janeiro 04, 2008

>>>>>>>>> quebrantado <<<<<<<<<


chamo-te violento,
furioso sem motivo,
encolerizado mar,
ondas exasperadas
sopradas pelo vento,
rugir de irritada revolta,
transporta-me, irado mar,
nas vagas enfurecidas,
embala-me onda sonhada
nessa brisa que me encanta
maresia que me quebranta,
ao regaço da minha amada
poema e fotos: poetaeusou …

40 comentários:

gaivota disse...

que mar! lindo, cada vez mais lindo!mais brilhante!
furioso, encolerizado, exasperado, cheio de vento, cheio de sol, na sua imensidão...
é uma paixão, é uma vida, éo meu mar!
beijos ondulantes

Paula Raposo disse...

Estas fotos estão poderosas!!!Beijos de bom fim de semana.

Sol da meia noite disse...

Há quem diga que o mar é traiçoeiro... Diria que traiçoeiras são as águas paradas...
Adoro o mar em tempo de marés vivas, em toda a sua beleza e esplendor!

Beijinhos muitos

multiolhares disse...

Deixa o mar, gritar,
Bramir, deixa que se enfureça
Saberás sempre o seu sentir,
As razões do vento o acoitar
As razões do seu magoar

Beijos nossos
luna

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
mar paixão,
,
é isso . . .
,
jinos de mar
*

poetaeusou . . . disse...

*
paula raposo
,
paulinha
,
o poder da natureza,
,
jinos “murais”
*

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite
,
o mar é nobre, leal,
,
quando está indisposto,
como qualquer um de nós,
temos que o respeitar,
,
um mar de jinos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
,
ciúmes de mar,
luna . . .
,
beijos daqui
*

Helena disse...

O mar é vivo
é como nos
as vezes se revolta
Gosto de o ver assim
ja reparastes que cada onda dele é diferente
em cada onda tem uma sillaba, uma palavra...
e tu Poeta traduzes muito bém o que ele nos quer dizer.

Um beijo

Maria disse...

O mar apenas grita, de vez em quando, das injustiças no Mundo. O mar, que dá de comer a tanta gente, sabe que há gente a morrer de fome. Por isso o mar também grita....
Este mar é a (tua) paixão...

Inté

GarçaReal disse...

Mas ele às vezes é violento...

Arrebata vidas , apaga viveres...

bjgrande aqui do Lago

Pilipares...

poetaeusou . . . disse...

helena
,
tu, também sabes
que o mar te adora,
no canto das pedras,
o canto das sereias,
o mar rejubila,
pela forma, que o olhas,
e afaga-nos, a todos,
com meiguice,
com os seus braços,
as ondas que nos envia,
,
jinos, nos raios solares
que teimam em romper as nuvens,
te envio,
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria
,
o mar sofre,
com os diferentes derrames,
dos petroleiros,
dos esgotos poluidores,
a que chamam sanitários,
com o ruído dos motores,
com as quilhas dos barcos que o ferem,
,
mar, amor, meu,
,
inté
*

poetaeusou . . . disse...

*
tens razão, lagoreal
,
mas . . .
,
>>>> o mar deve ser mulher . . .
se não é mulher,
porque razão rouba tantos homens ? <<<<
,
in- alves Redol
*
marés de jinos,
extensivos á garça,
*

Carminda Pinho disse...

Poeta,
porque hoje estou assim...melancólica a olhar esse mar deixo-te Florbela Espanca e as ...

VOZES DO MAR

Quando o sol vai caindo sobre as águas
Num nervoso delíquio d'oiro intenso,
Donde vem essa voz cheia de mágoas
Com que falas à terra, ó mar imenso?...

Tu falas de festins, e cavalgadas
De cavaleiros errantes ao luar?
Falas de caravelas encantadas
Que dormem em teu seio a soluçar?

Tens cantos d'epopeias? Tens anseios
D'amarguras? Tu tens também receios,
Ó mar cheio de esperança e majestade?!

Donde vem essa voz, ó mar amigo?...
... Talvez a voz do Portugal antigo,
Chamando por Camões numa saudade!
«««
Beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
carmindo pinho
*
hoje ao sol-pôr, 17,45 horas
declamei-o frente ao mar
,
manias, apenas . . .
*
tarde sobre o mar
*
A tarde é de oiro rútilo: esbraseia.
O horizonte: um cacto purpurino.
E a vaga esbelta que palpita e ondeia,
Com uma frágil graça de menino,
Pousa o manto de arminho na areia
E lá vai, e lá segue o seu destino!
E o sol, nas casas brancas que incendeia,
Desenha mãos sangrentas de assassino!
Que linda tarde aberta sobre o mar!
Vai deitando do céu molhos de rosas
Que Apolo se entretém a desfolhar...
E, sobre mim, em gestos palpitantes,
As tuas mãos morenas, milagrosas,
São as asas do sol, agonizantes...
*
in-Florbela Espanca
*
jinos ao pôr-do-sol
*

Kalinka disse...

