mutáveis viveres,
,
serenas brisas para o teu lago,
*

poetaeusou . . . disse...

*
um momento
,
vida presenteada,
em,
marés de beleza,
do teu comentário,
,
rumados jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
luzdelua
,
amigos em paz,
esperançando amor ,
,
bji.
*

poetaeusou . . . disse...

*
sininho
*
o mar é fiel, leal,
concordo em relação aos homens,
desconfio dos homens,
confio, submetendo-me , nas mulheres,
,
o mar quando quer descansar, avisa,
torna-se revolto,
não quer motores a acordá-lo,
não quer quilhas de barcos
------- a magoá-lo,
não quer petroleiros a sujar
-------- os seus braços, as ondas,
não quer que perturbam as suas
------- ninfas,
,
e,
remarmuja, ecoando nas falésias,
,
vagas de amistosos xis,
*

Manuela disse...

Assim é o mar ...
ora calmo ora "picado"... "bravo" ou "selvagem" no seu melhor diria eu...
Como poderíamos apreciar a beleza de um mar calmo se nunca tivessemos visto o mar bravo?
beijos

poetaeusou . . . disse...

*
maria
*
é,
a emissora nacional
e ondas curtas em 47 metros
,
inté
*

poetaeusou . . . disse...

*
manuela
,
o mar,
neste momento,
brama, grita, "arraiva-se",
,
perguntei-lhe a razão,
não respondeu,
uma meiga onda murmurou,
baza zé, hoje ninguem o atura ...
,
bazantes jinos, deixo-te
*

Ana Ramon disse...

Gosto mais dele assim. Rugindo e saltando mostrando-nos o quanto é poderoso. Pena não o poder ouvir aqui... só através de um Cd com as várias "vozes" do mar que costumo ouvir quando me sinto mais frágil.
Um Bom Ano Novo e um beijinho grande para ti

Maria Luar disse...

estás cativo, poeta? Não pias, não pipilas, não cantas fora do teu mar.
Quem foi a moura que te fez refém?
não te deixes sufocar.

abracinho

poetaeusou . . . disse...

*
ana ramon
,
ana
vai ao meu post
de 9 de dezembro,
encontras um video,
que tambem é teu,
,
jinos em rugidos de iodo,
*

Teresa Durães disse...

bom ano de 2008

(cheio de vagas de vários metros)

poetaeusou . . . disse...

Maria Luar
*
estou cativo de mim,
e canto á minha moura,
ao vento veloz eu grito,
há nuvem peço boleia (ROMANTICO)
ás brisas imploro guarida,
há gaivota o seu pilipar
aos buzios o seu sonar,
mas procuro e não encontro,
procuro não sei o quê,
perdi o bico, não pio,
cortaram-me as asas,
eu, rouxinol,
sem asas não posso voar,
,
não é francisco fanhais ?
e foi sebastião da gama,
quem diria . . .
que escreveu,
,
ai bastião, bastião . . .
,
maria luar
vagas de xizinhos
*

Gi disse...

UAUUUUUUU.

Que vista fascinante, a natureza em todo o seu esplendor. E tu a assitires. Que maravilha.

Que assim seja o teu ano. Maravilhoso.

Um beijinho

poetaeusou . . . disse...

*
teresa durães
,
voando por aí,
sulcarei o 2008,
para repetitivamente,
te desejar o anual desejo,
,
assim sendo, vou mudar
e
um dia feliz, no dia a dia,
desta vida, com a maior amizade, te desejo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gi
,
UAUUUUUUU.
,
Que maravilhosa reacção,
,
marés de felicidades,
neste 2008,
,
macaréus de jinhos,
em pranchas de carinho e amizade,
*

paula barros disse...

Fico tão encantada com as fotos. Passo um tempinho por aqui apreciando. Adoro!
felicidades mil.

poetaeusou . . . disse...

*
paula barros
,
esta casa é tua,
adoro que passes, aqui
,
marés de felicidades, para ti,
*

Maria Clarinda disse...

O meu mar....lindo, revolto!
Lindo como sempre o teu poema.
Jinhos

poetaeusou . . . disse...

*
Maria Clarinda
,
ao nascer do sol,
estava lindo,
bravio, altaneiro,
,
vagas de jinos, deixo-te
*