janeiro 28, 2008

»»»»»»»»» derramadas . . . vagas «««««««««


no vento deste poema
as emoções inacabadas
fervem as minhas veias,
presságios de conquistas
em espumas derramadas
pelas vagas do teu corpo,

poema e fotos: poetaeusou

40 comentários:

Rosa Maria disse...

Poeta

Vagas de espuma que se derretem quando atigem a areia.

Lindo, como sempre!

Beijinhos

Helena disse...

o mar esta agitado
estara como o poeta ?
a espera de novas emoções
e de novas conquistas
Beijinhos

Sol da meia noite disse...

Que amanhecer este em ti, Poeta!
Amei as fotos... e o vento do poema.

Beijinhos

gaivota disse...

até se m'atropelem os olhes!
cas ondas do mê mar...
tás xê d'arêa, num quero saber
o meu sporting ganhou a eles...
aos do norte, tripeiros, ao portoooooooooo
bem feito!
é já a seguir que vou derramar essas ondas onde eu bem sei!
jinhos

GarçaReal disse...

Nas vagas de um corpo, o desejo de espumas derramadas na lassidão do amanhecer...

Belissimo...Sempre

Bjgrande do Lago

Um pilipar de agradecimento pela parte da Garça

Isabel-F. disse...

como sempre um lindo poema...


e a 1ª foto é espectacular...

bjs e boa semana

andorinha disse...

Nas palavras que derramas, se formam vagas de poesia.
Parabéns pelo blog, e um beijinho.

Sininho disse...

Vagas enfurecidas, eis o que vejo nessa magnífica foto!

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
rosa maria
,
areal espraiado,
de . . . espuma,
,
jinos em brisas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
helena
,
os poetas, eu pseudo,
,
cantam o mar,
no que sentem,
no que imaginam,
no que inventam,
,
novas emoções,
novas conquistas,
o mar as tem,
o mar as dá,
feliz de quem as detecta,
,
vagas de jinos,
*

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite
,
que gratificante,
amanhecer ouvindo o mar,
,.
ondas de jinos, deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
ondas quebradas,
no areal dos sonhos
,
Jino
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
,
vem ver o mar,
vamos abarcar
com o nosso olhar
o seu espumar
,
garças de jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
isabel-f.
,
lisonjeado fico,
com as tuas palavras,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
andorinha
,
o mar,
força motriz da poesia,
,
jino de iodo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
sininho
,
não . . .capitã
,
um mar vaidoso, altivo,
a exibir a sua força,
a uma pequena multidão,
ontem na Nazaré,
num domingo magro . . .
,
um xi, em belas vagas,
*

Manuela disse...

Sentes e vives o mar em cada onda...
é como se fizesses parte dele ou ele de Ti...
gostei das fotos espelhadas nos teu sentir...
um beijo daqui

poetaeusou . . . disse...

*
manuela
,
ai se o mar tivesse varandas
eu percorrias com calma
rumando aos estados de alma
só para ver com quem tu andas,
,
estrelinhas de mar, deixo-te
,
*

Menina do Rio disse...

Derrama-te em espumas ao vento!
Até eu me derramei com tão belas imagens

Um beijo de boa semana

poetaeusou . . . disse...

*
Menina do Rio
,
no vento sorrio,
menina querida,
momentos de vida,
menina do rio,
,
jinos de iodo, envio-te
,
*

Gerlane disse...

Doce, esse derramar-se assim...

Beijos pra ti!

Maria disse...

Excelentes fotos, Poeta...
E o mar/amor, ou o amor/mar sempre a (con)fundirem-(se)nos...

poetaeusou . . . disse...

*
Gerlane
,
derramado comentário,
em doce mar,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria
,
poe(mar)
,
inté
,
*

Eärwen Tulcakelumë disse...

Abençoado vento este que te faz escrever assim.
Meus olhos se abastecem de luz nas tuas fotos.

Pérolas incandescentes de inspiração eterna.

Eärwen

multiolhares disse...

Emoções abarcadas
Sentindo o vento soprar
Corpos exaltados
Corações enlaçados
Passeando á beira mar

Beijos nossos
luna

rosa dourada/ondina azul disse...

Que belas fotos !
A crista da onda, magnífico :)

Lindo o momento,



Beijo,

poetaeusou . . . disse...

*
Eärwen Tulcakelumë
,
absorvendo as incandescências,
das tuas pérolas,
envio-te,
conchinhas coloridas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
,
luna
,
emoções ao vento,
exaltadas,
sopradas á beira-mar
,
beijos daqui
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,
na crista,
da onda,
dos teus rios
,
conchinhas
,
*

Teresa Durães disse...

no vento deste poema vieram também belas fotografias

belakbrilha disse...

ESte mar agitado me faz lembrar a força que temos em nós quando queremos!

bjs

poetaeusou . . . disse...

*
teresa durães
,
voando por aí,
tenho olvidado,
o teu cantinho,
irei redimir-me, amanhã
,
conchinhas
*

poetaeusou . . . disse...

*
belakbrilha
,
o mar dá-nos essa força,
e grita para nós,
como o poeta sérgio godinho,
,
não me digas,
que não me compreendes,
e que não sentes
aquela raiva nos dentes,
,
conchinhas
,
*

Carminda Pinho disse...

Poeta,
ai! e o mar e, as vagas e o amor e, o amar...

Beijos

poetaeusou . . . disse...

*
Carminda Pinho
,
vagas de amor,
quem as não tem . . .
,
jinos em vagas
,

Paula Raposo disse...

Ambas as fotos fantásticasssssssss!!! Adorei.

Um Momento disse...

Em corpos sublimes a rebentação das mais belas marés que se deliciam ao beijar tão belas formosuras...

Beijo maravilhado:)

(*)

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
paulinha
,
adorei,
o teu adorar,
,
bjis
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Um Momento
,
maravilhadas formosuras,
em . . .
um momento
,
marés de jinos
,
*