AMIGO POETA
há 8 dias que estou c/uma broncopneumonia, ou seja, deixei o ano velho e entrei no novo neste terrível estado.

Muito obrigado pelo teu carinho em 2007, espero continuar a contar com ele durante 2008.

Beijo.

BOM ANO.

Maria Luar disse...

A onda exasperada
Chama pelo Luar
Ela é vida desejada
Feita para te amar

Ai Maria, ai Maria
És lua e és luar
Precisas do teu poeta
Para andar no alto mar

abracinho

*
xi

*

MIMO-TE disse...

Bravo poeta! (grito!)

Que encanto, leio-o com a mesma força que vejo nesse mar bravio!

Muito lindo, adorei!


Mimos meus

poetaeusou . . . disse...

*
kalinka
,
mininas tupodis biberi,
us aguardentiiiiiiiiiiiii,
di casca dus bananas,
disficas ka saúdiiii,
,
jinos de amizade
*

poetaeusou . . . disse...

*
*
maria luar
,
perfume a sophia …
,
bji
*

poetaeusou . . . disse...

*
mimo-te
,
ó mar bravo, ó mar bravo,
que força nessa bravura,
deixo-te uma rosa, um cravo
e um mimo de ternura
,
xi
*

Um Momento disse...

Chora o mar
Em ondas enfurecidas
Sopra-lhe o vento
Tentando curar-lhe as feridas...
Revoltas marés
Sentidos irados
Quer ele um abraço...
Clama pela sua amada,
pelo seu regaço...

Beijo de bom fim de semana

(*)

Acordomar disse...

Estao lindas, adoro ver o mar assim, parece zangado... mas nao é!
Só quem o conhece, sabe o porquê !

Beijinhos

Sophiamar disse...

Ondas exasperadas
Violentadas iras
Por que assim estais
Se sois cristais, sois safiras
Tocai harpas, tocai liras
Cantatas de amores quebrantados
Soltos, desvairados
Por ventos fortes levados
Para o seio dos amantes
Que em leito de mar soltam ais
De amor, sonantes

marés de beijos

búzios sonantes

anémonas de iodo

MEU DOCE AMOR disse...

Paixão...

Assim mostra o Mar a sua Paixão.É assim que ama.

Um beijo doce:)

marias disse...

"encolerizado mar"
emoções em turbilhão
furioso de tanto amar
és revolta que procura
a paz na acalmia
de um coração

Beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
um momento
,
regaço da amada
abraço sentido
tentadas marés
revoltando os pés
vento enfurecido
na onda abraçada
,
jinos mareantes
*

poetaeusou . . . disse...

*
acordomar
,
lin(d)a
,
e tu conheces bem,
o mar,
,
jokas
*

poetaeusou . . . disse...

*
sophiamar
*
com a cantata
marujante do mar,
me contento,
,
sonatas de jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
meu doce amor
,
paixão, paixão . . .
,
um mar de jinos
*

poetaeusou . . . disse...

*
marias
,
marés revoltadas,
procurando a paz,
nas emoções acalmadas,
,
jinos
*

Sophiamar disse...

do mar ou da maré? Ou da onda? Ou da maresia?

Ai Zé do Mar, ai Zé do Mar

A mulher nazarena
É escultura, é formosura
É deusa serena.

Olha-a bem. Encanta! Vi tantasssss há diassss. Lá na Pederneira!


Beijinhosssss

poetaeusou . . . disse...

*
sophiamar
,
mulher da nazaré,
quando pisas o areal
juro por minha fé
que és maria de portugal
,
jinos de mar
*

Sophiamar disse...

Homem, poema feito
Que cantas a mulher e o mar
Tu és poesia, és verso, és rima
Gosto do teu versejar

Tás com insónia hoje?

É do mar?

Ele não pára de marulhar

Vai, vai sonhar

Beijinhos de corais

Maria Clarinda disse...

Apenas meu poeta...o meu mar em toda a sua força!
As tuas palavras belas como semppre vão comigo!
Jinhos

Maria P. disse...

Não é violento, é real,é lindo...

Beijinho*m*

poetaeusou . . . disse...

*
sophiamar
,
o mar
beijou a lua
e na imensa praia
quis dançar o vira.
,
jinos espraiados
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria Clarinda
,
De tão longe veio o mar
Embalando uma sereia
Dizendo sempre a cantar
Pacto terno nessa areia
Saltando da proa a ré
Crianças ouvem cantar
Encanto que vem do mar
É vira, é Nazaré,
,
in-os amigos
,
vaga de Jinhos
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria P.
,
> é nosso !!! <
,
bji
h
*